As tatuagens sagradas Sak Yant são feitas no Sudeste Asiático há pelo menos 2 000 anos, antes aplicadas em guerreiros do Império Khmer pra trazer sorte e poderes místicos.

VEJA TODOS OS NOSSOS POSTS SOBRE A TAILÂNDIA AQUI

Como fazer uma tatuagem sagrada na Tailândia: as tatuagens são baseadas em desenhos geométricos que incorporam salmos budistas e representações religiosas que evocam poder, proteção e benção. As Sak Yant são originalmente feitas por monges budistas com bambu ou uma agulha de metal comprida chamada khem sak. As Sak Yant mais comuns são:

gaoyord-tattoo

Gao Yord

É feita normalmente nas costas, perto do pescoço. Ela representa os nove picos do Monte Meru, onde vivem os deuses hindus, e contém 9 representações de Buda. É a mais forte das Sak Yank.

Hah-Taew-Yant

Hah Taew Yant

Cinco linhas sagradas que protegem contra os maus espíritos, má sorte e pessoas mal-intencionadas, além de  trazer energia boa, sucesso e carisma.

Hanuman

Hanuman

Representa bravura e coragem. Hamunan é o deus-macaco do hinduísmo e é cultuado como um símbolo de força física, persistência e devoção.

Paed Dan

É uma circunferência com oito representações de Buda em cada metade e mantras que protegem aqueles que viajam.

Como fazer uma tatuagem sagrada na Tailândia:

EXPERIÊNCIA 1: WAT BANG PHRA, EM BANGKOK

A 50 km de Bangkok, o Wat Bang Phra é o local mais tradicional de formação dos monges tatuadores, famoso por sediar em março um festival que recebe o pessoal pra “recarregar” o poder das tatuagens. O templo está aberto todo dia (durante a semana fica mais vazio), é só chegar. Vá até o Bangkok Sai Tai Taling Chan Southern Bus Terminal e pegue um ônibus até Nakhon Chaisi. Desça na cidade (depois do mercadão Tesco, uma espécie de Walt Mart) e negocie com os tuk tuk a ida até o Wat Bang Phra pra fazer sua tattoo. O ideal é chegar no máximo às 9h (saindo umas 6h30 de Bangkok está ok) e ir com joelhos e ombros cobertos.

Wat-Bang-Phra-templo

Como fazer uma tatuagem sagrada na Tailândia: o lugar tem várias estruturas diferentes e uma salada de sincretismo que mistura hinduísmo, budismo e influências da cultura tailandesa e chinesa. Adentrando-o você vai ver várias áreas com monges tatuando. Escolha o que te passar a energia melhor (ou o que tiver menos fila) e compre uma cestinha por 70 baht (cerca de US$ 2) com flores, incenso e cigarros pra oferecer ao monge (não se paga mais nada além disso). E, aí, tire os sapatos e sente-se na fila. Quando eu estive lá (em dezembro de 2015) havia tanto mulheres quanto homens (como monges não podem tocar mulheres, eles usam luvas) e pouquíssimos turistas.

Em alguns casos é possível escolher o desenho (se você quiser uma específica leve uma foto e veja se ele concorda) – como quase nenhum fala inglês, não rola muita conversa. Você pode tentar apontar o local do corpo que quer, mas muitas vezes eles só permitem que seja nas costas. Dói bastante, mas o processo é bem rápido – a minha durou tipo 15 minutos. No fim o monge faz uma benção e uma oração. Quem aguentar pode fazer quantas quiser no mesmo dia – é só pagar outra oferenda e entrar de novo na fila. A higiene é incerta. Ele meio que só passa um álcool na agulha quando termina. Mas o ritual é intenso e emocionante.

As tatuagens são menos profundas do que as feitas com máquina, então não precisa usar papel plástico em cima – basta passar uma pomada tipo Bepantol. Cuidado com o sol é sempre bom na primeira semana, depois é só passar filtro solar. Os budistas acreditam que para o poder da tatuagem ser efetivo você deve seguir os 5 preceitos da religião: não matar, não roubar, não mentir, não beber e não apresentar “conduta sexual ilícita” (tipo adultério).

sakyant

Como fazer uma tatuagem sagrada na Tailândia: onde mais eu posso fazer a tattoo em Bangkok?

Me foi muito bem recomendado o Arjan Neng. Vá até o estúdio dele no horário em que está aberto ou mande um email pra [email protected] pra agendar.

Como fazer uma tatuagem sagrada na Tailândia:

EXPERIÊNCIA 2: SAK YANT CHIANG MAI, EM CHIANG MAI

Foi minha experiência mais recente, em dezembro de 2017, e a que eu mais recomendo. Essa empresa basicamente organiza e faz a intermediação entre os monges (ou ex-monges) e os estrangeiros. O custo é 2000 baht, cerca de R$ 200. Você reserva e paga 1000 baht de entrada pelo site e escolhe seu horário (eu marquei tipo uma semana antes de chegar em Chiang Mai). Você chega no estúdio e eles te dão um “cardápio” de opções de tatuagens, com significados – tem muitos desenhos liiindos que eu nunca tinha visto. Aí, você entra numa salinha com o monge, toda enfeitada com budas e tapetes, e conversa com ele (com ajuda do carinha do estúdio, que fala inglês) sobre o que você quer e onde quer.  Você pode também deixar que ele escolha para você o desenho de acordo com a sua intenção em recebê-lo.

A tattoo foi feita com a mesma agulha de metal do Wat Bang Phra, e também foi super rápido. A diferença aqui é a higiene: é uma agulha usada só em você, e o monge utiliza luvas. No fim, há uma benção e oração. Eu considero essa experiência mais prática e limpa e igualmente interessante, mesmo não tenho sido feita num templo. Apesar de eu ter tido uma experiência legal no Wat Bang Phra, tenho lido resenhas controversas sobre o que rola lá. Tanto é que eu não quis voltar, preferi procurar outro local para fazer minha segunda Sak Yant. O site da Sak Yant Chiang Mai tem bastante informação sobre a tatuagem sagrada na Tailândia, vale dar uma lida.

sak-yant-tailandia

Betina Neves

Seus 10 anos de experiência no Jornalismo de Turismo deram o tom da linguagem do Carpe Mundi. Perita em traçar roteiros e na eterna busca pela passagem aérea mais barata, escreve um e outro post por aqui enquanto explora metrópoles insones, prova comidas exóticas e relaxa em praias vazias deste mundão.

43 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo