Governador Celso Ramos, a 1h de Florianópolis, é um município de Santa Catarina que provavelmente passaria desconhecido no mundo do turismo não fosse a presença do incrível Ponta dos Ganchos ali, na península de mar verde esmeralda da praia dos Ganchos de Fora, que dá nome ao resort.

E acaba que, na verdade, o hotel com bangalôs exclusivos para casais virou quase que um destino em si: além da infraestrutura dos sonhos que envolve até uma ilha privada, quase que toda a cidade, antes uma vila de pescadores, é movimentada em torno do local, de funcionários ao fornecimento diário de peixes frescos, por exemplo.

O Ponta dos Ganchos é, mesmo, desses lugares beeem exclusivos.

ponta-dos-ganchos-resort

Prova disso é o local ter alcançado o posto de melhor hotel de luxo do Brasil e da América Latina e o 11º melhor hotel romântico do MUNDO pelo Travelers’ Choice do TripAdvisor, além de figurar entre os 10 mais tops do mundo na lista da Leading Hotels of the World.

A explicação começa por suas experiências para casais que combinam o luxo que envolve ao resort agregando pontos da cultura local. O passeio em barco pescador pela fotogênica península, por exemplo, tem ostras frescas, característica da região, já eleita o melhor lugar do Brasil pra comer a iguaria, e champagne previsto no cardápio. Mas o ponto alto a dois é mesmo o Jantar na Ilha do Sim, quando a pequena ilha em frente ao resort é reservada para um casal por noite degustar de um jantar personalizado e harmonizado com vinho, com o barulhinho do mar, a luz das estrelas e o climinha intimista dando um plus. E, onde, como diz o nome da vivência, costumam rolar lindos pedidos de casamento. Ou, se a ideia for celebrar, mas não tão intensamente, o jantar poético pode ser na praia ou na privacidade do bangalô (que pode ser combinado com massagem e banho relaxante para o casal).

LEIA TAMBÉM: As praias mais bonitas de Florianópolis: conheça a natureza selvagem do sul da ilha

resort-ponta-dos-ganchos

A gastronomia no Ponta dos Ganchos é um capítulo à parte.

Os menus criados para cada hóspede pelo chef José Nero, que valoriza o melhor da culinária regional, combinando a ela criativos toques contemporâneos, compõe os jantares exclusivos na ilha, na praia ou nos bangalôs. E é pra se surpreender bastante com o modo mais que especial com que os ingredientes típicos são usados, a exemplo da deliciosa sobremesa de crème brûlée à base de ostras, uma combinação um tanto curiosa que acaba por ganhar absolutamente todo mundo que prova o doce: é mesmo uma delícia. As ostras estão, de fato, por toda a parte, dos baldes de cultivo de ostras avistados na paisagem à cozinha do hotel.

Todas as quartas e sábados, a comida local também é prestigiada no evento dos grelhados de frutos do mar guarnecidos de legumes na brasa, no fotogênico Espaço da Veleza, um deck em meio à natureza com vista do horizonte sobre o mar, onde todo mundo se encontra pra socializar.

E, quem quiser se adentrar ainda mais na cozinha, pode agendar o curso de culinária do chef, aprendendo desde a colher temperos na horta orgânica (além de tudo, o hotel tem compromissos ambientais que garantiram a certificação ISO 14001) a escolher os melhores peixes e combinar acompanhamentos. A viagem ao Ponta dos Ganchos é dessas que te faz sim voltar com quilinhos a mais pra casa, mas muuuito bem deliciados.

No mais, a estadia é aproveitar o serviço impecável e os mimos para os hóspedescurtir a prainha privada se desligando pra assistir ao pôr do sol, embarcando em passeios de canoa e mergulhos de snorkel pelas águas calminhas da península em frente ao resort. E relaxar sem fim nos tratamentos do spa by Sisley – a massagem com pedras quentes é a mais pedida.

ponta-dos-ganchos-sc

pontadosganchosexclusiveresort

Mas a verdade é que não precisa de nada disso pra descansar de fato por ali: é que os 25 bangalôs do hotel já são um repouso na certa, trazendo mil motivos de aconchego, de privacidade, de viver a paz que a gente espera nas férias. O bangalô Anhatomirim, o mais básico, já tem 80 m², lençóis 300 fios e deck com vista, enquanto o Esmeralda é um dos preferidos dos hóspedes, com seus 230 m² dispondo de sauna seca com vista pro mar, banheiro-spa, hidro, lareira e piscininha em forma de leque com borda infinita e climatizada. O valor da diária representa todo o luxo oferecido: a mais barata começa em R$ 2 200 e a mais cara vai até R$ 8 mil na altíssima temporada em janeiro. Cortesia da exclusividade 😉

Ponta dos Ganchos Exclusive Resort: diárias desde R$ 2 200, RESERVE AQUI!

resortpontadosganchos

*O Carpe Mundi se hospedou no Ponta dos Ganchos a convite do hotel. O conteúdo do post é independente e reflete a opinião da autora e do blog.

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo