Conexão prolongada, ou stopover, é quando o passageiro faz voluntariamente uma escala ou conexão com duração maior que 24 horas antes de sua destinação final, sem que isso acarrete um custo adicional à passagem.

LEIA TAMBÉM: 10 dicas pra quem tem medo de viajar de avião
A bagagem de mão perfeita: veja o que levar
É melhor viajar com pacote, de excursão ou por conta própria?
16 sites essenciais pra planejar sua viagem: nossa lista
Como tirar fotos de si mesmo viajando sozinho

Funciona assim: você compra uma passagem pra Berlim com a Air France, por exemplo, cujo voo tem conexão em Paris. E aí estende sua passagem pra ficar um tempo em Paris antes de ir a Berlim sem pagar nada a mais por isso. Ou seja: a companhia oferece o stopover na cidade que é seu hub, para onde ela tem voos diretos.

Fazendo uma pesquisa com os call centers das companhias aéreas, dá pra perceber que o assunto é um pouco obscuro. Algumas de fato anunciam o serviço gratuito, como a TAP, na qual o buscador do site já te pergunta se você tem interesse em fazer o stopover. Na maioria dos casos, porém, as companhias explicam que oferecem o stopover, mas você deve simular o stopover na opção “múltiplos destinos” do site e ver se a tarifa sofre alteração de preço. Se estiver achando complicado, pode pedir ajuda pelo telefone. Mas basicamente você precisa ficar fazendo simulações até encontrar a combinação de voos mais barata.

voo-aviao

Pra comprar uma passagem com stopover, você pode seguir esse caminho:

1) Use buscadores aéreos como o Skyscanner pra encontrar uma passagem ao seu destino final (digamos que você queira ir de São Paulo a Paris) e veja que opções de voos ele te mostra. Suponhamos que apareça lá que o voo mais em conta é com a Lufthansa, com conexão em Munique.

2) Entre então no site da Lufthansa e clique na opção “múltiplos destinos”, colocando São Paulo – Munique (dia X), Munique – Paris (dia Y, alguns dias depois) e a volta Paris – São Paulo. Aí, cheque se há alteração na tarifa. Muitas vezes ela é zero ou muito pequena e você acaba com um destino a mais na sua viagem pagando pouco ou nada.

Outra possibilidade é você decidir seu destino final já pensando no stopover. Por exemplo: sabendo que a TAP oferece stopover em Lisboa, você programa férias na capital portuguesa e em algum outro destino da Europa, sem ter que pagar por essa parada em Portugal. Outro exemplo: você quer ir pra Tailândia e sabe que a Emirates oferece stopover em Dubai, então compra sua passagem pra Bangkok com ela pra poder adicionar mais um destino à viagem (e ainda quebrar o trajeto longo).

Veja como funcionam alguns esquemas de stopover anunciados pelas companhias:

AIR FRANCE

Permite o stopover em Paris. Pra comprar, você precisa selecionar no buscador de voos do site a opção “múltiplos destinos”. Se sua viagem for pra Berlim e você quiser parar em Paris na ida, por exemplo, você seleciona um trecho SP – Paris, outro Paris – Berlim e a volta Berlim – SP. O preço é praticamente o mesmo do que se você selecionasse direto SP – Berlim. Não há limite de tempo (só os 90 dias que é permitido ficar na Europa como turista). Atendimento por telefone: 11/4003-9955

TAP

Recém-lançada, a ferramenta da companhia portuguesa é supereficiente. O stopover está disponível em voos de longo curso de/para os EUA, Brasil, África e Europa. Na hora da compra no site, o buscador já te pergunta se você quer fazer o stopover, em que cidade (Lisboa ou Porto), se você quer ficar na ida ou na volta e quantas noites pretende ficar (são permitidas até 5). Como a TAP costuma ter tarifas em conta, isso é ótimo pra ficar uns diazinhos em Portugal antes de seguir pra outro país. Telefone no Brasil: 0800-025-8638

KLM

Permite o stopover em Amsterdã. Pra comprar, você precisa selecionar no buscador de voos do site a opção “múltiplos destinos”, esquema exatamente igual ao da Air France. Tem um tutorial passo a passo no site da companhia, dê uma olhada. Atendimento por telefone: 11/4003-1888.

TURKISH AIRLINES

Mesma coisa das outras companhias: selecione a opção “múltiplos destinos” e você pode ficar na Turquia (a conexão é a Istambul) quanto tempo quiser até o seu próximo voo (há boas tarifas pra Ásia). E não precisa de visto. Atendimento no Brasil por telefone: 11/3371-9600.

EMIRATES

Permite que você fique em Dubai por até 90 dias (o prazo máximo pra permanecer no país como turista). Pra comprar, você seleciona no site a opção “múltiplos destinos” e monta sua viagem. E o visto para entrar nos Emirados Árabes Unidos você também compra no site – se ficar até 4 dias, paga US$ 60. É uma ótima opção pra quebrar viagens longas pra Ásia, por exemplo, aproveitando dias em Dubai e Abu Dhabi ou mesmo num hotel de deserto na região. A companhia também oferece descontos em hotéis pra quem faz stopover, vale dar uma olhada. Atendimento no Brasil por telefone: 11/5503-5000.

QATAR AIRWAYS (11/2575 3000): Permite stopover em Doha com um visto de trânsito gratuito pra quem fica até 96 horas no país. É só comprar a passagem na opção múltiplos destinos e depois aplicar para o visto gratuito aqui.

COPA AIRLINES (0800-886-2672): Permite stopover na Cidade do Panamá, simule nos múltiplos destinos.

SOUTH AFRICAN AIRWAYS (11/3065-5115): Permite stopover em Johannesburgo, simule nos múltiplos destinos.

AMERICAN AIRLINES (11/4502-4000): Miami, Nova York, Dallas e Los Angeles, simule nos múltiplos destinos.

AIR CANADA (11/3254-6600): Toronto, simule nos múltiplos destinos.

AVIANCA (4004-4040): Bogotá, simule nos múltiplos destinos.

ALITALIA (11/3958-7959): Stopover em Roma, simule nos múltiplos destinos.

UNITED AIRLINES (11/3145-4200): Nova York, Washington, Chicago e Houston,  simule nos múltiplos destinos.

ETHIOPIAN AIRLINES (11/3181-3958) Anunciou recentemente a possibilidade de fazer stopover em Adis Abeba, a capital da Etiópia, o que pode ser bacana para os voos baratos que a companhia tem para a Ásia.

LEIA TAMBÉM: Como é voar com a Ethiopian Airlines, a cia aérea mais barata pra ir à Ásia

ROYAL AIR MAROC (11/3568-2763): Stopover em Casablanca, simule nos múltiplos destinos.

LEIA TAMBÉM: Como é voar com a Royal Air Maroc, a companhia aérea do Marrocos

LATAM (4007-5700): Stopover em Santiago, Assunção, Montevidéu, Rosário, Córdoba, Buenos Aires, Bogotá e Lima; simule nos múltiplos destinos.

BRITISH AIRWAYS (0800 761 0885): Stopover em Londres, simule nos múltiplos destinos.

AEROLÍNEAS ARGENTINAS (0800 761 02540): Stopover em Buenos Aires.

AIR CHINA (11/ 3186-8888): Stopover em Madri, simule nos múltiplos destinos.

LUFTHANSA (11/ 3878 8151): Stopover em Frankfurt ou Munique, simule nos múltiplos destinos.

SWISS (11/ 4700-8910): Stopover em Zurique.

DELTA (0800-056-2599): Stopover em Detroit ou Nova York.

AEROMEXICO (11/2344-3890): Stopover na Cidade do México.

IBERIA (11/ 3218-7130): Stopover em Madri.

Outras companhias sem voos saindo do Brasil que permitem o stopover gratuito (mas que podem ser úteis se você estiver rodando mundo afora): Air China (até 72 horas sem visto em Pequim ou Xangai), FinnAir (conexão em Helsinki, capital da Finlândia), Hawaiian Airlines (stopover em Honolulu, no Havaí), Icelandair (em Reykjavík, capital da Islândia), Japain Air (em Tóqui ou Osaka), Singapore Airlines (em Cingapura), Malasya Airlines (Kuala Lumpur).

Betina Neves

Seus 10 anos de experiência escrevendo sobre turismo deram o tom da linguagem do Carpe Mundi. Perita em traçar roteiros e na eterna busca pela passagem aérea mais barata, escreve um e outro post por aqui enquanto explora metrópoles insones, prova comidas exóticas e relaxa em praias vazias deste mundão.

42 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo