laos


O que visitar no Laos: as top 6 atrações do país

O Laos é absolutamente encantador, com paisagens naturais interessantes e intocadas, identidade cultural forte e uma divertida cena mochileira.

Mesmo assim, ele é tratado com injustiça e cortado ou passado rapidamente nos roteiros pelo Sudeste Asiático. Deixo aqui meu apelo: não faça isso. Sim, ele é mais rústico do que os vizinhos Tailândia e Vietnã, mas quem tem sede por um pouco de aventura vai pirar (eu pirei).  Em seu território está o majestoso Rio Mekong, com ilhas fluviais, a gracinha Luang Prabang, cheia de templos e mercados, Vang Vieng, point festeiro com esportes de aventura, o Thakek Motorbike Loop, um tour maravilhoso entre vilarejos e montanhas. Continue lendo pra ver o que fazer no Laos.

COMO CIRCULAR NO LAOS: A Laos Airlines  voa entre a capital Vientiane, Luang Prabang (a cidade mais turística) e Pakse. É bem fácil e barato viajar de ônibus, mas alguns trajetos podem ser longos pelas condições ruins das estradas. O transporte entre cidades mais próximas (como Vang Vieng e Luang Prabang) é comumente feito em vans, bem menos confortáveis.

LEIA TAMBÉM: Quanto custa viajar no Sudeste Asiático

Um pouco de história, economia e sociedade do Laos

O Laos tem suas raízes no antigo Reino de Lan Xang, que esteve no poder pode 300 anos. Depois,  foi dominado pelo Sião (antigo nome da Tailândia) e, no século XIX, pela Indochina francesa, da qual se tornou independente em 1907. Nos anos 1970, o partido comunista Pathet Lao tomou o controle do governo acabando com uma monarquia de mais de 6 séculos e instituindo um rígido regime socialista alinhado com o Vietnã – o Laos foi o país mais bombardeado durante a Guerra do Vietnã e ainda hoje sofre com minas terrestres.

Desde os anos 1980 o país passa por uma abertura lenta a gradual, mas ainda mantém seu sistema de partido único. Apesar de ter tido um crescimento de quase 8% por ano na última década (com investimento estrangeiro em hidrelétricas, minas de ouro e cobre e outras atividades), o país ainda é um dos mais pobres do mundo, com infra bem precária principalmente nas áreas rurais – a agricultura ainda corresponde a 45% do PIB e 73% dos empregos. A população é extremamente jovem – 34% dos 7 milhões de habitantes tem até 14 anos. 68% é budista. Continue lendo pra saber o que fazer no Laos.

O que fazer no Laos:

Luang Prabang

A cidade mais turística do Laos é minúscula mas apaixonante. De manhã, a turistada acorda cedo pra ver o emocionante ritual dos monges pedindo comida na rua com cestos, em fila. Depois, pode-se visitar os muitos templos, fazer massagens baratas no spas, comer docinhos nos cafés com vibe francesa, ver as lojinhas de produtos locais e visitar as cachoeiras próximas, como as de Kuang Si.

O pôr do sol no Rio Mekong é das coisas mais lindas que já vi na vida – nas margens têm barzinhos pra sentar e curtir o fim do dia. No jantar, há uma porção de restaurantes bacaninhas para conferir depois de passar pelo Night Market, um dos mais bonitos do Sudeste Asiático. Depois, o point noturno é o Utopia, um bar enorme com vários ambientes e fogueiras e pufes pra papear regado à ótima cerveja local, Beerlao.

LEIA O POST COMPLETO DE LUANG PRABANG AQUI

luang-prabang

Vang Vieng

Cercado por montanhas soberbas com formatos peculiares, o point mochileiro ficou famoso pelo “tubing” (leia-se atividade em que você desce com uma boiona pelo rio), com o detalhe de que nas margens tem bares onde o pessoal faz paradas pra tomar umas e outras. Tirando isso, a cidade oferece um centrinho turístico com feiras e restaurantes com sofás com vista pra água e as montanhas (e TV’s que estão sempre passando Friends) e baladas que funcionam madrugada adentro (coisa rara no Laos), como o famoso Sakura Bar, que distribui camisetas com o logo a cada três drinks. Pra quem superar a ressaca, tem vários outros esportes de aventura (eu fiz uma tentativa de fazer escalada) e trilhas que partem da cidade.

LEIA O POST COMPLETO SOBRE VANG VIENG AQUI

vang-vieng

O QUE FAZER NO LAOS

Vientiane

A capital do Laos é pouco desenvolvida e tem menos gente que Campinas, mas é bastante agradável e interessante. E se você está varando o país provavelmente vai ter que passar por aqui, nem que seja pra pegar um voo pra outro país. Vale ficar pelo menos uma noite pra ver alguns templos, visitar o COPE Vistor Center (um museu que conta como o Laos foi terrivelmente bombardeado durante a Guerra do Vietnã) e o bonito Buddha Park, que abriga 200 estátuas hindus e budistas.

LEIA MAIS SOBRE O SUDESTE ASIÁTICO AQUI:

5 sugestões de roteiros pela Tailândia

Guia de sobrevivência Sudeste Asiático

Como é a comida na Tailândia, Laos, Camboja e Vietnã?

Guia definitivo de praias da Tailândia: escolha a sua

Thakhek

A 350 km de Vientiane, Thakhek é base pra mais intensa e maravilhosa (e ainda assim pouco falada) experiência no Laos: o Thakhek Motorbike Loop, um roteiro em “looping” pra ser feito de scooter ou moto (o transporte oficial do Sudeste Asiático) de 450 km que começa e termina em Thakhek e é normalmente cumprido em 4 dias. A aventura começa no Thakhek Travel Lodge, um hotel onde os viajantes se encontram, alugam motos e capacetes e recebem o mapa da região (não precisa ter carteira pra dirigir e, pra quem não sabe, é super fácil de aprender na hora). No caminho, há cavernas, vilarejos com crianças acenando, montanhas inóspitas, piscinas naturais de água azulzinha pra nadar e a majestosa caverna Kong Lor. Pequenas pousadas alojam a galera de noite. 

VEJA O ROTEIRO COMPLETO PARA O THAKHEK MOTORBIKE LOOP AQUI

Pakse

A cidade é base para conhecer o Bolaven Plateau, casa de vastas plantações de café, florestas fartas e cachoeiras fantásticas. Você pode visitar as atrações individualmente ou embarcar no “Bolaven Plateau Motorbike Loop”, no mesmo esquema do de Thakhek: alugar uma scooter e cumprir o trajeto em 3 ou 4 dias. Nesse link tem o mapa do “loop”, e esse aqui reúne as melhores cachoeiras.

Four Thousand Islands: Si Phan Don

Quase na fronteira com o Camboja, trata-se de um arquipélago do Rio Mekong, cujo nome realmente significa “quatro mil ilhas”. As ilhas mais visitadas são Don Khon e Don Det, onde você pode nadar, andar de bicicleta e de caiaque e avistar golfinhos de água doce. Mas a maior parte da galera fica internada nas redes conversando e observando o movimento do sol e da água. Se você está fazendo uma viagem longa, esse é um ponto de descanso muito eficaz.

Há 27 comentários para “O que visitar no Laos: as top 6 atrações do país

  1. Olá Betina. Perfeito seu blog. Sobre esse loop de motos no Laos, vc sabe dizer se posso deixar a super mala no hotel de origem onde as motos e capacetes são alugados?
    Muito obrigada!!!

    1. Oi Alessandra!
      Que legal, fico feliz que gostou! Pode sim, você deixa a mala grande lá no locker do hotel, sem problemas. É levar uma mochilinha só com a troca de roupa para esses dias. beijos!

  2. Betina, você está de parabéns! O único blog que reuni o melhor dé informações sobre o sudeste asiático.
    Estou me organizando para ir em março de 2018. Ok, que falta um pouco menos de 2 anos ainda rs mas estou ansiosa e estudando tudo a respeito.
    Adorei o seu roteiro de 2 semanas. Provavelmente será ele o que vou fazer.

    Bjs e obrigada pelas dicas!

  3. Olá, Betina! Estou adorando as suas dicas! Viajarei em dezembro para o sudeste asiático e infelizmente não poderei ver tudo que gostaria. Precisarei escolher entre o Laos e o Vietnã (um crime, eu sei), mas o que me aconselharia? Até agora pensei no seguinte roteiro, o que acha?
    Bkk – 4 ou 5 dias
    Chiang Mai – 3 dias
    Vietnã ou Laos – 5 dias
    Camboja – 3 dias
    Praias – 8 dias

    1. Oi Carolina!
      Depende do que você gosta. Pela época do ano eu iria para o Laos, mas lá é beeem roots e mochileiro. Se não estiver nessa vibe, vai pro Vietnã (parque nacional Phong Nha-Kẻ Bàng, Hoi An e Ho Chi Minh City).

  4. Betina, quanto dias você sugere que uma pessoa fique no Laos? E quantos dias no Cambodja? Viajarei apenas para um ou dois países e tenho 17 dias para fazer a viagem. Vou sozinha, em dezembro. O que você recomenda? Obrigada!

  5. Oi Betina! Seus posts sobre o sudeste asiático estão sendo o meu guia pra planejar minha viagem pelo sudeste asiático, seu trabalho é incrível! Você pode me dar uma sugestão? Chego em março por Hanoi e quero muito fazer um dos loops no Laos ou o que vc cita no post do Vietnã, a partir de Ha Giang. Qual deles vc recomenda mais? Obrigada e parabéns pelo blog!

    1. Oi Lilian!
      Então, eu fiz os dois. O do Laos é bem divertido, mas as paisagens do de Ha Giang são beeeem mais bonitas, e em março o tempo vai estar ótimo por lá. Pegue um ônibus em Hanoi (a noite toda) e alugue uma scooter em Ha Giang. Eu vou fazer um post completo sobre lá em breve, te aviso!

  6. Oi Betina! Que site maravilhoso! Dicas excelentes, e tudo em profundidade, excelente. Estou usando tudo como base para os meus 2 meses e meio no sudeste asiático (de 18 de jun a 4 de set). O meu plano inicial é focar 80% desse período no Vietnã, pretendo fazer um livro fotográfico após a viagem. Que outros países você considera imperdíveis para esse tempo que me resta (15\20 dias)? Chego e volto para o Brasil a partir de Bangkok, então passarei alguns diazinhos pela região. O Laos me interessou muito também, e talvez Camboja (apenas as ruinas), o que acha? A minha intenção é de total imersão mesmo, bem roots, hospedagem na base do couchsurfing etc.

    Beijos e parabéns pelo trabalho!

    1. Oi João tudo bem? Fico feliz que está te ajudando!
      Se vai ficar esse tempo todo no Vietnã, não perca o Ha Giang motorbike loop, eu vou colocar um post em breve.
      Acho que você pode ir pra Angkor, no Camboja, e ficar o resto na Tailândia, já que você vai aterrissar lá. Bangkok e alguma praia, e ou Bangkok e o norte (dá uma olhada em Mae Hong Son motorbike loop)

  7. Olá Betina, muito legal seu site!! Consegui esclarecer muitas dúvidas aqui! =)
    Parabéns!!
    Eu gostaria de saber um pouco mais sobre o Thakhek Motorbike Loop.. Você ainda vai escrever sobre ele?
    Não estou encontrando muitas infos..
    Queria saber se tem ônibus que faz Luang Prabang até Thakhek…
    Obrigada desde já.. =)
    Beijos

    1. Oi Marina! Obrigada!
      Vou postar em breve, juro! Te aviso. Dá pra ir de Luang Prabang pra lá mas fica meio longe, o melhor é cortar a viagem dormindo uma noite em Viantiane.

  8. Ola Betina! Parabéns pelo site! Estou planejando minha lua de mel no sudeste asiático e fiquei muito feliz em encontra-lo!!
    Ainda estou fechando o roteiro, são tantois lugares para conhecer. Mas a princípio vou fazer Tailandia, Laos e Vietnã. Na Tailandia queria curtir umas praias mais vazias, voce teria algum roteiro nas ilhas para me recomendar?

    muito obrigada!
    Bjos
    Julia vianna

  9. Ola, por muita coincidência o meu roteiro ficou quase igual ao seu, apenas faltou o THAKHED. mas foi muito bom encontrar esse blog. Parabéns. agora vem as duvidas kkk.
    1- vc acha que em 15 dias da para fazer esse roteiro ??
    2- como vc fez de luang praband ate 4 000 ilhas foi de ônibus?? se sim , foi fácil contratar ??
    3- vc saberia informar se tem ônibus das 4000 ilhas ou Pakxe para Camboja??
    desde ja muito obrigado

    1. Oi Marcelo tudo bem?
      Você diz 15 dias dá pra fazer tudo no Laos? Eu acho que dá sim, mas tem que correr um pouco. Pra ir pra 4000 islands de Luang Prabang, vá primeiro a Viantiane e depois pegue o ônibus de lá até Pakse. E aí de Pakse para as 4000 islands. E sim, de Pakse dá pra pegar ônibus pra Siem Reap.

      1. Ola, obrigado pela resposta.
        Porem tive que alterar algumas coisas.
        Estarei vindo de siem reap .. para eu ir para as 4000 ilhas , como faço?? em siem reap compro passagem para onde ?? tem imigração e é facil passar??

        e depois da sua dica , achei melhor colocar mais 5 dias , portanto ficarei 20 dias em Laos. Por isso que mudei o meu roteiro…
        Tambem li que em janeiro faz frio em laos, procede??
        ai vou fazer o mesmo roteiro seu. só que vou subir…

        fico no aguardo e muito obrigado pela ajuda

        1. Oi Marcelo! Dá pra ir de ônibus/barco de Siem Reap pras 4000 islands, é só comprar o pacote em alguma agência da cidade. Muita gente faz esse trajeto. Pode deixar pra comprar lá tipo um dia antes que tá bom. São umas 10 horas de viagem.
          Eu fui ao Laos em janeiro, em Luang Prabang faz um friozinho à noite, mas só, de resto bem calor.

  10. Olá Betina! Estou boba como que os seus relatos são todos perfeitamente completos rs, estao me ajudando taaaanto. To aqui planejando e sonhando com a minha viagem ao Sudeste Asiático mas quanto mais eu leio mais eu quero conhecer todos os lugares (em 30 dias) hehehe eu to simplesmente apaixonada pelo Laos e vi que você até indicou uma agência ali em cima, porém eu não falo inglês 😧 vc acha que seria possivel? Principalmente quando se vai interior a dentro do país, o que imagino a comunicação deve se complicar um pouco mais… ah e parabéns por todos os seus relatos! 😀

    1. Oi Isabela! Não tem problema, eles também não falam muito bem inglês haha você só precisa saber um básico para se comunicar e usar o app do Google Translator que resolve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *