Que é pra Cusco que se voa pra ir a Machu Picchu a gente meio que já sabe, mas e depois? Tem como fugir dos pacotes de turismo careiros e visitar o sítio arqueológico por conta? Ou os pacotes valem a pena? Qual é o melhor jeito de chegar lá? E o mais barato? Dá pra ir em um dia ou é necessário dormir em Águas Calientes (também conhecida como Machu Picchu Pueblo)? Tem como fazer um bate-volta desde Lima? Veja neste post como ir de Cusco a Machu Picchu.

LEIA TAMBÉM: O que fazer no Vale Sagrado, Cusco e região

O que fazer em Lima: roteiro de 3 dias

[parceiros][/parceiros]

Veja aqui como ir de Cusco a Machu Picchu:

Antes de mais nada, vale uma olhada no mapa pra ajudar a entender o passo a passo de como ir de Cusco a Machu Picchu:

  1. Voar até Cusco com escala em Lima (não há voos diretos desde o Brasil)
  2. Ir de Cusco a Águas Calientes
  3. Subir de ônibus – ou a pé – do povoado ao sítio arqueológico (escolha entre 1h30 de caminhada morro acima ou US$ 12 por 30 minutos dentro do ônibus)

Como ir de Cusco a Machu Picchu:

O melhor de Machu Picchu acontece de manhã bem cedo, quando dá pra pegar a luz mais bonita do dia e os turistas ainda não lotaram a antiga cidade inca. Por isso, o recomendado é ficar em Águas Calientes por uma noite e acordar perto das 4h no dia seguinte pra chegar no sítio arqueológico assim que o sol raiar. Se optar pelo ônibus, dá pra dormir um pouquinho mais e acordar meia hora mais tarde. Os bilhetes são vendidos na estação local a todo instante e nunca acabam, então não se preocupe em comprar o seu em cima da hora do passeio, mesmo às 5h da manhã.

Contratar um guia em Machu Picchu vale bem a pena pra ouvir tudo sobre as ruínas – e há tempo suficiente para as fotos depois das explicações. Também don’t worry se não tiver encontrado nenhum até a chegada, você vai dar de cara com muitas bandeirinhas coloridas de guias fechando grupos na entrada do local. Se puder, evite os domingos, quando os peruanos têm tarifa especial pra visitar a cidade pré-colombiana, lotando o lugar.

Outro mito é dizer que os ingressos pra Machu Picchu acabam. Ao chegar em Cusco, o que você mais verá (além dos artesanatos coloridos) serão agências de turismo vendendo pacotes do tour. O que acaba, já que tem número mais limitado de visitantes por dia, são os ingressos pra subir Huayna Picchu, aquela montanha alta que se vê em Machu Picchu, e as vagas pra Trilha Inca com as agências. Pra estes vale comprar com antecedência.

Ollantaytambo é outro dos sítios arqueológicos da região e ponto de partida do trem até Águas Calientes. Lá, se chega de van desde Cusco em 1h30 – se escolher ir por conta, dá pra pegar essa van por 10 soles no centrinho de Cusco (e vice-versa na volta, na praça principal de Ollantaytambo). O que muita gente faz é comprar o passeio ao Vale Sagrado, que inclui os sítios de Pisac, Ollantaytambo e Chinchero, e dispensar o último pra pegar o trem em Ollantaytambo no fim do dia. Outra opção (mais cara) é embarcar no trem em Poroy, a meia hora de Cusco, e de lá ir a Águas Calientes.

Não dá pra fazer um bate-volta desde Lima já que as distâncias entre Lima, Cusco e Machu Picchu são consideráveis. O ideal é gastar uma semana entre Cusco, o Vale Sagrado e Machu Picchu, sem contar o tempo em Lima. Por fim, a altitude de Machu Picchu é mais baixa que a de Cusco, portanto não encane com o mal de altitude, você já deve chegar já aclimatado.

Como ir de Cusco a Machu Picchu (são quatro jeitos de chegar lá, com suas variações de preço, tempo e luxo):

O MAIS CLÁSSICO

(2 DIAS/1 NOITE)

DE TREM

van até Ollantaytambo + trem até Águas Calientes +  uma noite de hotel + ingresso Machu Picchu + guia + caminho de volta = US$ 250 comprando por conta e US$ 380 com agências locais / 3h30 de viagem por trecho

PRÓ: conforto

CONTRA: preço

O MAIS RÁPIDO

(1 DIA)

BATE-VOLTA

van até Ollantaytambo + trem até Águas Calientes + ingresso Machu Picchu + guia + volta = US$ 196 por conta e US$ 320 com agências / 3h30 de viagem por trecho

PRÓ: rapidez

CONTRAS: preço, correria e chegar tarde em Machu Picchu

O MAIS BARATO

(2 DIAS/1 NOITE)

DE VAN

van + 2h30 de trilha  (trem opcional por US$ 28) +  hotel + duas refeições + ingresso Machu Picchu + guia + volta = US$ 120 por conta / 8h de viagem por trecho

PRÓS: o preço e a trilha com vistas lindas

CONTRAS: o desconforto na van e a trilha cansativa

O MAIS LEGAL

(4 DIAS/3 NOITES)

TRILHA INCA

van + trilha de 45 km + refeições + acomodações + ingresso Machu Picchu + guia + volta de trem = cerca de US$ 669

PRÓS: a experiência, a interação com o grupo e as vistas exclusivas

CONTRAS: o preço, e só se faz com um bom preparo físico

check
Como ir de Cusco a Machu Picchu: trecho da Trilha Inca
noix
Como ir de Cusco a Machu Picchu: a trilha de 2h30 da hidrelétrica até Águas Calientes e o percurso que se faz de trem

COMO IR DE CUSCO A MACCHU PICCHU

Agências:

Andina Travel – tem a Trilha Inca clássica (4D/3N; a partir de US$ 720) também nas versões premium (5D/4N; US$ 755) e mini (2D/1N; a partir de US$ 435). E sim, a de quatro noites é quase o mesmo preço que a de cinco porque tem maior procura.

Llama Path – opções em conta do bate-volta de Cusco a Machu Picchu (a partir de US$ 315), do tour clássico de trem (2D/1N; a partir de US$ 395) e da Trilha Inca clássica (4D/3N; US$ 699).

Lorenzo Expeditions – bem popular entre os gringos. Trilha a pé até Machu Picchu 2D/1N por US$ 529 ou 4D/3N por US$ 669. Machupicchu+ Huayna Picchu de trem, por US$ 399. Trilha Inca com trechos de bike e rafting + volta de trem 4D/3N por US$ 394.

SAS Travel – faz a Trilha Inca de mil e um jeitos, como a curta com o Vale Sagrado incluído (3D/2N; US$ 580). Já a clássica (4D/3N) sai por US$ 690. De trem, o tour custa US$ 320.

*No site ou por e-mail os preços são sempre elevados e é mais barato fechar pacotes pessoalmente!

OUTRAS TRILHAS: A segunda trilha mais popular para Machu Picchu é a Salkantay, com duração e dificuldade similar à Inca, mas conhecida por ter mais paisagens bonitas no caminho, de lagoas a florestas a montanhas nevadas. A diferença é que aqui há a opção de dormir em lodges bem arrumados (e também tem camping, claro).

COMO IR DE CUSCO A MACCHU PICCHU

Por conta:

Machu Picchu: 152 soles (US$45) só Machu Picchu e 200 soles (US$ 60) com Huayna Picchu.

Trem: a partir de US$65 por trecho saindo de Ollantaytambo com a Inca Rail.

Hotel em Águas Calientes: todo mundo costuma fechar na hora, já que a maioria dos estabelecimentos é meio igual – e até pra poder pechinchar -, mas se quiser uma opção certeira e com preço possível, considere o econômico Panorama, com quarto duplo por cerca de US$90. Mais arrumadinho, o Tierra Viva é uma boa pra casais que querem conforto sem gastar muito. Diárias a partir de US$120. Já o lindo e luxuoso Sumaq não tem noite por menos de US$365. Mas lembre-se de que os valores podem mudar dependendo da época do ano.

COMO IR DE CUSCO A MACHU PICCHU: queremos saber como você fez!

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

28 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo