frança


Como alugar um barco no Canal du Midi, o mais lindo da França

Já pensou em pilotar seu próprio barquinho durante as férias? O bucólico Canal Midi, no sul da França, é ideal.

Veja como alugar um barco no Canal du Midi:

O processo é simples. Você faz a reserva da péniche (como chama o barquinho) em sites como o Locaboat e o Caminav e escolhe entre barcos que abrigam de duas até 15 pessoas. Pela velocidade máxima do canal ser de vagarosos 8 km/h, não é preciso habilitação para pilotar; na hora de retirar o barco da locadora você recebe uma rápida aulinha para aprender a manejá-lo. É preciso determinar também a duração do roteiro e as cidades a serem visitadas. O trecho mais bacana fica entre Le Somail e Castelnaudary, no qual o canal é enfeitado por pontes com arcos, túneis e eclusas, plátanos, ciprestes e castanheiras enfileirados nas margens e, em suas imediações, campos de vinhas, girassóis e vilarejos medievais onde assomam castelos e muralhas (ou pelo menos restos deles) e ruelas labirínticas de pedra. Continue lendo pra saber mais sobre como alugar um barco no Canal du Midi.

canal du midi, frança

Os dias a bordo passam très doucement. Com bicicletas alugadas cumpre-se a distância entre as marinas e as cidadezinhas, onde dá pra aportar e sair para passear e comprar pães, croissants, queijos, confit de pato e conservas para petiscar no barco. Entre as possíveis paradas há vilinhas pitorescas como Marseillette,

alugar-barco-franca

rodeadas de vinhas, e pequenas cidades como Trèbes e Argens-Minervois, essa última com uma igreja românica e muitos jardins. Vale também conhecer Castelnaudary, a terra original do cassoulet: vá ao tradicional restaurante Au Petit Gazouillis e peça essa espécie de feijoada de feijão branco, linguiça e pato.

carcassone-canal-midi

O ápice da viagem é Carcassonne,

da qual você já deve ter ouvido falar. É uma das maiores cidades fortificadas da Europa, com 52 torres de contos de fadas, quase 2 500 anos de história e construções como a bela basílica gótica de Saint Nazaire, com suas gárgulas de pedra, e o Castelo Comtal. Entre a profusão de lojinhas que vendem armaduras de cavaleiros de plástico e toda espécie de tralha pseudomedieval e restaurantes e bares tomados de turistas o ano todo, a melhor opção para comer é o Au Comte Roger, com um agradável pátio ao ar livre e menu inventivo do chef Pierre Mesa. Não perca o finzinho de tarde na cidade, quando o céu muda de cor na mesma medida em que as torres se iluminam.

Como alugar um barco no Canal du Midi: sugiro até ficar hospedado por lá depois de devolver o barco e fazer passeios para vinícolas da região com empresas como a Vin en Vacances. Há, por exemplo, o Château les Carrasses, uma bela propriedade do século 19 com um restaurante de primeira, e a Château Villerambert-Julien, mais rústica; em ambas dá para agendar tours pela produção e fazer degustações.

carcassonne, frança

MAPA – Como alugar um barco no Canal du Midi:

A autora

Betina Neves

Betina Neves

Editora do Carpe Mundi, viaja pra trabalhar e trabalha pra viajar. É jornalista freelancer e já escreveu pra Viagem e Turismo, ELLE, Claudia, Vamos LATAM, Superinteressante, Cosmopolitan, VEJA São Paulo, Folha de S. Paulo, entre outras publicações.


Instagram

Há 4 comentários para “Como alugar um barco no Canal du Midi, o mais lindo da França

  1. Voce tem ideia de quanto custa um “peniche” para duas pessoas e fazer este Le Somail e Castelnaudary . Quantos dias para fazer este trajeto ?

  2. Olá Betina, lindo post!
    Já reservei o barco por 7 dias.
    Sabe informar como faço para alugar as bicicletas e o básico para ficar no barco (roupa de cama, toalha, etc.)?

    Obrigado!
    Jorge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *