Trancoso é terra de pescadores, hippies e caiçaras que vivem em harmonia. Junto com sua natureza verde intocada e praias paradisíacas pra relaxar, recebe turistas interessados por seu charme rústico praiano traduzido em gostosos restaurantes servindo pratos da tradicional culinária baiana, estadias em pousadas-boutique lindinhas e um centrinho histórico apelidado de Quadrado, onde o casario colorido é lindo de ver.

E, de pequeno vilarejo onde a maior atração era uma igrejinha branca no topo da falésia, virou um dos redutos praianos mais procurados do sul da Bahia no verão, especialmente na semana do Réveillon, quando o destino perde suas vibes low-profile e vira base de um burburinho endinheirado do Sudeste que ruma pra lá em busca de vivenciar o agito de seus beach clubs, festas e atrações bombadas. É que Trancoso não decepciona na infraestrutura e tem um desenvolvimento realmente notável para o turismo.

Como chegar e como se locomover em Trancoso

O aeroporto mais próximo fica em Porto Seguro, a 77 km de distância de Trancoso. Ao chegar lá, são quatro as opções de locomoção até o povoado: táxi, van particular, ônibus e carro alugado – que, na minha opinião, é a melhor pedida.

balsa-trancoso

Carro alugado

Se o objetivo da viagem é conhecer Trancoso e seus arredores, donos de faixas de areia lindas como a Praia do Espelho, alugar um carro é a opção que vai funcionar melhor. Com a Porto Seguro Rent a Car, as diárias custam a partir de R$ 85 em um Kwid manual. Os carros são novinhos e completos, variando dos básicos aos 4×4.

COMO IR: Existem duas opções de caminho: balsa ou estrada. A balsa, que sai de 30 em 30 minutos, leva cerca de 1h30 e tem o custo de R$ 19 por veículo mais R$ 6 por adicional de pessoa no carro. Pela estrada, um tanto quanto sinuosa, leva-se 30 minutos a mais, mas acaba sendo mais prático e rápido especialmente na alta temporada e nos feriados, quando as filas da travessia são longas.

Táxi ou Uber

O custo para cobrir toda a distância de Porto Seguro até Trancoso com táxi ou Uber é um pouco salgado, entre R$ 150 e R$ 200 o trecho. A desvantagem é que, chegando na pousada, a locomoção fica limitada para os arredores do destino.

Vans particulares

É a opção para quem fecha pacotes com agências de viagem ou está com um grupo grande de pessoas. Se a van não está inclusa no pacote, e, ainda assim, achar que é a melhor opção, opte por contratar uma cia credenciada, como a Amaral Tur, referência por lá.

Ônibus

Ir de ônibus é relativamente simples, mas antes é necessário pegar um táxi até a balsa e fazer a travessia como pedestre (sem custos). Chegando em Arraial D’Ajuda, vai encontrar o stand da Viação Águia Azul, que tem veículos saindo de hora em hora desde R$ 11.

DICAS DE TRANCOSO

Quando ir para Trancoso

Na Bahia é sol o ano todo. Acontece que, de dezembro a março, os preços em geral tendem a aumentar, movidos pelas férias de verão, Réveillon e Carnaval. Mesmo com as temperaturas frequentemente altas, entre março e maio o risco de pancadas de chuvas no fim da tarde é alto. Já entre junho e outubro, as temperaturas ficam na média dos 25º, sem tanta incidência de chuva e com preços mais atrativos.

quando-ir-pra-trancoso

DICAS DE TRANCOSO

Quanto tempo ficar em Trancoso

Trancoso é desses destinos que você pode curtir por um fim de semana, uma semana ou até mesmo um mês. Há bastante coisa pra ver e fazer no vilarejo e seus arredores e, pra quem gosta de praia, não tem erro. Em um feriado de quatro dias o itinerário pra conhecer tudo fica corrido e ir para praias mais afastadas como a Praia do Espelho parece um pouco cansativo. Já em uma semana, o roteiro fica flexível e permite esticadas para outros destinos de peso da região como a lindinha Caraíva.

DICAS DE TRANCOSO

Quanto custa viajar à Trancoso

Trancoso não é o destino mais econômico da Bahia. Seu quê de exclusividade que toma conta nas festas de fim de ano, aliás, eleva os preços em MUITO. Suas pousadas são confortáveis e charmosas, seus restaurantes oferecem uma gastronomia excelente e seus serviços no geral fazem jus ao valor cobrado. Pensando num valor médio de gastos, dá pra somar as passagens, que desde São Paulo a Porto Seguro começam na faixa de R$ 400. No quesito transporte, carro + gasolina + balsa + estacionamentos tem o custo total na casa dos R$ 600 para um feriado de 3 noites (mas isso também depende de quantos quilômetros você vai percorrer por lá). Na estadia, Trancoso costuma ser democrática, com pousadas rústicas aconchegantes que começam com valores a partir de R$ 200 e pouco a diária – podendo subir para hotéis mais chiquetosos que cobram acima de R$ 1 500 mil a noite. No fator comida, pode-se esperar gastar cerca de R$ 200 por dia com barracas de praia, petiscos e jantar no Quadrado. Pensando nisso, dá pra dizer que uma viagem de 5 noites pelo vilarejo litorâneo custa, em média, R$ 3 000 por pessoa (pensando em custos de locomoção e estadia divididos para dois).

DICAS DE TRANCOSO

Onde ficar em Trancoso

Trancoso, mesmo com sua cultura de origem pacata, virou reduto de pousadas de charme, hotéis-boutique de luxo e até mesmo resorts all inclusive, como é o caso do Club Med. Entre estradas de terra e uma população totalmente caiçara, ruelas dão espaço para estadias com encanto praiano, envoltas na floresta nativa da região, e com detalhes decorativos ecoando na vibe praia, madeira, rusticidade, artesanato local. Veja mais opções no post de hotéis e pousadas em Trancoso: onde ficar no vilarejo do sul da Bahia

pousada-calypso-trancoso

Pousada Calypso (diárias desde R$ 237)

Dicas de Trancoso: a vibe é de casinha pé na areia: teto de sapê, chalés coloridos e quartos brancos minimalistas com banquinhos em madeira. A sua vantagem é estar a apenas alguns metros do Quadrado de Trancoso, facilitando na hora das refeições, fora que também é pertinho da Praia dos Coqueiros e da Praia dos Nativos. A diária tem um preço justo, com bom custo-benefício.

uxua-trancoso

Hotel UXUA Casa Hotel (diárias desde R$ 1 500)

Com ares de exclusividade, o Uxuá conta com casas decoradas no mais charmoso estilo rústico, todas envoltas na natureza com piscinas delícias. Sua localização estratégica fica a a alguns passos do Quadrado e a 5 minutinhos da Praia dos Nativos. Na Praia dos Coqueiros está seu lounge e barraca de praia de respeito, pé na areia, para curtir o mar saboreando pratos da culinária local e tomando uma caipirinha.

Pousada Mata N’Ativa (diárias desde R$ 390)

pousada-mata-nativa-trancoso

Pousada confortável com pegada mais ecológica localizada a apenas 500 metros da Praia dos Nativos e a 15 minutos andando para o Quadrado, que representa bem o climinha tranquilo, praiano e rústico do sul da Bahia. Saguis circulam pelas árvores frutíferas que fazem sombra nos jardins, cuja trilha sonora fica por conta dos passarinhos. Cada um dos 12 bangalôs tem um nome diferente baseado nas árvores do local, como a suíte principal, a Jacarandá, que conta com um espaço para até 4 pessoas, varanda com rede e hidromassagem privada com vista para o jardinzinho. Na infra geral, piscina, sala de massagem e espaço para leitura. Pães caseiros de batata, o cuscuz de tapioca com leite condensado e os pães de queijo deliciosos são feitos na hora para cada mesa no café da manhã, ambientado de frente pra piscina, rodeada pela mata, como se fosse o quintal da sua casa. Na decoração, aquarelas da flora baiana da artista plástica Maruska Cára e objetos de tribos indígenas dão a cara local. Mas o grande diferencial mesmo da Mata N’Ativa fica no atendimento personalizado de cada funcionário, como da Eva, que te chama pelo nome, dá dicas das melhores praias e está sempre muito solicita para qualquer pedido – sempre com aquele sorriso acolhedor dos baianos.

Além disso, por estar estrategicamente localizada à beira do Rio Trancoso, a pousada promove passeios de caiaque e stand up paddle até a Praia dos Nativos: durante o trajeto de meia hora é possível se divertir remando e ao mesmo tempo observando a fauna e a flora do manguezal. Também dá pra agendar pedaladas pela estrada de terra e cavalgadas.

turismo-em-trancoso

quadrado-de-trancoso-casario

DICAS DE TRANCOSO

O que fazer em Trancoso

Quando pensamos em Trancoso, é automática a ideia de praias de cenários de filmes – e é isso mesmo. Mas o destino também é muito mais que apenas suas lindas faixas litorâneas:  é cultura viva, mata virgem e diversificada com trilhas e parques naturais e refúgio de uma fauna esplendorosa. O Quadrado é o lugarzinho, de verde, mais especial – seu espaço histórico pontuado pela tradicional igrejinha e as casinhas coloridas do tempo passado dão o clima bucólico. Mas o que antes era simples, agora é bem moderno – os casarios foram ocupados por lojas de grife e restaurantes badalados. Quando o sol se põe, música ao vivo embalada pelo som de MPB completa a vibe gostosa.

Além de visitar suas praias cartões-postais, em Trancoso e arredores como a Praia do Espelho e Caraíva (veja o item abaixo), alternativas de passeios não faltam: dar uma passada no Parque Nacional do Pau Brasil pra curtir trilhas e cachoeiras pouco exploradas, reservar um ingresso no Teatro L’Occitane, provar a culinária típica do bobó de camarão à famosa Tapioca da Elma (leia mais abaixo) andar de caiaque pelo Rio Trancoso ou cavalgar à beira-mar no fim de tarde (atividades promovidas pela Mata N’Ativa, leia mais acima) .

Durante os meses de verão, experiências como a Casa Mastercard Black agitam ainda mais o Centro Histórico, com welcome drinks, workshops com artesãos locais e roda de conversa com personalidades influentes.

DICAS DE TRANCOSO

Praias de Trancoso

Trancoso abriga falésias, coqueirais, rios de água doce e águas cristalinas em seu litoral, tendo praias de todos os tipos. Enquanto umas são mais estruturadas, modernas e com beach clubs, outras são reservadas, pouco conhecidas e até com visitantes limitados por dia para garantir o nível paradisíaco. Para quem tem mais tempo, vale conhecer em um bate-volta a Praia do Espelho e a lindinha Caraíva. Para ler mais sobre cada praia e esticadas confira nosso post com 7 praias para conhecer em Trancoso e arredores.

praia-dos-nativos

Praia dos Nativos

A Praia dos Nativos ganha em extensão, infraestrutura e reconhecimento. Sua longa faixa de areia abriga diversas barracas para curtir um petisco enquanto sente a brisa do mar calmo, mas também há espaço para os vendedores ambulantes com os típicos carrinhos de sorvete e queijo coalho, espaço de quadra para futvôlei, estacionamento amplo e também o encontro do mar com o Rio Trancoso, onde as crianças se divertem na água mais geladinha e doce. Se o dia pedir por mais luxo e espreguiçadeiras grandes e requintadas, o Fly Club, ao lado do rio, garante a diversão com comida e música a tarde toda – consumação mínima de R$ 150 por pessoa.

Praia dos Coqueiros

Com acesso a pé pela Praia dos Nativos, a Praia dos Coqueiros abriga longos coqueirais perfeitos para pegar uma sombra admirando as águas tranquilas de tom mais azulado. Ali está o espaço na areia top do Uxuá, onde, pra sentar e deitar em suas tendas e espreguiçadeiras almofadadas, a consumação mínima é de R$ 150. O lado bom é curtir seu serviço de praia nota 10.

praia-dos-coqueiros

praia-rio-da-barra

Praia Rio da Barra

Com a premissa de maior exclusividade por ser acessada somente pelo  Rio da Barra Villa Hotel, com consumação mínima de R$ 80 e estacionamento de R$ 50 , essa praia tem o mix de cenário perfeito das grande falésias alaranjadas com o Rio da Barra, que encontra o mar em harmonia. Ali está o restaurante Rio da Barra (do hotel), que serve mariscos à beira-mar sob os guarda-sóis charmosos. Quem não quer gastar precisa ir andando desde a Praia dos Nativos, cerca de 40 minutos de caminhada.

VEJA TAMBÉM: Nossos 6 destinos de praia preferidos no sul da Bahia pra desestressar

DICAS DE TRANCOSO

Onde Comer em Trancoso

Por lá o que não falta é culinária e tempero local – gominho, cúrcuma e pimenta vermelha, frutos do mar e drinks bem brasileiros, como a clássica caipirinha, para acompanhar. Opções de ambientes também tem de sobra: do caseiro ao moderno e da praia a um jantar à luz de velas. A maioria dos estabelecimentos fica no Quadrado e se mescla entre barracas de tapioca e restaurantes com música ao vivo pra curtir a noite. As barracas de praia também tem sua vez: é uma boa passar o dia de sol jogado na areia e ter a sua disposição o serviço e gastronomia de estabelecimentos pé na areia como o Uxuá.

Tapioca da Elma

Essa barraquinha de tapioca, localizada logo no início da entrada de pedestres do Quadrado, já virou Patrimônio Cultural em Trancoso. Não há um que não a conheça. A proprietária, Elma, está lá todos os dias a partir das 16h para fazer as mais bem temperadas e recheadas tapiocas da região. Com mais de 20 opções no cardápio, as mais pedidas são as que levam o nome de Ana, Objetivo e Pato&Dani, sendo a última preparada com carne seca, queijo coalho, rúcula, manjericão e molho chutney de tomate ou manga. Já entre as doces, a de mais sucesso é a Sensação, de nutella com morango. Todas custam R$ 20 e servem como uma refeição completa.

El Gordo

O El Gordo, ao final do Quadrado e à esquerda da igrejinha, está na lista dos restaurantes mais conhecidos de Trancoso – você não pode ficar sem fazer uma refeição por lá. Quem comanda a cozinha é o chefe Wladimir Umezu, que, depois de 10 anos morando no Japão, traz influências asiáticas pra cada prato, que tem como especialidade os frutos do mar – a pedida é pelo badejo ao molho de cupuaçu e risoto de banana da terra (R$ 96). O ambiente também cativa com mesas voltadas para a piscina, com vista para a Praia dos Nativos.

Uxuá

Durante a noite, a luz das velas e das luminárias em palha traz um clima romântico. As mesas em madeira, funcionários de chinelos Havaianas e o chão de areia não te deixam esquecer que você está, sim, do ladinho da praia. Aqui, de novo, a pedida é pelos frutos do mar. O que mais saem são o risoto de camarão com manga, com camarões flambados na cachaça e crocantes de coco (R$ 116) e o fideuá de lula e camarão (R$ 108). A rede também possui um beach club famoso na Praia dos Coqueiros (leia mais acima).

Pietra Palma

Estudante de jornalismo e aspirante a viajante profissional aqui no Carpe Mundi. Férias, feriados e finais de semana são sempre oportunidades para conhecer uma nova cultura, um novo lugar, um novo espaço. Gosta de colecionar momentos e pedaços desses caminhos através da escrita e acredita que uma boa viagem tem o poder de reanimar a alma.

Deixe seu comentário

voltar ao topo