Contratar seguro viagem em férias na neve é tão necessário quanto levar roupas de frio na mala. Além dos enormes riscos de acidentes, são viagens com temperatura baixa, chuva e climinha propício aos resfriados e dores de garganta que podem resultar em complicações mais sérias se não tratadas logo.

Mas, afinal, como saber que você está, de fato, contratando um bom seguro viagem? O que faz do seguro viagem para esportes na neve adequado ou não? O que você precisa levar em conta na hora de escolher sua seguradora e do que não pode abrir mão?

LEIA TAMBÉM: Qual é o melhor seguro viagem para esportes radicais e viagens de aventura?

Leia a seguir um FAQ de perguntas e respostas de qual é o melhor seguro viagem para esportes da neve:

O que eu preciso levar em conta ao escolher um seguro viagem para as minhas férias na neve?

Acima de tudo, você vai precisar de uma seguradora com coberturas esportivas abrangentes, nas diferentes atividades que vir a praticar. Pode parecer que não, mas itens como andar de snowmobile, andar de helicóptero na montanha e até mesmo patinação no gelo não estão cobertos em toda e qualquer apólice – é por isso que contratar um seguro viagem para esportes na neve vai mais além de apenas checar se o mesmo abrange ski e snowboard na cobertura. Dito isso, a World Nomads é pioneira em cobrir esportes radicais e fornece as opções de seguro viagem mais adequadas aos viajantes aventureiros: são mais de 180 atividades e esportes de aventura assegurados mundo afora, o maior número entre as seguradoras, de pesca a andar de tuk-tuk e voar de balão, estando os esportes de neve obviamente dentro da lista.

Esqui na europa em novembro

Que esportes e atividades na neve estão cobertos no seguro viagem da World Nomads?

Ski e snowboard em resorts e trilhas demarcadas, heli-ski, snowmobile, patinação no gelo e snowrafting. É importante ler as cláusulas do seu seguro na contratação para entender o que de fato está coberto e o que não. Mas lembre-se: nenhum seguro viagem vai arcar com custos de acidentes que ocorram off-piste, ou seja, em áreas não regulamentadas para a prática de esportes de neve.

cerrocastillochile

O que exatamente o seguro viagem cobre em casos de acidente durante a prática de esportes na neve e quais os tipos disponíveis para contratar?

Se você sofrer um acidente e se machucar durante a prática de ski ou snow, a World Nomads vai cobrir desde o deslocamento do local do acidente às despesas médicas-hospitalares de emergência e até à repatriação ao Brasil (em casos de ferimentos graves). São dois tipos de seguro: o Standard e o Explorer. Enquanto demais seguradoras trabalham às vezes com 10 tipos diferentes de planos, que acabam confundindo a cabeça do cliente, a World Nomads simplifica ao máximo suas coberturas. A diferença está, basicamente, no valor limite da mesma, que no plano Standard é de até R$ 600.000 e no Explorer, até R$ 1.000.000 – mas ambos cobrem todos os esportes na neve listados no Manual do Segurado.

Esqui na europa em novembro

Por cobrir mais de 180 atividades e esportes de aventura, o seguro viagem da World Nomads é mais caro que o dos concorrentes?

De forma alguma! A World Nomads é, inclusive, reconhecida por seus preços bem competitivos e, se levando em conta a influência da cobertura, valores em conta. Seus planos são simples, flexíveis e abrangentes ao mesmo tempo, contemplando todos os viajantes, de todos os bolsos. E empresa representa ainda o mood do viajante moderno – o slogan é ‘seguro viagem para viajantes feito por viajantes’. Outro fator bacana é que o valor do seguro viagem é o mesmo de 0 a 69 anos, como não acontece com a maioria das empresas seguradoras. O que pode haver é um desconto especial para dependentes menores de 25 anos viajando com os pais. No mais, o valor final só aumenta de acordo com a quantidade de semanas que a pessoa vai passar fora do país e o destino para onde ela vai viajar – há um preço para viagens para os EUA e outro para o resto do mundo.

Comprei a passagem aérea no cartão e tenho direito ao seguro viagem de graça. Por que contratar o seguro da World Nomads mesmo assim?

De novo: são mais de 180 atividades e esportes de aventura cobertos com a seguradora, muitos deles que certamente ficam de fora do seguro gratuito que o cartão de crédito fornece – de que adianta ter um seguro que não vai cobrir as atividades da sua viagem? E quando se tratam de esportes radicais na neve, a necessidade de uma seguradora especializada fica mais evidente ainda, uma vez que os riscos de imprevistos são maiores e você corre o risco de perder literalmente todas as suas poupanças se sofrer algum tipo de acidente e não estiver devidamente segurado. Demais seguradoras e as apólices gratuitas do cartão de crédito também costumam armar a pegadinha de deixar a parte dos esportes de fora do contrato, disponível por um custo extra após a contratação. O último ponto importante de saber é que os seguros dos cartões trabalham majoritariamente com o serviço de reembolso, ou seja, caso você precise de atendimento no exterior, irá precisar desembolsar todo o dinheiro que tiver para pagar pelas despesas médicas – enquanto que se procurar o atendimento indicado pela seguradora, tem tudo incluído (leia mais abaixo).

Se eu me machucar praticando ski ou snowboard, como receberei assistência médica adequada?

Em todas as estações e resorts de ski existem as chamadas patrulhas de montanha, que fazem rondas pela área certificando-se de que tudo está dentro da normalidade. Se você vier a cair no topo da montanha, peça ajuda a alguém e espere pelos patrulheiros para te locomoverem na motinho até um ponto onde possa ser resgatado. Ou se já estiver na base da montanha, é só ligar para o time de assistência emergencial da World Nomads: eles irão te direcionar para o centro médico mais próximo à sua localização.

ushuaia

Quem paga o tratamento médico: eu ou a World Nomads? E como funciona o reembolso?

Depende: se você chamar a assistência 24 horas da seguradora e eles te encaminharem para algum centro médico onde haja cobertura World Nomads, você já está coberto desde o início do atendimento (mas fique atento porque há exclusões, leia atentamente o Manual do Segurado ao receber o seu). Se for por conta para algum outro centro médico ou hospital que não tenha convênio com a World Nomads, você vai precisar efetuar o pagamento e posteriormente entrar com o pedido de reembolso (que com a World Nomads é super fácil e descomplicado e pode ser feito de qualquer lugar do mundo; lembre-se de guardar as notas originais sempre!). Mesmo assim, vale lembrar que o ideal é sempre entrar em contato com a assistência emergencial antes de tomar qualquer decisão: são eles que poderão te indicar qual a melhor opção no seu caso.

torres-del-paine-national-park

E se o meu problema for apenas uma simples dor de garganta e eu precisar passar no médico? A consulta também estará assegurada? E os antibióticos e demais remédios que eu vier a precisar?

Sim e sim. O atendimento médico-hospitalar de emergência é coberto na apólice do seguro viagem. Atendimento ortodôntico de emergência e despesas com remédios também, desde que prescritas pelo médico e apresentadas à seguradora corretamente. No caso da World Nomads, uma simples foto da receita e da nota fiscal enviadas corretamente por email resolvem tudo (em tempo: dependendo do caso, pode ser necessário algum documento adicional).

Eu já estou viajando e quero contratar o seguro viagem: posso fazê-lo mesmo fora do Brasil?

Sim! Com a World Nomads, a facilidade de contratação do seguro é enorme, tudo é feito 100% online. Você pode optar por contratar seu bilhete de seguro viagem ainda no Brasil ou mesmo quando já estiver viajando, se precisar estender a viagem, diretamente pelo site (mas aí há uma carência de 72 horas para a cobertura para emergência médica e hospitalar valer). Essa facilidade não é oferecida por nenhuma outra seguradora brasileira. Em tempo: o Carpe Mundi sempre recomenda a contratação antes do início da viagem, assim você fica totalmente coberto por todo o tempo fora e para eventuais problemas com a passagem ou a bagagem inclusive.

paisagens-carretera-austral-chile

Vou viajar por vários países, meu seguro vai me dar cobertura?

A lista de países cobertos é gigante, mas há algumas restrições. A World Nomads não oferece cobertura para países que estão em guerra, como a Síria e o Iraque, por exemplo, ou para lugares que oferecem muitos riscos aos viajantes, como a Coréia do Norte – algo de praxe em qualquer seguradora.

E o que mais está coberto na apólice? Cancelamento de viagem, voo atrasado e extravio de mala também entram?

Sim, em alguns casos. Para o cancelamento, por motivos morte ou doença e acidente pessoal emergencial que ocorra com você ou algum membro próximo da família (cônjuge, pais, filhos e irmãos) nas 12 horas anteriores à viagem, demissão sem justa causa, admissão a um novo emprego, atendimento a convocação judicial improrrogável, entre outros. Voos atrasados acima de 4 horas entram no reembolso de eventuais gastos com alimentação, hospedagem e comunicação (desde que haja o correto reporte à empresa área) e perda e atraso de bagagem por parte da companhia aérea ou dos aeroportos envolvidos também estão cobertos – exceto bagagens de mão. O que é bem válido novamente em viagens de aventura já que muitas das vezes estamos viajando despachando equipamentos caros que não seriam totalmente reembolsados pela cia aérea em caso de desaparecimento ou perda dos mesmos – já a World Nomads, por ser especialista em viagens de aventura, entende o valor dos mesmos.

estrada-carretera-austral

A World Nomads está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, com atendimento em português.

Se estiver no Brasil, ligue: (11) 2526-9312

Se estiver no exterior, ligue para: +1 877 660-2844 (em tempo: este número aceita ligações internacionais a cobrar, mas custos com ligações telefônicas não serão reembolsados)

Whatsapp: +57 316 851-0533

E-mail: assistance@wt-assist.com

*Este post foi produzido em parceria com a World Nomads. Publiposts são conteúdos patrocinados em que acreditamos e julgamos de interesse aos leitores do Carpe Mundi.

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo