Depois de ter ficado em todo tipo de hotel possível, a gente começa a fazer listinhas na nossa cabeça dos prós e contras das estadias. Veja 10 fatos bons e péssimos sobre os amados [ou odiados] hotéis. Coisas que a gente ama e odeia nos hotéis:

AS 10 COISAS QUE A GENTE MAIS AMA

1) Abrir a porta do banheiro e dar de cara com uma hidro enoooorme (e abrir o armário e encontrar um roupão felpudo)

2) Varanda com vista pro mar/castelo/skyline

3) Quando o hotel é baratinho mas é honesto: tem dependências novas, decoração bonita, quartos bem equipados, bom atendimento.

4) Lençóis, fronhas e edredons branquinhos e fofinhos que dão vontade de morar dentro – e uma cama tão grande que dá pra dormir nos dois sentidos.

5) Caixinha de som pra carregar o celular e ouvir música no banho (e chuveiro potente).

6) Quando o hotel é maravilhosamente bem localizado, tipo a um passo da praia, a 10 metros do Central Park, bem no meio do Centro Histórico.

7) Café da manhã com panquecas e omeletes feitos na hora com vários ingredientes gordos pra pôr em cima.

8) Amenities cheirosos da L’Occitane ou alguma outra marca bacana.

9) Quando dá usar a sauna e a piscina aquecida do spa sem pagar nada.

10) Serviço de quarto: mesmo que você peça só um prato de batata frita, parece um luxo.

hoteis-listas

E AS 10 QUE MAIS ODIAMOS

1) Secador de parede, leia-se aqueles podres com potência menos 20 watts.

2) Quarto sem cofre e sem espaço hábil pra desarrumar a mala.

3) Pagar pelo wi-fi (até quando, pessoal?) e/ou quarto sem sinal.

4) Carpetes velhos cor vinho-escuro que de noite fazem o quarto lembrar um cenário de filme de terror B e cobertores de lã que parecem ser lavados só uma vez por ano.

5) Quando não há café na manhã incluso na diária (e quando ele acaba antes das 10h).

6) Fotos do site do hotel que não correspondem em nada com a realidade.

7) Colchão fino e velho que faz suas costas te lembrarem todos os dias de que você economizou com a estadia.

8) Quando o check-in ainda não tá disponível de manhã e o jeito é ficar mofando no lobby ou sair por aí ainda zureta do voo esperando dar a hora.

9) Pouco-caso no atendimento, não importa se você pagou US$ 10 ou US$ 1000 pela diária.

10) Resquícios de hóspedes anteriores, baratas, poeira preta no chão e qualquer sinal de falta de higiene básica.

lista-hoteis
CONCORDA?

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

5 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo