Famoso pelo turismo de aventura, Socorro é um destino para quem gosta de atividades radicais, contato com a natureza e a tranquilidade do interior. O município oferece diversas opções de trilhas, raftings, cachoeiras, circuitos de arvorismo, passeios a cavalo e de quadriciclo.

LEIA MAIS: 9 destinos de cachoeira e montanha em SP, MG e RJ pra uma viagem curta

O acesso a Socorro é fácil e os preços gerais da viagem são justos, especialmente pra quem quer investir nas compras e passa para garimpar malhas ofertadas nos shoppings e outlets da região. Como diferencial, Socorro é referência em acessibilidade a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida, com estrutura completa de sinalização tátil, elevadores, rampas e barras nos pontos turísticos, além de realizar ações de fiscalização nos estabelecimentos para garantir que todos tenham rampas de acesso dentro das normas de segurança. Os pets também são bem-vindos nas atividades e em quase toda a rede de hospedagem.

Turismo em Socorro

COMO CHEGAR E LOCOMOÇÃO

Socorro está a 138 km de São Paulo (SP), 475 km do Rio de Janeiro (RJ) e 622 km de Belo Horizonte (MG), assim o acesso mais fácil é de carro ou ônibus. Quem for de carro tem a praticidade de se locomover livremente pela cidade (o Rio do Peixe fica a alguns quilômetros do centro), mas também há opções para quem chega pela rodoviária. O Roda Socorro, por exemplo, oferece uma van local para qualquer localidade por preços acessíveis.

Turismo em Socorro

QUANDO IR

A melhor época para fazer rafting e ver as cachoeiras em sua melhor forma é entre dezembro e abril, quando as chuvas estão mais intensas e, por isso, os rios ficam mais cheios e caudalosos. Durante o resto do ano também dá pra aproveitar as outras atividades e, no frio, Socorro ganha ares mais românticos. Também é uma boa checar o calendário da cidade para visitar durante as festas. Em maio há o Festival Gastronômico Sabores da Roça, que reúne pratos típicos da gastronomia caipira como leitão a pururuca e lasanha de tilápia. Em julho há o Festival de Inverno, com shows e outras apresentações. E em agosto rola a Festa do Morango e a Festa da Padroeira da cidade. Já com o calor de volta, em novembro, acontece a Festa Italiana.

casarao-alcindo

Turismo em Socorro

O QUE FAZER

Socorro oferece atividades para todos os gostos. Quem gosta de aventura, vai adorar fazer o clássico rafting no rio do Peixe ou andar de quadriciclo pela estrada de terra. Para só curtir a natureza ao máximo, é possível fazer a Trilha das Cachoeiras e andar de pedalinho na Gruta do Anjo. Para uma vista panorâmica da cidade, visite o Mirante do Cristo ou o Mirante da Pedra Bela Vista, os dois com restaurantes ao lado para aproveitar a viagem. Também vale passar pelo Circuito Outlet, a Shopping Moda de Fábrica para comprar as famosas e baratas malhas dos fabricantes locais, e dar uma volta pelo fofo Centrinho Histórico.

LEIA MAIS: O que fazer em Socorro (SP): 10 programas pra não perder no destino de aventura

rafting

passeio-quadriciclo

cachoeira-trilha

pedra-bela-vista

Turismo em Socorro

ONDE FICAR

A rede de hospedagem em Socorro vai desde pousadas caseiras até hotéis com uma variedade de alternativas de lazer. Quase todas são silenciosas e perfeitas para descansar bem após um dia cheio de atividades. Confira três opções de estadia abaixo ou veja o post completo de onde ficar em Socorro.

Pousada Cafuné:

Pertinho das agências que fazem a maior parte das atividades de aventura, a pousada tem aquele ambiente bem aconchegante que faz você se sentir em casa. Os chalés misturam branco e amarelo na decoração e, apesar de serem simples, são bem espaçosos. Diárias desde R$ 110. (RESERVE AQUI!)

pousada-cafune-varanda

Pousada Morada Do Sol:

Inaugurada em 2018, a pousada tem acomodações bem novinhas e um ótimo custo-benefício. Os hóspedes elogiam muito a limpeza dos ambientes e o atendimento da equipe de funcionários. A piscina tem uma linda vista das montanhas e o guarda-sol de palha é super instagramável. Diárias desde R$ 150. (RESERVE AQUI!)

pousada-morada-do-sol

Hotel Recanto da Cachoeira:

Uma das hospedagens mais tradicionais da cidade, o Recanto da Cachoeira continua com seu charme clássico ao mesmo tempo em que renova suas acomodações e opções de lazer. O hotel conta com duas piscinas, quadra, campos de futebol, salão de jogos, lago de pesca e playground. Diárias desde R$ 494. (RESERVE AQUI!)

hotel-recanto-da-cachoeira

Turismo em Socorro

ONDE COMER

Socorro oferece várias opções de alimentação. Dá para experimentar uma comida caseira do interior, comer queijos locais ou tomar cafés artesanais. Mas também é possível achar restaurantes finos e especializados em carnes e frutos do mar, por exemplo. Veja aqui algumas opções de restaurantes e leia nosso post completo de onde comer em Socorro.

Pedra Bela Vista: Se o dia estiver bom, nada melhor do que comer vendo o sol se pôr no Mirante da Pedra Bela Vista. O restaurante tem mesas a céu aberto e oferece as comidinhas mais procuradas da cidade, como a linguiça na chapa e a pizza na pedra. Para completar a experiência só falta o Pan de Palo, receita peruana em que você assa e recheia seu próprio pãozinho.

Pennynsula Dom Raul: Dentro do Hotel Recanto da Cachoeira, o restaurante é um dos mais famosos da cidade e a comida faz jus à fama. Especializados em frutos do mar, o carro-chefe da casa é a Paella Dom Raul (R$ 195 para duas pessoas). Os jantares aos sábados ganham ares ainda mais românticos com iluminação de velas e violinistas tocando ao vivo.

Armazém Moinho da Nonna: A parada que você precisa fazer para ter um gostinho dos produtos locais. Os grãos de café artesanal são moídos e ensacados na hora (você nem imagina o cheiro que fica lá dentro) e o empório ainda é especializado em queijos e doces. O casal de proprietários é super atencioso e não é difícil eles oferecerem queijinhos com geleia e outros petiscos para degustação enquanto você estiver por lá.

comidas-locais

cafe-moinho-da-nonna

Turismo em Socorro: já passeou por Socorro e tem outras dicas? Conte nos comentários!

*O Carpe Mundi viajou a Socorro a convite do Socorro Turismo e da Associação Socorrense de Turismo (ASTUR). O conteúdo do post é independente e reflete a opinião da autora e do blog.

Bruna Nobrega

Acredita no lema "trabalhe com o que você gosta e você nunca estará trabalhando". Além de ser amante das viagens, é doida por entretenimento: daí seus dois anos na redação da Capricho antes de chegar aqui no Carpe Mundi. Reza pra próxima viagem ser para destinos que já foram cenário de filmes ou séries.

Deixe seu comentário

voltar ao topo