brasil


Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: calendário completo

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: descubra a melhor época para viajar por cada canto do país, com  alguns festivais imperdíveis.

LEIA TAMBÉM: Dicas para viajar no Brasil sem gastar muito
Programe-se: 15 destinos pra viajar no Brasil em 2018

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

JANEIRO

NORDESTE

É o mês certo para pegar praia sem chuva em quase toda região. Ideias ensolaradíssimas pra você: Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), São Miguel dos Milagres (AL), qualquer coisa na Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba). Também são boa ideia Recife, Porto de Galinhas e Carneiros (PE) e praias do Ceará (Cumbuco, Canoa Quebrada, Flecheiras, Jericoacoara). Em Fernando de Noronha tem ondas rolando – é época de surfe.

– Em Salvador acontece a Lavagem da Escadaria do Bonfim, quando cerca de 500 mil pessoas participam do ritual de lavar as escadarias da igreja.

EVITE: Apesar das cachoeiras ficarem mais fartas, as chuvas podem atrapalhar as trilhas na Chapada Diamantina. Não tem lagoas nos Lençóis Maranhenses, também não é hora.

SUDESTE

– O verão no Sudeste é mais chuvoso, a gente sabe, mas em Itaúnas (ES), Arraial do Cabo e Búzios (RJ) tem mais chances de céu azul. Em Angra, Ilha Grande, Paraty (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP) é aquela coisa: pode ter uma semana de sol e pode ter uma de chuva torrenciais. E também pode chover só no fim da tarde.

Cidades históricas de Minas podem ser uma opção de férias em conta. É provável que chova, mas aqui seu passeio não depende tanto do clima. Vale se programar para a Mostra de Cinema de Tiradentes, no fim do mês.

EVITE: Cidades da Serra da Mantiqueira  registram precipitação de mais 300 mm este mês, não é hora de pousadinha de serra. Em Minas chove horrores nos destinos de cachoeira (Conceição do Mato Dentro, Capitólio, Ibitipoca, São Tomé das Letras, Serra da Canastra).

SUL

– É tempo de praia por aqui: Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa) são boas trips, mas não há garantia de que não caia uma garoa.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina, mas é quando o tempo deixa tomar banho de cachoeira e as diárias das pousadas caem. No verão, as Cataratas do Iguaçu (PR) estão mais caudalosas, mas pode chover.

– Na primeira quinzena do mês ainda rola o Natal Luz em Gramado (RS). Na região do Vale dos Vinhedos (RS) tem início a vindima, a colheita das uvas, com eventos especiais.

CENTRO-OESTE

– Ir a Bonito (MS) é arriscado: apesar do calor ser propício para aproveitar as cachoeiras, as chuvas podem atrapalhar os passeios e turvar a água nas flutuações. E tem mais mosquitos.

– Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – as chuvas não deixam percorrer a Estrada Transpantaneira, no Mato Grosso, com carro comum. Não é a melhor época para avistar animais.

EVITE: A Chapada dos Guimarães (MT) registra mais de 200 mm de precipitação neste mês, melhor evitar. O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO), onde pode chover muito e atrapalhar as trilhas.

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva.

EVITE: No Jalapão (TO) está chovendo.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

praiapipa

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

FEVEREIRO

NORDESTE

– É o mês certo para pegar praia sem chuva em quase toda região. Ideias ensolaradíssimas pra você: Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), Maragogi e São Miguel dos Milagres (AL), qualquer coisa na Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Morro do São Paulo, Boipeba) e Recife, Porto de Galinhas e Carneiros (PE).

EVITE: Apesar das cachoeiras ficarem mais fartas, as chuvas podem atrapalhar as trilhas na Chapada Diamantina. Não tem lagoas nos Lençóis Maranhenses, também não é hora, e em São Luís (MA) chove um monte. Nas praias do Ceará o tempo também pode fechar.

SUDESTE

– O verão no Sudeste é mais chuvoso, a gente sabe, mas em Itaúnas (ES), Arraial do Cabo, Rio de Janeiro e Búzios (RJ) tem mais chances de céu azul. Em Angra, Ilha Grande, Paraty (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP) é aquela coisa: pode ter uma semana de sol e pode ter uma de chuva torrenciais. E também pode chover só no fim da tarde.

Cidades históricas de Minas podem ser uma opção de férias ou Carnaval em conta. É provável que chova, mas aqui seu passeio não depende tanto do clima. Capitólio e Serra da Canastra veem uma diminuição considerável nas chuvas desde janeiro, com menos de 200 mm de precipitação.

EVITE (Sudeste): Cidades da Serra da Mantiqueira (Campos do Jordão, Gonçalves, Visconde de Mauá, Monte Verde) registram precipitação de mais 200 mm este mês, não é hora de pousadinha de serra. Em Minas chove na maioria dos destinos de cachoeira (Conceição do Mato Dentro, Ibitipoca, São Tomé das Letras).

SUL

– É tempo de praia por aqui: Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa) são boas trips, mas não há garantia de que não caia uma garoa. Na Ilha do Mel (PR) pode chover um bocado.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina, mas é quando o tempo deixa tomar banho de cachoeira e as diárias das pousadas caem. As Cataratas do Iguaçu (PR) estão mais caudalosas, mas pode chover muito.

– Na região do Vale dos Vinhedos (RS) rola a vindima, a colheita das uvas, com eventos especiais nas vinícolas.

CENTRO-OESTE

– Ir a Bonito (MS) é arriscado: apesar do calor ser propício para aproveitar as cachoeiras, as chuvas podem atrapalhar os passeios e turvar a água nas flutuações. E tem mais mosquitos.

– Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – as chuvas não deixam percorrer a Estrada Transpantaneira, no Mato Grosso, com carro comum. Não é a melhor época para avistar animais.

EVITE: A Chapada dos Guimarães (MT) registra mais de 200 mm de precipitação neste mês, melhor evitar. O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO).

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva.

EVITE: No Jalapão (TO) está chovendo.

*Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: bom lembrar que o Carnaval impõe programação especial em uma série de destinos e encarece passagens. Cheque antes de marcar sua viagem.

amazonia

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

MARÇO

NORDESTE

– Tem sol no Rio Grande do Norte (Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso), Alagoas (Maceió, São Miguel dos Milagres, Maragogi) e em qualquer lugar da Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba).

EVITE: Deixe pra outra hora praias de Pernambuco, Ceará, Piauí e Maranhão; tem chances de chover. Se der para esperar até abril para Chapada Diamantina é melhor. Não tem lagoas nos Lençóis Maranhenses.

SUDESTE

– Tempo bom em Itaúnas (ES), Arraial do Cabo, Rio de Janeiro e Búzios (RJ). Em Angra, Ilha Grande e Paraty (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP) ainda pode chover um bocado.

– Em Minas (Serra da Canastra, Capitólio, Tiradentes, Ibitipoca, São Tomé das Letras) a coisa já está bem mais seca do que nos meses anteriores, mas ainda podem rolar águas de março fechando o verão.

EVITE (Sudeste): Cidades da Serra da Mantiqueira (Campos do Jordão, Gonçalves, Visconde de Mauá, Monte Verde) registram precipitação de mais 200 mm este mês; não é hora de pousadinha de serra.

CENTRO-OESTE

– Pode ir a Bonito (MS), mas ainda tem chance de chuvas de verão turvarem a água.

–Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – as chuvas não deixam percorrer a Estrada Transpantaneira, no Mato Grosso, com carro comum. Não é a melhor época para avistar animais.

EVITE: A Chapada dos Guimarães (MT) registra mais de 200 mm de precipitação neste mês, melhor não ir. O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO).

SUL

– É tempo de praia por aqui: Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa) são boas trips, e não deve cair água.  Na Ilha do Mel (PR) pode chover um bocado.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina, mas é quando o tempo deixa tomar banho de cachoeira. Cataratas do Iguaçu (PR) volumosas e fortes.

– Na região do Vale dos Vinhedos (RS) rola a vindima, a colheita das uvas, com eventos especiais nas vinícolas.

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva.

EVITE: No Jalapão (TO) está chovendo.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

campeche-floripa

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

ABRIL

SUDESTE

Itaúnas (ES), Rio de Janeiro, Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis e Ilha Grande (RJ) dão praia com poucas chances de chuva – uma semaninha em qualquer um desses vai bem. Em Paraty (RJ), São Sebastião e Ubatuba (SP) ainda pode chover, mas menos que nos meses anteriores.

– Minas entra no mapa com menos de 80 mm de precipitação nos principais destinos. Que tal um rolê por Belo Horizonte e depois uma boa dose de cachoeiras na Serra do Cipó ou então um passeio artístico por Inhotim? Capitólio, Ibitipoca e São Tomé das Letras também vão bem, assim como as cidades históricas.

– Na Serra da Mantiqueira a coisa também seca bastante: pode ser bom momento para uma pousadinha de fim de semana com preços de baixa temporada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), São Francisco Xavier e Campos do Jordão (SP). Em Brotas (SP) tem tempo sequíssimo e chance de curtir um fim de semana com cachoeiras e esportes de aventura perto de São Paulo.

NORDESTE

– O tempo está estável no sul da Bahia (Trancoso, Arraial d’Ajuda, Caraíva, Santo André).

EVITE: A não ser o sul da Bahia supracitado, chove em quase todas as praias da região. Ainda não tem lagoas nos Lençóis Maranhenses.

– Já dá pra ir à Chapada Diamantina (BA), que está verdinha e com cachoeiras caudalosas após o verão. Na Chapada das Mesas (MA) e na Serra da Capivara (PI) a temperatura está agradável mas ainda tem chance de chuva.

CENTRO-OESTE

– Bom mês para ir a Bonito (MS) : pouca chance de chover e temperatura gostosa para entrar na água.

– Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul. Não é a melhor época para avistar animais.

– Ainda tem chance de chover na Chapada dos Guimarães (MT), mas bem menos do que nos meses anteriores.  O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO), que registra menos de 140 mm de precipitação neste mês.

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva.

No Jalapão (TO) ainda há chances de chover, mas já dá pra ir.

SUL

– Ainda é tempo de praia por aqui: Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa) são boas trips.

– Mês seco para visitar Cambará do Sul (RS), base para conhecer os parques nacionais da Serra Geral e dos Aparados da Serra – e diárias de baixa temporada. Também vale conhecer a Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra).

Cataratas do Iguaçu (PR) supervolumosas.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

flutuacao-bonito

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

MAIO

NORDESTE

– É hora de marcar sua viagem para Chapada Diamantina (BA), onde não deve chover. A incidência do sol deixa algumas atrações com água mais azulada. Outra opção é visitar a Chapada das Mesas (MA), que pode ser unida a uma visita ao Jalapão (TO). Também é época seca no Parque Nacional da Serra da Capivara (PI).

EVITE: Quase todas as praias do Nordeste estão debaixo de chuva.

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco, mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Rola passar uns dias num hotel de selva.

– Entrando na época seca para visitar o Jalapão (TO), quando o céu fica de um azul impecável.

SUDESTE

– Tem calorzinho e tempo seco em quase todas as praias da região: Rio, Búzios, Arraial do Cabo e Angra dos Reis (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP) e Itaúnas (ES).

– Minas em ótimo momento. Que tal um rolê por Belo Horizonte e depois uma boa dose de cachoeiras na Serra do Cipó ou então um passeio artístico por Inhotim? Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca e São Tomé das Letras também vão bem, assim como as cidades históricas.

– A Serra da Mantiqueira é destino bacana para uma pousadinha de fim de semana com preços de baixa temporada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), São Francisco Xavier e Campos do Jordão (SP) – já faz friozinho à noite pra ter desculpa pra comer fondue. Em Brotas (SP) tem tempo sequíssimo e chance de curtir um fim de semana com cachoeiras e esportes de aventura perto de São Paulo.

– Para quem curte trilha e natureza, pense em explorar parque nacionais como o da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousadinha de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia. Só se prepare para o friozinho noturno.

CENTRO-OESTE

– Bom mês para ir a Bonito (MS): pouca chance de chover e temperatura gostosa para entrar na água. Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – as chuvas não deixam percorrer a Estrada Transpantaneira, no Mato Grosso, com carro comum. Não é a melhor época para avistar animais.

– Hora de conhecer as cachoeiras e trilhas da Chapada dos Veadeiros (GO), a mais mística das chapadas, que você pode conjugar com uma visita à Brasília.

– Entrando na época mais seca para conhecer a Chapada dos Guimarães (MT), que você pode unir numa viagem com Nobres.

SUL

– Faz tempo seco na Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa), mas pode estar friozinho.

– Friozinho entrando e marcando o início da temporada de inverno na Serra Gaúcha.

– Mês seco para visitar Cambará do Sul (RS), base para conhecer os parques nacionais da Serra Geral e dos Aparados da Serra – e diárias de baixa temporada. Também vale conhecer a Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra).

Cataratas do Iguaçu (PR) estão supervolumosas.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

TURISMO-ZEN-chapada-dos-veadeiros

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

JUNHO

NORDESTE

– Chuvas arrefecem e já dá para ir para quase toda Bahia – Praia do Forte, Imbassaí, Barra Grande, Trancoso, Trancoso, Caraíva, Itacaré, Santo André – só evite Morro do São Paulo, Salvador e Boipeba.

– Lagoas dos Lençóis Maranhenses estão cheias. Você pode aproveitar e conjugar uma viagem pra lá com a Festa do Bumba-Meu-Boi, em São Luís, que vai do dia 13 ao dia 30. Outra ideia é fazer a chamada Rota das Emoções, que vai dos Lençóis até Jericoacoara, no Ceará.

– Na Chapada Diamantina (BA), onde quase não chove, a incidência do sol deixa algumas atrações com água mais azulada. Outra opção é visitar a Chapada das Mesas (MA), que pode ser unida a uma ida ao Jalapão (TO). Também é época seca no Parque Nacional da Serra da Capivara (PI).

– É hora de uma experiência brasileiríssima nas festas juninas da região: Campina Grande (PR) e Caruaru (PE) competem pelas maiores, mas também tem o Forró Caju, em Aracaju (SE) e a Cidade Junina, em Mossoró (RN).

EVITE: No litoral da Paraíba, Alagoas e Pernambuco (incluindo Noronha) pode chover muito.

SUDESTE

– Tem calorzinho e tempo seco em quase todas as praias da região: Rio, Búzios, Arraial do Cabo (RJ), Angra dos Reis e Paraty (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP), Itaúnas (ES).

– Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem tempo seco mas para nadar nas cachoeiras tem que encarar água bem gelada, assim como fiozinho noturno. Vale fazer um rolê pelas cidades históricas mineiras e Inhotim.

– A Serra da Mantiqueira é destino bacana para uma pousadinha de fim de semana em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), São Francisco Xavier e Campos do Jordão (SP) – se quiser aproveitar o feriado de Corpus Christi, pense em alugar uma casa para economizar ou reserve sua pousada com antecedência. Em Brotas (SP) tem tempo sequíssimo e chance de curtir um fim de semana com cachoeiras e esportes de aventura perto de São Paulo.

– Para quem curte trilha e natureza, pense explorar parque nacionais como da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousadinha de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia. Só se prepare para o friozinho noturno.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) não chove quase nada mas você vai passar um friozinho para entrar na água. A visibilidade, porém, está no seu auge.

– Entrando na época seca no Pantanal; a melhor para avistar animais. Você pode escolher entre as fazendas estruturadas no Mato Grosso do Sul (possíveis de unir com Bonito numa mesma viagem) ou então ir ao Mato Grosso e transitar pela Estrada Transpantaneira.

– No Mato Grosso, dá para visitar a Chapada dos Guimarães e fazer flutuação em Nobres.

– Hora de conhecer as cachoeiras e trilhas da Chapada dos Veadeiros (GO), a mais mística das chapadas, que você pode conjugar com uma visita à Brasília.

SUL

– Já estamos na temporada de inverno na Serra Gaúcha – um passeio por Gramado, Canela e Vale dos Vinhedos com friozinho e chocolate quente vai bem.

– Mês bom para visitar Cambará do Sul (RS), base para conhecer os parques nacionais da Serra Geral e dos Aparados da Serra – os cânions tem boa visibilidade no inverno. Também vale conhecer a Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra) e São José dos Ausentes.

– O inverno, mais seco, deixas as Cataratas do Iguaçu (PR) menos caudalosas, mas ainda sim vale a visita (e não chove).

– Em Garopaba (SC) é possível fazer passeios de barco para avistar baleias-franca. Mas está muito frio pra pegar praia lá ou em outros destinos da região.

NORTE

– Início da época mais seca na Amazônia, quando o nível dos rios atinge seu máximo. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva – essa é a época em que boa parte dos animais se reproduzem.

– Época seca para visitar o Jalapão (TO), quando o céu fica de um azul impecável.

– Em junho acontece o tradicional Festival de Parintins, a 360 km de Manaus, com a competição entre bois-bumbás.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

pantanal-mt-quando-ir

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

JULHO

NORDESTE

– Lagoas dos Lençóis Maranhenses estão cheias – já pensou em fazer o trekking de três dias pelo parque nacional dormindo em comunidades no meio das dunas?

– Temos sol e calor no Ceará (Jericoacoara, Flecheiras, Fortaleza, Cumbuco, Canoa Quebrada). Na Bahia vale ir a Praia do Forte, Imbassaí, Barra Grande, Trancoso, Trancoso, Caraíva, Itacaré, Santo André – só evite Morro do São Paulo, Salvador e Boipeba.

Fernando de Noronha (PE) sai da época das chuvas, mas é melhor deixa para os meses seguintes para não pegar preços ainda mais altos no arquipélago.

– É tempo de observação de baleias-jubarte em Abrolhos (BA) – passeios de barco saem da cidade de Caravelas, a 250 km de Porto Seguro.

– Na Chapada Diamantina (BA), onde quase não chove, a incidência do sol deixa algumas atrações com água mais azulada. Outra opção é visitar a Chapada das Mesas (MA), que pode ser unida a uma ida ao Jalapão (TO). Também é época seca no Parque Nacional da Serra da Capivara (PI).

EVITE: No litoral da Paraíba, Alagoas e Pernambuco (incluindo Noronha), onde pode chover muito. Nas praias do Rio Grande do Norte também deve chover.

SUDESTE

– Alta temporada na Serra da Mantiqueira: reserve sua pousada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, São Francisco Xavier e Cunha (SP).

– Tem calorzinho e tempo seco em quase todas as praias do estado do Rio e no Espírito Santo: Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis (RJ). Em Ubatuba e São Sebastião (SP) não chove, mas também não faz muito calor.

– Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem tempo seco mas para nadar nas cachoeiras tem que encarar água bem gelada, assim como fiozinho noturno. Evite os fins de semanas e quartas-feiras em Inhotim, quando o parque fica muito cheio. Vale fazer um rolê pelas cidades históricas mineiras.

– Se programe para comparecer à Flip, em Paraty (RJ) o melhor festival literário do país.

– Em Itaúnas (ES) rola no fim do mês o maior festival de forró do Brasil, com mais de 60 shows.

– Para quem curte trilha e natureza, pense explorar parque nacionais como da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousada de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia. À noite faz frio.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) não chove, mas o friozinho pode incomodar dentro da água. A visibilidade, porém, está no auge. Reserve com antecedência pelas férias escolares.

– Época seca no Pantanal; a melhor para avistar animais. Você pode escolher entre as fazendas estruturadas no Mato Grosso do Sul (possível de unir com Bonito numa mesma viagem) ou então ir ao Mato Grosso e transitar pela Estrada Transpantaneira.

– No Mato Grosso, dá para visitar a Chapada dos Guimarães e fazer flutuação em Nobres.

– Hora de conhecer as cachoeiras e trilhas da Chapada dos Veadeiros (GO), a mais mística das chapadas, que você pode conjugar com uma visita à Brasília.

SUL

– Temporada de inverno e preços de alta temporada na Serra Gaúcha – um passeio por Gramado, Canela e Vale dos Vinhedos com friozinho e chocolate quente vai bem.

– Mês bom para visitar Cambará do Sul (RS), base para conhecer os parques nacionais da Serra Geral e dos Aparados da Serra – os cânions tem boa visibilidade no inverno. Também vale conhecer a Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra) e São José dos Ausentes.

– O inverno, mais seco, deixas as Cataratas do Iguaçu (PR) menos caudolosas, mas ainda sim vale a visita.

– Em Garopaba (SC) é possível fazer passeios de barco para avistar baleias-franca. Mas está muito frio pra pegar praia lá ou em outros destinos da região.

NORTE

– Época mais seca na Amazônia, quando o nível dos rios atinge seu máximo. Você pode fazer percursos maiores de barco, mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Rola passar uns dias num hotel de selva – essa é a época em que boa parte dos animais se reproduzem.

– Época seca para visitar o Jalapão (TO), quando o céu fica de um azul impecável.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

paraty-flip

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

AGOSTO

NORDESTE

– Lagoas dos Lençóis Maranhenses estão cheias – já pensou em fazer o trekking de três dias pelo parque nacional dormindo em comunidades no meio das dunas?

Fernando de Noronha (PE) em sua melhor época, de clima e de visibilidade para mergulho.

– Temos sol e calor no Ceará (Jericoacoara, Flecheiras, Fortaleza, Cumbuco, Canoa Quebrada). Na Bahia vale ir à Praia do Forte, Imbassaí, Barra Grande, Trancoso, Trancoso, Caraíva, Itacaré, Santo André, Morro do São Paulo, Salvador e Boipeba. Natal, Pipa e São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte, também apresentam tempo estável.

-É tempo de observação de baleias-jubarte em Abrolhos (BA) – passeios de barco saem da cidade de Caravelas, a 250 km de Porto Seguro.

– Na Chapada Diamantina (BA), onde quase não chove, a incidência do sol deixa algumas atrações com água mais azulada. Outra opção é visitar a Chapada das Mesas (MA), que pode ser unida a uma ida ao Jalapão (TO). Também é época seca no Parque Nacional da Serra da Capivara (PI).

SUDESTE

– Tem calorzinho e tempo seco em quase todas as praias do estado do Rio e no Espírito Santo: Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis (RJ) e Itaúnas (ES). Em Ubatuba e São Sebastião (SP) não chove, mas também não faz muito calor.

– Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem tempo seco mas para nadar nas cachoeiras tem que encarar água bem gelada, assim como fiozinho noturno. Vale fazer um rolê pelas cidades históricas mineiras e Inhotim.

– Inverno gostoso e com preços menores que em julho na Serra da Mantiqueira: reserve sua pousada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, São Francisco Xavier e Cunha (SP). Em Brotas (SP) tem tempo sequíssimo e chance de curtir um fim de semana com cachoeiras e esportes de aventura perto de São Paulo.

– Para quem curte trilha e natureza, pense explorar parque nacionais como da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousadinha de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia. Mas à noite faz frio.

EVITE (Nordeste): Ainda deve chover no litoral de Pernambuco (Recife, Porto de Galinhas, Carneiros), Paraíba e Alagoas.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) não chove, mas o friozinho pode incomodar dentro da água. A visibilidade nas flutuações, porém, está no auge.

– Época seca no Pantanal; a melhor para avistar animais. Você pode escolher entre as fazendas estruturadas no Mato Grosso do Sul (possível de unir com Bonito numa mesma viagem) ou então ir ao Mato Grosso e transitar pela Estrada Transpantaneira.

– No Mato Grosso, dá para visitar a Chapada dos Guimarães e fazer flutuação em Nobres.

– Hora de conhecer as cachoeiras e trilhas da Chapada dos Veadeiros (GO), a mais mística das chapadas, que você pode conjugar com uma visita à Brasília.

SUL

– Temporada de inverno na Serra Gaúcha – um passeio por Gramado, Canela e Vale dos Vinhedos com friozinho e chocolate quente vai bem.

– Mês bom para visitar Cambará do Sul (RS), base para conhecer os parques nacionais da Serra Geral e dos Aparados da Serra – os cânions têm boa visibilidade no inverno. Também vale conhecer a Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra) e São José dos Ausentes.

– O inverno, mais seco, deixas as Cataratas do Iguaçu menos caudalosas, mas ainda sim vale a visita (e não chove).

– Em Garopaba (SC) é possível fazer passeios de barco para avistar baleias-franca. Mas está muito frio pra pegar praia lá ou em outros destinos da região.

NORTE

– A partir deste mês se formam as praias de rio em Alter do Chão (PA). Pode ir só para lá ou fazer uma trip paraense completa com Belém e Ilha do Marajó. Também rola visitar hotéis de selva no Amazonas.

– Época seca para visitar o Jalapão (TO), quando o céu fica de um azul impecável.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

alter-do-chao-para

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

SETEMBRO

NORDESTE

– Já dá para ir pra quase todo canto no Nordeste. Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), São Miguel dos Milagres (AL), Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba). Também são boa ideia Recife, Porto de Galinhas e Carneiros (PE) e praias do Ceará (Cumbuco, Canoa Quebrada, Flecheiras, Jericoacoara). Melhor mês do ano para ir a Fernando de Noronha (PE): tem seco e mar calminho e límpido.

Lençóis Maranhenses tem lagoas cheias. É boa ideia fazer a chamada Rota das Emoções, que vai dos Lençóis até Jericoacoara, no Ceará.

-É tempo de observação de baleias-jubarte em Abrolhos (BA) – passeios de barco saem da cidade de Caravelas, a 250 km de Porto Seguro.

– Na Chapada Diamantina (BA), onde quase não chove, a incidência do sol deixa algumas atrações com água mais azulada. Outra opção é visitar a Chapada das Mesas (MA), que pode ser unida a uma ida ao Jalapão (TO).

SUDESTE

– Tem calor e tempo seco em quase todas as praias do estado do Rio e no Espírito Santo: Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis (RJ) e Itaúnas (ES). Em Ubatuba, São Sebastião (SP) e Paraty (RJ) já tem chance de chover.

– Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem tempo seco e temperatura agradável para nadar nas cachoeiras. Vale fazer um rolê pelas cidades históricas mineiras e Inhotim.

– Ainda rola um fim de semana na Serra da Mantiqueira: reserve sua pousada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal e Cunha (SP). Em Brotas (SP) tem tempo seco e chance de curtir um fim de semana com cachoeiras e esportes de aventura perto de São Paulo.

– Para quem curte trilha e natureza, pense explorar parque nacionais como da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousadinha de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia. Só se prepare para o friozinho noturno.

NORTE

– Tem praia de rio em Alter do Chão (PA) e também o Festival do Çairé, na segunda quinzena do mês. Pode ir só para lá ou fazer uma trip paraense completa com Belém e Ilha do Marajó. Também rola visitar hotéis de selva no Amazonas.

– Época seca para visitar o Jalapão (TO), quando o céu fica de um azul impecável. Em setembro o dourado do campim-dourado colore o destino.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) não chove, mas o friozinho pode incomodar dentro da água. No Mato Grosso, dá para visitar a Chapada dos Guimarães e fazer flutuação em Nobres.

– Época seca no Pantanal; a melhor para avistar animais. Você pode escolher entre as fazendas do Mato Grosso do Sul ou então ir ao Mato Grosso e transitar pela Estrada Transpantaneira.

– Boa hora pra conhecer a Chapada dos Veadeiros (GO), que você pode conjugar com uma visita à Brasília.

SUL

– Vai bem passear pela Serra Catarinense (Urubici e Bom Jardim da Serra). Na Serra Gaúcha e na região dos cânions dos Aparados da Serra esse é um dos meses mais chuvosos do ano, mas ainda dá para aproveitar o friozinho.

– O inverno, mais seco, deixas as Cataratas do Iguaçu (PR) menos caudalosas, mas ainda sim vale a visita (e não chove).

– Em Garopaba (SC) é possível fazer passeios de barco para avistar baleias-franca. Mas está muito frio pra pegar praia lá ou em outros destinos da região.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

noronha-fernando

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

OUTUBRO

NORDESTE

– Ótimo mês pra ir pra pegar praia em quase todo canto no Nordeste. Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), Maceió, São Miguel dos Milagres, Maragogi (AL), Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba). Também são boa ideia Recife, Porto de Galinhas, Carneiros e Fernando de Noronha (PE) e praias do Ceará (Cumbuco, Canoa Quebrada, Flecheiras, Jericoacoara).

– Última chamada para ir a Chapada Diamantina (BA), a Chapada das Mesas (MA) e ao Parque Nacional da Serra da Capivara (PI) antes das chuvas de verão.

– É tempo de observação de baleias-jubarte em Abrolhos (BA) – passeios de barco saem da cidade de Caravelas, a 250 km de Porto Seguro.

EVITE: Bem provável que as lagoas dos Lençóis Maranhenses já tenham secado.

SUDESTE

– Tem calor e tempo seco ou semiseco em Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis (RJ) e Itaúnas (ES). Em Ubatuba, São Sebastião (SP) e Paraty (RJ) já tem chance de chover.

– Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem tempo seco e temperatura agradável para nadar nas cachoeiras. Vale fazer um rolê pelas cidades históricas mineiras e Inhotim.

– Ainda rola um fim de semana na Serra da Mantiqueira: reserve sua pousada em Visconde de Mauá (RJ), Gonçalves e Monte Verde (MG), Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal e São Francisco Xavier (SP).

– Para quem curte trilha e natureza, pense explorar parque nacionais como da Serra dos Órgãos (RJ) (e quem sabe emendar com uma pousadinha de charme em Petrópolis e Teresópolis) e do Itatiaia.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) faz calor, bom para entrar na água, mas tem chances de chover e estragar o passeio.

– Época seca no Pantanal; a melhor para avistar animais. Escolha entre as fazendas do Mato Grosso do Sul ou então ir ao Mato Grosso e transitar pela Estrada Transpantaneira.

– No Mato Grosso, dá para visitar a Chapada dos Guimarães e fazer flutuação em Nobres. Já chove consideravelmente na Chapada dos Veadeiros (GO).

NORTE

– Tem praias de rio e muita mata preservada em Alter do Chão (PA). Pode ir só para lá ou fazer uma trip paraense completa com Belém e Ilha do Marajó. Também rola visitar hotéis de selva no Amazonas.

– Em Belém (PA) acontece o tradicional festival popular do Círio de Nazaré, quando uma procissão homenageia a Nossa Senhora de Nazaré.

– Já pode chover no Japalão (TO) – último mês para ir.

SUL

– Faz tempo firme mas estar frio demais pra praia na Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa). Em Garopaba (SC) é possível fazer passeios de barco para avistar baleias-franca.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina. Serra Gaúcha com um tico de chuva e preços menores do que nos meses anteriores.

– As Cataratas do Iguaçu (PR) estão fartas, mas pode chover.

– Em Blumenau (SC) rola a Oktoberfest, à moda alemã, com desfiles com trajes típicos, danças, tiro ao alvo, comidas típicas e claro, muita cerveja.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

praia-dos-carneiros

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

NOVEMBRO

NORDESTE

– Ótimo mês pra ir pra pegar praia em quase todo canto no Nordeste. Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), Maceió, São Miguel dos Milagres, Maragogi (AL), Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba). Também são boa ideia Recife, Porto de Galinhas, Carneiros e Fernando de Noronha (PE) e praias do Ceará (Cumbuco, Canoa Quebrada, Flecheiras, Jericoacoara).

– Último mês para observação de baleias-jubarte em Abrolhos (BA) – passeios de barco saem da cidade de Caravelas, a 250 km de Porto Seguro.

EVITE: Apesar das cachoeiras ficarem mais fartas, as chuvas podem atrapalhar as trilhas na Chapada Diamantina (BA) e Chapada das Mesas (MA).

SUDESTE

– Tem calor e tempo seco ou semiseco em Búzios, Arraial do Cabo, Angra dos Reis (RJ) e Itaúnas (ES). Em Ubatuba, São Sebastião (SP) e Paraty (RJ) também são boas as chances de chover.

– Na maioria de cachoeiras de Minas (Capitólio, Ibitipoca, Aiuruoca, Serra do Cipó, São Tomé das Letras, Serra da Canastra) tem mais de 200 mm de precipitação, então apesar do calor pode ser que caia água. Na cidades históricas e Inhotim também pode chover.

EVITE: Cidades da Serra da Mantiqueira (Campos do Jordão, Gonçalves, Visconde de Mauá e Monte Verde) registram precipitação de mais 200 mm neste mês: não é hora de pegar uma pousadinha de serra.

NORTE

– Tem praias de rio em Alter do Chão (PA). Pode ir só para lá ou fazer uma trip paraense completa com Belém e Ilha do Marajó. Também rola visitar hotéis de selva no Amazonas.

EVITE: No Jalapão (TO) está chovendo.

CENTRO-OESTE

– Em Bonito (MS) faz calor, bom para entrar na água, mas tem chances de chover e estragar o passeio.

– Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – as chuvas não deixam percorrer a Estrada Transpantaneira, no Mato Grosso, com carro comum. Não é a melhor época para avistar animais.

EVITE: A Chapada dos Guimarães (MT) registra 200 mm de precipitação neste mês, melhor evitar. O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO).

SUL

– Ok pegar praia na Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis), mas não há garantia de que não caia uma garoa. Em Garopaba (SC), última chance para avistar baleias-franca.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina. Em Gramado (RS) já está rolando o Natal Luz, que enfeita toda cidade.

– No verão, as Cataratas do Iguaçu (PR) estão mais caudalosas, mas pode chover.

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: continue lendo

foz-do-iguacu-pr

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano:

DEZEMBRO

SUDESTE

– O verão no Sudeste é mais chuvoso, a gente sabe, mas em Itaúnas (ES), Arraial do Cabo e Búzios (RJ) tem mais chances de céu azul. Em Angra, Ilha Grande e Paraty (RJ), Ubatuba e São Sebastião (SP) é aquela coisa: pode ter uma semana de sol e pode ter uma de chuva torrenciais. E também pode chover só no fim da tarde. Pra quem mora na capital paulista, alugar uma casa no litoral norte é um dos esquemas mais em conta.

Cidades históricas de Minas podem ser uma opção de férias em conta. É provável que chova, mas aqui seu passeio não depende tanto do clima, mais de ver atrações históricas, lojinhas de artesanato e comer bem.

EVITE: Cidades da Serra da Mantiqueira registram precipitação de mais 300 mm este mês, não é hora de pousadinha de serra. Em Minas chove horrores nos destinos de cachoeira.

NORDESTE

– Ótimo mês pra ir pra pegar praia em quase todo canto no Nordeste. Praia da Pipa e São Miguel do Gostoso (RN), Maceió, São Miguel dos Milagres, Maragogi (AL), Bahia (Praia do Forte, Trancoso, Santo André, Caraíva, Itacaré, Barra Grande, Morro do São Paulo, Boipeba). Também são boa ideia Recife, Porto de Galinhas, Carneiros e Fernando de Noronha (PE) e praias do Ceará (Cumbuco, Canoa Quebrada, Flecheiras, Jericoacoara).

EVITE: Apesar das cachoeiras ficarem mais fartas, as chuvas podem atrapalhar as trilhas na Chapada Diamantina (BA) e na Chapada das Mesas (MA).

CENTRO-OESTE

– Ir a Bonito é arriscado: as chuvas podem atrapalhar os passeios e turvar a água nas flutuações. Se quiser ir ao Pantanal, prefira as fazendas estruturadas do Mato Grosso do Sul – não é a melhor época para avistar animais.

EVITE: A Chapada dos Guimarães (MT) registra mais de 200 mm de precipitação neste mês. O mesmo vale para a Chapada dos Veadeiros (GO).

NORTE

– Época (mais) chuvosa na Amazônia, quando o nível dos rios sobre gradativamente e alaga a floresta. Você pode fazer percursos maiores de barco mas não dá para pegar praia de rio (em Alter do Chão, por exemplo). Mas rola passar uns dias num hotel de selva.

EVITE: No Jalapão (TO) está chovendo.

SUL

– É tempo de praia por aqui: Ilha do Mel (PR) e Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Farol de Santa Marta, Praia do Rosa) são boas trips de fim de ano, mas não há garantia de que não caia uma garoa.

– Nos cânions de Cambará do Sul (RS) pode chover e ter neblina, mas é quando o tempo deixa tomar banho de cachoeira e as diárias das pousadas caem. Em Gramado (RS) está rolando o Natal Luz, que enfeita toda cidade.

– No verão, as Cataratas do Iguaçu (PR) estão mais caudalosas, mas pode chover muito.

*Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: no Ano-novo tudo fica caríssimo, a gente sabe. Se quiser ir para o Nordeste sem gastar os tubos, prefira a primeira quinzena do mês.

fotos-ilha-de-boipeba

Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: e você, quais são as suas indicações de viagem? Deixe aqui nos comentários 🙂

Há 7 comentários para “Para onde viajar no Brasil a cada mês do ano: calendário completo

  1. Opa! havia comentado antes e acho que deu erro aqui (time out). Muito obrigado pelas dicas, este calendário vai me ajudar bastante nas questões de para onde viajar que até então estava mais perdido que cego em tiroteio! Muito obrigado mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *