Onde ficar em Uluwatu, Bali

O reduto surfista de Bali tem penhascos com visuais incríveis, as melhores praias de Bali, pôres do sol épicos, uma atitude contagiosamente descontraída, espécies de pousadinhas-boutique completamente apaixonantes (e acessíveis!) e alguns dos melhores hotéis e resorts de luxo de Bali: quem não abre mão de uma piscina com vista e tiver orçamento folgado vai amar se hospedar em lugares como o The Edge. É legal procurar um hotel que dê para ir a pelo menos uma praia a pé. De resto, circule de motinho alugada, o meio de transporte oficial de Bali. Em 20 minutos você conhece a costa toda do sul da ilha, a chamada Península Bukit.

Onde ficar em Uluwatu: 10 pousadas, hotéis-boutique e resorts

LEIA TAMBÉM: Bares e restaurantes em Uluwatu, reduto surfista de Bali, do café da manhã à noite

Onde ficar em Uluwatu

Mule Malu Tropical Stay (diárias desde US$ 69)

Um oásis de paz no topo das falésias de Bingin, tem 11 quartos acolhedores com arquitetura mediterrânea combinada com itens de décor de Bali, uma piscina de água salgada e medidas em prol do meio-ambiente como a água totalmente filtrada do solo, a política de não uso de plástico e a instalação de isolamento térmico nas paredes visando manter temperaturas mais amenas (e, consequentemente, incentivar os hóspedes e não usar o ar condicionado). Nos banheiros ao ar livre, os amenities são todos de origem naturais. (RESERVE AQUI)

Onde ficar em Uluwatu

Inn Possible Cliff House (diárias desde US$ 72)

Com vista para as fotogênicas pedras incrustadas no mar da Praia de Bingin, é uma pousadinha com 9 quartos em tons brancos com detalhes de decoração em palha e vista para o mar azul – alguns tem pequenos terraços, outros, varandas ensolaradas. Do lounge aberto, espaço comum com sofás pra relaxar onde funciona a recepção e são servidas as refeições, o pôr do sol é marcante. Pra chegar ali, contudo, prepare-se para subir e descer algumas escadas: a acomodação está elevada nas falésias e o caminho de chegada é pela praia. (RESERVE AQUI)

villahariindahbali

Onde ficar em Uluwatu

Villa Hari Indah (diárias desde US$ 74)

Seis ótimos quartos moderninhos, com chão de cimento queimado e itens de décor e características tipicamente balinesas, como o incrível chuveiro a céu aberto, a predominância da palha e as estátuas de buda, ganesha e outras figuras esculpidas em granito, dispõem-se ao redor da piscina, adornada por plantas, espreguiçadeiras e gazebos. Excelente custo-benefício a 10 minutos de caminhada da areia de Bingin. (RESERVE AQUI)

Onde ficar em Uluwatu

PinkCoco Bali (diárias desde US$ 80)

A 5 minutos das ondas de Padang-Padang, é convidativo com suas paredes rosadas e jardim com duas piscinas redondas conectando seus 28 quartos contemporâneos chiquezinhos – com detalhes como almofadas, venezianas e até banheiros na cor rosa, mas tudo harmônico e bem agradável aos olhos. O jantar fica por conta da tratoria italiana do hotel. O custo-benefício geral é otimo. (RESERVE AQUI)

pink-coco-bali

dreamseasurfcampuluwatu

Onde ficar em Uluwatu

Dreamsea Surf Camp (diárias desde US$ 90)

Da rede de surf camps presente em destinos como Portugal, Nicarágua e Sri Lanka, há duas unidades em Bali: uma em Canggu e a mais gracinha delas em Uluwatu, numa área quase privada à direita de Padang-Padang. O hotel-boutique é um amor: pense em vibes praianas, de sol, sal e mar, exploradas no uso da madeira, do bambu e dos tons brancos e beges predominando, bem como manda o combo beachy-boho. Cada quarto é único, decorado individualmente com macramês, abajures de palha e cadeiras de balanço trançadas. No fim do dia, o Tiki bar serve drinks autorais ótimos. (foto de capa)

Onde ficar em Uluwatu

Suarga Padang Padang (diárias desde US$ 258)

É difícil que existam outros hotéis sustentáveis no nível do Suarga. Plástico passa longe, vidros não são utilizados na construção e a madeira reciclada é só o começo. Pra se ter uma ideia, o ar-condicionado do quarto é um aparelho totalmente ecológico que é tipo um dossel envolvendo a cama e refrigerando o quarto na temperatura fixa de 22 graus. No mais, o ambiente é agradabilíssimo, uma obra-prima da arquitetura balinesa, com sua notável estrutura de bambu cobrindo uma área de 1 600 metros quadrados onde está a recepção e o restaurante Dugong – às segundas-feiras há um buffet de comida autêntica tipicamente indonésia. Tudo desfrutando da vista da piscina infinita de 220 metros, flutuante sobre o mar. (RESERVE AQUI)

Onde ficar em Uluwatu

Karma Kandara (diárias desde US$ 324)

Pra quem não dispensa um resortão com tudo o que tem direito, o Karma Kandara tem enormes vilas com vários ambientes e piscininhas privadas entre lindos jardins, spa com cabanas de tratamento localizadas no topo das falésias com vista para o mar, beach club popular com restaurante, centro fitness com personal trainers numa espécie de casa da árvore com vista para o verde de Uluwatu e equipamentos de mergulho e caiaques para remar no mar. (RESERVE AQUI)

bali-uluwatu

Onde ficar em Uluwatu

Anantara Uluwatu Bali Resort (diárias desde US$ 338)

Como a maioria dos hotéis bacanas da península, a propriedade está localizada no topo dos penhascos, com vista para o infinito do mar. Entre as praias de Bingin e Padang Padang, revelando a onda conhecida como “Impossibles” logo em frente, o Anantara é marcado por sua construção com pedras de arenito que se revelam já na escadaria da imponente fachada (aliás, as escadas estão por todo o resort, é um sobe e desce frequente). Dos 74 quartos, onde predominam toques modernos (e alguns poucos detalhes balineses; a décor toda está mais para Miami Beach do que para a Indonésia), a maioria está no edifício principal, enquanto as vilas com piscina e seus tetos de grama verdinha se aglomeram ao redor das duas piscinas principais de borda infinita. Ponto alto para o pôr do sol: o Anantara é um dos únicos resorts de Uluwatu que apontam para o oeste, permitindo ver todo o show de cores no céu. (RESERVE AQUI)

Onde ficar em Uluwatu

Uluwatu Surf Villas (diárias desde US$ 378)

O surf no nome entrega: o lugar é queridinho dos surfistas, tanto pela vista incrível das ondas como pelo acesso exclusivo ao point do surf e prainha particular. Também bombam os retiros e aulas de yoga no estúdio ao ar livre entre a selva de Bali com vista para o mar. É a melhor opção pra quem se hospeda em grupo: as lindas vilas, de um a cinco quartos (as cliff views são as melhores), tem toda a infra para receber e acomodar com conforto amigos, casais e famílias viajando. Se bater preguiça de cozinhar, o staff prepara churrascos e refeições especiais para os hóspedes nas cozinhas e churrasqueiras das vilas.

surf-villas-uluwatu

oneeighty-the-edge

Onde ficar em Uluwatu

The Edge (diárias desde US$ 938)

Seu beach club, o Oneeighty, é lar da possivelmente mais fotogênica piscina de borda infinita ever, com um fundo de vidro que se estende por seis metros além dos penhascos de Uluwatu – contudo, mesmo os hóspedes do hotel precisam bookar o day pass com antecedência para usar a piscina, o que pode ser um pouco decepcionante pra quem reserva a acomodação com essa expectativa. Se a ideia for somente essa, saiba que o clube é aberto também a não-hóspedes mediante disponibilidade, o que dá a entrada garantida e pode sair beeem mais em conta (desde US$ 35 por pessoa). Mas, mesmo assim, o valor da noite no The Edge é fiel à estadia cinco-estrelas: todas as vilas têm piscininha privada, mordomo disponível 24 horas e até serviço de embarque prioritário no aeroporto. (RESERVE AQUI)

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo