DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

Luz, produção, equipamentos, roteiro de fotos, armazenamento dos cliques… Veja nossas dicas práticas de fotografia de viagem para arrasar nos cliques nas próximas férias.

LEIA TAMBÉM: 13 aplicativos que vão dar um up no seu conteúdo do Instagram

14 dicas de fotografia de viagem

nikon-d-5600

CHECKLIST EQUIPAMENTOS

De nada adianta ter um monte de equipamento bacana, que saiu caro, e não poder usar como gostaria porque esqueceu o carregador da câmera em casa, porque o memory card lotou ou ainda porque não aprendeu a mexer direito nos recursos da máquina antes da viagem. Pois é, todas situações que já aconteceram alguma vez na vida mesmo com os viajantes e fotógrafos mais profissionais. Por isso, sempre bom fazer aquele checklist nos equipamentos antes da viagem, em nome de ter tudo funcionando no máximo potencial nos dias fora de casa. Vale lembrar que baterias extras são ótimas investidas para viajar fotografando.

LEIA TAMBÉM: As melhores câmeras para viajar: seleção das melhores de cada categoria

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

TRIPÉ + CONTROLE REMOTO

Vai viajar sozinho? Ou vai viajar acompanhado de alguém que não manja tanto nas fotos quanto você? Sem problemas. Com um bom tripé adequado para viagens você consegue se virar praticamente em todo tipo de clique de viagem. O Manfrotto Carbon Be Free é uma excelente indicação por ser portátil, pesar somente 1 quilo e vir numa bolsinha de transporte prática para os deslocamentos. Um controle remoto também vai ser importante pra essa logística. Outra investida mais salgada, mas que envolve mais praticidade ainda, é o CamRanger, um recurso wireless de controle remoto que te permite ver a imagem do visor da câmera do seu celular através do app.

LEIA MAIS: Equipamentos fotográficos de viagem

equipamentos-fotograficos-viagem

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

ROTEIRO DE FOTOS

É essencial na vida de todo viajante amante da fotografia montar um roteiro fotográfico para a viagem. Isso porque quando você organiza os pontos de interesse para fotografar levando em conta o horário do dia, por exemplo, consegue produzir fotos muito melhores e com mais praticidade. Prestar atenção em que horas o sol nasce e se põe te ajuda a conseguir cliques mais incríveis na golden hour, assim como planejar fotos pela manhã bem cedo em grandes capitais te garante imagens mais clean, mais limpas e mais fáceis, sem tanta gente na rua lotando praças, ruas e pontos turísticos. Também é importante ter um roteirinho para poder se planejar sobre quais lugares faz questão absoluta de fotografar e ir ticando-os na lista. Em caso de imprevistos como tempo ruim, também consegue reprogramar passeios em nome das fotos com mais facilidade.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

REFERÊNCIAS

Selecionar boas referências de fotos do destino que você vai visitar também vai te agilizar em muito o processo fotográfico. A ideia é já ir viajar com o roteiro de fotos montado de acordo com todas as imagens que você mais se inspira daquele lugar. Usando e abusando de referências, leve em mente a noção de que, hoje em dia, nada se cria, mas tudo se reproduz. Por isso desenvolver um olhar fotográfico próprio é tão importante nas viagens, a fim de conseguir registrar um estilo autêntico nos seus cliques mesmo quando inspirados em referências de outras imagens. É por isso, por exemplo, que você nunca vai conseguir fazer uma mesma foto duas vezes.

LEIA TAMBÉM: A lista definitiva de perfis do Instagram pra quem ama viagem e fotografia

feed-bonito-instagram

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

OLHAR FOTOGRÁFICO

Desenvolver um jeito de ver – e retratar – o mundo é uma das tarefas mais importantes na vida de um fotógrafo. Seu jeito de fotografar tem muito a ver com o seu estilo, seu tipo de imagem preferida, com quais são os fotógrafos que te inspiram. Cartier-Bresson, lenda da fotografia, já dizia: “As suas primeiras 10 mil fotos serão as suas piores”. Ou seja, precisa ter paciência pra treinar e aprimorar suas imagens cada vez mais, até chegar numa visão autêntica em forma de fotos. Uma vez que seu olhar fotográfico é definido, você já sabe qual tipo de clique te chama mais atenção em cada lugar e já vai viajar focando nas imagens certas que quer tirar, sem perder tempo lotando cartões de memória com fotos que não te representam de verdade.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

REGRA DOS TERÇOS x SIMETRIA

Aprender mais sobre conceitos de ouro da fotografia como a regra dos terços pode transformar os seus cliques. Fotos simétricas são perfeitas em cenários como trilhos de trem, pontes, prédios históricos, entre outros. Mas, na maioria das vezes, vale enquadrar o objeto/pessoa em um dos quatro pontos focais da fotografia pra obter um resultado melhor, seguindo o conceito da regra dos terços.

bali, indonésia

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

ÂNGULO E ENQUADRAMENTO

Um bom ângulo e um enquadramento autêntico dão o toque da sua foto. É importante aprender a variar as possibilidades de cliques de um mesmo lugar, uma mesma atração, porque é justamente essa diversidade que vai te ajudar a ter um portfólio mais incrível da viagem. Fora que assim sua fotografia evolui muito, testando e vendo diferentes possibilidades dentro de um mesmo cenário. Importante lembrar que cliques de paisagem, por exemplo, sempre ficam mais lindos ainda quando tirados de cima, de ângulos altos. Já fotos de comida funcionam melhor de ângulos de 180 graus, como num flat-lay. Um bom fotógrafo de viagem investe em todos os tipos de fotografia que se comunicam com outra cultura, outro país, outra região, pois são justamente essas composições que revelam a identidade do destino.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

DETALHES

Fotos de detalhes também ajudam a chegar numa composição final de viagem mais rica. Isso porque é legal ver diferentes percepções de cliques, dos mais abertos aos mais fechados, dos cliques de perto, dos cliques de longe. Retratos, objetos e comida, no geral, são melhores capturados com lentes com o f 2.8 pra baixo – leia mais sobre as melhores 3 lentes para viajar aqui. Atente-se para detalhes arquitetônicos, para pontos de foco na natureza, para pequenos fragmentos do dia a dia de um lugar.

british-museum

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

LINHAS E PERSPECTIVAS

Em 99% dos casos, a linha do horizonte fica melhor aprumada, retinha, mas nunca no meio do quadro (deixe-a sempre na parte debaixo ou de cima). A função ‘endireitar’ do Instagram dá um jeito nas fotos tortas. Lembre-se também de tomar cuidado para que a linha do horizonte não corte seu objeto principal da imagem. Linhas também são usadas para trabalhar a perspectiva de um clique é útil em fotos de arquitetura e que queiram desvendar um objeto principal, como uma pessoa andando num corredor. Para imagens urbanas, podem ser bem exploradas.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

FUNDO

Sabe quanto tempo se leva para dar like numa foto ou rolar o feed pra baixo? 1.7 segundos. Ta aí a importância de um fundo claro, que pode ser facilmente lido, entendido, que harmoniza com a composição. Cuidado com roupas e elementos que se misturem com o fundo camuflando a sua fotografia. Falar de fundo também é se planejar no quesito horário: grandes cidades podem ficar muito lotadas durante o dia, podendo ser mais assertivo sair para fotografar mais cedo, quando menos pessoas estarão na rua estragando o fundo da sua imagem (se o seu foco for uma praça tranquila, um monumento com toda sua fachada aparecendo, uma foto sua na rua, por exemplo).

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

LUZ

Trabalhar a luz é encontrar o melhor estilo fotográfico que te define. Não há certo ou errado para a luz, mas há o que te agrada mais. Golden light no início e no final do dia, fotos bem ao meio-dia para passar o efeito tropical vibes, fotos na contraluz para trabalhar conceitos. De novo a importância de traçar um roteirinho fotográfico antes da viagem, melhor de acordo com os melhores horários para fotografar naquele lugar. Em tempo: considere as estações do ano para pesquisar horários do nascer e do pôr do sol no destino visitado, uma vez que em alguns países da Europa, por exemplo, a variação pode ser de mais de 5 horas para o sol se pôr no verão e no inverno. Apps como o Sun Surveyor Lite podem te ajudar a traçar inclusive o movimento de deslocamento do sol por destino.

punta-cana

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

PRODUÇÃO

Já ouviu o termo “foto Instagramável”? A parte de produzir um clique é tão importante quanto sua concepção. É a direção de arte da cena, organizando objetos, inserindo pessoas e harmonizando o momento que vai se eternizar em imagem. Pessoas criativas tendem a investir em produções mais detalhistas que resultam em cliques mais fotogênicos. E isso é o que faz a grande diferença nas imagens tiradas viajando: os fotógrafos que prestam atenção em tudo, do enquadramento ao fundo, ao look escolhido e à inserção da pessoa na foto são os que obtém mais sucesso.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

SELEÇÃO E ARMAZENAMENTO DAS FOTOS

Pode dar preguiça, mas depois de tirar cliques incríveis pelo mundo, uma das tarefas mais importantes é fazer a seleção dos melhores e o correto armazenamento desse material. É cansativo selecionar as 10 melhores fotos dentre as 100 do mesmo ponto turístico e pensando numa viagem em que visitamos uns 10 pontos turísticos fica mais trabalhoso ainda – mas necessário. Comece separando suas preferidas e salvando-as no seu computador ou celular. Apague as que estiverem erradas, estouradas ou com interferências e guarde as outras num bom HD externo. O HD Externo Portátil Expansion 1TB da Seagate de alto desempenho não vai te deixar na mão, fora que tem um design geométrico cheio de estilo.

DICAS DE FOTOGRAFIA DE VIAGEM

EDIÇÃO E PRESETS

Quase mais importante que tirar uma foto é saber tratá-la depois. A edição é uma das etapas mais importantes de todo o processo fotográfico. É ela que faz uma foto boa ficar incrível e uma foto incrível ficar perfeita. Para chegar numa edição cada vez mais impecável e que tenha a mesma linguagem nas suas viagens, usar presets do Lightroom, o melhor editor que existe, é uma atitude esperta. Leia mais sobre como editar suas fotos como um profissional aqui e conheça os Presets Carpe Mundi by Anna Laura para transformar de vez seus cliques na Lojinha Carpe Mundi.

PRESETSCARPEMUNDI

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo