CALENDÁRIO DE VIAGEM

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO: MELHORES DESTINOS NO BRASIL E NO EXTERIOR

*Em tempo: em praticamente qualquer lugar você vai pagar mais caro viajando no Natal e no Ano Novo – a maioria dos hotéis vai ter um mínimo de diárias a ser reservadas e as passagens sobem muito. Se quiser viajar em dezembro e economizar, considere viajar até o dia 20 de dezembro, uma ótima oportunidade de férias com descontos e clima bom, principalmente no Brasil, América do Sul, Caribe e Ásia.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

BRASIL

O sol está brilhando no Nordeste todo: qualquer ideia de praia ali é boa, do Piauí até o sul da Bahia: Jeri, Pipa, Carneiros e Recife, São Miguel dos Milagres, Praia do Forte, Itacaré, Trancoso, Morro do São Paulo pra dizer algumas. No Sudeste, vale ir a Búzios e Itaúnas (ES) – de Angra dos Reis a Ubatuba pode chover horrores e pode fazer uma semana toda de sol, aquela coisa. Praias do sul entram no radar com clima gostoso, veja Floripa, Praia do Rosa, Bombinhas. A maioria dos destinos de ecoturismo está debaixo de chuva nesta época, com exceção da Chapada Diamantina (BA).

BARRA GRANDE (BA)

Fica na Península de Maraú, no sul da Bahia, esta pequena vila difícil de chegar e fácil de gostar. O lugar vem fazendo sucesso nos últimos verões e ganhou um belo leque de pousadas e restaurantes, além de uma filial da balada Café de la Musique. Mas ainda impera o clima pacato com praias intocadas como a Taipu de Fora, com mar azul-claro e areia dourada pontuada por coqueirais. Na maré baixa formam-se piscina naturas e é possível observar peixinhos coloridos que transitam entre os recifes de corais. Caminhadas e passeios de barco levam para conhecer outros cantinhos da Península, como a Cachoeira do Tremembé.
Dica: Para chegar, voe até Ilhéus e de lá contrate um transfer até Barra Grande.

LEIA TAMBÉM: Seu guia oficial de hotéis, pousadas e resorts no litoral da Bahia

barra-grande

PRAIA DO ROSA (SC)

Para onde viajar em dezembro: esse vilarejo charmosinho a 80 km de Florianópolis tem a natureza preservada: a praia fica entre costões cobertos de mata nativa e só tem dois acessos para carro, nas duas pontas. Nas ruelas do centrinho há uma gama variada de pousadinhas, restaurantes e bares, agitados principalmente agora no verão, e, no Réveillon, rola uma superfesta, a Virada Mágica.
Dica: De carro você pode visitar outras praias da região, como a da Luz.

praia-do-rosa-reveillon

ruas-das-pedras-buzios

BÚZIOS (RJ)
Se na Rua das Pedras, a principal da cidade, e na sua continuação, a Orla Bardot, predominam lojas e baladas de grife e restaurantes com preços de até três dígitos, no resto do centrinho também é possível comprar artigos de praia e artesanatos a valores módicos e comer em restaurantes por quilo. A faixa costeira de Búzios é privilegiada, com mais de 20 praias. A movimentada Geribá é point de surfistas e beach clubs, Ferradura, cujo nome explica o formato da faixa de areia, tem água clarinha, Azeda e Azedinhas, mais reclusas, contam com acesso por uma escadaria, Olho-de-Boi é reservada ao nudismo.
Dica: Se ficar hospedado perto da Rua das Pedras, você não precisa necessariamente estar de carro: dá pra ir às praias a pé, de van, táxi ou táxi-barco.

ILHA DE BOIPEBA (BA)

As faixas de areias com sombras de coqueiros banhadas por águas clarinhas são um convite à leseira, entre povoados pacatos, piscinas naturais, noites estreladas e quiosques de frutos do mar fresquinhos. Antes do Natal, a ilha está bela e ensolarada, os preços das hospedagens ainda não estão no auge da temporada e a turistada do verão também ainda não chegou. O acesso é trabalhoso, é verdade: uma das opções é ir de Salvador a Bom Despacho, em Itaparica, pegar um ônibus ou táxi até Valença e aí uma lancha até Boipeba. Mas a calmaria desse paraíso compensa, ainda mais no conforto de pousadas como a Eco-Pousada Casa Bobô.

Dica: Três noites é o mínimo para fazer o deslocamento valer a pena e começar a deixar a vibe zen da ilha te contagiar.

LEIA TAMBÉM: Um giro pela Ilha de Boipeba (BA), a Morro de São Paulo de 30 anos atrás // 10 passeios que você precisa fazer na Ilha de Boipeba (BA) em fotos

fotos-da-ilha-de-boipeba

Ano novo no Brasil:

Os destinos mais bombados nos últimos anos no Nordeste têm sido São Miguel dos Milagres (AL), com o Réveillon dos Milagres, Barra Grande (BA), com o Café de La Musique, São Miguel do Gostoso (RN), com o Réveillon do Gostoso, e Cumuruxatiba (BA), com a festa Mareh. Alter do Chão (PA) também tem atraído a galera de São Paulo com as festas do Vai Tapajós. Para ir a lugares assim, espere gastar entre R$ 4 000 e R$ 5 000 a semana de viagem, já que as passagens aéreas já estão caríssimas. Outros destinos podem sair um pouco mais barato, como Morro do São Paulo (BA) ou Caraíva (BA), mas continua não tendo como fugir das passagens caras, e tudo fica lotado. Pelo Sudeste, vale alugar uma casa no Litoral Norte de São Paulo ou ir a Búzios e Ilha Grande, no Rio, para ter uma dose de praia e badalação. No sul, é famosa a Virada Mágica, na Praia do Rosa (SC). Para um rolê mais econômico, o réveillon na Chapada dos Veadeiros, por exemplo, tem sido bastante procurado – as passagens aéreas para Brasília costumam estar baratas. Também vale a Ilha do Mel (PR), cantinho de praia roots que tem passagens baratas (pra Curitiba).

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

EXTERIOR

AMÉRICA DO SUL: Santiago e Buenos Aires estão belas, vivas e ensolaradas. Vale esticar para Valparaíso, vinícolas (do Vale do Malpo, do Vale do Colchagua), Deserto do Atacama, Lagos Andinos e Patagônia (argentina e chilena, entrando em sua melhor época). Uruguai também entra no mapa, com calor e sol chegando junto por todo país. É época ótima também pra ir a Colômbia, com dias ensolarados e quentes. Peru e Bolívia estão sob chuva, evite.

PRAIAS DO URUGUAI

Para onde viajar em dezembro: o litoral do Uruguai só “existe” no verão (no resto do ano é frio e morto). De carro alugado, você pode fazer um roteiro completo pelas praias, começando em Punta del Este e a vizinha José Ignácio, o centro da badalação, com vários beach clubs. Depois, vale conhecer a familiar La Paloma, o balnário surfista La Pedrera e as ripongas Cabo Polônio e Punta del Diablo. Estabeleça pelo menos dois destinos diferentes para se hospedar e faça viagens bate-volta.
Dica: Como o país é bem pequenininho, você pode conjugar visitas a Montevidéu, Colônia e Carmelo com seu rolê pelas praias.
LEIA TAMBÉM: Miniguia de Punta del Este // Melhores passeios de Punta del Este fora das praias

la-pedrera

LAGOS ANDINOS (ARGENTINA E CHILE)

Para onde viajar em dezembro: usando como base a cidade de Puerto Varas, no Chile, você pode fazer um roteiro de 4 dias visitando a cidade gracinha de Frutillar, as belas cascatas do Rio Petrohué, o azulão do Lago Todos Los Santos, cercado por alguns picos nevados, e o vulcão Osorno. Vale também um bate-volta ou até alguns dias no arquipélago de Chiloé, com praias cheias de pinguins. Quem tiver mais tempo, pode atravessar a fronteira para Bariloche e fazer a Rota dos 7 Lagos. O blog Seguindo Viagem tem um roteiro bem legal pelos dois países.
Dica: Para conjugar a viagem com uns dias em Santiago, compre sua passagem na opção “múltiplos destinos”.

lagos-andinos-chile

Ano novo na América do Sul:

O destino mais bombado é Punta del Este, no Uruguai, com festas e beachs clubs. Alugar casa também é o esquema para pagar menos, mas espere preços muuuuito altos para alimentação. Se você curte algo mais low-profile, veja outras praias como Punta del Diablo e La Paloma. Se você não faz questão de festa, pode ir basicamente para qualquer outro lugar. Todos vão ter alguma comemoração na noite (vale pesquisar antes), com alguma queima de fogos e festinhas, mas não espere nada como no Brasil.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

CARIBE: A região finalmente sai da época de furacões, então pode ir pra qualquer lugar: Aruba, Curaçao, Punta Cana, Bahamas, Cuba, Cancún, Barbados, St. Maarten. Se você curte cruzeiros, pode ser uma boa pensar em embarcar em um. A primeira quinzena tem preços mais baixos.

CANCÚN, MÉXICO

Ocupada a partir dos anos 1970, Cancún foi feita para os americanos irem à praia sem sentir que estão muito longe de casa. O que interessa ali está basicamente numa tripa em forma de 7 que compõe a chamada Zona Hoteleira, com um resort gigante atrás do outro numa avenida jardinada que margeia a praia (a região é toda perfeitamente plana, não há morros, só a areia branquinha e o mar azul-fluorescente do Caribe) – algo muito parecido com o que você vê na Flórida. Ali também estão enfileiradas agências de passeios, restaurantes, shoppings com as grifes convencionais e baladas que servem drinks gigantes. Não à toa, o local é um dos balneários caribenhos mais procurados bela brasileirada.
Dica: Pra ter mais liberdade, alugue um carro – você poderá explorar outros destinos igualmente lindos da Riviera Maya, como Playa del Carmem e Tulum.
LEIA TAMBÉM: O melhor roteiro por Cancún e região // O que fazer em Cancún // O que fazer em Playa del Carmen // Por que se hospedar em Tulum

Cancun-mexico

CRUZEIROS NO CARIBE

A conectividade de voos no Caribe é ruim e os cruzeiros são uma opção para conhecer vários destinos de uma vez só – dezembro é início da alta temporada e o número de roteiros aumenta consideravelmente. As paradas costumam durar entre cinco e nove horas, com os navios atracando de manhã e partindo no fim da tarde. Lembre-se de que navios gigantes (tipo os da Royal Caribbean, Carnival e da MSC) são mais “farofeiros”, se você quer mais exclusividade e praias vazias, melhor escolher barcos menores (e mais caros), com a Oceania e a Seven Seas.
Dica: Para de fato explorar os destinos, você vai ter que comprar excursões (a bordo ou não), alugar seu próprio veículo ou tomar táxi ou transporte público. Pesquise de antemão o que tem para fazer nos lugares para chegar preparado.

cruzeiros-caribe

Ano novo no Caribe:

Na maioria dos destinos, a festa se concentra dentro dos hotéis e resorts – Aruba e Punta Cana são assim. Cancún e Playa del Carmen tem baladas que vão até de manhã propriamente ditas,  Bahamas tem uma espécie de Carnaval de rua nessa época e Havana fica com as ruas e restaurantes cheios de gente. Jamaica e Barbados prometem ter animação nas ruas também.

LEIA TAMBÉM: Ano novo no Caribe: escolha sua ilha

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

AMÉRICA CENTRAL E DO NORTE: Faz frio nos Estados Unidos e Canadá. Nova York compensa com decoração linda de Natal e pistas de patinação no gelo. Miami e Orlando têm clima ameno, preços de alta temporada e boas promoções para comprar a partir do dia 26. Estações de esqui estão bombando: Vail, Aspen, Jackson Hole, Lake Tahoe, Whistler, entre outras. Clima excelente e alta temporada no Havaí. Por toda América Central faz tempo bom e sem chuva: Belize, Costa Rica, Panamá e Nicarágua vão bem.

BELIZE

Para onde viajar em dezembro: quando a Copa Airlines começou a voar da Cidade do Panamá pra lá em 2015, o país entrou no nosso radar de destinos; pra quem nunca ouvi falar, Belize fica embaixo do México e do lado da Guatemala e guarda mais de 300 km de costa caribenha e a maior concentração de ruínas maias do mundo – o maior sítio arqueológico do país é Caracol, com pirâmides altíssimas (na foto abaixo). Mais de 60% do país é coberto por florestas, que escondem locais pra fazer trilhas e rapel. Entre dezembro e maio o país está em sua época seca, sem risco de tempestades tropicais e com menos mosquitos.
Dica: Pra um Caribe roots, vá a destinos como Placencia e Hopkins.

belize-maias

PARK CITY, EUA

Para onde viajar em dezembro: no estado de Utah, a cidade abriga 2 resorts, que, combinados, formam a maior área esquiável dos Estados Unidos – um app superelaborado, o Epic Mix, permite ver o movimento das gôndolas em tempo real para evitar filas. O après-ski é na Main Street, com casinhas históricas com leve vibe de Velho Oeste onde estão instalados cervejarias artesanais e restaurantes de comida americana. Vale também visitar o Utah Olympic Park, que sediou as Olimpíadas de Inverno de 2002 e hoje tem atrações como o bobsled, no qual você é lançado a 130 km/h numa cápsula por um corredor de gelo.
Dica: Outlets no caminho de Salt Lake City, onde está o aeroporto, vendem roupas de esqui baratas e outros artigos.

city

HAVAÍ, EUA

O arquipélago vive sua alta temporada nos meses de inverno, ainda que possa haver alguma chuva – prefira as duas primeiras semanas de dezembro para preços melhores nos hotéis. Para uma experiência completa, o ideal é visitar de duas a três ilhas: comece em Oahu, onde está a urbanizada Honolulu, os resorts de Waikiki, ondas perfeitas para o surfe de North Shore e atrações históricas como Pearl Harbor. De lá, explore a natureza de Kauai, casa do cênico Waimea Canyon, de praias gostosas de South Shore e de tours de mergulho de Port Allen, e depois voe para Big Island para ver vulcões no Hawaiʻi Volcanoes National Park.

Dica: O Havaí fica a mais de 4 mil quilômetros da costa dos EUA: conjugue a viagem com alguns dias em Los Angeles, onde você terá que fazer conexão, para deixar o rolê menos cansativo.

LEIA TAMBÉM: Veja por que é mais legal ficar no North Shore de Oahu // Os nossos 9 programas preferidos em Maui

maui-hawaii

Ano novo na América Central e do Norte:

Passar a virada em Nova York pode ser furada: faz muito frio, a cidade fica lotada, o preço dos hotéis sobre e na noite de 31 de dezembro em si é ou ir pra festas e jantares caros ou se aboletar com a multidão na Times Square (sem uma gota de champagne porque lá não pode beber na rua). Claro, se você souber de um esquema legal, vai nessa. Em Miami rolam várias festas dentro dos hotéis e das baladas, fogos na Ocean Drive e festa no Bayfront Park. Ao contrário do que se poderia pensar, passar o fim do ano em Orlando pode ser bacana: agências brasileiras vendem pacotes fechados com bloqueios aéreos (e preços bem ok), os parques só ficam muito cheios mesmo no dia 31 (e no dia 1° e 2 ficam bem vazios), o clima é aprazível, as decorações de natal são fofinhas e o Réveillon tem fogos nos parques.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

EUROPA: As temperaturas são baixas e garoa é constante em quase todo continente, então prefira as grandes cidades, que sempre tem coisa para fazer apesar do clima – Londres e Paris, por exemplo, têm seu charme no inverno. Na Espanha, rola fazer um roteiro pela Andaluzia, Valência e Barcelona, que podem ter temperaturas amenas, e ainda emendar com esqui na Sierra Nevada. Na Itália, Roma e Nápoles são boa pedida e tem esqui nas Dolomitas. Em Portugal, faça roteiros urbanos em Lisboa e Porto e pegue sol na bela Ilha da Madeira. Também há mercados de Natal embelezando as praças na Alemanha, na França e na Áustria. Estações de esqui dos Alpes estão a todo vapor. Na Noruega e na Suécia dá pra ver a Aurora Boreal. Leste Europeu é furada: muito frio.

VIENA, ÁUSTRIA

Viena tem céu frequentemente azul nessa época e uma fina camada de neve que deixa a cidade ainda mais bonita. A capital austríaca ainda recebe enfeites e luzinhas e mercados de natal que duram o mês todo: o mais icônico fica em frente a Rathaus, a prefeitura, mas também há no Belvedere Palace, na Maria-Theresien Platz e no Schönbrunn Palace, este último considerado o palácio de Versalhes da Áustria. Se o frio apertar, sempre tem um café ou bar na esquina pra te acolher.
Dica: Pra se abrigar do frio, escolha alguns dos mais de cem museus da cidade. Tem o antigo consultório do fundador da psicanálise, Sigmund Freud, a casa do músico austríaco Amadeus Mozart e o Belvedere, onde está pendurado o famoso O Beijo, de Gustav Klimt.

LEIA TAMBÉM: 10 mercados de Natal que você não pode perder nestas férias pela Europa

viena

ILHA DA MADEIRA, PORTUGAL

Para os portugueses, dezembro (e Ano novo) é sinônimo de Ilha da Madeira, a duas horas de voo de Lisboa. Funchal, sua capital, tem o clima mais agradável de toda a Europa no momento: a temperatura chega aos 20 °C durante o dia. E a ilha tem uma natureza única, com praias de água transparente e cadeias de montanhas verdejantes. Na virada, tem queima de fogos na baía de Funchal, com shows de música rolando e embarcações ancoradas tocando as buzinas. Restaurantes como o Bay View, no hotel Four Views Baía, tem vista de camarote para eles.
Dica: EasyJet tem boas tarifas para o voo Lisboa-Ilha da Madeira, desde € 39.
LEIA TAMBÉM: Veja todos os nossos posts de Portugal aqui

ilha-da-madeira

LYON, FRANÇA

Terceira metrópole francesa, Lyon é comumente superestimada. Mas a cidade disposta entre os rios Rhône e Saône tem tudo para rechear pelo menos três dias de viagem, com praças e cafés com ares parisienses, uma tradição gastronômica de peso encabeçada pelo lendário chef Paul Bocuse e atrações históricas interessantes como o Musée Lumière, que conta as origens do cinema. Não perca o mercadão Les Halles Paul Bocuse, com estandes dos melhores produtores da região, os vitrais da bela Basilique Notre-Dame de Fourvière e a Village des Créateurs, uma galeria a céu aberto com produtos de designers. Em dezembro, a cidade se ilumina ainda mais com a Fête des Lumières. Nas quatro noites de celebração os monumentos da cidade recebem incríveis projeções em movimento – reserve a hospedagem com antecedência.

Dica: A localização faz com que a cidade seja ótima parada em roteiros multicidades: em menos de duas horas de trem dá para chegar a Paris, Marselha, aos Alpes Suíços de Genebra ou aos campos de lavanda de Aix-en-Provence.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Lyon, a cidade francesa que vai te surpreender

turismo-lyon

Ano novo na Europa:

Tem festas e jantares nas capitais, mas nada que se compare ao Brasil, claro. O festival mais animado do continente nessa época é o Hogmanay, em Edimburgo, na Escócia, que dura vários dias. Outra ideia boa é a Ilha da Madeira, em Portugal, que tem badalação e temperaturas relativamente amenas nessa época.
LEIA TAMBÉM: Ano novo na Europa: o que rola nas principais capitais

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

ÁFRICA: Faz tempo bom na África do Sul, principalmente no litoral. Cape Town e praias da Rota Jardim são boa pedida. Seychelles e Ilhas Maurício também – alô lua de mel. A maioria dos países está na época das chuvas, que não é a melhor pra ver bichos; a coisa é menos pior no Quênia e na Tanzânia. O Norte da África tem friozinho agradável: se quiser conhecer o Marrocos e o Egito sem calorzão, por exemplo, agora é a hora.

SEYCHELLES
 A escolha do destino como cenário da lua de mel do casal William e Catherine Middleton definitivamente não foi casual. O arquipélago do Índico, com 115 ilhas, dá a quem chega a sensação de adentrar um universo à parte. Na Ilha de Mahé, a capital, Victoria, concentra a população – que mistura aficanos, hindus, chineses e europeus. Mas, se você já viu alguma foto de Seychelles, provavelmente foi de La Digue, com suas praias com água transparente.

Dica: Mahé, La Digue e sua vizinha Praslin são os locais onde a maioria dos visitantes monta base.

LEIA TAMBÉM: Por que Seychelles é o destino tropical supremo dos sonhos de viagem // O que fazer em Mahé, principal ilha e porta de entrada de Seychelles

Ano novo na África:

Em Cape Town, na África do Sul, tem festa aberta na  V&A Waterfront com música e food trucks, e há celebrações privadas em restaurantes e locais como o Jardim Botânico Kirstenbosch, que recebe shows de música na virada. Se passar num safári, alguns lodges organizam jantares, mas não espere muita animação.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

ÁSIA E OCEANIA: É alta temporada, com tempo seco e sem chuvas, em grande parte do Sudeste Asiático: Tailândia, Myanmar, Filipinas, Camboja, Vietnã, Laos são boas pedidas. Chove, porém, na Indonésia, Cingapura e Malásia – deixe pra outra hora. Sri Lanka e grande parte da Índia também têm tempo bom. Na Austrália e Nova Zelândia é verão e alta temporada, pode ir. Está muito frio pra ir ao Japão, China, Coreia e Nepal.

EMIRADOS ÁRABES UNIDOS

De novembro a abril o lugar vive sua época de clima mais ameno, ideal para você passear sem torrar sob o sol escaldante, numa viagem só para lá ou numa conexão com a Emirates Airlines pra ir a outros destinos na Ásia. Entre Dubai e Abu Dhabi, o show de opulências dos destinos incluem o IMG Worlds of Adventure (ingressos desde AED 245), maior parque de diversão indoor do mundo, do Burj al Arab, o primeiro hotel sete-estrelas da Terra, construído numa ilha artificial própria, a Sheikh Zayed Grand Mosque, que guarda o maior tapete persa do planeta, e até uma versão do Museu do Louvre, que será inaugurado dia 11 de novembro.
Dica: O hotel Bab Al Shams Desert Resort, a apenas 45 minutos de Dubai, proporciona uma experiência no deserto.

LEIA TAMBÉM: Dubai e Abu Dhabi: as novidades e mais nos principais destinos dos EAU

Conheça 3 hotéis de deserto entre as dunas laranjas dos Emirados Árabes Unidos

dubai-e-abu-dhabi

SRI LANKA

Para onde viajar em dezembro: esta ilha ao sul da Índia guarda sítios arqueológicos e construções religiosas budistas, plantações de chá a perder de vista, praias propícias ao surf e uma culinária pujante. Não perca o Buda gigante de Kekirawa, as ruínas de Polonnaruwa, a fantástica fortaleza Sigiriya, o Parque Nacional Yala, com elefantes, javais e ursos, e as praias do sul, em lugares como  Arugam Bay. O país é atingido por duas monções diferentes, mas esta é a melhor época pra ver as montanhas e a costa sul.
Dica: Não se engane com o tamanho da ilha: o ideal é ter pelo menos 10 dias por lá. Dá para combinar com sul da Índia ou Maldivas.

sri-lanka

TAILÂNDIA

Atual fetiche entre os viajantes brasileiros, está entrando em sua melhor época. Vá primeiro a Bangkok, uma capital grande, quente, populosa e caótica, com uma fusão interessante entre o ocidente e o oriente. Ali se vê templos suntuosos, mercados de rua, shoppings, spas com massagens a US$ 10 e arranha-céus com bares sofisticados no topo. Daí, há duas direções a seguir. Ao norte ficam Sukhothai, que guarda um parque com ruínas de templos dos séculos 13 e 14, e Chiang Mai, capital cultural do país, com aulas de culinária e santuários de elefantes. Ao sul estão as famigeradas ilhas, divididas entre a costa do Golfo da Tailândia (Koh Phangan, Koh Tao e Koh Samui) e a costa do Andaman Sea, onde estão as águas verde-esmeralda de Koh Phi Phi e Maya Bay, que figuraram no filme A Praia.
LEIA TAMBÉM: Todos os nossos posts sobre a Tailândia aqui

passagem-barata-tailandia

Ano novo na Ásia e Oceania:

As grandes cidades (Bangkok, Kuala Lumpur, Hong Kong, Cingapura, Sidney) têm queimas de fogos e festas nas ruas, dentro de hotéis e restaurantes – vale pesquisar a que você vai estar. Em lugares mochileiros como Bali, na Indonésia, as praias da Tailândia, Vang Vieng, no Laos, e Siem Reap, no Camboja, baladas lotadas de estrangeiros rolam madrugada adentro. e festas mais chiquetosas em hotéis de rede.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO

+ EVENTOS LEGAIS PELO MUNDO

Mercados de Natal (Europa)
Os mercados de Natal surgiram ainda na Idade Média – o pioneiro foi o Striezelmark em 1434, em Dresden, na Alemanha, e que continua vivíssimo até hoje. Destaques também para o Skansen’s Christmas Market em Estocolmo, o Marché de Noël em Lille, a Fira de Santa Llúcia em Barcelona e o Christkindelsmärik em Estrasburgo.
LEIA TAMBÉM: Melhores mercados de Natal na Europa

Art Basel (Miami, EUA)
Filial do evento suíço, a superlativa feira reúne arte contemporânea da boa na Flórida, lotando Miami.

Hogmanay (Edimburgo, Escócia)
Procissão, fogos e street parties agitam a maior festa de fim de ano na Europa, o Ano novo de Edimburgo.

PARA ONDE VIAJAR EM DEZEMBRO: e você, quais são as suas sugestões de destinos? Deixe aqui nos comentários!

Betina Neves

Seus 10 anos de experiência escrevendo sobre turismo deram o tom da linguagem do Carpe Mundi. Perita em traçar roteiros e na eterna busca pela passagem aérea mais barata, escreve um e outro post por aqui enquanto explora metrópoles insones, prova comidas exóticas e relaxa em praias vazias deste mundão.

Deixe seu comentário

voltar ao topo