Claro que existe algo particular em ver obras memoráveis ao vivo, mas experiências online como a dos museus virtuais tem chegado com tudo para provar que distâncias físicas já não são um problema para a arte.

Confira, a seguir, 13 museus virtuais pelo mundo para se encantar, aumentar o repertório artístico e viajar em obras famosas sem nem sair de casa. 

LEIA TAMBÉM: Como viajar pelo mundo sem sair de casa em 15 ideias

Museu Imperial de Petrópolis

Petrópolis, RJ, Brasil

museuimperialdepetropolis

A antiga capital imperial hoje guarda em seus museus e casarões a história do nosso país. Mas você não precisa viajar pra lá para visitar seu icônico Museu Imperial, a construção de 1862 que era a casa de veraneio do Imperador Dom Pedro II e até hoje permanece com a sua decoração original e objetos daquela época, como roupas, viaturas, livros e documentos. Tours virtuais e vídeos em 360º graus estão disponíveis online para os visitantes, de cada cômodo, dos saguões às salas de jantar, tours de música ou uma imersão na sala da Princesa Isabel. E, se quiser desfrutar dessa cidadela histórica mais a fundo, confira nosso roteiro de fim de semana pelas serras de Petrópolis.

Pinacoteca do Estado de São Paulo

São Paulo, SP, Brasil

A Pinacoteca é um dos mais importantes museus de arte do Brasil. Pela sua plataforma digital é possível visitar todo seu acervo permanente de obras do século 19 recheado de arte de artistas brasileiros como Benedito Calixto e Pedro Alexandrino em mais de 500 itens em alta definição e com a tecnologia do Google Streets para trazer mais realidade ainda à experiência. Pra quem tem óculos de realidade virtual, o tour fica ainda mais imersivo.

LEIA TAMBÉM: 18 experiências de luxo em São Paulo

pinacoteca-sp

Museu da Imagem e do Som

São Paulo, SP, Brasil

O MIS de tempos em tempos é palco das maiores exposições em São Paulo, com temas que vão da arte clássica à moderna. Felizmente, esse conhecimento pode também ser adquirido pela tela do computador e do celular, nos acervos disponíveis no Google Arts & Culture, sendo algumas delas: Cinema Paulista nos anos 70, A mulher na Revolução de 32 e Lambe-lambe: fotógrafos de rua em São Paulo nos anos 1970 – fora as diversas fotografias, músicas, entrevistas e catálogos que estão no site.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em São Paulo: os 16 melhores programas da cidade

museu-arqueologico-atenas

Museu Arqueológico de Atenas

Atenas, Grécia

Museus virtuais pelo mundo: este museu em Atenas é um dos mais significativos do planeta quando o tema é pré-história e antiguidade. O espaço preserva boa parte do que restou dos adornos da Acrópole de Atenas, além de outras construções e obras de arte importantes para o país e toda a civilização ocidental, de múmias a máscaras funerárias egípcias. O site do museu contempla fotos e explicações de suas coleções e exposições temporárias e permanentes, enquanto que pelo Google Arts & Culture você pode navegar por seus corredores como se estivesse lá. Não deixe de ver a galeria que expõe as cinco Cariátides.

British Museum

Londres, Inglaterra

Dois milhões de anos em história e cultura da humanidade estão guardados no British Museum. São mais de oito milhões de objetos em seu interior, com peças como a Pedra de Roseta, fragmento de pedra egípcia que foi fundamental para a compreensão moderna dos hieróglifos e deu início a um novo ramo do conhecimento, a egiptologia; e os frisos do Partenon de Atenas, conjunto de esculturas do século 5 até hoje considerado um dos mais belos do mundo. Na visita virtual, veja com calma as peças do seu acervo e também os detalhes sobre cada uma das galerias. Para uma visita mais realística, siga os passos por dentro dos seus corredores através do Google Arts & Culture. Para sonhar mais, veja o que fazer em Londres: um roteiro de 3 dias pra iniciantes.

National Gallery of Art

Washington D.C., EUA

Não é à toa que a National Gallery of Art, em Washington D.C., está ranqueada entre um dos 10 museus mais visitados no mundo. Seu interior é condecorado com mais de 150 000 pinturas, esculturas, artes decorativas, fotografias, gravuras e desenhos carregados de história, tendo entre elas, circuitos exclusivos de Raphael e Degas. No acervo digital estão à disposição mais tours em vídeo, aulas online sobre arte e gravações em áudio e palestras de pintores e curadores.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Washington D.C.: as melhores atrações da capital americana

The Metropolitan Museum of Art

Nova York, EUA

the-metropolitan-ny
the-metropolitan

Visitar ao vivo e em cores um dos maiores e mais incríveis museus do mundo (o maior dos EUA) é, de fato, uma experiência memorável. Mas a vantagem de um tour virtual pelo museu é poder visitar suas salas vazias (é o terceiro museu mais visitado do mundo, com cerca de 7 milhões de visitantes ao ano), ver obras e espaços arquitetônicos de outras perspectivas e ter uma vivência interativa em seu acervo. A coleção permanente consiste em obras de arte da antiguidade clássica e do Antigo Egito, pinturas e esculturas de quase todos os mestres europeus e uma extensa coleção de arte americana e moderna. O Met mantém ainda extensas participações de arte africana, asiática, oceânica, bizantina e islâmica. O museu abriga coleções enciclopédicas de instrumentos musicais, roupas e acessórios, bem como armas e armaduras antigas de todo o mundo. É arte que não acaba mais. E, se tiver a chance de visitá-lo pessoalmente, leia este guia pra saber o que mais fazer em Nova York.

Museu do Louvre

Paris, França

No Louvre, o maior museu arte do mundo, que recebe mais de 8 milhões de visitantes anualmente, os números do acervo online também não decepcionam. São mais de 38 mil obras virtuais, e, além de na visita online ser possível chegar bem pertinho de cada uma sem as levas de turistas, pode-se ter visões completas das salas. Além da Mona Lisa, claro, o destaque fica a mando do departamento de Antiguidades Egípcias, que abriga artigos do período faraônico. Veja um roteiro completo de 3 dias em Paris aqui.

Palácio de Versalhes

Versalhes, França

Consagrado um dos palácios mais famosos do mundo, Versalhes, residência do rei Luis XIV e símbolo da antigo regime monárquico, também esbanja da oportunidade de tours online entre seus cômodos por meio do Google Arts & Culture. Com a tecnologia 3D e 360º, visitantes podem visitar obras-primas de retratos reais aos interiores icônicos, ou passear despretensiosamente na Galeria dos Espelhos, no Quarto do Rei e nos lindíssimos jardins do complexo. Veja como dividir sua visita pelo Palácio de Versalhes aqui.

Galeria Degli Uffizi

Florença, Itália

Não poderia faltar uma visita virtual num dos museus de Florença, a capital do Renascimento. A galeria Degli Uffizi é um núcleo de arte localizado que reúne coleções famosas com obras do século 17 e 18, de artistas como Caravaggio, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael, além de livros e documentos históricos pertencentes às famílias Medici, Habsburg-Lorraine e Savoy. Sua estrutura, na verdade, é de três museus conectados, que, juntos, formam um dos acervos culturais mais valiosos do mundo. Você pode visitá-la, além de percorrendo seus corredores online pelo Google Arts & Culture, em exposições online e em fotos de alta resolução de suas obras com detalhes de cada pincelada e textos comentados.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Florença, na Itália: 15 programas imperdíveis

Le-Gallerie-Degli-Uffizi

Museus do Vaticano e Capela Sistina

Vaticano, Roma, Itália

vaticano-roma-viagem

Um clássico que não poderia faltar numa visita virtual aos museus mais interessantes do mundo. Nos Museus do Vaticano, além de diversas obras, capelas e edificações disponíveis online, as salas de Rafael e da Capela Sistina podem ser contempladas em fotos 360º: ponto alto para o recurso de zoom disponível na visita online, que proporciona uma verdadeira imersão em seu acervo. Fique atento a essas 20 dicas e passeios que não podem faltar no roteiro por Roma se estiver planejando conhecer em breve essa cidade que é um museu a céu aberto por si só.

Museu Nacional del Prado

Madrid, Espanha

Uma única visita ao local não é o suficiente para explorar todos os espaços e obras, por isso, todo seu acervo também está disponível online, para visitar e reviver as complexas e esplendorosas obras de origem espanhola, francesa, flamenga, alemã e italiana com fartos detalhes de descrição, contexto da época e autoria. A obra mais importante é As Meninas, de Velázquez. Confira também o que fazer em Madri: roteiro completo de 3 dias com hotéis e restaurantes.

Museo Nacional de Antropología

Cidade do México, México

Aberto a mais de cinco décadas, o museu de antropologia do México guarda em seu interior indícios e obras que contam mais sobre o desenvolvimento e história do país. A sala principal, que também pode ser acessada virtualmente, é dedicada inteiramente aos Astecas, também conhecida como o povo mexica pelos mexicanos. Nela, é possível ver o famoso calendário asteca, a Pedra Sol, além dos demais vestígios arqueológicos e antropológicos do passado. No site do museu você vê detalhes sobre as peças, enquanto pelo Google Arts & Culture, navega por seus corredores.

museu-de-antropologia-mexico

Pietra Palma

Estudante de jornalismo e aspirante a viajante profissional aqui no Carpe Mundi. Férias, feriados e finais de semana são sempre oportunidades para conhecer uma nova cultura, um novo lugar, um novo espaço. Gosta de colecionar momentos e pedaços desses caminhos através da escrita e acredita que uma boa viagem tem o poder de reanimar a alma.

Deixe seu comentário

voltar ao topo