tailândia


Sukhothai: uma parada esperta entre Bangkok e Chiang Mai

Sua localização conveniente entre as duas principais cidades da Tailândia fazem do destino um ótimo local de parada pra quebrar a longa viagem de ônibus entre elas. O ideal é passar um dia inteiro lá, então durma uma ou duas noites dependendo do horário do seu ônibus. Veja aqui o que fazer em Sukhothai.

Sukhothai é dividida entre a New Sukhothai, a parte nova da cidade, onde estão o comércio e a maioria dos hotéis, e o Sukhothai Historical Park, uma espécie de minicomplexo do Angkor Wat (o famoso complexo de templos do Camboja) com toques de arquitetura tailandesa. Pra cumprir os cerca de 13 km que as separam há ônibus (na verdade um tuk tuk-caminhão) que levam por cerca de 40 baht; pergunte no seu hotel da onde eles saem. Continue lendo para ver o que fazer em Sukhothai.

*Preços: US$ 1 = 35 baht

sukhotai-thai

Conhecendo o Parque Histórico de Sukhothai: veja aqui o que fazer em Sukhothai

O parque tem um quadrado principal cercado por restos de uma muralha que guarda 21 construções históricas, resquícios de quando Sukhothai foi a primeira capital do Reino de Siam. Estabelecida no século 13, a dinastia de Sukhothai durou 200 anos e teve nove reis – o mais famoso deles foi o Rei Ramkhamhaeng, que desenvolveu os primeiros escritos na língua tailandesa e expandiu o reino para quase o território total da Tailândia hoje. No século XV, Sukhothai foi absorvida por Ayutthaya (um ótimo passeio bate-volta de Bangkok).

O que fazer em Sukhothai: As ruínas de Ayuthaya (veja o roteiro completo aqui) são mais impressionantes, mas a área de Sukhothai é bem mais agradável. Enquanto na primeira elas ficam espalhadas pela cidade (e misturadas aos prédios e carros), em Sukhothai estão concentradas num lindo parque arborizado com lagos, pontes e caminhozinhos pra explorar. E uma raridade na Tailândia: bem poucos turistas, o que dá uma sensação de voltar no tempo mesmo (e não estar numa atração da Disney).

O melhor modo de cursar o parque é de bicicleta. O ônibus te deixa em frente à portaria, onde há diversas lojas para alugá-las. O ingresso pra entrar custa 100 baht – peça um mapa pra se situar entre os templos.

sukhothai-buda

A construção principal é o Wat Mahathat, antigo centro espiritual e administrativo da cidade, cheio de colunas, budas gigantes e 198 chedis (estruturas em forma de cone). Pedalando ao redor dele, você vai ver também o Wat Si Sawai, que tem torres em estilo Khmer (tipo as que você vê no Camboja) e o Wat Sa Si, com mais budas e chedis.

O QUE FAZER EM SUKHOTHAI:

Saindo do quadrado principal, vale a pena ver o Wat Si Chum, com um pavilhão externo com um poderoso buda de 15 metros de altura onde o pessoal coloca oferendas sob uma revoada de pombos. Mais a frente fica o Wat Phra Phai Luang, isolado entre a vegetação. Quando a fome apertar, tem restaurantes na estrada com os pratos de sempre (macarrão frito, arroz frito com frango) a preços ok. LEIA MAIS: Como é a comida na Tailândia, Laos, Camboja e Vietnã?

TOURS DE BIKE  – Quem preferir ir com guia, veja os passeios da empresa Cycling Sykhothai, de um belga que mora na cidade há mais de 20 anos. Eles buscam no hotel e tem almoço incluso. O passeio de dia inteiro custa US$ 28.

Onde ficar em Sukhothai – hotéis em Sukhothai:

The Garden House (diárias a partir de US$ 4) – Bem simples, tem um restaurante embaixo com bom café da manhã e quartos duplos no andar superior mais baratos impossíveis – há cabanas de madeira nas laterais, mais caras. O banheiro é limpo, mas sem água quente, e o wi-fi funciona que é uma beleza (coisa a se prezar sempre no Sudeste Asiático). Fica do lado de onde se pega o busão pra ir ao parque histórico e perto do Night Market (bom pra ir comer à noite).

Somprasong Sukhothai Guesthouse (diárias a partir de US$ 5, RESERVE AQUI!) – Também basicão, quase do lado do The Garden House. O dono é atencioso, recebe a galera e faz pizza no restaurante. Nada de água quente.

Vieng Tawan Sukhothai Guesthouse (diárias a partir de US$ 20, RESERVE AQUI!) – Facilita a vida por estar a 1 km do parque histórico. Alguns graus de sofisticação acima dos anteriores, tem quartos bonitinhos com shampoo e secador de cabelo e uma varanda florida com sofás.

Baan B&B Sukhothai (diárias a partir de US$ 37, RESERVE AQUI!) – Pra quem quer mais conforto, também a 1 km do parque. As acomodações, com 50 m² e equipadas com ar condicionado, ficam ao redor de um belo jardim.

Como ir a Sukothai

De avião: A Bangkok Airways voa de Bangkok a Sukhothai duas vezes por dia. A viagem dura 1h15 e custa a partir de US$ 70 – não acho que valha a pena pela distância curta.

De ônibus/van: Saem do Bangkok Northern Bus Terminal a cada 30 minutos entre às 7h e às 23h e custam entre 200 e 400 baht, depende da classe que você escolher. A viagem dura entre 6 e 7 horas. Pra quem sai de Chiang Mai, o ônibus parte da Arcade Bus Station e chega em cerca de 5h (por cerca de 300 baht).

sukhothai-bicicleta

Há 10 comentários para “Sukhothai: uma parada esperta entre Bangkok e Chiang Mai

  1. Obrigado pela dica, já havia ido duas vez a chiangmai chiangrai and pai, gostei muitíssimo, hoje retorno ao norte and na volta vou parar em Sukhothai, obrigado Betina, xxx kiko

  2. Oi Betina!

    Você acha ir de ônibus de Bangkok melhor do que ir de trem? Sabe quais as empresas de trem e de ônibus para eu verificar os horários e preços? Obrigada.

  3. Oi Betina, tudo bem?
    Vi que você indicou o site 12go.asia aí em cima…
    Ele é confiável mesmo?
    Fico meio receosa de comprar e ter problemas…
    Meu roteiro será da seguinte forma: Bangkok/Chiang Mai/Praias do Golfo/Bangkok, mas estava pesquisando e a passagem aérea Chiang Mai->Koh Samui fica muuuuuito cara…
    Já pra ir Chiang Mai->Suratthani fica mais barato mas tem o deslocamento de mais 1:30h a 3h pra chegar até Koh Samui segundo o 12go.asia. (Mesmo contando com o valor do deslocamento ônibus+barco, a diferença é de uns 600 reais)
    Você acha que compensa?
    Tô meio perdida…
    Temos 15 dias inteiros, quase 16 pq o voo de volta sai às 22:40… Pensamos em fazer da seguinte forma:

    04/06 – chegada BKK
    06/06 – BKK -> Chiang Mai (06 a 10/06)
    10/06 – Chiang Mai -> Praias (Koh Samui – 2 dia/Koh Tao – 2 dias /Koh Phangan – 3 dias)
    17/06 – Praias -> BKK
    17 a 20/06 – BKK

    Você acha que vale a pena o tempo a menos de deslocamento pelo valor a mais na passagem?
    Também pensei em fazer um trecho chegando em Suratthani e a volta saindo de Koh Samui. Já diminuiria bem os custos…
    Mas tô sem saber o que faço…
    Me ajuda! rs

    Obrigada desde já!
    =D

    1. Oi Anna tudo bem? Vamos lá:
      Se a passagem de e para Koh Samui estiver muito cara, vale a pena sim ir por Surat Thani, nem acho que faça taaatnta diferença de tempo de deslocamento. Surat Thani é a cidade-base pra pegar as balsas para as ilhas. Compre as passagens de avião com antecedência direto no site das companhias (eu uso o 12go.asia só pra consulta, não pra comprar através dele; você pode ver os preços no Skyscanner.com também) e deixe as balsas e ônibus pra comprar na hora mesmo. Ficou claro?

      Uma coisinha: se possível, reserve seus hotéis pelo nosso link do Booking> http://www.booking.com/index.html?aid=919672
      Assim vocês não pagam nada a mais por isso e a gente ganha uma pequena comissão que ajuda a monetizar nosso trabalho 🙂
      Aqui tem um post com hotéis selecionados: https://www.carpemundi.com.br/hoteis-na-tailandia/
      beijos e boa viagem!

  4. Ah, outra coisa…
    Estamos pensando em já comprar logo pra não ter que levar tanto dinheiro…
    Já que pretendemos reservar e pagar pelos hotéis, teríamos que ter já ter os esquemas certos pra evitar de perder alguma noite…
    Estamos meio sem saber o que fazer!
    =/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *