O friozinho da Mantiqueira de São Bento do Sapucaí é uma simpatia só.

O chamariz da cidade é a famosa Pedra do Baú, com seus 1 950 metros de altitude, limítrofe entre a vizinha badalada Campos do Jordão e o município de São Bento, com suas ruas pacatas e pracinhas agradáveis. A natureza também capricha com cachoeiras como a do Toldi, enquanto o charme se dá em cabanas de hospedagem no topo das montanhas, restaurantes servindo comida caseira e olivais e vinícolas independentes cheias de graça.

COMO CHEGAR EM SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

Desde São Paulo, o principal acesso para a Serra da Mantiqueira é pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), que inicia no entroncamento da Rodovia Carvalho Pinto/Ayrton Senna, na altura do km 117 da Rodovia Presidente Dutra. Dali é subir a serra pra adentrar a famosa Campos do Jordão, de onde bastam 34 quilômetros numa estradinha pelas montanhas pra chegar na tranquilidade gostosa de São Bento. Ou, se não se importar em andar um pouquinho mais, como via alternativa que combina mais com o destino, a Rodovia Monteiro Lobato (SP-50) é atração turística, atravessando belas áreas rurais, lugarzinhos típicos da região serrana e a cidade de Monteiro Lobato – é a estrada que vai a Santo Antônio do Pinhal passando logo em seguida pelo sul de Minas antes de chegar a São Bento do Sapucaí.

SÃO PAULO – SÃO BENTO DO SAPUCAÍ: 3h de viagem

LEIA MAIS: Um fim de semana delícia na serra em Santo Antônio do Pinhal (SP)

QUANTO TEMPO FICAR EM SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

Um final de semana é tempo excelente pra curtir o município. Dá tempo de visitar a Pedra do Baú, ver uma ou duas cachoeira, curtir a casa de aluguel ou pousada escolhida pra hospedagem, provar comida caseira típica do Sul de Minas servida nos restaurantes mais tradicionais e, com sorte, presenciar os lindos pores do sol que agraciam o céu de São Bento, em especial nos dias de inverno.

QUANDO IR A SÃO BENTO DO SAPUCAÍ

O inverno é a alta temporada e a época mais gostosa para se estar na região da Serra da Mantiqueira, onde a cidadezinha de São Bento do Sapucaí está localizada. Temperaturas baixas, lareira a queimar, fim de tarde com a mata enevoada. Dias abertos, pouca chance de chuva e a desculpa perfeita para vestir os casacões guardados no armário. Da metade de maio a metade de agosto é a melhor época.

7 programas em São Bento do Sapucaí (SP), na região da Serra da Mantiqueira

PEDRA DO BAÚ

O conjunto formado pelas Pedras do Baú, do Bauzinho e da Ana Chata é a atração mais procurada de São Bento do Sapucaí. Pra conhecer a imponente formação a 1 950 metros de altitude são quatro opções: a Trilha do Bauzinho, de 30 minutos e nível fácil; a Trilha da Ana Chata, de 2 horas e nível moderado; a trilha rumo ao topo da própria Pedra do Baú, de 3 horas e nível difícil; e, por fim, as vias de escalada do Complexo do Baú, para experts na escalada. As duas últimas pedem guia: a Baú Ecoturismo organiza os tours.

TRILHA NA PEDRA DO BAÚ: ROUPAS, ITENS E ACESSÓRIOS DE AVENTURA PRA LEVAR COM COLUMBIA BRASIL

casal na pedra do baú em são bento do sapucaí

CACHOEIRA DO TOLDI

No meio da Serra do Baú, a linda cachoeira com vários estágios de queda d’água tem mais de 200 metros e é a mais alta de São Bento. Se quiser apreciar a paisagem, o mirante da Cachoeira do Toldi que fica na estrada entre São Bento do Sapucaí e Campos do Jordão revela a imensa queda d’água à distância – a trilha para acesso de dificuldade moderada está fechada temporariamente.

ECOPARQUE PESCA NA MONTANHA

Numa extensa área verde com lago cercado por vegetação nativa fica o Ecoparque Pesca na Montanha, onde há atividades como arco e flecha, cavalgada, minigolfe, pesca de trutas por R$ 45 (os peixes típicos da região de montanha), e observação de pássaros. Há restaurante servindo comida caseira pra almoçar no local e chalés para locação desde R$ 470 para duas pessoas – RESERVE AQUI.

casal no lago do ecoparque pesca na montanha

ENTRE VILAS

Vinícola de vinhos artesanais produzidos no Altiplano do Baú desde 2008, a 1600 metros acima do nível do mar. A condução dos vinhedos é feita com o mínimo de intervenção possível, sem adição de sulfitos, pois as vinhas são protegidas com uma estrutura  que as protege das chuvas, minimizando a ocorrência de doenças e também oferecendo uma perfeita maturação das uvas. No restaurante emoldurado pela natureza Entre Vilas, almoços com o conceito slow food são servidos aos finais de semana e feriados – melhor reservar. No complexo também está o viveiro Frutopia, que permite o cultivo de diversos tipos de frutas vermelhas com mais de 20 variedades da fruta, entre plantações de amoras, mirtilos, morangos e uvas.

CENTRO HISTÓRICO

No centrinho, sinta o clima da vila colonial passando na Igreja Matriz e suas paredes de taipa, com telas de pintores de renome de 1853. Conheça também a Capelinha de Moisaico com fachada e interior ornamentados com mosaicos que fazem referência a elementos cristãos como os mastros de São João, a Via Crúcis e também reúnem fragmentos de estátuas de santos abandonados em diversas igrejas. Antes de descer a serra explore as peças de artesanato das redondezas no Espaço Arte no Quilombo, que reúne o trabalho de mais de 80 artesãos da região, que produzem decorações a partir de palha de bananeira, palha de milho, bambu, madeira, barro e tecido.

OLIQ

No alto da Mantiqueira, as fazendas Santo Antônio e São José do Coimbra cultivam oliveiras e processam os azeites extravirgens OLIQ. São mais de 10 mil oliveiras, de diversas variedades, cujos frutos resultam em azeites extravirgens especiais. Aproveitando a diversidade dos produtos da serra, são produzidos também azeites aromatizados, geleias, doce de leite e café, que podem ser comprados na lojinha do estabelecimento, aberto das 12h às 17h. E, desde o ano passado, os visitantes também podem aproveitar o restaurante de cozinha criativa com produtos regionais – faça reserva aos finais de semana para conseguir vaga.

plantação de azeite e olivais oliq na serra da mantiqueira

NOMAD PLACE

Onde ficar em São Bento do Sapucaí: nos chalés do complexo da Nomad Place, que tem lindas cabanas pra alugar com vistas maravilhosas da região. As Cabanas Vin e Monto (diárias desde R$ 1 137), fotogênicas por suas estruturas triangulares, são as mais procuradas, enquanto a novidade é a Cabana Cubo (diárias desde R$ 690), uma tinyhouse com banheira na área externa para uma experiência diferente (e bem apertadinha), mais em conta, para um casal. Em breve também irão inaugurar dois domos com vistas de 360 graus da Mantiqueira para se hospedar no espaço.

cabana nomad place são bento do sapucaí estrelas

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo