É escondida ao lado de Mônaco, a uma estação de trem de Monte Carlo, que repousa a praia mais bonita da Côte d’Azur, a Plage Mala.

Entre o mar e a montanha, a baía dourada de Mala, na comuna de Cap-d’Ail, é o crème de la crème do sul da França.

Da gare – ou estação de trem – de Cap-d’Ail até a Baía de Saint-Laurent, a base de Mala, são dez minutos de caminhada, agraciados por uma passarela que beira o oceano revelando aos poucos o ritmo do local. Primeiro vêm as mansões, que não são poucas, mas de uma riqueza sutil, sem pretensão. O luxo, por toda parte, meio que entra em harmonia com o cenário. Após um sobe e desce de escadas entre as pedras, a coisa finalmente toma forma.

O minúsculo litoral da praia mais bonita da Côte d’Azur é dominado por dois clubes de praia à la Cannes, uma faixa de areia pública – que na verdade é toda de pedrinhas – e algumas casinhas de moradores. Mas melhor que isso é alugar uma prancha de stand up paddle no quiosque de esportes e curtir o dia na Plage Mala da melhor forma possível: dentro do mar.

De cima da prancha você desfruta melhor de todo o negócio, vendo os iates ancorados e os 50 tons de azul do Mar Mediterrâneo. Depois de remar em volta dos corais, tomar sol e meditar no sup, é obrigatório explorar rapidinho a pequena caverna à direita da praia mais bonita da Côte d’Azur. Só dá pra chegar nela pela água.

No fim do dia, a boa é tomar um drink e observar o cenário com os pés na areia no beach club La Réserve de la Mala (aberto de abril a setembro). Dá pra assistir o entardecer das mesas, cabanas ou espreguiçadeiras do local.

LEIA TAMBÉM: Côte d’Azur: não deixe de ir à Èze Village, vilarejo medieval a 30 min de Nice
Airbnb: 14 apartamentos pra alugar em Paris lindos e baratos!
Lugarzinhos pra comer em Courchevel, a badalada estação de esqui francesa
Paris: veja dicas dos três melhores lugares pra fotografar a Torre Eiffel

A Plage Mala ainda é um segredo da Côte d’Azur, na qual os destinos, em sua maioria, tomaram forma turística e artificial demais. Quem frequenta essa prainha não ostenta muito, não espere ver uma porção de itens de grife na cadeira ao seu lado, apesar dela provavelmente estar ocupada por um ricaço que detesta a afetação de Saint-Tropez.

Processed with VSCOcam with s3 preset Processed with VSCOcam with f1 preset

pedras

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

2 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo