Entre casarões coloniais, fazendas centenárias, lojas de produtos artesanais e restaurantes que usam ingredientes colhidos direto da horta, o turismo rural no Brasil tem muito potencial. Veja aqui algumas opções para conhecer por todo país.

LEIA MAIS: Roteiro de 7 a 10 dias pela Toscana, na Itália, prontinho pra usar

11 destinos para slow travel ao redor do mundo

Circuito das Frutas (SP)

O Circuito das Frutas abrange dez cidades do interior paulista, nas proximidades da capital, que se destacam pelo cultivo de frutas como morangos, caquis, uvas, pêssegos e figos. Em cada época de colheita, acontecem festas típicas que enchem os pequenos municípios de turistas. Nos períodos não festivos, as cidades continuam oferecendo opções na pegada do turismo rural: visita a sítios produtores, restaurantes de comida de fazenda e lojinhas com produtos artesanais locais. Em algumas propriedades, é possível fazer visitação nos pomares e aproveitar pra levar frutas pra casa no sistema “colha e pague”. 

LEIA MAIS: 18 bate-voltas perto de São Paulo: programas de aventura, lazer e família

sitio-sassafraz-turismo-rural-no-brasil

O que visitar?

Apiário Nona Emília (Itupeva – SP): você pode ver as abelhas “trabalhando”, acompanhar a produção artesanal na Casa do Mel e ainda marcar uma sessão de apiterapia. Uma lojinha no interior vende os mais variados produtos derivados de mel. 

Sítio Sassafraz (Itupeva – SP): oferece café da manhã colonial e visitas monitoradas; tem amplas hortas e pomares que funcionam no sistema “colha e pague”.

Restaurante Comida de Sítio (Louveira – SP): serve culinária típica da roça e doces caseiros feitos com ingredientes do próprio sítio.

Vale do Café (RJ) 

Remontando ao período imperial e ao auge da produção de café, essa região do Rio de Janeiro contempla dez municípios que ainda preservam fazendas e casarões antigos dos barões – hoje transformados em de restaurantes, pousadas e centros turísticos. Além do turismo rural, o Vale do Café proporciona um passeio pelo Brasil Império através de suas construções históricas e museus. A paisagem serrana como plano de fundo deixa a viagem mais aconchegante e cênica. Anualmente, é realizado o Festival Vale do Café, no qual diversas apresentações musicais tomam o espaço das fazendas para celebrar a história da região e incentivar o turismo. 

LEIA TAMBÉM: 13 bate-voltas desde o Rio de Janeiro para curtir o final de semana

fazenda-do-secretario-turismo-rural-no-brasil

O que visitar?

Fazenda Santa Cecília (Miguel Pereira – RJ): emoldurada pela serra aos fundos, a construção em estilo neoclássico tem jardins projetados por Burle Marx e capela por Oscar Niemeyer.

Fazenda do Secretário (Vassouras – RJ): palacete com um belo jardim florido, mantém o mobiliário da época e já foi cenário de novelas da Globo; realiza visitas guiadas.

Fazenda Alliança Agroecológica (Barra do Piraí – RJ): fazenda com produção orgânica e sustentável, promove visitas aos cafezais e às hortas; há opção de hospedagem no local.

Turismo rural no Brasil: 9 destinos

Montanhas Capixabas (ES)

Na região serrana do Espírito Santo, onde fica o belo Parque Estadual de Pedra Azul, há várias iniciativas de agroturismo, principalmente nas cidades de Venda Nova do Imigrante e Domingos Martins – dá para conjugar as visitas com passeios pelo parque e hospedagem em pousadinhas charmosas. O tom romântico também é dado pela chamada BR‑262 pela Rota do Lagarto, uma cênica estradinha de paralelepípedos entre corredores de mata. Um dos locais mais visitados é o ecoparque Fjordland, que realiza passeios com cavalos da raça fjord (trazidos diretamente da Noruega) e também produz o café orgânico Heimen. Há também várias fazendas que produzem o socol (um embutido de carne de porco proveniente da Itália), morangos, queijos artesanais e cafés.

O que visitar?

Fazenda Carnielli (Venda Nova do Imigrante – ES): o primeiro empreendimento a explorar o turismo rural em Venda Nova; é aberta para visitação e vende vários produtos próprios, incluindo o típico socol. 

Apiário Florin (Domingos Martins) – ES: além do mel, produz produtos como cosméticos e xaropes. 

Marietta Delicatessen (Domingos Martins): lojinha charmosa que se assemelha a um sítio e vende os produtos artesanais da região.

Fazenda Camocim (Domingos Martins): produz cafés orgânicos e biodinâmicos premiados, incluindo o único o caríssimo e raro café do jacu, produzido sem interferência humana. Para experimentar as bebidas da fazenda, conheça a Casa do Café.

venda-nova-es-turismo-rural-no-brasil

Serra da Canastra (MG)

O queijo da canastra, original de Minas Gerais, é considerado um dos patrimônios imateriais do Brasil. Dá pra acompanhar de perto a sua produção viajando para a região da Serra da Canastra, onde a Mata Atlântica se encontra com o Cerrado. Sete cidades formam o circuito onde se fabrica o autêntico queijo da canastra, sendo a principal delas São Roque de Minas. Para combinar com o passeio, dá pra ir até Capitólio e curtir os cânions, trilhas, cachoeiras e passeios de barco no Lago de Furnas; ou então, conhecer o Parque Nacional da Serra da Canastra, onde está a nascente do rio São Francisco. 

queijo-canastra

O que visitar?

Roça da Cidade (São Roque de Minas – MG): tradicional queijaria familiar, fica a 11 km do parque nacional e tem vista panorâmica para a serra. Oferece visitas guiadas e degustação durante o ano todo.

Estância Capim Canastra (São Roque de Minas – MG): primeiro estabelecimento a ter um queijo premiado internacionalmente, oferece workshops para quem quer pôr a mão na massa e fazer parte da fabricação do queijo da canastra.

Zé Mario Fazenda São Bento (São Roque de Minas – MG): um dos mais conhecidos na região, a 6 km do centro, tem produção familiar em pequena escala e recebe os visitantes para venda de peças e degustação.

Turismo rural no Brasil: 9 destinos

Caminhos Rurais (RS)

Na zona rural de Porto Alegre, estâncias do século 19 se transformaram em propriedades rurais agroecológicas e, para visitá-las, foi criada uma rota turística super tranquila e agradável. São 15 propriedades (veja todas aqui), entre haras e sítios, que se dedicam à agricultura orgânica e sustentável e também promovem experiências rurais para todos os públicos. Nem precisa sair da cidade para se desconectar e aproveitar o ambiente bucólico em escapadas rápidas aos finais de semana.

LEIA TAMBÉM: 9 destinos de vinho no Brasil que provam a excelência do nosso enoturismo

O que visitar?

Sítio Canto Rural: oferece um café super completo, ao ar livre, e também piqueniques; faz sucesso entre as famílias.

Cabanha Costa do Cerro: propriedade com criação de animais; é possível fazer passeios de cavalo e trilhas.

cabanha-costa-cerro-turismo-rural-no-brasil
fazenda-boquerao-turismo-rural-no-brasil

Lages (SC)

Em Lages, as grandes fazendas de criação de gado e de exploração madeireira incorporaram o turismo como uma fonte a mais de renda e a cidade hoje se tornou um dos maiores referenciais de turismo rural no Brasil. Um diferencial interessante é a grande quantidade de hotéis fazenda, para quem quer uma hospedagem ainda mais imersiva – um dos empreendimentos mais marcantes é a Fazenda Boquerão (diárias a partir de R$ 900, RESERVE AQUI!). Anualmente, acontece em Lages a Festa do Pinhão, com várias atrações musicais e opções gastronômicas. 

O que visitar?

Fazenda do Barreiro: uma das mais antigas da região, manteve grande parte de sua estrutura intacta; há um restaurante de comida típica em seu interior.

Fazenda Refúgio do Lago: grande propriedade com araucárias, tem chalés rústicos e cabanas para hospedagem (diárias a partir de R$ 175, RESERVE AQUI!).

Turismo rural no Brasil: 9 destinos

Ilhéus (BA)

Na terra de Gabriela, Cravo e Canela, as fazendas de cacau dividem espaço com as belas praias. Para quem quer fazer turismo rural, a pedida é se aventurar na Estrada do Chocolate, rota temática inaugurada em 2018. São várias as fazendas com casarões históricos, lojas de chocolate e até um spa de tratamentos com derivados do cacau para os chocólatras que querem conhecer mais a fundo este fruto que marcou a história de Ilhéus. Quem gosta de animação, pode se programar para ir ao Festival Internacional do Chocolate e Cacau, realizado anualmente. 

O que visitar?

Fazenda Provisão (foto ao lado): é possível conhecer as etapas de manuseio do cacau, como a colheita e a quebra das amêndoas com pés descalços. Ao fim da visita, o turista pode provar o suco de cacau. 

Fazenda Yrerê: além de caminhar pela plantação e aprender mais sobre o histórico da região e da fazenda, é possível também comprar produtos derivados do cacau na lojinha.

Instituto Biofábrica de Cacau: gigantesca instituição dedicada ao cacau, desenvolve iniciativas em prol dos agricultores locais.

Chocolate Caseiro Ilhéus: tradicional fábrica e loja de chocolates.

LEIA MAIS: Seu guia oficial de hotéis, pousadas e resorts no litoral da Bahia

fazenda-provisao-ilheus-turismo-rural-no-brasil

EXTRA

Turismo rural no Brasil: propriedades para passar o dia

Fazenda Bananal (Paraty, RJ)

Na Estrada da Pedra Branca, a 7 km do centro de Paraty, a Fazenda Bananal é uma propriedade focada no desenvolvimento sustentável e na agroecologia – são oferecidas visitas guiadas. Depois que o casarão principal passou por um processo de restauração, foi transformado em um museu que retrata a história do Brasil Colônia. O grande destaque da Bananal é o seu restaurante com amplas janelas e móveis de madeira clara – lá os pratos são feitos com ingredientes colhidos na própria fazenda. Para quem está visitando Paraty, vale a pena reservar um tempinho para conhecer a propriedade. 

LEIA TAMBÉM: Guia de Paraty (RJ): charme colonial, praias e tudo o que você precisa saber

Onde ficar em Paraty: 10 opções de estadias charmosas

fazenda-bananal-restaurante-turismo-rural-no-brasil
prato-bananal-turismo-rural-no-brasil

Capril do Bosque (Joanópolis, SP)

A 2h20 da capital paulista, esta fazenda de criação de cabras oferece um tour pela produção de leite para quem quer ter uma experiência rural em um bate-volta de SP: na programação, os visitantes podem andar livremente pelo cabril e até acariciar os cabritos, de forma responsável e consciente. O bistrô, que funciona aos finais de semana e feriados sob reserva, é o destaque da propriedade. O cardápio está sempre mudando, já que depende da disponibilidade de ingredientes do dia, que saem da horta. Mas uma coisa é certa: sempre há no menu os queijos de cabra produzidos ali.

turismorural-capril-do-bosque

EXTRA

Turismo rural no Brasil: 3 hotéis fazenda que são um destino por si só

Hotel Fazenda Dona Coralina (Itatiba, SP)

Uma hospedagem colonial centenária com conforto e experiências diferenciadas, o hotel fazenda Dona Coralina fica em Itatiba, uma das cidades do Circuito das Frutas, a 86 km de São Paulo. Cercado por uma área de preservação de Mata Atlântica, o hotel oferece tours para conhecer o plantio e manuseio do café, para acompanhar a produção da cachaça Dona Coralina e para visitar a parte histórica da construção. As acomodações são sofisticadas, com amplas janelas com vista para a paisagem natural. 

(diárias a partir de R$ 1 256, RESERVE AQUI!)

hotel-fazenda-florenca-turismo-rural-no-brasil

Hotel Fazenda Florença (Conservatória, RJ)

A três horas do Rio, esta fazenda de barões do café transformada em hotel tem atividades de lazer para adultos e crianças e fica em um local estratégico para conhecer as outras atrações de turismo rural do Vale do Café. Na propriedade, os hóspedes compartilham o espaço com coelhos, galinhas e até mesmo avestruzes. As janelas e portais com detalhes azuis formam um cenário fotogênico, que fica especialmente charmoso à noite.

(diárias a partir de R$ 1 029, RESERVE AQUI!

LEIA MAIS: 10 erros na hora de reservar um hotel para você nunca mais cometer

Fazenda Capoava (Itu, SP)

Apenas 100 km separam SP deste hotel fazenda sustentável com mega infraestrutura. O grande destaque da hospedagem é o restaurante, com enfoque em culinária brasileira – lá você encontra pratos típicos de diversas regiões, em uma verdadeira experiência de turismo gastronômico. Os 36 chalés rústicos com decoração colonial são confortáveis e bem decorados (alguns tem até lareira). Um aspecto interessante da Capoava é o seu comprometimento com a restauração das matas ciliares e proteção das espécies endêmicas da região, que os hóspedes podem apreciar fazendo passeios nos arredores da propriedade.

(diárias a partir de R$ 1 643, RESERVE AQUI!

Maria Eduarda Nogueira

Uma comunicadora por paixão, ama criar conteúdos digitais autênticos e aprender novos idiomas. Acumula na bagagem o inglês, o francês e o espanhol e um repertório de mais de 250 livros lidos. Viagens são sua forma preferida de consumir cultura. Fã de espaços urbanos diversos e metrópoles vibrantes, tem nos cafés e livrarias mundo afora seus lugares preferidos - sempre com um chocolate quente em mãos e em busca do próximo idioma para aprender.

Deixe seu comentário

voltar ao topo