méxico


Playa del Carmen e Riviera Maia: superguia com os melhores passeios

Apesar de muita gente estacionar em Cancún, o verdadeiro ouro da Península de Yucatán fica mais embaixo, na Riviera Maia.

LEIA TAMBÉM: Cancún, Playa del Carmen e Tulum: o que você precisa saber
Além de Cancún: o roteiro perfeito por toda região
Porque se hospedar em Tulum, a linda vizinha roots de Cancún

Por isso, o melhor é se hospedar pelo menos metade da viagem em Playa del Carmen e Tulum.  A 70 km de Cancún, o polo turístico de Playa del Carmen foi crescendo ao redor do porto de embarque pra Cozumel, a ilha mais lindinha da região. Sua 5ª avenida é uma versão mais extensa da Rua das Pedras de Búzios, fechada pra pedestres e tomada de lojas, hotéis, restaurantes, bares e baladas mil. O público varia de famílias a grupos de jovens. Paralela à praia, há beach clubs com espreguiçadeiras, drinks e música lounge onde tem gente que já começa o dia de salto e make. Playa é agitada o ano todo, e na alta temporada (de novembro a abril, de julho a agosto), vira um formigueiro animado de gente.

LEIA TAMBÉM: Cancún, guia prático

HOTÉIS EM PLAYA DEL CARMEN – ONDE FICAR EM PLAYA DEL CARMEN

Perceba que quando estiver procurando um hotel em Playa del Carmen na internet vão aparecer várias opções que não ficam na cidade propriamente, e sim espalhados ao longo da chamada Riviera Maia em locais como Punta Maroma. A praia ali é igualmente linda, não tenha dúvida, mas, como eu expliquei no post-guia da região, se escolher um deles você dependerá de tours e táxis para se locomover, a não ser que alugue um carro. Ficar ali é pra quem quer curtir o resort e não muito mais – ou para famílias com crianças pequenas que achem o agito de Playa meio too much. Pra aproveitar o centrinho de Playa del Carmen e poder fazer coisas a pé, prefira ficar nos hotéis a no máximo 2 km de lá.

Lat 20 by Live Aqua Playa del Carmen All Inclusive Adults Only (diárias desde US$ 345, RESERVE AQUI!)
Com arquitetura arrojada, o hotel tem belo um átrio central com fonte, um mural gigantesco do grafiteiro brasileiro Kobra e restaurante (all-inclusive). No terraço há uma piscina gostosa de borda infinita, bar, poltronas e espreguiçadeiras confortáveis. Quartos e camas são imensos. Em minha visita, eu outubro, houve alguns probleminhas com o serviço e o wi-fi, igualmente lentos.

Hotel Cacao, Playa del Carmen
Hotel Cacao, Playa del Carmen

Illusion Boutique Hotel by Xperience Hotels (diárias desde US$ 139, RESERVE AQUI!)
Hotel pequeno e charmosinho a meio quarteirão da 5ª avenida e da praia (na qual ele dispõe espreguiçadeiras e quiosques). Os 45 quartos são espaçosos (alguns com cozinha), e há bicicletas à disposição dos hóspedes.

The Palm at Playa (diárias a partir de US$ 176,
RESERVE AQUI!)
Esse hotel-butique só para adultos tem o melhor terraço da cidade, com piscina e sofás, wi-fi e café da manhã inclusos na diária, localização a uma quadra da 5º Avenida e quartos bem decorados com amenities L’Occitaine.

Deseo Hotel And Lounge (diárias desde US$ 149)

Também só para adultos, o hotel de design tem quartos com camas king-size (alguns com varandas com rede) e uma área externa estilosa com “day beds” com dósseis, piscina e bar. Hóspedes tem acesso gratuito aos clubes de praia Canibal Royal e Indigo Beach Club e promove festas na piscina com DJ.

Deseo Hotel e praia
Deseo Hotel e praia

Mahekal Beach Resort (diárias desde US$ 199,

RESERVE AQUI!)
Boa opção para famílias, apesar do preço salgado, é um resort charmosinho em tamanho reduzido. Bem localizado, tem serviço atencioso, piscina, três restaurantes, salão de jogos e áreas comuns agradáveis. Tem acesso direto à praia.

Playa Palms Beach (diárias desde US$ 170,

RESERVE AQUI!)
Bonito projeto de decoração de casa de praia chique nos quartos, todos com varanda com rede (alguns também com cozinha e sala de estar). Há piscina e acesso direto à praia (mas sem restaurante). O café e o wi-fi estão inclusos.

BALADAS E BEACH CLUBS EM PLAYA DEL CARMEN

Playa é um lugar absolutamente baladeiro, destino de spring-breakers e despedidas de solteiro, principalmente na alta temporada. Muitos hotéis oferecem descontos e bebidas grátis para os beach clubs, pergunte na recepção.

Coco Bongo

Faz uma festa open bar em que a balada rola intercalada com shows temáticos (dos Beatles, do Homem-Aranha). O pessoal dança em pé no bar, bexigas e papel picado caem do teto, garçonetes dão tequila da boca.

The Blue Parrot Beach Club

O espaço dispõe um clube de praia durante o dia e noitadas com DJ à noite, com o pessoal enfiando o pé na jaca assistindo a shows pirotécnicos direto na areia.

LEIA TAMBÉM: 10 aplicativos pra viajantes preguiçosos

Férias sem fim: 9 maneiras de prolongar a viagem

Zenzi Beach Bar and Restaurant
Quiosque tranquilo com “days beds”, espreguiçadeiras e guarda-sóis, música baixinha e boa comida mexicana – não há taxa para lagartixar ali, mas é preciso consumir. Chegue cedo pra conseguir lugar.

Mamita’s Beach Club
É um dos points mais quentes de Playa del Carmen, durante o dia e a noite. Tem cabanas, guarda-sóis e cadeiras espalhados pela areia, bar e música eletrônica bombando, com DJ’s convidados. Pra quem quer fiesta na praia, com drinques e petiscos caros. Logo ao lado fica o Kool Beach Club, um pouquinho mais sofisticado mas na mesma vibe.

PASSEIOS NA RIVIERA MAIA

CM  explica: o que são cenotes?

São cavidades naturais ou dolinas de rocha calcária colapsada que revelam rios subterrâneos, normalmente superprofundos e com água azulada. Na Península de Yucatán há milhares de cenotes; os mais bonitos são aqueles que ficam sob cavernas e grutas com estalagmites e estalactites – os maias acreditavam que eram passagens para outro mundo onde era possível se comunicar com os deuses. Há cenotes dentro de parques e outros com entrada na estrada, onde você só paga uma tarifa pra entrar e nadar. Agências vendem tours pra fazer rapel, snorkel e mergulho com cilindro.

Cozumel

A uma balsa de distância Playa del Carmen, Cozumel ficou famosa depois que o oceanógrafo Jacques Cousteau (1910-1997) divulgou as maravilhas subaquáticas da ilha, em 1961. Chegando no porto, os funcionários dos centros de mergulho competem pelos visitantes para levar para as excursões de mergulho com snorkel e cilindro – se der, faça os dois. A visibilidade é impecável, e a sensação é de flutuar num aquário colorido com peixes de todos os tamanhos e texturas e recifes de corais.

LEIA TAMBÉM: Dicas de Aruba: tudo sobre a ilha mais ensolarada do Caribe

Praias da Jamaica e tudo mais sobre a ilha caribenha do reggae

Guia completo de Barbados, o Caribe mais autêntico

Xcaret

Principal desta rede (todos começam com X), é basicamente um parque aquático integrado à natureza, com trilhas, mergulho, lago com peixe-boi, espaço de tartarugas-marinhas, aviário, tirolesa, mergulho com cilindro, cenotes e um trilhão de outras coisas (nem todas tão legais, diga-se de passagem). O ingresso básico custa US$ 89 online (mas dá pra conseguir descontos no hotel ou numa agência), mas se quiser incluir comida, transporte e atrações “plus” tem que pagar mais.

Xel-há
Uma versão reduzida e mais barata do Xcaret – o ingresso sai US$ 80 pelo site e inclui todas as refeições e bebidas. É divertido pra crianças menorzinhas (graças a áreas como a “mundo de los niños”) e pra fazer outras atividades de aventura, como snorkel e tirolesa. A ideia aqui é ficar o tempo todo dentro da água – o Xcaret tem mais atividades “terrestres”.

Rota dos Cenotes
Entre Cancún e Playa, na estradinha para a cidade de Puerto Morelos, há uma rota com diversos cenotes diferentes, indicados por plaquinhas que introduzem estradas de terra. Suas cores são um espetáculo.

Cirque du Soleil: Joyà
E não é que a rede canadense resolveu instalar ali com um espetáculo fixo (fora esse só há em Orlando e Las Vegas)? Os ingressos podem ou não incluir jantar antes da apresentação circense. O Diego, do blog Meu Roteiros de Viagem, descreve a apresentação aqui.

LEIA TAMBÉM: Guanajuato, a cidade colonial mais cultural e vibrante do México

Miniguia de San Miguel de Allende, a cidadezinha mais charmosa do México

10 séries na Netflix pra viajar junto com seus cenários

Tulum

LEIA TUDO SOBRE TULUM NO POST POR QUE SE HOSPEDAR EM TULUM

Chichén Itzá

As ruínas mais impressionantes da região já formaram um dos mais importantes centros políticos e religiosos dos maias. A estrutura principal é a Pirâmide de Kukulcán, com 26 metros de altura, rodeada de outros templos e por um monumental Campo de Pelota, o esporte dos maias. Chicen fica 200 km em direção ao continente – se for fazer bate e volta, o melhor é contratar um tour até lá que passe pela linda cidade colonial de Valladolid.

LEIA TAMBÉM: Seu guia de hotéis, pousadas e resorts no litoral da Bahia

Dois destinos pelo preço de um: veja neste post quais companhias aéreas oferecem stopover de graça

Ano-Novo no Caribe: vem escolher a sua praia

Cobá

Menos conhecido do que Chichén Itzá e Tulum (o que significa bem menos gente entrando na frente da sua foto), Cobá também foi outro importante centro maia, que chegou a ter 50 mil habitantes. Ele guarda a pirâmide maia mais alta do México: Nohuch Mul, com 40 metros de altura, que você pode subir até o topo por degraus. Há outras estruturas como Campos de Pelota e templos, todas envoltas por uma farta floresta. Èm outras palavras, um lugar mágico. Fica a 100 km de Playa de Carmen, para ir com tours, de carro ou transporte público (pergunte no hotel como fazê-lo).

PRAIAS DA RIVIERA MAIA

Akumal
A 38 km ao sul de Playa del Carmen, Akumal é um passeio popular e indispensável – tente ir durante a semana pra não ter que dividir o mar com tanta gente. Na entrada da praia você pode alugar snorkel e colete salva-vidas (obrigatório pra quem for mergulhar) e um armário para deixar sua tralha por 150 pesos. A poucos metros da areia você já começa a ver tartarugas-marinhas brancas e verdes, caçando alimento rente ao fundo. Mais a frente há um recife de corais com peixinhos e arraias de vários tamanhos. Depois do mergulho dá para curtir o dia na areia. A 2 km da entrada de Akumal fica a Laguna Yal-Kú, uma baía de água turquesa também maravilhosa pra nadar com peixes coloridos.

Xpu-Há e Paamul
Se a faixa de areia de Playa del Carmen parecer muito agitada, saiba que dirigindo poucos quilômetros ao sul você chega a praias de mar calmo com poucos frequentadores. A entrada fica meio escondida na vegetação da estrada Tulum – Cancún, mas o Google Maps ajuda. Alguns acessos são controlados por restaurantes e se você quiser estacionar ali vai ter que consumir ou pagar 50 pesos. Xpu-Há e Paamul são deliciosas.

playa-del-carmen-mexico

E SE EU QUISER CONTRATAR TOURS?

Veja com a agência Aventuras Mayas, que une mergulhos em Akumal com tours em parques de tirolesas e cenotes.

Há 8 comentários para “Playa del Carmen e Riviera Maia: superguia com os melhores passeios

  1. Oi Betina, estou tentando ir justamente para aí, mas infelizmente o problema está sendo o aéreo, vc sabe quais vôos chegam em Cozumel (aeroporto + perto de Playa del Carmen) e quais não passam pelos EUA. (O tal do visto americano é o que me impede de chegar a Playa del Carmen). Alguma dica? Saída do Brasil (meio óbvio, mas poderia estar viajando de outro lugar tbm rsrsrs).

    1. Oi Rômulo! A Aeromexico voa pra Cozumel com conexão na Cidade do México, mas sai caro. É melhor voar pra Cancún mesmo, de lá são apenas 70 km até Playa del Carmen.

  2. Oi Betina,
    Estamos agora em Playa dele Carmen, para Akumal dá pra ir de Ônibus?
    Tem um passeio barato que faz junto com golfinhos que esqueci o nome, vc sabe qual?
    100,00 dólares para 02 pessoas para chichen ita com almoço está bom preço?
    Se tiver outras dicas te agradeço, vamos ficar 06 noites aqui!
    Obrigado e parabéns pelas dicas, são muito importantes.

    Obs: Só pra lembrar, até SUBWAY se não perguntar, vem com Pimenta brava!(me ferrei, Pimenta num recheio que para mim era repolho)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *