índia


Fotografando a Índia: as cores, a diversidade e os retratos

Patricia Schussel GomesPatricia Schussel Gomes
@patchinpixelsWorld Sweet Home / Mochilando

A AUTORA: Patricia Gomes, paranaense, 29 anos, designer por formação e fotógrafa de coração. Mochileira e dona de uma bela coleção de carimbos no passaporte, morou dois anos em Nova Delhi, onde a fotografia começou a virar profissão. Hoje em dia leva uma vida sem endereço, trabalhando como fotógrafa, diretora de arte e redatora de viagens.

Como fotografar a Índia: “Pode parecer senso comum, mas a Índia é um lugar realmente transformador. Seria injusto definir um país tão plural com apenas um ponto de vista, mas morar lá foi um grande divisor de águas na minha vida.

Eu nunca fui aquela pessoa que sonhava em conhecer a Índia naquele clichê de uma busca espiritual ou qualquer coisa do tipo. Mas, no final de 2010, eu queria sair da rotina e trabalhar em um lugar que testasse meus limites através de um choque cultural: a Índia pareceu o lugar ideal para isto.

A Índia foi minha grande escola de fotografia e ainda não conheço lugar mais inspirador pra sair com uma câmera na mão. As tradições, os festivais, as religiões, a arte, a cultura, a dança, a comida, os temperos, as pimentas, as roupas, os tecidos, as texturas… apesar de uma triste realidade de pobreza evidente por trás de tudo isso, a Índia é um país muito cheio de vida e, pra mim, foi impossível não deixar isso transparecer no meu trabalho.

COMO FOTOGRAFAR A ÍNDIA

Taj Mahal

Fiel se banhando no rio Ganges, em Varanasi
Fiel se banhando no rio Ganges, em Varanasi
Indiano tomando chai em Old Delhi
Indiano tomando chai em Old Delhi

Fora do circuito tradicional de turismo, é complicado viajar na Índia com pouco tempo, principalmente porque o clima no extremo norte e extremo sul são muito extremos. A melhor época para conhecer o sul, onde prevalece o ecoturismo com selvas e praias, é no inverno (de dezembro e março), por conta das rigorosas monções que acontecem no verão. Já no extremo norte do país, repleto de cordilheiras, a alta temporada é no verão – as nevascas podem impossibilitar o passeio.

Estação de esqui em Gulmarg, no norte do país
Estação de esqui em Gulmarg, no norte do país

monge em um mosteiro de Ladakh

criança brincando em Old Delhi
Criança brincando em Old Delhi
Mercadinho indiano
Como fotografar a Índia: mercadinhos cheios de cores em todo lugar
-homem em barbearia tradicional indiana
Homem em barbearia tradicional indiana

Eu tenho um certo fascínio por montanhas então meus lugares favoritos são todos no norte, nordeste e noroeste do país, ainda assim com cenários bem diversos: Dharamshala, Rishkesh, Leh, Srinagar, Amritsar e Darjeeling.

Pra quem gosta de retratos, a Índia é um prato cheio: com observação e empatia, os resultados são simplesmente fascinantes. Quanto à segurança, é natural ficar com medo ao carregar a câmera no pescoço o tempo todo, mas durante quase dois anos morando lá nunca passei por nada. É sempre fundamental ter cuidado e atenção, como em qualquer lugar do mundo, mas não deixe de fotografar por isso. Em um país como a Índia, cada passo pode te render uma bela imagem”.

Mulher viúva raspando o cabelo e menina em Varanasi
Mulher viúva raspando o cabelo e menina em Varanasi
mulher indiana dormindo com saree
Mulher dormindo com sari

mulher indiana em Hampi

Safári de camelo no deserto em Jaisalmer, no Rajastão
Safári de camelo no deserto em Jaisalmer, no Rajastão
Motociclistas viajando por Ladakh
Motociclistas viajando por Ladakh
Homem indiano com vestimenta curiosa
Homem indiano com vestimenta curiosa

Há 3 comentários para “Fotografando a Índia: as cores, a diversidade e os retratos

  1. Olá! Obrigado pelo post! Super funcional! Estou indo para a Índia essa semana, e vou me concentrar no norte do país. Sempre fico um pouco ressabiado de fotografar pessoas nas ruas, mas depois de ler seu depoimento, estou mais seguro. Não tem problemas? Posso ficar seguro para minhas fotos? Forte abraço!

  2. Olá, Patricia.
    Sou Eliel Nascimento, fotografo a algum tempo Este ano as portas abriram pra ir a India, Bangalore. Cara colega, estou um tanto inseguro em fotografar por lá, estou indo como turista e não como repórter ou jornalista. Pergunto, vou ter problema em sair com a minha 7d pelas ruas e fotografar ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *