O que fazer em Ho Chi Minh City:

A maior cidade do Vietnã, chamada de Saigon até 1975, zune com seus 8 milhões de habitantes e seu mar insano de motocicletas que faz atravessar a rua uma atividade divertidamente perigosa. Apesar de bastante ocidentalizada, com grandes ruas de grifes e bares e lojas abertos por estrangeiros, ela ainda guarda traços importantes da história e cultura vietnamitas e é porta de entrada pra outros destinos do país. Dois dias são suficientes aqui, um pra ver as atrações da cidade e outro pra visitar os Cu Chi Tunnels.

O que fazer em Ho Chi Minh City:

City Hall – Ho Chi Minh City People’s Committee

O prédio inaugurado em 1909 é a maior herança deixada na cidade pelos franceses e um exemplo de estilo da arquitetura colonial da época. Em frente, há uma estátua em homenagem a Ho Chi Minh. Não é permitido entrar no lugar, usado pelo governo vietnamita, mas vale passar em frente para admirá-lo e fotografá-lo, principalmente à noite, quando toda a construção é lindamente iluminada.

cityhall-saigon-vietnam

War Remnants Museum

O museu dedicado ao que eles chamam de Guerra Americana é simplão, mas chocante. Na entrada tem alguns tanques de guerra e outros itens bélicos, mas o resto do museu é basicamente feito de fotografias e notícias da época. Elas mostram o sofrimento causado pela guerra (os americanos seguiam o lema “burn all, destroy all e kill all“; 3 milhões de vitenaminas morreram) e a retaliação global. A parte mais triste é a que conta sobre os efeitos do “agente laranja”, uma arma química que deixou terra contaminada e gente aleijada e que tem efeitos no país até hoje. Todos os dias, 7h30-12h/ 13h30/17h

Jade Emperor Pagoda

O templo de 1909 não tem nada a ver com os que você vê na Tailândia, Camboja, Laos e Indonésia. A fachada rosada introduz a um santuário escuro dominado por cheio de insenso e lotado de divindades do budismo e do taoísmo, com corredores que levam a outras salas e a um terraço. Saindo de lá, dê uma passada no Cúcuta Coffee, um lugar gracinha pra você provar o que pode ser o melhor café da sua vida. Todos os dias, 7h-18h

LEIA TAMBÉM: O que levar na mala pra Tailândia
Roteiro de 3 dias em Siem Reap pelos templos de Angkor

Saigon Skydeck

O que fazer em Ho Chi Minh City: no topo andar do maior prédio da cidade, o Bitexco Financial Tower, o observatório envidraçado deixa ver os bulevares largos da cidade, o tráfico intenso de gente e carros e o Rio Saigon do alto – o melhor é ir no pôr do sol – custa 200 000 (cerca de US$ 8,50), todos os dias das 9h30 às 21h30. Outra ideia é ir ao Eon Eli Bar, no 52º andar do prédio (também fica aberto o dia inteiro), que serve drinks por cerca de US$ 6 (bem caro para os padrões do Vietnã, mas vale pra ver a vista sem pagar o ingresso e ainda tomar uma coisinha).

Reunification Palace

O palácio modernista dos anos 1960, rodeado por um gramadão e arbustos bem podados, era o QG do governo do Vietnã do Sul – e virou icônico quando um tanque de guerra do Vietnã do Norte invadiu o lugar em 1975 colocando um fim na guerra de 20 anos e marcando a reunificação do país. O prédio virou um museu que conversa o mobiliário da época – no subsolo fica um bunker e uma série de túneis que eram o centro da comunicação na guerra. Todos os dias, 7h30-11/13h-17

Ben Thanh Market

Bastante turístico, o mercado vende tudo desde perfumes falsos até material de limpeza e roupas. É legal pra comprar comidinhas e cafés pra trazer pra casa. A melhor parte é a praça de alimentação, com pequenos estantes de restaurantes onde dá pra comer coisa boa e barata.

Região da rua Dong Khoi

O que fazer em Ho Chi Minh City: próxima do Skydeck, é a área mais prestigiosa da cidade, onde antigas construções da ocupação francesa abrigam hotelões de luxo, grifes internacionais, galerias de arte e a bonita Ópera de Saigon (vale dar uma olhada na programação). Já na beira do rio tem árvores e banquinhos pra relaxar.

LEIA TAMBÉM: Por que é incrível viajar sozinho no Sudeste Asiático
Melhor época pra ira para o Sudeste Asiático

Cu Chi Tunnels

É o tour mais comum pra fazer desde Ho Chi Minh – Cu Chi fica a cerca de 40 km da cidade. É só comprar com qualquer agência (custa entre US$ 12 e 20; barganhe sempre). O passeio sai de manhã e volta depois do almoço – se escolher a opção que para no templo Cao Dai, dura o dia inteiro. Construídos aos longo de 25 anos, os túneis formavam um labirinto subterrâneo que continha hospitais, quartéis generais e armazéns para comida e munição. Aliados a uma série de armadilhas engenhosas espalhadas pela floresta, foram a principal arma do Vietcongs contra o exército americano. No passeio pelo lugar você aprende sobre a vida dos guerrilheiros na floresta (eles servem um pouco da comida dos caras na época, estranhamente, mandioca cozida) e quem não morrer de claustrofobia pode entrar nos apertadíssimos túneis. Bizarro é que no fim do tour é possível pagar pra atirar com uma AK-47; um país que sofreu tanto com a guerra não devia ter nenhum tipo de apelo bélico, mas enfim.

Delta do Mekong

O bate-volta mais comum em Ho Chi Minh é a visita ao delta do Mekong, onde o rio alcança o mar através de uma série de pequenos estuários. Agências locais levam para passeios na região: os mais comuns são tours de barco na cidade de My Tho e para o mercado flutuante de Cai Be, onde roupas, cerâmicas, chapéus de palha cônicos e víveres são vendidos em embarcações de madeira. Pagodas aparecem vez ou outra entre a vegetação densa das encostas. O mais legal mesmo é dormir pela região.

delta-rio-mekong

Onde ficar em Ho Chi Minh City: No Distric 1, onde estão as atrações turísticas. Quase todos os hostels e backhouses baratos ficam na área da rua Pham Ngu Lao, a Khao San Road local. Para hotéis melhores fique na região de Dong Khoi.

Veja hotéis em Ho Chi Minh City aqui

Betina Neves

Seus 10 anos de experiência no Jornalismo de Turismo deram o tom da linguagem do Carpe Mundi. Perita em traçar roteiros e na eterna busca pela passagem aérea mais barata, escreve um e outro post por aqui enquanto explora metrópoles insones, prova comidas exóticas e relaxa em praias vazias deste mundão.

Deixe seu comentário

voltar ao topo