estados unidos


Manual definitivo pra se hospedar barato em Nova York (com hotéis e apês!)

Não se iluda com passagens baratas para Nova York. Ao desembarcar, a realidade é esta: paga-se muito, muito mesmo por uma cama.

LEIA TAMBÉM: Como ir do aeroporto JFK até Nova York de metrô
Bares rooftops de Nova York: conheça aqui os mais bacanas
Ensaio fotográfico: olhares de quatro estações em Nova York

Em Manhattan, hostels são poucos (não cobram preço de banana), e são raros os hotéis com diárias menores que US$ 200. E pior: essas cifras nem sempre garantem conforto, espaço, ou um serviço à altura – é bem comum pagar caro por um hotel extremamente modesto. Pra você fugir desse gasto excessivo com hospedagem, a gente fez um compilado das melhores dicas pra se hospedar barato em Nova York, com uma seleção de apês do Airbnb pra alugar e hotéis acessíveis.

DICAS DE HOSPEDAGEM EM NOVA YORK

Onde ficar em Nova York, pagando pouco:

VÁ NA BAIXA TEMPORADA

O valor dos hotéis varia drasticamente durante o ano. De janeiro a abril é o período em que você encontra as diárias mais em conta, seguido pelo mês de julho, a primeira metade de agosto e o mês de novembro (tirando o primeiro fim de semana, quando acontece a maratona de Nova York, e o Thanksgiving). Maio, junho, setembro e outubro, Natal e Ano-Novo marcam a época mais cara da hotelaria.

LEIA MAIS: 9 coisas pra NÃO levar na mala e viajar leve

11 livros excelentes pra viajar sem sair de casa

As tatuagens de viagem mais incríveis pra você fazer

Veja os melhores sites pra revelar fotos do Instagram

Todas as dúvidas sobre a lua de mel respondidas

Veja as melhores frases de viagem de todos os tempos

FIQUE EM REGIÕES ALTERNATIVAS

Graças ao sistema abrangente de transportes, você pode estender as opções de hospedagem para outros boroughs (como são chamadas as partes de Nova York), New Jersey e até regiões afastadas dentro de Manhattan. A economia com diárias compensa o deslocamento, e você deve ficar em quartos consideravelmente maiores do que as minúsculas acomodações dos hotéis econômicos de Manhattan.

Upper Manhattan: É a parte norte da ilha, pra cima do Central Park: veja regiões como Inwood, Washington Heights, West Harlem e Morningside Heights, no geral bastante aprazíveis. Nelas passam as linhas de metrô 1, 2 e 3, que entre 15 e 25 minutos te levam a Manhattan.

Brooklyn: A oferta de hotéis econômicos aqui deixa a desejar, mas há centenas de apartamentos disponíveis para aluguel. Williamsburg é o bairro mais badalado do Brooklyn, e fica a apenas 15 minutos da Union Square, em Manhattan. Para pagar ainda menos, vá mais ao sul, a bairros como Brooklyn Heights, Dumbo, Boerum Hill, Carroll Gardens e Park Slope, onde estão áreas residenciais com comércio básico e bons restaurantes.

LEIA TAMBÉM: Sapatos pra viajar que toda mulher precisa ter: veja 56 modelos SUPERconfortáveis

Ganhe até 10 000 milhas por diária na reserva do hotel

Long Island City: É a melhor opção no Queens (não confundir com Long Island). De metrô, com linhas como a N, você chega em 20 minutos na Times Square ou na Union Square, em Manhattan. O lugar também tem bom comércio, atrações como o MoMA PS1, uma ala contemporânea do Museu de Arte Moderna, e belas vistas para a cidade da janela da maioria dos hotéis.

Hoboken: Atravessando o Rio Hudson está esta pitoresca cidade de New Jersey, terra de Frank Sinatra, da famosa Carlo’s Bake Shop, da estrela da TV Buddy Valastro, o Cake Boss, e de vistas cênicas para Manhattan. Os poucos hotéis dali não são baratos, mas há uma ampla oferta de apartamentos para alugar a preços fantásticos. Para chegar use os trens PATH, que saem de estações de metrô da 34 Street com a Broadway, do World Trade Center e de outros endereços. De ônibus também é facíl: pegue o número 126 no Porth Authority Terminal e em 24 minutos você está lá.

ALUGUE UM APARTAMENTO

Com a popularização dos sites de aluguel de temporada, hoje Nova York é provavelmente a cidade do mundo onde mais se vale a pena trocar o hotel por um apartamento, ainda mais se você estiver disposto a alugar apenas um quarto na casa de alguém e escolher as regiões alternativas supracitadas. O o preço é imbatível quando comparado aos hotéis para você ficar significativamente com mais conforto. Quem topar ficar alugar só um quarto na casa de alguém economiza ainda mais. Há ótimas opções no Airbnb como:

Budget Luxury in a Charming Area (US$ 102)

Duplex com pé direito alto lindo no Brooklyn com vista para o skyline de Manhattan, tem academia, lounge com mesa de bilhar e rooftop com jardim e grelha. Fica a uma curta distância a pé da Brooklyn Bridge.

airbnb-new-york

Cozy Studio trendy Hell’s Kitchen (US$ 99)

Hell’s Kitchen tem uma gama de bares, restaurantes e boates da moda abrindo ao lado do burburinho da Times Square. Neste estúdio para até 3 pessoas com decoração moderninha você está a um passo do coração do bairro.

hells-kitchen-airbnb

Steps From Time Square (US$ 80)

Achado baratex próximo a Times Square: apê inteiro para até 4 hóspedes com preço ótimo. Tem paredes de tijolinhos, cozinha integrada ao ambiente, uma cama de casal e um sofá-cama para dois.

studio-airbnb-ny

Spacious Midtown Loft with Terrace! (US$ 349)

A poucas quadras do Empire State, acomoda até 6 pessoas em uma cama queen-size, um sofá-cama e um colchão de ar de casal. É um apê muito gracinha num prédio histórico de tijolinhos marrons que vale o preço.

6-people-airbnb-ny

Beautiful Apt in the Center of NYC (US$ 251)

Bem charmoso, novinho e clean, para até 4 pessoas (tem um quarto com cama de sala e um sofá-cama para dois na sala) em Midtown Manhattan. A linha mais próxima do metrô é a 6. Não precisa levar shampoo.

midtown-airbnb-ny

Wow 2BR/1BA BLDG (US$ 250)

Dois quartos, larga cozinha bem equipada e decoração alegre no Gramercy Park, para até 6 pessoas.

cozinha-apartamento-alugar-nova-york

Sunny Studio in NYC (US$ 70)

Comporta até 4 pessoas em uma cama de casal e um sofá-cama – e dividindo o preço fica de banana. É apertadinho, mas vem todo equipado com o essencial. Costuma também receber viajantes a negócios.

JÁ SEGUE A GENTE NO INSTAGRAM? @betina.neves e @anna.laura

USE ESTES SITES

Diversos sites dispõem de recursos para facilitar sua busca por tarifas menores. A regra de ouro é nunca consultar um só: você vai se surpreender o quanto o preço pode mudar de um para o outro no mesmo hotel e nas mesmas datas.

Booking.com

O site mais óbvio e eficiente de reservas te sugere datas em que a hospedagem está mais barata e tem ofertas de até 70% de desconto todos os dias. Vale fuçar sem fim nas propriedades.

Travelzoo

Faz uma seleção de barbadas do mundo todo, as melhores para cidades dos EUA com muitos hotéis quatro-estrelas, como Vegas, Orlando e Miami, mas também de alguns recém-inaugurados em NY.

Orbitz Labs

Ajuda a reservar hotéis nas datas mais econômicas em 11 cidades – dez delas nos Estados Unidos. Gráficos mostram como as diárias variam com o dia da semana ou a antecedência da reserva.

Hotwire

É o mais conhecido site de “blind booking”, sistema de reservas com descontos anunciados de 35% a 60% no qual o nome do hotel só é revelado após o pagamento – antes você só sabe bairro, infraestrutura, valor da diária, % de desconto e nota.

Last Minute

Encontra hotéis e passagens aéreas para quem pesquisa em cima da hora, alguns até com bons descontos. Agrega também hotéis “secretos”, no esquema de “blind booking”.

Priceline
A empresa americana de reservas encontra ofertas sensacionais em hotéis. O site é em inglês mas mostra os preços em reais.

Oyster

Encontrou um hotel barato pela internet e quer checar se ele não é uma espelunca? A equipe deste site (use a versão em inglês se possível; a tradução para o português é triste) mostra fotos “reais” dos hotéis, sem produção e photoshop, e ainda faz um resumo bem prático listando os prós e contras do estabelecimento.

FIQUE NESTES HOTÉIS

É possível encontrar preços mais razoáveis entre redes internacionais de hotéis executivos, bed & breakfasts simples e aconchegantes e hotéis moderninhos feitos pra quem não quer pagar muito mas não abre mão de design. A seguir, um cardápio de hotéis econômicos – lembre-se de que os preços variam muito de acordo com a época do ano.

LEIA TAMBÉM: Os 11 melhores empregos pra quem AMA viajar
Superlista: 38 pousadas românticas pra curtir o frio no Brasil
Sites confiáveis pra ler resenhas de hotéis além do Trip Advisor

HOTEL EM NOVA YORK: Manhattan

HI NYC Hostel: Nova York é pobre de hostels, esse aqui é o melhor da cidade. Em Upper West Side, tem boas áreas comuns (sala, mesa de sinuca, lanchonete, jardim) e quartos decentes. (RESERVE AQUI!, todos os quartos são compartilhados, diárias desde US$ 50).

The Jane: Hotel, no mínimo, pitoresco, com seus quartos tipo cabines de navios antigas. Bem perto do High Line, Meatckpacking District e West Village, também tem uma salona e bar com estilo retrô e terraço (RESERVE AQUI, diárias desde US$ 99).

Hotel 17Em East Village. Uma pousada antiguinha com quartos limpos. (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 85).

La Quinta Inn & Suites Manhattan: Localização perfeita, entre Union Square e Times Square. Da rede Apple Core, tem instalações novas e decoração aprazível (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 104).

Novotel New York Times Square: Quase do lado do MoMA, hotel de rede com instalações corretas e confortáveis. Tem um terraço gostoso no 7º andar. (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 109).

Jazz on Columbus Circle: Localização mara a duas quadras do Columbus Circle. Quartos são simples, banheiros são bons, áreas comuns são sem gracinha. (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 60 no quarto coletivo).

Chelsea Internacional House: A localização é perfeita, no Chelsea, pertinho do High Line. Beeem simples, é só um lugar limpo pra dormir mesmo. (diárias desde US$ 53 no quarto coletivo).

Row NYC at Times Square: Faz um estilo moderninho, com paredes com cores gritantes com mensagens engraçadinhas. No Times Square. (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 108).

row-nyc

Sohotel: A localização é ótima, entre a Bowery, o Lower East Side e China Town, fora do burburinho turístico de Midtown. O prédio apertadinho não tem elevador nem café da manhã, mas a decoração é descolada, e os quartos são limpos e confortáveis, com dock para Iphone e boas duchas (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 111).

The Bowery House: Fãs de hostels hipsters e da região descolada da Bowery vão curtir este lugar de decoração estilosa, que tem quartos privativos e coletivos. Há uma sala de estar bacana, um espaço com besteirinhas para comer e um ótimo terraço ao ar livre com cadeiras, mesas e pufes (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 130).

NymaDo lado do Empire State, é um hotel executivo eficiente da rede Apple Core, com quartos simples mas espaçosos, café continental gratuito e uma pequena sala de ginástica aberta 24 horas (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 105).

The Out NYCDe fora, o primeiro hotel gay-friendly da cidade já chama a atenção pela arquitetura arrojada, uma espécie de paralelepípedo com estrutura de espelhos e luzes. A poucos quarteirões do Times Square, guarda uma balada, um spa com acesso livre às saunas e hidros, decoração contemporânea e barbadas incríveis para quem está sozinho ou em grupos de quatro pessoas (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 170).

Pod 39A ideia aqui é oferecer quartos bem pequenos, baratos e estilosos, e dispor áreas comuns bacanas. Em Midtown, o hotel tem um restaurante mexicano, um bar no terraço com drinques artesanais e uma ótima área de convivência com outro bar e mesa de ping pong. Não há café da manhã ou serviço de quarto (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 90).

pod-39-hotel-ny

Hudson New YorkNo comecinho do Upper West Side, a duas quadras do Central Park, o hotel com pegada “para ver e ser visto” foi decorado pelo rei do design Philippe Stark, tem bar, um belo terraço no topo, uma balada e uma academia 24 horas. Os quartos são pequenos e os banheiros, menores ainda (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 107).

Mayfair New York: A decoração lembra a casa da sua tia-avó, com papéis de parede de gosto duvidoso, mas os quartos são aconchegantes. Há restaurante, mas não frigobar e nem café da manhã. Fica colado nos teatros da Times Square (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 95).

Herald Square Hotel: Costuma servir quem vai aos eventos do Madison Square Garden, bem pertinho. Tem quartos simples, limpos e funcionais, sem charme, mas com preço até que ok para os padrões nova-iorquinos (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 109).

Aloft HarlemHotel de design com acomodações grandes e um lounge descolado no lobby. Está instalado no West Harlem, muito perto da estação de metrô da 125 Street, onde linhas expressas levam a Times Square em 15 minutos (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 170).

Marrakech HotelA sete minutos a pé do Central Park, é todo decorado com motivos marroquinos, e tem lounge e bar. Não há elevador (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 109).

HOTEL EM NOVA YORK: Long Island City, Queens

The Local NYC: Num loft com instalações novas, faz o estilo moderninho, com móveis descolados. Quartos são apertadinhos mas limpos e com boas camas. (RESERVE AQUI!, diárias dede US$ 50 no quarto coletivo)

Hotel Vetiver: A área ao redor não é atraente, mas o hotel fica do lado do metrô. Os quartos são novos, espaçosos e bem decorados, alguns com varanda e outros com cozinha (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 125).

Nesva Hotel: O hotel-butique econômico, quase em frente ao hotel Vetiver, tem panorâmicas para a cidade nos quartos do quarto andar para cima, elevadores novos e café da manhã gratuito (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 110).

Paper Factory HotelNuma antiga fábrica de papel, o hotel remete ao seu passado industrial na decoração, a exemplo das lâmpadas constituídas por canos, e usa também elementos vintage (como frigobares e rádios) e outros curiosos, como cabines telefônicas britânicas no lobby. Há salão de jogos, bar, restaurante e academia, e está do lado da estação 36 Street, onde passa a linha R, que leva em 22 minutos a Union Square (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 126).

paperfactory-hotel

HOTEL EM NOVA YORK: Brooklyn

Nu HotelÉ um hotel-butique muito bem localizado na charmosa Smith Street, perto de lojas e restaurantes descolados e da linha azul do metrô. Os quartos são bem equipados e há bar, academia e café gratuito (mas nada de serviço de quarto e restaurante). Pets são bem-vindos (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 140).

Sheraton Brooklyn New York Hotel: Segue o padrão da rede, com quartos bons, piscina aquecida e restaurante. A localização é conveniente, perto do Brooklyn Bridge Park e de Dumbo (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 175).

Best Western PLUS Prospect Park Hotel: Confortável, de frente para estação de metrô onde passa a linha R – ou seja, dá para ir a Union Square ou Times Square sem fazer baldeação (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 100).

Hotel Le JolieApesar de ficar de frente para um viaduto feioso, está a poucos minutos de caminhada das lojas, restaurantes e bares de Williamsburg, e também tem acesso fácil a Manhattan por metrô. Os quartos são novos, com decoração sóbria e camas boas, e há café da manhã gratuito (RESERVE AQUI!, diárias desde US$ 149).

Há 1 comentário para “Manual definitivo pra se hospedar barato em Nova York (com hotéis e apês!)

  1. Prezados viajantes! Gosto desse site Viajenaviagem e escuto o Ricardo Freire no radio tb… quero deixar uma dica… Quando fui a New York estava com receio de me enrolar por la, entao me recomendaram uma Brasileira que hospeda turistas em seu apto, foi muito melhor do que eu esperava, uma pessoa incrivel, me buscou e levou no aeroporto, deu muitas dicas de lugares em Nova Iorque… Vale a pena contata-la. Dados dela: Zeti Costa, Wzp +1 (347) 256-8217

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *