Rodeada por árvores, rios, lagos e montanhas espetaculares, Ushuaia é uma linda imensidão branca, um ótimo destino para quem quer se aventurar em atividades de neve na América do Sul. Localizada a mil quilômetros da Antártica, mas ainda em terras argentinas, a cidade mais ao sul do mundo traz atrações de grande aglomerados invernais com um tom caseiro e rústico de uma cidade pequena.

A temporada de inverno – de junho a outubro – é conhecida por ser a melhor época para aproveitar Ushuaia. Durante esse período a temperatura varia de 0 a 10 graus negativos, o que torna a cidade um dos melhores e mais gelados lugares para conhecer neve no Hemisfério Sul.

Essa parte da Patagônia argentina tem tanta variedade de atividades que até aquele que não é muito fã de aventura vai acabar aproveitando. Preparamos um roteiro com as principais atrações da Terra do Fogo no inverno para você poder desfrutar dos suas melhores e mais lindos atrativos.

huskies-passeio-ushuaia

USHUAIA ARGENTINA

guia de viagem

USHUAIA ARGENTINA

Como chegar

Chegar em Ushuaia não é a missão mais fácil, já dizia o apelido local, lá é o “fim do mundo”. Como não existem voos diretos para a região, a única solução é viajar até Buenos Aires, trocar de aeroporto (do Aeroporto Internacional Ministro Pistarini ao Aeroparque Jorge Newbery) e de lá ir para Ushuaia. A viagem de São Paulo até Buenos Aires é de aproximadamente 2h30 e de lá para Ushuaia mais 3 horas de voo.

USHUAIA ARGENTINA

Quando ir

Ushuaia tem passeios lindíssimos tanto no verão quanto no inverno. No entanto, são atividades e paisagens completamente diferentes. Se você está em busca de natureza, com um clima de outono e um pouco de aventura, o verão é o indicado. Nessa época do ano é possível fazer caiaque, trilhas nas montanhas e aproveitar a linda paisagem da cidade – mas sem neve. Já no inverno, o ambiente muda de clima e abre as portas para as aventuras na neve que contam com paisagens inundadas por flocos de gelo.

USHUAIA ARGENTINA

Quanto tempo ficar

Para aproveitar a maioria do que a cidade tem a oferecer, o indicado é ficar no mínimo 4 dias. Para aqueles que optarem por estender um pouco mais a viagem, 7 dias é o essencial.

USHUAIA ARGENTINA

Clima de Ushuaia

Considerada a porta de entrada para a Antártica, Ushuaia tende a ter um clima frio durante todo o ano. No verão, que se estende de dezembro a março, as temperaturas variam entre 5 e 15 graus celsius, enquanto no inverno o termômetro da terra do fogo chega a marcar de 0 a 10 graus abaixo de zero. Portanto, não importa a época do ano, uma boa roupa térmica são indispensáveis para curtir melhor o passeio.

USHUAIA ARGENTINA

Língua, moeda e fuso horário

Em território argentino, a língua local é o espanhol – contudo, o portunhol é uma saída. A moeda oficial é o peso argentino. Apesar de estar localizado a 3 mil quilômetros de Buenos Aires e 5 mil quilômetros de São Paulo, o horário permanece igual ao de Brasília.

USHUAIA ARGENTINA

Transporte

Para a sua locomoção pela cidade existem 3 opções: aluguel de carro, táxi e remis – e adianto, os preços são bem bons! Esse último é uma alternativa local e funciona como um táxi, mas sem o taxímetro, e vale a pena para passeios com distâncias mais longas. Fique atento também aos pacotes de transfer que você encontra na internet, que às vezes saem mais em conta, principalmente para ir aos centros invernais.

USHUAIA ARGENTINA

Dicas extras no inverno

Para quem tem como opção viajar para Ushuaia no inverno, fique atento às vestimentas. A sensação térmica é ainda mais fria do que indica o termômetro. É indispensável ter um sapato para neve (se você quiser evitar o congelamento dos seus dedos ou até alguns tombos no gelo!). Além disso, uma luva térmica e casacos impermeáveis também devem estar na sua bagagem obrigatoriamente.

USHUAIA ARGENTINA

O que fazer em Ushuaia

Navegação no Canal Beagle

O Canal Beagle separa as ilhas do extremo sul do continente da Terra do Fogo, no final da América do Sul. Marca também a fronteira entre o Chile e a Argentina. O passeio pelo canal conta com lindas paisagens de lobos marinhos e aves do território, como os cormoranes (parecidíssimos com pinguins), em 2 horas e meia de navegação. Um guia vai narrando a história local e curiosidades sobre os animais e pontos de paradas durante todo o percurso. É um programa indispensável para entender melhor da região – mas vá preparado pro frio, os ventos do lado de fora do barco são de congelar. A Bajo Cero e a Viajes Beagle fazem o percurso.

canal-de-beagle-ushuaia

Trem do Fim do Mundo

Com as energias já renovadas, no segundo dia você pode aproveitar para conhecer o Trem do Fim do Mundo. Existem três horários de embarque (verificar o site), e nesse passeio você aproveita as lindas paisagens do parque nacional dentro de uma charmosa Maria Fumaça que remete aos tempos antigos. O trajeto de 7 quilômetros é digno de cena de filme: lagos congelados, alguns cavalos e muita neve! A viagem toda é acompanhada de um guia sonoro sobre os presos de Ushuaia, que durante anos faziam uso da ferrovia para chegar aos seus locais de trabalho: uma das penas mais severas antigamente por conta do frio local.

Museu Marítimo Do Presídio de Ushuaia

De tarde, com carinha de noite (já que em Ushuaia escurece por antes das 17h), o Museu do Presídio é um programa interessante. Ushuaia foi criando sua zona populacional com a vinda de criminosos negligentes que iam cumprir sua pena em nesse local afastado, com temperaturas baixíssimas, como uma forma de repressão. Hoje em dia, o local, que funcionava como o presídio, virou um museu tanto marítimo, que mostra um poucos das expedições que já passaram pelo destino, quanto de memória à história, e conta com celas e estruturas originais, além de histórias de criminosos que já passaram por lá.

Moto de neve + huskies

Ushuaia conta com diversas agências de viagem com programações pra lá de memoráveis. Uma delas, oferecida pela Brasileiros em Ushuaia, é o trenó com huskies e a moto na neve. Com os cães de neve é possível percorrer um bosque nevado por cerca de 15 minutos admirando a paisagem. Já a moto na neve é um trajeto de 20 minutos com você dirigindo a própria moto por rotas cobertas de neve e cercadas pela Cordilheira dos Andes. Em seguida, o tour completa desfrutar de uma deliciosa e típica comida regional: o cordeiro patagônico.

Lagoa Esmeralda

Outro passeio imperdível para quem curte uma aventura é a trilha até a Laguna Esmeralda. Mas não se deixe enganar pelo nome. A Lagoa no inverno é totalmente coberta por neve e de esmeralda não tem nada (a foto abaixo é da lagoa em meias-estações)! O que vale mesmo a pena são os 9 quilômetros de ida e volta de trilha. De longe uma das paisagens mais lindas que você verá durante sua estadia. É recomendável ir com uma agência que contará com um guia, grampos auxiliares para os sapatos e bastões para andar melhor, como a Ushuaia Safari. Chegando na Lagoa nada melhor que uma boa comidinha para recompor as energias! Um lanche e até mesmo uma sopa dada pela agência no pacote são essenciais para continuar o trajeto.

lagoaesmeralda-ushuaia

Centros invernais

Ushuaia possui mais de 10 centros invernais por todo seu redor com vastas programações. Para quem deseja praticar esqui ou snowboard, o Glaciar Martial e o Cerro Castor são ótimas opções. O Glaciar Martial fica a apenas 7 km do centro da cidade e no inverno funciona como uma estação de esqui. Para quem ainda não tem o domínio dos equipamentos e quer ter um primeiro contato, lá é uma boa alternativa. Apesar de ter apenas uma pista para iniciantes, as aulas são eficazes e bem mais baratas se comparadas com outros lugares. O Cerro Castor é considerado o maior e mais ao sul snow park da América do Sul. Localizada a 26 km do centro, essa estação de esqui é para todos os gostos, composta por mais de 31 pistas de todos os níveis, e tem ganhado a graça do público por ser mais moderna e com neve catalogada como macia para a prática de esportes na neve.

placa-ushuaia-centro

ushuaia-fim-do-mundo

Centrinho

O centro da cidade é basicamente formado por duas avenidas principais: San Martin e Maipú. Você provavelmente vai passar algumas horas por essas ruas, pois a maioria dos restaurantes e lojinhas estão por lá. Uma das experiências de compras mais bacanas está na La Ultima Bita, feira de artesanato próxima ao canal. Aproveitando a caminhada, você não pode dispensar uma foto no letreiro de Ushuaia e na placa do fim do mundo, localizadas às margens do canal. Outra visita indispensável é na secretaria de turismo de Ushuaia. Lá você pode adquirir o carimbo de Ushuaia no seu passaporte, de graça. Dá pra escolher entre 8 opções de carimbos e deixar pra sempre essa viagem incrível marcada no seu documento.

USHUAIA ARGENTINA

Onde comer em Ushuaia

Tia Elvira

É o endereço mais recomendado para quem quer comer frutos do mar e a famosa Centolla, uma espécie de caranguejo gigante. Por ser uma iguaria, o preço da peça é mais salgado, cerca de 3 mil pesos argentinos (aproximadamente R$ 260), mas vale a experiência.

Bodegón Fueguino

Essa recomendação fica para quem quer aproveitar uma boa refeição do cordeiro patagônico. Mas fique atento, o ambiente lota assim que abre.

Pintó

Dica para um bom lanche da tarde. Aqui são servidas as famosas e deliciosas empanadas argentinas. São bem recheadas e com um preço super em conta. O único pesar é não ter lugar pra sentar, lá o sistema é pegou-levou.

Dody Churros

Após a refeição, nada melhor que um doce para fechar o combo. A Dodys encanta a partir da vitrine e a vontade é de comer todos os deliciosos doces expostos – croissants, donuts, carolinas -, mas claro que você não pode deixar de provar o churros, que dá nome ao lugar.

BarDPizzas

A melhor pizza da região, além de ter um ambiente bem gostoso para aproveitar a refeição. Sabores tradicionais não têm erro, assim como a de queijo brie.

restauante-ushuaia-argentina

USHUAIA ARGENTINA

Onde se hospedar em Ushuaia

Miralejos Ushuaia Apartamentos (diárias desde US$ 61)

O complexo de apartamentos Miralejos fica a 800 metros do centrinho de Ushuaia e é uma excelente opção no quesito custo/benefício. O apartamento bem iluminado, moderninho e todo equipado com utensílios de casa é o ideal para quem deseja fazer seu próprio horário – e sua própria comida. Alguns deles têm vistas lindas para a paisagem. (RESERVE AQUI)

Cumbres del Martial Villa de Montana (diárias desde US$ 141)

Há também opções para quem deseja ficar perto dos centros invernais. Um deles é o Cumbres Martial, que fica no Glaciar Martial, um dos mais conhecidos centros invernais de Ushuaia. O conceito de cabanas é o forte deles. Fica um pouco longe do centro, mas é o ideal para quem deseja aproveitar a vista do alto das montanhas e a neve ao redor. (RESERVE AQUI)

Arakur Ushuaia Resort & Spa (diárias desde US$ 374)

O Arakur é o mais conhecido hotel de luxo da região. Famoso por suas piscinas climatizadas externas localizadas a 250 metros acima do nível do mar e suas divinas vistas panorâmicas, é o hotel ideal para quem quer unir o luxo ao conforto e descanso. Ele é localizado no alto de uma colina, dentro da Reserva Natural de Cerro Alarkén e tem uma vista privilegiada do famoso Canal Beagle. Para facilitar, o hotel oferece transporte gratuito de uma em uma hora para o centro da cidade, que fica aproximadamente a 7km. (RESERVE AQUI)

cumbres-del-martial-ushuaia

arakur-ushuaia

pietra-palma

A AUTORA

Pietra Palma

Estudante de jornalismo e aspirante a viajante. Férias, feriados e finais de semana são sempre oportunidades para conhecer uma nova cultura, um novo lugar, um novo espaço. Gosta de colecionar momentos e pedaços desses caminhos através da escrita e acredita que uma boa viagem tem o poder de reanimar a alma.

4 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo