Eu admito que demorei para me render ao Kindle, um pouco por desconhecer a diferença que ele faria nas minhas viagens. Eu deveria o ter adotado muito antes. O Kindle aumentou meu nível de leitura durante nas viagens e me tirou muito peso da mala. Veja aqui por que comprar um Kindle para levar na sua próxima viagem – se for um mochilão longo, volta ao mundo, sabático, intercâmbio ou qualquer viagem de grande duração, vale ainda mais a pena.

1 – Porque livros e guias pesam MUITO na mala

Se você é louca dos livros como eu, sabe o martírio que pode ser carregar uma montanha de papel. E guias de viagem então? Pesadíssimos. O Kindle é um tablete que pesa 217 gramas, tem 9 mm de espessura e encaixa na bolsa facilmente. Ou seja, além de leve, é muito prático de levá-lo para os lugares. E dentro dele cabe o mundo.

2 – Porque com ele você sempre terá o que ler, principalmente se assinar o Kindle Unlimited

Comprar um Kindle significa ter milhares de e-books à mão. Ou seja: você sempre terá o que ler. Não está gostando ou cansou do livro que começou? Pegue outro. Tá a fim de algo light para passar o tempo no avião? É só abrir alguma coisa ali. Quando eu fui para a Tailândia, por exemplo, terminei os dois livros que eu tinha levado e aí fiquei caçando um sebo que tivesse livros em inglês em Bangkok (e paguei bem caro por eles). Na Bolívia, onde passei um mês em julho, fui pra um hotel nas montanhas sem wi-fi e não tinha nada para ler. Com o Kindle, com perdão do clichê, meus problemas acabaram.

Assinando o Kindle Unlimited, que é como uma “Netflix dos e-books”, você consegue ter acesso a milhares de livros por apenas R$ 19,90 por mês. Há obras de todos os gêneros, incluindo turismo e viagens. Você pode fazer um teste de um mês grátis.

3 – Porque a bateria dura até seis semanas

Se você pensou que isso pudesse ser um problema em comprar um Kindle, esqueça.

4 – Porque os livros são mais baratos nele (fora os que são de graça)

Os livros são cerca de 30% mais baratos no Kindle do que em papel. Alguns podem ter mais de R$ 100 de diferença entre o livro físico e o e-book. Fora isso, tem uma seleção de clássicos de graça ou que custam tipo R$ 2. Ainda não leu 1984, de George Orwell? Na Amazon, você encontra o livro digital por R$ 6.

5 – Porque dá para ler os guias de viagem da Lonely Planet nele

Eu amo os guias da Lonely Planet e ali você compra edições atualizadas mais baratas do que em papel e, o melhor de tudo: sem ter que carregar aquele calhamaço toda viagem. Com a assinatura do Kindle Unlimited, você consegue ler todos pelo preço da assinatura mensal. Também tem guias da Rough Guides (também disponíveis no Unlimited) e Frommer’s.

6 – Porque ele te mostra o significado das palavras

POR QUE NINGUÉM NUNCA TINHA ME CONTATO ISSO? No Kindle, simplesmente, você clica na palavra e aparece o significado dela, mesmo offline (porque para acessar a loja você precisa estar online). É uma ótima opção principalmente para quem está aprendendo uma nova língua e quer expandir o vocabulário. Nesse post, você encontra dicas dos melhores cursos de idiomas online.

Além disso, você pode marcar suas frases favoritas e anotar observações. No livro físico dá um aperto no coração de fazer algum tipo de estrago com um marca texto ou até mesmo um lápis. Mas, no Kindle, é fácil sublinhar os seus trechos preferidos e revisitá-los depois.

7 – Porque ele tem luz própria (só quando você quiser)

Você poder controlar totalmente a luz do Kindle no zero ele fica fosco e parece papel mesmo. Mas, em qualquer situação sem luz que queira ler (no quarto, quando a outra pessoa quer dormir, no avião ou no ônibus de noite, por exemplo), é só aumentá-la. Além disso, todos os modelos têm tela antirreflexo. É bem diferente da leitura no celular, que além de ser mais suscetível à distração das notificações, tem uma luz nada amigável para quem quer ler sem cansar os olhos.

8 – Porque ele tem um preço superacessível por oferecer tudo isso aí acima

Aqui tem um comparativo entre todos os modelos de Kindle da 10ª geração. O mais barato, que já vem com iluminação embutida e 8GB de memória, sai por R$ 349. O modelo à prova d’água, chamado Paperwhite, custa a partir de R$ 499. E pode parcelar em 10 vezes. O preço é justo para o que ele oferece.

O Kindle Unlimited, por R$ 19,90 ao mês, é a opção ideal para quem gosta de ler e não quer gastar R$ 40 com um livro físico a cada nova leitura. O custo-benefício vale a pena. Faça o teste de um mês grátis.

Betina Neves

A jornalista é perita em traçar roteiros e vive na eterna busca pela passagem aérea mais barata. Escreve um e outro post por aqui enquanto explora o mundo dentro e fora de si. Pode ser encontrada em cachoeiras na Chapada dos Veadeiros, retiros budistas na Tailândia e montanhas na Califórnia.

Deixe seu comentário

voltar ao topo