arrumando a mala


9 coisas pra NÃO levar na mala e viajar mais leve

Viajar com pouca bagagem é quase uma arte e pode melhorar muito as férias:

você facilita seus deslocamentos, faz e desfaz a mala mais rápido quando for trocar de hotel e ainda pode usar aéreas low costs pelo mundo (que cobram fortunas pra despachar a tralha). Aprenda a viajar com pouca bagagem com 9 dicas do que NÃO levar na viagem.

Coisas que você nunca usou

Sabe aquele casaco lindo que você está esperando uma ocasião especial pra usar? E aquela blusa que você comprou há meses e não vestiu ainda? Pois bem, o momento ideal pra estreá-los não é na viagem. Atenha-se aos itens que você sabe que são confortáveis e que caem bem em você. As chances daqueles que você nunca usou ficarem no fundo da mala são gigantes, já que na hora H acabamos apostando no que já estamos acostumados.

Uma roupa pra cada dia

Pra viajar com pouca bagagem, tente combinar cada peça com pelo menos outras duas. Por exemplo, uma calça com duas blusas, sendo que cada blusa combina com uma saia e mais outra. Dá pra diminuir o volume da bagagem pela metade assim. Desencane de não repetir roupas, o importante é a praticidade.

LEIA MAIS: Tatuagens de viagem incríveis
11 livros excelentes pra viajar sem sair de casa
As melhores frases de viagem de todos os tempos

Shampoo, condicionador e cremes na embalagem original

Reduza peso e espaço ao transferir líquidos pra embalagens menores, de 100 ml a 300 ml. Elas são facilmente encontradas em farmácias, logo, nada daqueles frascos do tamanho de tijolos ocupando espaço. Outra opção é guardar embalagens de amostras de produtos ou mesmo de hotéis e reutilizá-las na hora de arrumar a mala.

Sapatos desconfortáveis e não práticos

Calçados são pesados e ocupam muito espaço. Foque naqueles que não vão machucar seus pés depois de um dia inteiro batendo perna e leve um par de cada, dependendo do destino: um chinelo, uma sandália, um tênis. Opte por cores sóbrias pra combinar com mais roupas – ninguém disse que viajar com pouca bagagem seria tão fácil assim.

Livros e revistas

Não, você não vai compensar tudo o que não leu no ano nas férias. Escolha um livro e uma revista no máximo e seja coerente com quanto poderá dedicar à leitura. Se estiver na estrada por um tempo, pense em levar um tablet ou e-reader.

Joias, bijuterias e relógios

Eles são pequenos, mas em excesso fazem um baita volume. Você dificilmente vai se emperiquitar tanto durante a viagem e ainda corre o risco de ser roubado em algum momento. Escolha um ou dois brincos, um colar e fim.

Mil opções de look balada/restaurante chique

A não ser que a sua viagem seja focada nisso, carregue apenas um look arrumadinho pra alguma saída noturna e, de preferência, algo que você já está acostumado a usar e sabe que funciona. Nada de levar 500 opções pra decidir na hora. Se faltar algo, nas cidades grandes sempre vai ter uma loja tipo Zara e H&M (ou até outras mais baratas) pra te socorrer.

Muitos eletrônicos

Laptop, câmera, celular, iPad, GoPro, Kindle? Eleja no máximo dois gadgets. Hoje em dia celular tem câmera top, e-mail pode ser lido no iPad, etc. E, com exceção de quem viaja a trabalho, desencane do computador.

A caixa de maquiagens inteira

Selecione um pó, um rímel, uma base, um lápis: os itens-chave. Não precisa daquele estojo de sombras completo (que nem em casa você usa). De novo: viajar com pouca bagagem pode não ser tão agradável, mas compensa o esforço.

Excesso de calças jeans

Elas fazem peso e ocupam espaço. Aproveite que são versáteis e não sujam tanto e economize em quantidade.

Queremos ouvir vocês: quais as suas dicas pra viajar com pouca bagagem?

Há 176 comentários para “9 coisas pra NÃO levar na mala e viajar mais leve

  1. Essas listas não servem pra nada, cada um tem suas necessidades e seus gostos. Se você se sente bem trocando todo dia de roupa, leve uma roupa diferente pra cada dia. Se vc se sente bem trocando de brinco, relógios, colares e pulseiras todo dia, leve vários. De que adianta a mala vazia se a pessoa não está se sentido bem ??? Nem consegue aproveitar direito a viagem!!! Levem o que vai fazer vc se sentir bonita !!!! Com certeza sua viagem será muito mais produtiva.

      1. Concordo plenamente com você. A pessoa deve ser do estilo que viaja com 30 malas e, ainda diz que não tem nada pra usar quando for comer no Mac

        1. Olá Roseane! Não como no Mac quando viajo, prefiro conhecer lugares legais para comer e pode ter certeza que não fico em dúvida sobre o que vestir em nenhum momento, pois levo as coisas apropriadas e necessárias para todos os dias!!

    1. Hora nenhuma post fala d viajar de malas vazias. Intuito é viajar leve, mas não sem nada.
      Pra que viajar cm 7 relógios (daqla coleção q combina cm aquele ou esse look)?
      Ou diversos modelos de óculos escuros?
      A lista fala de uma maneira ampla e pra qm tem conceito clean d viajar.
      Não precisa levar meio guarda roupa para viagens de curta/média duração.
      Agora se você se sente bem carregando 4 malas na hora d viajar… tudo bem?! Mas só não crítica post sobre isso se nem mesmo consegue entender conceito “leve”

        1. Vc parece nunca ter viajado um mês pela Europa… Se tivesse viajado, concordaria. Impossível carregar muita coisa na mala quicando por vários países usando cia low cost! Kkk

          1. Além de subir e descer escadas para pegar o metrô principalmente em Paris que não tem escada rolante!

          2. fiquei de 18/01/2016 a 13/02/2016 rodando por Itália e frança com uma mala de rodinhas pequena e minha esposa tb, no começo foi difícil convence-la de levar uma mala pequena, mas ela levou pouquíssima coisa e abusou somente nas toucas, e cachecóis, pois fomos no inverno ……. e com uma mala pequena também, e cada mudança de cidade lavávamos as roupas usadas, meias e cuecas e calcinhas lavávamos no banho e colocávamos pra secar nos aquecedores do quarto. como a minha era a 4ª viagem foi difícil convencer a esposa sobre a quantidade ….. mas fomos com pouca coisa e não nos arrependemos …… pois fizemos todos os transfers de trem e é mais fácil colocar no bagageiro …….. ( FOMOS PARA ROMA, NAPOLES, FLORENÇA. BOLONHA, VENEZA MILÃO E PARIS ………

          1. Diana, ai que vc se engana!! Viajo muito e com a bagagem que me deixa satisfeita e posso te garantir que aproveito muito cada momento e cada experiência vivida!

          1. Analu, antes de vir aqui falar bobagem, vai fazer um curso de português pra aprender a escrever!!! Não economiza com estudo não!!!!

      1. Isso 🙂 a gente vota em viajar leve porque rodamos muito por aí e vimos que levar malas menores acaba sendo sempre melhor (na nossa situação). É apenas um post sobre um tema, dividindo dicas, não é uma obrigação pra ninguém. Obrigada, Laryssa!

        1. Olá! Depois de viajar muito e pagar excesso de peso em alguns momentos, achei um jeito de diminuir o volume com sapatos. São os primeiros itens que escolho. Poucos e versáteis. Depois monto as roupas que combinam com eles. Da super certo.

          1. oi pagar excesso e caro fui de um pais para outro de aviao paguei 100 eros poe 6 kg . e venesa colocar no barco e caminhar venesa ate hotel tem que ser uma mala so e leve .parabens a reportagem esta otima

    2. Oi Leticia! Aqui estão listadas sugestões pra quem gostaria de viajar leve. Se você se sente melhor tendo várias opções, sem problemas! Beijos 🙂

    3. Não consigo usar a mesma roupa dois dias . Camisas ou blusas sempre tem que trocar , acho que calça também! Se for com um grupo e sair para jantar em lugares mais sofisticados, como fazer? Levar uma só roupa melhor para dez dias?

    4. Amei! Quero conhecer o mundo enquanto ainda tenho joelhos. Amei as dicas. Desapegar não é fácil, somente com experiência. Com mais idade é impossível carregar muito peso, tem que ser leve para não perder nada, nem o bom humor. Viajar e relaxar realmente é para poucos. Parabéns!

  2. Adorei. Sempre procuro diminuir, mas parece q tem época estamos um pouco inseguros e aí com pensamos na bagagem. Vou seguir seus conselhos e se mais “leve”.

  3. Concordo Letícia, não sei pq as pessoas insistem nessa história de pouca bagagem. Não há necessidade de se levar a casa junto, mas cada um tem suas necessidades. Acho que cada um deve levar aquilo que vai fazer ela aproveitar bem o passeio. Já vi gente levando pouca coisa e acabou faltando alguma item importante ou gente que fica usando vários dias a mesma jaqueta e fica cheirando de suor. Sem contar as fotos neh, vc fica vinte dias viajando e quase todos os dias com a mesma roupa, ninguém merece!

    1. Compartilhamos as dicas pra quem, assim como a gente, gostaria de viajar com cada vez menos bagagem. Não é uma regra e não serve pra todo mundo, sem dúvidas 🙂

      1. Só falta algo em viagem para quem não compõe os looks antes de fazer a mala, gosto de fazer fotos , mais uma dica boa é trocar as echarpes c o mesmo casaco, faço maquigem basica c batons de varios tons , as fotos ficam todas diferetes, da pra viajar bem arrumada c pouca coisa por um mes, bom demais viajar leve, objetivo de viagem é conhecer e curtir cafa canto!

  4. Acho que cada um deve levar o que acha necessário! Sem regras, afinal é uma viagem, um passeio, um momento pra se aproveitar e não pra se estressar! se pouca roupa de deixa estressado, é melhor levar mais itens!

  5. Não concordo com a lista, se você pode se dar ao luxo de viajar com muitas coisas, aproveite! Onde está escrito que temos que levar pouca bagagem? Quem criou essa regra? Hoje em dia parece que todos sabem o que é certo e quem pensa diferente está errado. Vamos levar o que faz a gente se sentir bem! Se você é daquelas que gosta de trocar de óculos escuros todo dia, leve seus óculos e pronto! se gosta de trocar de brinco todo dia, leve 10 brincos e está tudo certo também.

      1. Meu Deus, como é difícil entender coisas simples!
        Quantas opções tem uma mulher de parecer diferente a cada dia só com penteados?
        Uma jaqueta com cada penteado já são vários figurinos.
        Junte-se a isso um cachecol, echarpe ou pashmina e o número encontrado acima, já dobra…
        Cabelo solto sem jaqueta
        Cabelo solto com jaqueta
        cabelo solto com jaqueta e cachecol
        cabelo solto sem jaqueta e chachecol
        O mesmo figurino com cabelo preso, com rabo, com trança, com coque em cima, com maria chiquinha…

        Bem, criatividade é o que não falta às meninas mas o texto é para quem quer viajar com pouca coisa, não tem que gostar ou desgostar de viajar com pouca coisa, entendeu, gente, é questão de preferência e necessidades, se for gosto, cada um faz o seu de acordo com suas possibilidades. Podemos nos focar nas dicas para viajar com pouca coisa?

    1. Eu já vi gente que teve que deixar bagagem no quarto de amigas porque não cabia no seu. Melhor levar só o que se pode carregar, ou …. ter dinheiro sobrando para acomodar seu ego. Cada um escolhe sua maneira de viver conforme suas necessidades. Amei as dicas!!!!! Apesar de levar poucas coisas sei que ainda posso deixar a mala mais leve. Agradeço muito.

    2. Já fui, de sentar na mala para fechar….Além do peso, trouxe quase tudo sem usar…….O básico é tudo…….se preciso compro no lugar que estou visitando….e aproveito para trazer coisas diferentes…

  6. Sem regras, as vezes estou mais empolgada, quero fazer looks diferentes e levo bastante coisa. Pra mim isso também é um divertimento e faz parte da viagem!

  7. Melhor viajar com pouca coisa e evitar pagar excesso de bagagem. Melhor: tendo folga pra comprar e trazer coisas interessantes da viagem!

  8. A não ser quando voce SABE que o local pra onde vai viajar tem dificuldades… Fui a Cuba há dez anos e levei praticamente uma mala de comida, por causa do bloqueio sofrido pelo país. Na volta, doei por lá o que não consumi e novamente tive espaço na mala para poder transportar o que quisesse, hehehe

  9. Amei o artigo, obrigada à autora :)) Gente, essas dicas são pra quem quer viajar leve.
    Vai carregar uma mala de 32 kg num trem na Europa, em uma low cost, numa rua esburacada ou no metrô – que nem sempre tem elevador?
    Claro, se vc tem motorista ou está em um cruzeiro, beleza ;))

  10. Acho que podemos viajar leve com bastante coisa. Muitas vezes, trocar de roupa, sapato, bolsa e cada dia usar um acessório diferente faz parte da viagem e é um ótimo divertimento para quem gosta e não tem tempo de se arrumar tanto no dia a dia, então, a viagem é uma ótima oportunidade para se arrumar um pouco mais.

  11. Gente, as dicas são para quem vai por exemplo para Europa, e fazer vários trajetos de trem. Será bem prático se você tiver pouca bagagem ( nem tem como acomodar muita coisa mesmo). Subir e descer de trens, prá lá e prá cá carregando muitas malas, não rola!!
    só isso.

  12. Fiquei 30 dias em Londres e usava quase todos os dias uma havaina!!!!
    Lá era super chique!!! Uma coisa que aprendi é roupas que não amassam e que precisam de poucos cuidados para lavar!!!
    Calcinha e meia velha para ir jogando no lixo!!

  13. Amei as dicas, sempre fico preocupada com excesso de bagagem. Saber “fazer “uma mala prática e organizada, com toda certeza ajuda muito , principalmente qdo temos a intenção de fazer umas comprinhas, acho que estou no caminho certo.

      1. Concordo. Na minha primeira viagem aos EUA levei uma mala dentro da outra para poder comprar . Na volta voltei com duas malas cheias e mais a mala de mão tb explodindo….. OBS.: Podia ter trazido mais novidades mas não tinha espaço porque levei uma mala cheia de roupas que não usei nem a metade!!!!!! Achei ótima as dicas. Eu agora aprendi: Qto menos se leva mais a gente consegue trazer!!! kkk

  14. Gostei! É bem assim que organizo a minha mala! Outra dica é, se der para lavar algumas peças de roupa, levar camisetas lisas e lenços para variar o look! Ano passado fiz uma viagem longa e voltei com quase o mesmo peso da mala! Fui deixando roupas e até tênis pelo caminho…desapego total!

  15. Trabalho 8 meses embarcada em navio de cruzeiro, gostaria de levar a casa juntos, mas tento ser o mais comedida possível. Adorei as dicas, com certeza dessa vez levo menos coisas desnecessárias.

  16. As pessoas fazem mimimi por tudo, o post não criou regra nenhuma, não impôs nada…a dica É para quem quer viajar com menos bagagem, se vc gosta de viajar com um armário de rodinhas é problema seu, sinceramente não sei nem pra quê resolveu ler o post se já no título mostra do q se trata. Aí faz um comentário só pra encher o saco, vai viajar e ser feliz e pronto. Ou se não vai fazer um curso de interpretação de texto, tbm vai ser bom.
    Achei muito bom o post e interessante (pra quem se interessa ppr viajar leve, difícil de entender? ??)…Sempre viajei leve e desde sempre uso dicas como essa.

    1. Adorei sua resposta. Tem gente q nao captou q as dicas sao “para quem quer viajar leve”. Sou mochileira, ja adoto todas essas dicas e adoro lugar sobrando na bagagem para compras, ainda mais na Europa.

  17. Muito boas as dicas, ainda acrescento mais. Claro sugestões para pessoas que querem curtir o “destino”.
    Existem roupas, principalmente camisetas , fáceis de lavar e que não precisam passar. Se vc ficar mais de um dia em casa cidade pode tranquilamente lavar e ter que levar ainda menos roupa. Calça jeans também são excelentes pois podem ser usadas mais de um dia.
    Eu e meu ex marido fomos a Europa e ficamos 33 dias. Levamos apenas uma mala média e duas mochilas. Isso facilita na hora de pegar transporte coletivo, favorecendo o deslocamento.

  18. Muito Boa a matéria e quem tem experiência em viajar vai entender perfeitamente , ja vi pessoas levarem , bobis de cabelo e secador , e depois reclamar o tempo todo de escadas , falta de elevador etcetc e precisar de ajuda , pra puxar a bagagem .. bem coisa de suburbano …..

  19. Viajar leve ou não, pra mim, depende do perfil da viagem. Quando é uma viagem com mais comodidade, que vc fica em apenas um local e precisa levar a mala apenas do aeroporto pro hotel, não me importa tanto em levar um pouco mais de peso, mas quando se opta por um mochilão qualquer grama a mais pesa e pesa muito. Não me importo em voltar com roupas não usados na mala, mas estou planejando um mochilão e essas dicas vão ajudar muito.

  20. Tem gente que se preocupa com as fotos! Como vou sair em todas as fotos com a mesma roupa? Levam 2 bolsas! Vários casacos de frio. Eu ainda não sei viajar leve mas procuro ser o mais prática possível!

  21. Na minha opinião a mala tem que se adequar a cada tipo de viagem, por exemplo, uma viagem de carro, onde não há o problema de carregar uma mala pesada por longas distancias, ok, leve o que quiser, mas pense em uma viagem para Paris, onde você dependerá do transporte público, que é o meu caso, que deverá arrastar uma mala trambolho por escadarias e mais escadarias, a elegância acaba ali, se tiver alguém para ajudar, ótimo, caso contrário, a viagem se torna um sofrimento. Ainda não consigo fazer uma mala compacta, mas ela esta menor a cada viagem, sem perder a elegância, mas colocando o conforto e praticidade em primeiro lugar.

  22. Visão masculina: comece a arrumar a mala pelos sapatos que é o que ocupa mais espaço. Se for viagem de férias, um a dois tênis, que vão com qualquer roupa, chinelo (se for para a praia). Viagens que demandam um pouco mais de formalidade, um sapato, preto ou marron. Nesse último caso, as roupas e o cinto deverão combinar com o sapato. Por exemplo, não funciona calça preta com sapato marron, em geral. Dentro dos tênis ou sapato (na medida que não estejam com cheiro estranho) dá para colocar um monte de coisas com vantagem de irem protegidas: perfume, pasta de dentre, escova (dentro de caixa, é claro). É dispensável necessaire.
    Considerar a hipótese de comprar durante a viagem alguma roupa e nesse caso reduzir a quantidade com que sai de casa. Lavar roupa em hotel sai caro e muitas vezes vale mais a pena comprar algo novo. Se for com roupas sintéticas (apesar de não muito cômodas) pode lavar no próprio quarto. Dica: entrar vestido no chuveiro e usar o sabonete na roupa. Depois de bem esfregado, enxaguar, desvestir, torcer e usar toalha para acomodar a roupa úmida. Enrolar bem apertada a toalha com a roupa dentro, e ela sairá com bem pouca umidade. Em climas frios, onde existe radiador (calefação) no hotel, ali será um ótimo local para secar a roupa. Uma noite é suficiente. Na praia, deixar ao sol que dá no mesmo.
    Levar cuecas e meias sintéticas (para usar com o sapato e os tênis). São mais fáceis de lavar e secar. Não esquecer um talco para os pés, para manter os calçados e os pés sem cheiros ruins.
    E, é claro, leve uma mala que caiba tudo, e sobre espaço. Uma lembrança sempre cai bem para futuras recordações.

  23. Acho que essa é uma daquelas coisas que no fundo a gente sabe, mas tem receio de seguir. E precisa de alguém com mais experiência confirmando que realmente não vale a pena, para que a gente dê ouvidos! Se é que me entendem… Rs
    Com certeza vou seguir essas dicas na minha próxima viagem!

  24. Amei as dicas!!! Levar pouca bagagem nos ajuda a curtir ao máximo os locais que vamos visitar. Fiz uma viagem de 20 dias com uma prima, apenas com uma mala de bordo cada uma. Não tivemos problema algum. Desse jeito conhecemos 9 cidades em 3 países. Havia feito uma viagem anterior com uma big mala, tendo tudo que vcs possam imaginar e ela foi um transtorno durante toda a viagem. Desde então, não consigo mais andar com nada além de uma mala de bordo. Fácil de transportar, evita filas no desembarque, guarda em qualquer guarda-volumes baratinho.

  25. Quem já andou de trem pela Europa sabe muito bem como essas dicas são preciosas. Principalmente pra quem está só, facilitar a locomoção é imprescindível! 😉

  26. Adorei o post, muito útil. Hoje em dia, depois de mais de 10 viagens a Europa em 4 anos, eu aprendi e levo poucas coisas e combino roupas, porque nas 2 primeiras viagens eu levava muitaaaaa coisa que não usava e a mala quase não fechava rsrsrsrs. Agora, eu trago a mala cheia. 😉 rsrs

  27. Levo o mínimo na mala,tipo uma calça q combine com 4 a 5 blusinhas, pra fazer passeios durante o dia . Volto com a mala cheia de novidades ! Adoro viajar !

  28. Ótimas dicas! Eu já pratico todas elas! Muitas eu aprendi com a experiência mesmo. Depois de carregar mala pesada pra lá e pra cá a gente vai aprendendo a se desprender de certos objetos na hora de viajar. 😉

  29. Eu tenho praticado isso desde que me entendo por gente. Para mim fica tudo mais fácil porque eu adoto o estilo básico no meu dia a dia. Então para viagens, minha mala é leve, fácil de aprontar (em menos de meia hora está tudo arrumado) e pequena também. E como muitas leitoras falaram, dá até para você comprar coisas do local para onde vai passear. Uma dica que eu dou é dobrar as roupas como se fossem rolinhos de sushi, porque elas não amassam e ocupam menos espaço na mala. =)

  30. Adorei o post! Quem viaja com frequência a trabalho ou lazer entende bem o que significa “leve”. Algumas dicas já pratico como embalagens menores para cosméticos, 2 pares de calçado e 1 chinelo… Mas amei a dica sobre combinação das peças de roupa!!
    A cada viagem tenho diminuído minha bagagem: não levo calça jeans em hipótese alguma (muito volumosas e pesadas), prefiro leggins e modelos de tecido tipo poliéster. Escolho camisetas e vestidos monocromáticos para usar com lenços de tecido tipo seda coloridos (muito leves, ocupam quase nada de espaço na mala), necessaire e bolsinhas de tecido sintético para colocar cosméticos e objetos pequenos.

  31. Lembrando que esse post é PARA QUEM QUER VIAJAR LEVE!!! Se você não procura isso, leia outro post!!!
    Uma coisa que eu gosto de fazer é deixar para comprar Shampoo, condicionador e sabonete no meu destino, pois sei que não resistir começar a viagem procurando uma farmácia ou supermercado mais próximo. Sem contar que já entra para conta das “lembranças” da viagem que gosto de usar mesmo chegando em casa, assim como temperos locais, chás, cafés diversos.
    Eu escolho iniciar a viagem leve para dar lugar as comprinhas.

  32. Pratico viajar levando cada vez menos bagagem pois ja passei por varias situacoes de ter de carregar e puxar malas pelo meio da rua, subir escadas com elas, hoje me sinto mais segura em levar bagagens pequenas e adoro ler os posts sobre o assunto.
    E li post interessante essa semana de que a gente conhece o viajante pelo tamanho da mala

  33. Concordo plenamente com as orientações do post. Gosto de levar pouca coisa , principalmente qdo vou para fora do país, sempre dá vontade de adquirir novidades encontradas por lá e o excesso de bagagem não nos deixa comprar o que gostaríamos. Realmente tem gente chata que arruma problema pra tudo até para quem quer com sua experiência ajudar . Muito obrigada pela abordagem do assunto.

  34. Sugestões sempre são válidas. Temos que aprender a ser práticas. Gosto de deixar espaços para comprar novidades. Agradeço as sugestões.

  35. Sempre gosto de chegar no quarto do hotel e usar um chinelinho confortável depois de um dia de caminhada ! Pode parecer bobagem mas cada 100gr que você diminui faz diferença. Ganhei um chinelo feito de tecido não tecido em uma viagem que fiz e ele é fantástico ! Tem sola super fina e cabe até nos compartimentos de papéis da mala. Ótimo presente que hotéis e lojas de viagem podem oferecer !

  36. Meeeo-paaaai! Que gente chata! Não conseguem entender que são dicas para quer QUER viajar com menos bagagem! Quem quer carregar a casa na costa deve procurar um blog com dicas para quem quer ser burro de carga! Tá difícil se fazer entender, viu!

  37. Olá! Com 2 filhos pequenos, não rola viajar com muita mala. Já nos acostumamos: são 2 malas para tudo dos 4, incluindo aí fraldas, mamadeiras e afins. No meu caso o segredo é procurar quando possível hospedagem em flats onde possamos lavar roupas, então não levamos de modo algum uma muda de roupa por dia. Além disso, com criança pequena (ainda de fralda) a quantidade de roupa é sempre uma incógnita: um dia pode ter vários vazamentos de xixi, outro nenhum.

    Normalmente levo 1 tênis, 1 chinelo e 1 sapato apenas. Como a mala volta mais vazia (sem fraldas ou leite em pó), sempre tem espaço para umas comprinhas de férias!

    Não levamos mala de mão tradicional (rodinhas) porque com crianças é bom ter as duas mãos livres. Então no geral cada adulto vai com uma mochila, que faz as vezes de bolsa de fraldas e vai lotada de entretenimentos infantis para a viagem.

    Para a gente funciona bem! Mas não tem uma fórmula única, cada pessoa tem que descobrir o que é melhor para si. Eu costumava levar mil coisas e aos poucos fui ficando mais minimalista e mais prática (a maternidade ajudou bastante nesse quesito).

  38. Vou confirmar o que o Eduardo disse e acrescentar alguns fatos e observações. Viajo sempre com minha esposa e, fato, o peso de nossas malas só vem reduzindo (aumenta no ultimo dia por causa das varias garrafas de vinho). No inicio eu levava o conjunto de tres malas uma dentro da outra sendo que a menor levava na mão. Minha esposa levava o conjunto todo separado e cheio. Não cabiam todas em porta malas nunhum. E sabem, era foda carregar e puxar tudo. Aderimos ás calças, camisas e meias de tecido sintético dry fit. Lavamos o que precisa pelo caminho. Para mim camisas pólo dry fit são essenciais e permanecem sem odor por mais de um dia (use desodorante 48horas). Uma dica para os amantes de vinho: sabem aquele plastico bolha azul que recobre piscina, pois é, é indispensável. Resistente e, cortado no tamanho ideal, embrulha uma garrafa(vinho, azeite etc) por vez. Por fim adequamos tudo ao tamanho e ao local da viagem. Ler sobre o destino é viajar mais.

    1. Sabe o que funciona bem pra garrafas? Fraldas descartáveis, que vc compra em qquer farmácia. Protegem a garrafa e ainda absorvem o líquido em caso de acidentes 🙂

  39. Achei as dicas ótimas. Viajei para fazer para fazer o Caminho de Santiago com pouca roupa na mochila. Deu certo. No ano seguinte viajei para turismo já pensando em restaurantes, shows. Levei roupa que nem usei. No ano passado levei pouca bagagem e ainda deve coisas sem usar. Esse ano decidi. Somente o essencial. Uma mala dssass que pide levar no aviao.Shampoos, condicionadores, cremes pode se comprar lá, se precisar de uma peça extra também pode se comprar em qq lugar como foi sugerido. Aprendi observando os alemães. Eles aproveitam tudo com roupas leves,sandálias e tênis de caminhadas. Em geral o europeu não se preocupa muito com o que vai vestir. Importante é usufruir da viagem. Essa coisa de levar a casa nas costas e mais do brasileiro.

  40. Faço as mala de acordo com o roteiro. São ótimas dicas. Perfume, maquiagem e bijuterias eu não levo porque já sei que vou comprar. Deixo sempre espaço para comprar roupa e sapato que tornam-se lembranças dos locais visitados. A história do tênis velho que deixamos pelo caminho tem seus imprevistos. Em nossa viagem ao Butao meu marido levou um tênis velho e na correria acabou não dando tempo de comprar outro, resultado : na caminhada para conhecer o templo do Ninho do Tigre ele teve que remendar o tênis com fita adesiva e barbante!😂😂😂

  41. Sou adepta de viajar só com mala de mão, mesmo nas viagens com duração de 15 dias pra Europa no inverno!
    É super possível!

    Dicas:
    Se viajar com uma amiga, combinem de levares dois casacos cada uma e quem sabe revezar.
    Vista o seu maior calçado no avião, já economiza um espaço na mala!

  42. Conceito simples e claro de auto-sustentabilidade! Leve o que puder carregar. Obviamente quem “viaja para facebook” não se enxerga nesse texto. Péssimos companheiros de viagem. Hehe
    Por mais “viagens para você mesmo”, eu voto sim!

  43. Povo cansativo viu ???? Não sabem interpretar nada… o lema ė discordar…..😈 ,#deusmelivredegentechata. Essa mala ė de gente inteligente ,que topa tudo e aproveita a viagem como ninguém! Obs: minha mala ė quase só isso mesmo e dá super certo !

  44. Amei o post!
    E é isso: leva mala leve quem quer, quem não quer leva a casa, ué? Ninguém aki tá obrigando ninguém a levar pouca coisa.
    Mas muita gente quer levar mala leve mas não sabe como e essas dicas são muito preciosas!
    Ainda crescendo uma outra dica: eu sempre viajo com as coisas mais pesadas no meu corpo. Por exemplo, se eu vou pra algum lugar frio a bota já vai no meu pé ou se é um lugar mais quente eu já vou com tênis. A calça jeans (que normalmente dá prá levar só uma) e o casaco também vão no corpo.
    Sempre dá certo comigo!

  45. Viajo sempre leve há muitos anos. Minha média de dias de viagem são 15 dias. Fora o que você falou e que também faço… Levo dois soutiens + 4 calcinhas + 2 meias de seda + um agasalho de cor neutra. + um sapato no pé e uma sandália na mala. Vou a todos os lugares com a roupa que levei, ópera e restaurante chic, inclusive!!! A diferença está na atitude e no cartão de crédito e nunca na roupa!

  46. Gente, são apenas dicas de viajar leve. Se não gosta, não é o estilo, tudo bem. Amo viajar leve às vezes e outras quero levar mais opções de roupas, sapatos e acessórios por exemplo. Quando viajo “leve”, faço tudo isso. Outra dica é já ir usando na viagem aquele casaco ou bota que ocupam espaço na mala, caso ela esteja cheia.

  47. Eu semprei levei malas cheias,mas na minha última viagem resolvi reduzir, pois quase sempre ficava coisas que nem usava e ainda tinha o inconveniente das compras. Posso afirmar que nunca fui tão feliz numa viagem. Adorei as dicas e vou fazer delas uma constantes em minhas próximas viagens. Valeu muito.

  48. Adorei e confesso que algumas coisas já faço, nada de vááárias malas, sapatos extras, aff….há algum tempo viajo apenas com uma mala e escolho as roupas exatamente assim, combinando com pelo menos outras duas, uma bermuda com duas camisas, por exemplo, outra coisa que faço é viajar de jeans e tênis pois são itens pesados volumosos na mala, assim economizo na mala e viajo super confortável.

  49. Achei perfeito! É assim mesmo que viajo pelo mundo todo. Uma única vez, senti falta de um agasalho em um aeroporto.
    Em pouco tempo, já tinha comprado um. Muito mais fácil viajar “leve” do que carregamdo todo um armário, sem contar que
    sempre voltamos com muuuuuuita coisa mais… Adorei!

  50. Adorei as dicas! A cada viagem tento praticar mais o desapego, mas na hora de montar a mala tudo parece super necessário e é super frustrante na volta verificar que carreguei um monte de peso à toa, pois muita coisa nem sai da mala!

  51. Já viajei por 40 dias pela Europa, no frio bravo, e com 1 mochila nas costas! Foi perfeito! Claro que a gente enjoa das roupas, mas na hora de sair por aí, mudando de hotel toda hora e batendo muuuuita perna, vale super a pena!

  52. Não sei se já falaram.Mas,sempre levo malhas confortáveis,finas,leves.Não passar roupa em viagens e muito bom.Levo-as enroladas p não amarrotarem tanto msm sendo malha.Uma opção p quem não consegue usar a msm blusa mais d uma vez : lava-las no hotel,tira excesso d agua c a toalha-sempre levo duas toalhinhas pequeninas kkk-colocar p secar numa cadeira próximo à janela.Depois,terminar d secar c o secador que fica no banheiro.Se a blusa for de malha fina,seca rapidinho.Ha muitas opções no mercado agora de roupas simples e mais arrojada nessas malhas.Espero ter ajudado.

  53. Sempre viajo com a mala praticamente vazia e volto cheia se valer a pena. Viajar em família só fica uma mala pra minha filha pq levo ingredientes para mingau, bóia, alguns brinquedos pequenos e uma mala q cabe minhas roupas e do meu marido juntas, a calça bota ou tênis e casacos mais pesados já viajamos usando pata não colocar na mala. Nós vimos a aflição na fila da alfândega todo mundo com 3 ou 4 malas parando e eu meu marido e milha filha apenas com duas. Pratico e rápido até para o corre corre quando muda portão de embarque. Só levo muita coisa para casa de praia e viagem de carro.

  54. Tem pessoas que levam uma malinha, mas não lavam a roupa. No final da viagem é um “perfume” que ninguem aguenta ficar perto. Daí penaliza os companheiros. Rsrsrsr. Eu procuro restringir e vou pegando alguns conselhos . Mas roupas…. após um dia inteiro batendo pernas, só lavando ou trocando.

  55. Sempre segui essas dicas. Viajo há quase 10 anos, conheço meio mundo e geralmente fico 10 a 15 dias num pais. Viajo sempre com uma mala de mão e 1 mochila. Dificilmente despacho mala, mesmo quando viajo a Europa, no inverno. Já se tornou automático.

  56. Essa matéria é de grande utilidade para aqueles que viajam pela primeira ou pela enésima vez, como eu, que já cansou de voltar com mais da metade da mala sem usar.
    Grande dica, depois que aprendi a viagem tornou-se muito mais proveitosa.

  57. Já saí de casa várias vezes com malas cheias e marido reclamando e eu me descabelando com os pesos e amaldiçoando a minha falta de noção. Adorei a dica! Hoje, depois dos 60 aprendi! Oh Jesus, teria me poupado de tantos e tantos dissabores se tivesse lido um artigo assim lá pelos meus 20 anos! Mas como nunca é tarde… valeu!

  58. Isso de viajar leve, aprendi faz tempo, e não me importo de repetir roupa. O que importa é a praticidade, afinal de contas quem carrega a bagagem sou eu. Viajando de trem pela Europa o que você mais quer é mala leve.

  59. Pessoal, eu vou viajar para Itáli, irei ficar 15 dias, e tbm vou conhecer várias cidades, andar bastante, pegar trem e tal, vocês acham melhor para esses dias que irei andar muito usar um tênis de academia confortável ou uma sapatilha confortável? Me ajudeeeeem, rsrs, beijos

    1. Com certeza tênis!! Tem sapatilha que apesar de ser confortável chega uma hora que machuca ou cansa por ter a sola reta. Eu optaria pelo tênis com certeza. Quando vc vai pra Itália? Bjs..

    2. Quando uso o mesmo calcado, por mais confortável que seja, percebo que os pés ficam “cansados” em pontos específicos por isso, gosto de intercalar usando um tenis, sapatilha e botas de cano curto e salto baixo que podem ser usada em boa parte do ano.

  60. Particularmente, qdo viajo não gosto de usar a mesma roupa várias vezes por questão de higiene e não curto ficar lavando no quarto do hotel, especialmente se a permanência for curta. Resultado: levo um monte de coisa. Sim, nem sempre uso tudo o que levei, mas um dia ainda aprendo a levar menos. Dizem que quanto mais a gente viaja menos bagagem leva. Preciso viajar mais………

  61. Ao longo dos anos, viajando para destinos bem diferentes, tenho vindo a mudar o meu estilo de viajar e hoje, acabada de regressar duma viagem a Moçambique e África do Sul, durante 20 dias, ainda assim levei roupa que não vesti, levei shampôo (tamanho familiar) e creme que não gastei, mas em contrapartida apercebi-me que as sandálias e sapatos que tenho levado já fizeram n viagens e que já conheço as combinações perfeitas para elas. Também para a noite, levo um ou 2 vestidos leves, que combino com uma sandália bonita. Quanto à bijouteria, também já aprendi a fazer uma selecção que dê para usar quase com tudo…agora na mudança de roupa, sou criteriosa: posso vestir 2 vezes, calças, calções ou vestidos leves, mas nunca t-shirts. A dica do shampoo e do condicionador é excelente, uma vez que tenho o cabelo longo. Também já comecei a utilizar as amostras dos hotéis. Algumas são bem agradáveis e de boa qualidade.

  62. Mudei muito desde a minha primeira viagem até aqui.
    Se vou viajar no inverno, levo casacos embalados a vácuo na mala.
    Mas meu top 1 em termos de roupa é o coringa calça legging. Combina com tudo: botas, sapatos, sapatilhas, blusas do dia a dia, blusinhas mais chiques para a noite (com acessórios leves). Praticamente levo só uma calça jeans e várias leggins de cores diferentes.
    Estou aprendendo a levar menos maquiagem tbm. Shampoo e condicionador, nunca levo, sempre compro durante as viagens.

  63. Maravilhoso esse post. Quem costuma viajar sabe exatamente o quanto é importante uma mala mais leve. Nas minhas viagens sempre procuro levar só o necessário, se faltar alguma coisa compro lá mesmo.

  64. Já viajei para 58 países, passando por uns 7 na mesma viagem, por voos que exigem 20kg nas malas. Se a pessoa não souber viajar desta maneira leve, jamais vence sua rota e seus objetivos. Existe diferença entre ser viajante e ser turista!

  65. A dica é levar roupas leves, ex: blusas finas, calças sem ser jeans e vestidos com tecidos leves, a mala fica super leve, para mim deu certo, agora se a viagem for para local frio aí ainda não sei como fazer rsrsrsr.

  66. Adoro viajar leve. Foi-se o tempo em que carregava tanto peso que nem tinha vontade de sair de tanto cansaço. E arrumar a mala de volta pra casa? Agora é tudo vapt-vupt.

  67. O melhor é levar a mala so com o essencial. Qual
    mulher que nao compra uma roupinha aqui e outra ali. Lojas é que não faltam. Vão por mim rsrs, a mala acaba vindo lotada e se já for cheia não terá lugar para as novidades, além de pagar um monte para despachar a bendita.

  68. Amei o artigo. Já procuro fazer isso há muito tempo! Acho que o “viajar leve” tem a ver com “ser”leve….Isso de coisas demais -na vida ou na mala- cansa, tira o sossego e perturba os outros. Já reparou como é chato andar com quem tá super cheio de “peso”?

  69. L ética, vc não sabe o que é viajar..As dicas são pra pessoas leves e não pesada como vc,pelo que vc escreveu v muito revoltada,talvez por isso descarrega na mala,.pensabem!, vc já é uma mala,não precisa levar outra ,fica a dica pra vc…

  70. Minha primeira “grande viagem” foi em 1967, aos 17 anos. Fui trabalhando num navio cargueiro, de Santos a Hamburg e depois “explorei” a Europa por 3 meses de trem. Desde então, desenvolvi, entre outras, a “técnica do abandono”: ir com, no máximo, 2 pares de calçados, já com “meia-vida”, para serem abandonados no último dia antes da volta para casa e substituídos por um só, novo, bem bacana para compor o novo look, que vai no pé; o livro que vai ser lido no avião ou nos trens, etc, também não volta (é “esquecido” em algum lugar para outra pessoa ler); aquele jeans que atravessou 6 países, visitou 14 museus, foi a 8 baladas, tomou chuva e secou, etc… e nunca deu tempo de lavar, fica no banco de alguma praça. Mesmo em Viena, aparece alguém que vai fazer um bom uso dele. Assim, além de ir leve, sobra espaço na mala para trazer os inevitáveis “ah! que legal! lá em casa não tem disso! vou levar!”. Para quem viaja de carro, o perigo é ainda maior e o tema daria um livro. Grosso.

  71. Sigo boa parte das dicas apresentadas e realmente funciona! É mais confortável e prático. Claro que depende do contexto da viagem, turismo, negócios, reuniões, praia, viagem longa, fim-de-semana, etc. Para cada situação deve prevalecer o bom senso.

  72. Sobre os shampoos e condicionadores eu sou mais radical: compro tudo no destino e quando termina a viagem, os abandono por lá. Faço o mesmo com hidratantes e sabonetes. Claro, isso só funciona com produtos comuns e baratinhos.

  73. Em viagens para locais de clima frio é ainda mais difícil viajar leve. E hoje, com as redes sociais, as pessoas não querem aparecer com a mesma roupa nas fotos. Uma amiga uma vez me deu uma super dica de como ela faz a bagagem para essas ocasiões, e quando as viajens não são tão longas: 1 calça jeans (mais a que já vai vestindo), 1 casaco (mais o que já vai vestindo), 1 bota (mais a que já vai calçando), 2 camisetas brancas, 2 camisetas pretas, 1 ou 2 camisetas coloridas, 3 ou 4 echarpes (acessório que dispensa as bijus no look)… E é só alternar as peças! Achei sensacional e super prático!!! Ser básico facilita muito a viagem!!

  74. Adorei.
    Realmente em viagens de trabalho a opção são roupas práticas. Concordo com tons mais sóbrios e para quebrar a monotonia levo no máximos 3 lenços ou echarpes, sendo uma mais “pesada” que tem funcionado muito bem para substituir casacos leves: ocupam pouco espaço e dão um toque especial na roupa.

  75. Eu amo viajar e levo muita coisa na viagem, porque trocar de roupa/óculos/ sapato/ acessórios em geral todos os dias pra mim é um divertimento e não atrapalha, em hipótese nenhuma, o meu passeio! Mas, para quem não se importa com isso, as dicas são válidas. Acho que o mais importante é aproveitar a experiência, seja com a mala leve ou com a mala um pouco mais cheia.

  76. Tenho aprendido a viajar cada vez mais leve nessas viagens pela Europa e acho libertador! Quando o clima tá mais quentinho, acaba sendo mais fácil pq as roupas são menores e mais leves. Acho mais complicado qdo viajamos no inverno e aplico sempre essa dica de cada peça combinar com 2 ou 3 outras peças, o que realmente diminui mto o volume da mala. Outra coisa que faço é selecionar peças neutras, pretas e brancas, por ex, e levar só uma ou duas peças estampadas ou coloridas. Já acompanho vcs no Instagram há um tempo e tô adorando ler o blog! Bjs

  77. O x da questão é bem simples… Nas suas viagens quem carrega a sua mala? É vc mesmo? Então vc se reconhece nesse post! E sabe o valor de cada dica! Agora se outros a carregam p vc ou se seu destino é único… Td bem se vc quiser levar mais peso! Mas responda com sinceridade: qtos porcento da bagagem total voltou sem ser usada??
    Otimo post! Ja consigo praticar algumas das dicas há algumas viagens! Mas meu primeiro giro pela europa foi c uma supermala que eu tinha que ficar carregando pelos metrôs e trens… Foram muitos estresses devido ao peso que se mostrou desnecessario e desconfortável ao longo da viagem! Desde entao… A meta é ser leve!
    Uma dica que dou é: geralmente se é verão no meu destino escolhido, levo camisetas leves e assim consigo levar 1 para cada dia. Poucos shorts (geralmente cores escuras e neutras), 1 ou 2 visuais noturnos tb leves. A calça que levo é a jeans que ja vou usando no aviao e uma legging na bagagem. Dessa forma e tb aplicando mtas das dicas ja citadas no post, ja fui algumas vezes p europa p passar 2 semanas ( em media). Este ano passei 15 dias viajando pela colombia com 12 quilos… E consigo carregar td sozinha e bem feliz!

  78. A minha primeira viagem fiz em 22 dias com uma mala de 27kg. A segunda, fiz em 35 dias com mala de 21kg. Estou indo pra terceira viagem, de 90 dias, com uma mochila de 9kg. Pensei no sufoco que foram as viagens anteriores para carregar a mala, subir e descer escada, tempo pra despacha-la e recupera-la, pagar excesso de bagagem nas low costs e tudo isso pesou pra que eu viajasse mais leve. Escolhi bem as acomodações pra que eu pudesse lavar roupas (free ou preço bem em conta) a cada 15 dias, estou levando bastante blusinha leve (vou pegar verão/outono), 1 casaco pesado, 1 medio e 1 leve, 1 salto, 1 chinelo e 1 rasteira, pouca maquiagem, etc. Sei que algo vai fazer falta mas você só aprende a fazer a mala de acordo com suas necessidades e isso só vai com o tempo.

  79. Viajo muito e com o tempo fui treinando. Faço uma listinha de cada combinação de roupa para cada dia e noite. Não deixo de usar nada e fico sempre arrumada. O grande truque é a combinação de cores. Vermelho, bege e branco. Preto, branco e vermelho. Muitos lenços para colorir. Um tenis, ums sandalia mais arrumadinha de dá também para noite. Se frio viajo de bota e levo uma sapatinho sem salto ou oxford. E o componente mais importante: bom humor e alegria!

  80. Ola,
    Também viajo leve e cada vez mais vou aprendendo a diminuir (tanto a mala como no dia a dia da minha vida)
    Uma maravilha!
    Grata pelo post. Sempre bom dar uma conferida.

  81. A primeira vez em que fui para a Europa, não usei cerca de metade das roupas que eu levei, só fiz me cansar carregando peso desnecessário. Retornei depois várias vezes, algumas vezes viajei apenas com bagagem de mão e fui comprando roupa na viagem, aproveitando os preços bem mais em conta lá fora. Geralmente no último ponto da viagem, justamente para não carregar muito peso, é onde eu deixo para comprar a maioria dos presentes.

  82. Essa letícia é uma patricinha que só deve viajar pra Miami e Orlando pra fazer compras e fica falando m… e criticando um post que foi escrito tão bem pra ajudar quem quer fazer uma viagem sem grandes frescuras, e muita praticidade. Perdeu uma boa oportunidade de ficar quieta e ir correndo comprar a próxima promoção da black friday! Corre Letícia! Chata de galocha!

  83. Amanda, vc descreveu exatamente o que sempre fiz em minhas viagens. E dá sempre certo! Conheço 27 países e já repeti a visita em alguns! Sobre montar looks eu costumo aproveitar as blusas que saí à noite anterior para passar o dia seguinte pois não estarão sujas ou suadas. Também já experimentei levar roupas que eu queria me desfazer e deixar no hotel na hora de voltar pra casa. A mala retorna mais leve!!! Também ja passei pela experiência de ter levado blusas a menos. Mas aí fui em uma loja de camisetas tipo Hering e comprei pacote com 3 por preço bem em conta. Ao final do dia descartei em vez de trazer roupa suja. Foi em uma viagem que fiz de trem pela Europa conhecendo vários países. Adorei as suas dicas, abraços.

  84. Depois de sermos assaltados em Pisa, onde abriram nosso carro e levaram TUDO (exceto dinheiro, passaporte e cartões, que estevam conosco) aprendi a duras penas o que é viajar leve. Mala de mão e uma mochila é mais que suficiente…e olha que dá até pra variar os looks. Lavanderia self service ajuda em viagens com mais de 10 dias e tem na maioria dos lugares turísticos. Viajar carregando a casa nas costas, definitivamente, never more!!!!

  85. Sou super minimalista ! Levo o essencial e ainda assim, volta coisa sem usar !! kkkkk Qnto à shampoo e condicionador… levo embalagens pequenas ou compro no destino. E nada de sabonete ! Uso shampoo p me ensaboar. rsrs As amigas aos poucos estão aprendendo comigo !! Passei perrengue com algumas na Europa…. e sobrando p mim ( a mais nova da turma ) ajudar a carregar malas pesadas no metrô de Paris !! ¬¬

  86. Passei 15 dias no Chile durante o inverno, e como foi difícil fazer mala pequena como gostaria. Aquele frio danado que só o casaco impermeável não dava conta! Usei a mesma calça jeans todos os dias, mais 2 calças quentinhas que vão por baixo. Blusa de lã, mas 8 blusinhas de manga longa, 2 pares de calçados e mesmo assim a mala foi tamanho G!!

  87. Nada melhor do que viajar com pouco coisa. Sou acostumado a atravessar o oceano
    e não vejo necessidade alguma de levar o guarda roupa inteiro. Além do que, sendo necessário,
    é só lavar no próprio hotel (cuecas, meias) ou levar em uma lavanderia.As dicas dadas servem
    também para os homens.

  88. Gostei das dicas. Várias vezes levei roupas que não usei. Aliás, acabei repetindo algumas pela ocasião e local. Mas alguém que não se importar em pagar a mais na bagagem…

  89. Caramba sou obrigada a dizer que este povo é mesmo burro. Nao vi em momento algum disser que não se pode levar muita bagagem. Levar cada um leva o que quer mas a fica está em menos sofrimento nos traslados. Nem sei o q é isso pois vivi muitos anos na Europa e do quando aprendi a andar com menos bagagem foi que passei a curtir mais e sofrer menos. Adorei as dicas , algumas já havia aderido. Pra que levar shampoo q eu levaria meses para gastar se posso reduzir na quantia necessária para uma viagem? E por aí vai. As pessoas generalizam. As dicas servem pra quem quer viajar leve e não se trata de regra geral. Repetindo povo sem noção e o que falta é interpretação.

  90. Estou com viagem marcada para Setembro próximo por 22 dias e cinco países! Minha cabeça estava confusa em o quê levar! Agora tdo ficou mais claro! Qdo visitei a Europa levei uma mala Grande e foi muito cansativo! As dicas foram excelentes! Obrigada!

  91. Quem não gostou é pq não viaja muito. Pq depois de umas três viagens levando 300 k d bagagem vc vê que menos é mais e que realmente não usa nada daquilo. Exatamente como o post diz, vc leva o que não usa em casa e adivinha? Não usa lá tbem, acaba usando as 3 “brusinhas” q vc sempre usa e adora, kkkkkk e aquela calça jeans q não sai do couro pq é nela q vc fica divaaa!

  92. Rindo muito lendo alguns comentários, como tem pessoas que gostam de complicar a vida até num post de internet… kkkkk o Ego é fogo…
    Confundir opinião com identificação não dá né?! Kkkk

    Muito bom o post, adorei as dicas!

  93. Massa! O post tá show, super útil! Essa é a ideia para quem deseja uma viagem leve e solta, pronto.
    Agora alguns comentários, jesus me segura……..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *