Rooftops de Nova York: vistas escandalosas, gente bonita, música, bons drinks e a cidade com o ritmo mais frenético do mundo.

LEIA MAIS: Como ir do aeroporto JFK até NY de metrô

Manual definitivo pra se hospedar barato em Nova York (com hotéis e apês!)

Roteiro completo de 3 dias em Nova York para principiantes

OS 7 MELHORES ROOFTOPS DE NOVA YORK

Le Bain (The Standard High Line)

O disputado rooftop de Nova York do The Standard High Line, com vista completa de Downtown Manhattan, o Rio Hudson e relances do Empire State, ocupa três pisos do descolado hotel no burburinho do Meatpacking District e reúne muita gente bonita e bem vestida. Além dos bons drinks, também dá pra provar os crepes de chocolate em um dos pufes virados pro novo One World Trade Center e assistir ao pôr do sol. Vale entrar na fila perto das 17h pra não perder o show de cores – o embalo da noite vai até de madrugada, principalmente no verão.

Os melhores rooftops de Nova York

230 Fifth

Rooftops de Nova York: bem localizado no 20º andar de um prédio comercial da Quinta Avenida e famoso pela proximidade com o Empire State e com o Chrysler Building, o 230 Fifth tem baladinha no andar inferior e o maior rooftop da cidade (cabem até 500 pessoas), com coqueiros e mesas grandes com guarda-sóis, ótimas pra não ficar só nos petiscos. No inverno, o estabelecimento oferece, fora a calefação ao ar livre, “iglus” aquecidos, com direito a cobertores e robes vermelhos aos clientes. Há brunch aos finais de semana (das 10h às 16h), e, entre os drinks, o destaque vai pro mojito de frambrosa por $ 14.

Os melhores rooftops de Nova York

Lemon’s (Wythe Hotel)

A uma estação de Manhattan com a linha L do metrô, o ótimo Lemon’s, no rooftop do Wythe Hotel, em Williamsburg, é o melhor endereço do Brooklyn pra ver o dia indo embora com o skyline da cidade ao fundo. Com décor descolado em tons vibrantes, o bar é frequentado por gente igualmente descolada, que, depois de se aventurar em drinks tropicais – como o Mango A-Go-Go, por $ 16 – e petiscos bem servidos – atenção especial para os chips com guacamole por $ 9 –, parte pro vizinho Brooklyn Bowl, mistura de baladinha e boliche, também bem legal. Antes, a boa é a conhecer ali do lado a fábrica da Brooklyn Brewery.

Cantor Rooftop Garden Bar (The Metropolitan Museum of Art)

Combinando uma vista privilegiada para o Central Park e uma visita a um dos pontos turísticos mais famosos de NY, o MET (The Metropolitan Museum of Art), o resultado será o Cantor Rooftop Garden Bar, no 5º andar do museu. O espaço todo arborizado tem poucas mesas e é bem aberto, ou seja, pode ficar um pouco quente nos dias ensolarados. É um rooftop mais visitado durante o dia, já que apenas nas sextas e sábados fica aberto até de noite. A abertura é sazonal, de abril a outubro. O Cantor é como uma extensão da experiência que se tem no MET, já que sempre há alguma instalação artística no local.

Bookmarks Lounge (Library Hotel)

Próximo à Grand Central Station e à New York Public Library, este rooftop é todo temático: no 14º andar do Library Hotel, o Bookmarks Lounge é um refúgio em Nova York para os amantes de literatura. O diferencial são seus drinks literários, como o The Pulitzer e o Tequila Mockingbird, por US$ 18. O ambiente decorado em tons terrosos é bem charmoso e acolhedor. Não é a melhor vista de NY, então pode decepcionar quem quer ter uma visão ampla da cidade. 

LEIA TAMBÉM: Nova York lado B: dicas da Big Apple além do óbvio

Refinery Rooftop (Refinery Hotel)

No topo do Refinery Hotel, fica aberto sete dias por semana durante o ano todo. Além disso, você pode conhecê-lo em diversos momentos: almoçando lá durante a semana, tomando um brunch no final de semana ou experimentando um de seus vários coquetéis à noite. A vista para o Empire State Building é garantida nesse espaço descolado de decoração industrial chic, com parede de tijolos expostos, lareira e estruturas de ferro.

JIMMY (The James Hotel)

O JIMMY é um rooftop moderno e luxuoso localizado no Soho, um bairro super cool. O espaço interno em tons de roxo e cobre é digno de um episódio de Sex and The City. As janelas que vão do chão ao teto permitem uma visão 360º do skyline da cidade. Para experimentar algum dos drinks especiais, como o Pumpkin Moscow Mule, é preciso desembolsar US$ 19. No verão, os não-hóspedes podem aproveitar a piscina do rooftop em pool parties organizadas pelo hotel.

Dica: após escolher quais rooftops de Nova York você quer conhecer, faça reserva. Muitos deles são bem disputados, principalmente em alta temporada. A maioria das reservas podem ser feitas pelos próprios sites dos estabelecimentos. Garanta seu lugar com antecedência e aproveite a vista da Big Apple.

novayork

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo