DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

Com cada dia mais ferramentas de vídeo chegando nas redes sociais (vide TikTok e Reels), está na hora de, além das fotos, dominarmos práticas de vídeos nas viagens.

Aqui vão 7 dicas de como tirar, editar e postar melhores takes de vídeo em viagens.

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

1) Domine técnicas fotográficas

Vídeos são fotos em movimento. Não dá pra ser um bom videomaker sem antes ser um bom fotógrafo e dominar as práticas fotográficas. Nos vídeos são necessários os mesmos cuidados que se tem nas fotos, com luz, ângulo e enquadramento, produção, linha do horizonte, inserção do objeto ou pessoa no take… Princípios básicos e super importantes da fotografia.

LEIA MAIS: Como tirar boas fotos de você mesmo viajando sozinho

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

2) Equipamentos adequados garantem vídeos de qualidade

Dá pra filmar com o celular? Dá. Mas filmar com uma câmera com mais qualidade faz toda a diferença na hora de gravar um vídeo. Ter em mãos um tripé e um estabilizador de movimento também mudam TODA a captação de imagem de vídeo, assim como um microfone adequado no caso de vlogs e vídeos falados.

EQUIPAMENTOS PARA GRAVAR MELHORES VÍDEOS DE VIAGEM

Sony Alpha a6300 (R$ 5 460 com lente 16-50mm, compre com desconto na Amazon)

sony-alpha-a6300

Mirrorless semiprofissional que entrega boa qualidade de imagem por um preço acessível. A focagem automática de 0,05 segundos e uma das maiores quantidade de pontos de focos do mercado são seus pontos fortes. Grava vídeos em até 120 fps em 4K e o ISO vai de 100 a 51200 com camada de fios de cobre no sensor – uma revolução no mercado.

Tripé Manfrotto BeFree Compact Travel Carbon Fiber (cerca de R$ 2 089 com desconto na Amazon)

tripe-manfrotto

De fibra de carbono – ultrarresistente -, pesa apenas um quilo e vem com uma bolsinha pra usar no ombro. Ou seja: é aquele tripé pra não ter preguiça de levar junto com você em nenhuma viagem. Vale ainda lembrar ainda que a Manfrotto é a melhor fabricante de tripés hoje no mercado – invista sem medo que é um equipamento pra vida, tanto pra fotos como para vídeos.

Estabilizador DJI Osmo Gimbal Mobile 3 (cerca de R$ 1 299 com desconto na Amazon)

dji-osmo-3

Estabilizador triaxial dobrável, leve e portátil da DJI criado para smartphones. Reduz tremores de modo efetivo nas gravações, que com o Osmo ficam super nítidas e estáveis. Seu design leve e responsivo reage aos seus movimentos em tempo real, permitindo que foque no momento e na ação. Essencial para produzir vídeos de movimento com o celular mais bacanas.

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

3) Monte um roteiro para a sua filmagem

Fazer o planejamento do conteúdo a ser produzido vai te ajudar a, claro, produzir takes melhores, mas também a ser mais produtivo e prático durante a filmagem. Isso porque seguindo uma pauta pré-pronta, você fica melhor direcionado a saber o que filmar. Pode ser desde um roteirinho mais elaborado a ideias sequenciais anotadas mesmo no bloco de notas do celular. O importante é não ficar no improviso, uma vez que viajando já temos menos tempo que o desejado para visitar atrações e pontos turísticos e ter que gravar cenas em frente a eles pode virar uma confusão sem uma listinha de takes a seguir. Uma dica pode ser tentar unir os passeios mais fotogênicos e desejados ao melhores horários de luz nesses lugares.

como fazer videos de viagem

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

4) Variação entre takes dá dinamismo ao vídeo

Takes em câmera lenta, outros em time-lapse, de pessoas, de animais, de movimento, de detalhes. Takes variados trazem mais dinâmica ao resultado final do seu vídeo de viagem e tem tudo a ver com o propósito de viajar, mostrando todos os lados de um destino, sua cultura e a vida que acontece ali. Em tempo: movimentos mais lentos costumam funcionar melhor e ter menos chance de frames “tremidos” para a composição do seu vídeo. Se precisar, pode ajustar a velocidade para mais rápido depois na hora da edição.

LEIA MAIS: 13 aplicativos que vão dar um up no seu conteúdo do Instagram

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

5) Grave vídeos para plataformas específicas

TV, computador e Youtube pedem vídeos widescreen na horizontal, enquanto o IGTV, o Reels e o TikTok pedem momentos capturados na vertical. Para gravar vídeos de sucesso, primeiro é importante saber para qual plataforma ele será produzido, para, então adaptar as filmagens ao objetivo final. Mais fácil fazer esse planejamento e, às vezes, executar um mesmo take duas vezes, do que usar imagens inadequadas ao seu propósito depois, diminuindo drasticamente a funcionalidade e a qualidade de um vídeo.

aplicativos-para-instagram

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

6) Aprenda tudo que puder sobre edição de vídeo

Saber editar seus takes é tudo. Aplicar transições, fades, brincar com o movimento das imagens, ajustar a trilha sonora, colocar legendas se necessário… Editar vídeos com qualidade é tudo. Pra quem grava pelo celular e edita pelo celular, apps como o Premiere Rush e o Splice são uma boa, além de apps de filtros de cor para vídeos como o VSCO e o Tezza. Pelo computador, o Adobe Premiere e o Final Cut são os melhores editores de vídeo ever. Domine todas as técnicas dos programas e invista em tutoriais e cursos de edição de vídeo para melhor sua maestria em gravar, editar e finalizar vídeos de viagem.

LEIA MAIS: Como editar suas fotos de viagem como um profissional

+ Aprenda com os melhores videomakers brasileiros profissionais de viagem que compartilham dicas para melhorar seu conteúdo: Lucas Pinhel, Rabbits e Andre Pilli.

DICAS VÍDEOS DE VIAGEM

7) Boas práticas de postagem e compartilhamento dos vídeos

Ficou craque em takes, tem todos os equipamentos necessários e sabe editar vídeos como um profissional? Você vai precisar de um canal relevante para compartilhar seus vídeos, seja no Instagram, no Youtube ou na plataforma digital que for. Invista em boas práticas para crescer suas redes, para postar nos horários de pico e atingir mais usuários, para se consolidar como um criador de conteúdo de vídeo no mercado.

LEIA MAIS: Consultoria de fotos e feed para Instagram + como alavancar seu perfil

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo