Melhor que viajar, só recordar os melhores momentos quando volta pra casa. São fotos, bilhetes, lembranças e souvenirs para construir essa memória nostálgica num diário de viagem.

Existem diversas formas de começar um relato de bordo. Tem os mais enfeitados, com desenhos, artes e fotografias, e os mais simples e reflexivos.

O grande segredo é se soltar e encontrar a sua versão ideal, transformando-o num reduto de lembranças únicas. O tempo tende a apagar alguns momentos, por isso é aqui que os fatos se tornam mais vívidos e são preservados para o futuro.

LEIA TAMBÉM: Tatuagens de viagem incríveis pra você se inspirar

Para pensar: você nunca fará a mesma foto duas vezes

Dicas básicas para iniciar um diário de viagem

Detalhes

É quase imprescindível que além da escrita, haja também detalhes como bilhetes, folhetos, mapinhas, cartões-postais e tudo aquilo que pode ser colado em uma folha de papel.

Planejamento

O processo de criação do seu diário de bordo começa antes mesmo da viagem, já que nele você pode depositar suas expectativas, itinerário, wishlists.

Foco

Não deixe de escrever alguma coisinha todos os dias durante a viagem, nem que sejam tópicos curtos ou highlights dos melhores momentos – isso é um diferencial e te manterá organizado com dias e divagações.

Sem stress

Por fim, não se estresse com o diário de viagem! Ele é feito para ser um tempo de descontração e de memórias boas, e não uma obrigação. Divirta-se e não coloque muita pressão nisso, só faça se fizer sentido para você e para a viagem.

Tenha à disposição

Caderno sem pauta, ou os famosos moleskines, para ter mais liberdade na escrita, espaços para desenhos, pensamentos, lembranças e fotos pós viagem; canetas coloridas para dar um toque especial e washi tapes – um must have – para colar todos os papeizinhos e fotos polaroids.

Formas de escrever no diário de viagem

Também opte por cadernos pequenos, que possam ser transportados na bolsa ou na mochila durante todos os passeios – nunca se sabe quando vai ter um tempinho livre nas filas, ou descanso na praça – e depois, quando a viagem já tiver acabado, complementar com cores e detalhes.

VEJA TAMBÉM: Os 3 melhores celulares para fotografar as suas viagens

diario-de-viagem-ny

diario-de-viagem

Fatos da viagem

Esta é a forma mais simples e prática de começar com um diário de viagem: destacar pontos do dia, como o que foi feito, o que comeu e o que viu, sem muitos detalhes, apenas para não deixar passar em branco e trazer algumas memórias. Não deixe o perfeccionismo tomar conta da escrita, não existe regra: escreva muito ou não, este é um espaço individual.

Storytelling

Para levar sua experiência de escrita e nostalgia para um outro nível. Além de relatar os tópicos citados anteriormente, acrescenta-se sensações, cheiros e gostos, um verdadeiro déjà vu da viagem. Os detalhes fazem a diferença: são os preços dos almoços, as conversas aleatórias na rua e as vivências únicas que você gostará de ler anos depois.

Sketchbook

Aos artistas de plantão, esta versão é indiscutivelmente a melhor. São memórias por meio de desenhos e rascunhos: uma tarde de pôr-do-sol na praça de Paris, uma peça de teatro na Grécia, um café da tarde com macarons em Paris, são paradas que pedem um registro – para além das fotos. Esta é uma boa maneira de incorporar detalhes que  sobrepõem o superficial da fotografia: cores que trazem sensações, detalhes especiais que merecem ser destacados, e uma chance para desbancar o mestre interior, da melhor maneira possível.

diario-de-viagem-desenho

Memórias

Adiciona-se aqui uma grande quantidade de lembranças físicas que marcaram sua viagem, sejam elas guardanapos, uma florzinha especial encontrada no campo, um adesivo, os tickets de entrada da melhor atração. Seu diário ficará cheio e é preciso ter espaço para todas essas recordações, sejam elas coladas na folha ou em envelopes fixados dentro delas.

Para se inspirar

Um detalhe a mais

Pietra Palma

Estudante de jornalismo e aspirante a viajante profissional aqui no Carpe Mundi. Férias, feriados e finais de semana são sempre oportunidades para conhecer uma nova cultura, um novo lugar, um novo espaço. Gosta de colecionar momentos e pedaços desses caminhos através da escrita e acredita que uma boa viagem tem o poder de reanimar a alma.

Deixe seu comentário

voltar ao topo