colômbia


Onde se hospedar em Bogotá: hotéis por bairros

A capital da Colômbia já foi somente uma parada para quem estava fazendo conexão com a Avianca. Mas o cenário do turismo na capital muda progressivamente: sua vida cultural, turística e gastronômica não para de crescer. Pra ter um gostinho pela capital, é preciso dois ou três dias. Veja aqui onde se hospedar em Bogotá, com nossos bairros preferidos pra ficar – note que a hotelaria da cidade é consideravelmente barata, ou seja, chance de ficar num lugar bacana pagando menos do em Santiago e Buenos Aires.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Bogotá, por bairros

Onde se hospedar em Bogotá:

LA CANDELARIA

O centro histórico de Bogotá, chamado La Candelaria, tem casas coloniais, ruelas grafitadas e grande parte das atrações históricas/culturais da cidade como o Museu do Ouro, a casa de Simón Bolívar e o Museu Botero. Também tem rápido acesso a La Macarena, enclave boêmio da região, cheio de bons restaurantes.

Fernweh Photography (diárias a partir de US$ 16 no quarto compartilhado e US$ 41 no duplo)

Hostel simpático com a cara da região, instalado numa casinha histórica. As áreas comuns envolvem quintal com redes, cozinha e sala de estar com pufes, tudo decorado com fotografias do país. Quartos são simples mas aconchegantes.

Casa Candelaria B&B (diárias a partir de US$ 85)

O B&B é uma graça, todo coloridinho, com decoração de madeira rústica, tecidos e obras de arte bem coloridas. O quarto mais barato com banheiro compartilhado sai US$85 a diária, mas é melhor investir um pouco mais e pegar um dos quartos com banheiro privativo, cuja diária sai a partir de US$ 93.

The Orchids (diárias a partir de US$ 109)

O Orchids fica em uma linda casa de estilo neoclássico que data de 1892. Os quartos têm decoração extravagante inspirada nos estilos imperial e provençal, com ornamentos dourados e muitas estampas.

Hotel de la Opera (diárias a partir de US$ 112)

Hotel confortável próximo ao Teatro Colón. Seu restaurante, Mirador, fica no rooftop, e tem vista para os telhados da Candelaria e para as torres da Catedral Primada. São no total 42 quartos, todos bem confortáveis, decorados com mobília italiana.

Onde se hospedar em Bogotá:

Zona T/Rosa

Essa movimentada região concentra bares, restaurantes, lojas gringas que a gente ama e shoppings como o Centro Comercial Andino. Boa pra quem quer ficar próximo do agito noturno.

Hotel B3 Virrey (diárias a partir de US$ 70)

É o famoso simples, simpático e funcional, com a dose de conforto condizente com um hotel três-estrelas. Quartos são espaçosos, café da manhã é farto, localização é ótima e há bicicletas gratuitas para uso do hóspedes.

Hotel Jazz Apartments (diárias a partir de US$ 110)

Tem quartos grandes (mínimo 40 m²) e completinhos, com copa, microondas, máquina de café, sofá e secador de cabelo. Logo em frente tem um parque gostoso para caminhadas e colore a vista da janela. O café é bem servido e o staff é elogiado pelos hóspedes.

GHL Hotel Bioxury (diárias a partir de US$ 101)

O hotel de luxo ecológico tem uma decoração linda com uso de muita madeira e plantas. Os quartos, por outro lado, são mais cleans e clarinhos com muita iluminação natural graças às janelas que vão do chão ao teto e oferecem uma linda vista pra cidade. O GHL conta com dois restaurantes: o Calderón, que propõe pratos preparados no forno, e o Kimi, de comida japonesa. O café da manhã, elogiado pelos hóspedes, está incluso na diária.

Sofitel Bogota Victoria Regia (diárias a partir de US$ 123)

Instalado num prédio de tijolinhos em uma rua tranquila da zona T, o Sofitel tem decoração que mistura o estilo clássico francês com toques locais. Os quartos (com no mínimo 24 m²) são confortáveis, tem mobília moderna e banheiro em mármore com amenities da marca Hermès.

B.O.G Hotel (diárias a partir de US$ 169)

O hotel-design foi o primeiro do tipo em Bogotá. Menção especial para a bela piscina e o bar no rooftop, com vista panorâmica para a cidade e para a montanha. Projetado pela designer portuguesa Nini Andrade Silva, seu interior é todo inspirado no Museo do Ouro – a decoração é contemporânea e usa de tons de amarelo e dourado.

Onde se hospedar em Bogotá:

Chapinero

É o meio-termo perfeito entre o centro histórico e a Zona T, tendo fácil acesso aos dois de táxi/Uber. O bairro tem pegada residencial em algumas áreas e mais hipster em outras, com lojinhas e bares bacanas. Ele engloba também a Zona G, área gastronômica cultuada da cidade.

Aurora Hostel (diárias a partir de US$ 9 no quarto compartilhado e US$ 34 no privativo duplo)

Nesse hostel, que está mais para uma pousadinha, a sensação é de ficar na casa de alguém. As instalações são novas, a decoração é fofa e a localização é boa. Escolha esperta pra quem quer pagar pouco.

Hotel Casona del Patio (diárias desde US$ 35)

Numa casa da década de 1950 com paredes de tijolo e quintal arborizado, tem quartos arrumadinhos e preço imbatível com café incluso na diária. A área comum tem sala de estar e biblioteca.

The Grace Hotel (diárias desde US$ 52)

Outra escolha com bom custo/benefício nessa região, tem decoração aprazível, quartos limpos com boa vista para a cidade, funcionários solícitos e localização central no bairro.

Casa Legado Luxury Hotel (diárias a partir de US$ 244)

O hotel parece ter saído do Pinterest. São apenas sete quartos, todos super clean e decorados minuciosamente com cores leves, porém alegres, com sacadas e banheiras estilosas. Esse é o hotel mais lindo da nossa seleção de onde se hospedar em Bogotá.

Four Seasons Hotel Casa Medina (diárias a partir de US$ 339)

Aberto em 2016, o hotel fica em um lindo casarão histórico de tijolos vermelhos. Os tetos com vigas à mostra, o piso de madeira e os sofás capitonês de couro marrom dão uma carinha mais rústica para as acomodações e deixam o hotel com mais jeitinho de casa, mas mantendo o luxo da rede.

Onde se hospedar em Bogotá:

Parque de la 93

A área do Parque de la 93, mais ao norte da Zona T, é considerada uma das mais badaladas de Bogotá. É uma delícia passear por ali e descobrir os bares, restaurantes e cafés da região. O único porém é que fica longe de La Candelaria, o centrinho histórico (13 km), pra onde você vai precisar de táxi/Uber.

Hotel NH Bogota Pavillon Royal (diárias a partir de US$ 94)

O hotel cinco-estrelas propõe quartos modernos, bem iluminados e espaçosos. Ele fica pertinho do Parque de la 93 e conta com academia, spa e um restaurante de cozinha oriental e americana.

The Click Clack Hotel (diárias a partir de US$ 107)

Um dos hotéis mais legais da cidade, tem decoração divertida com móveis modernos, paredes cobertas por plantas e até lustre em forma de xícara gigante. Os quartos, por outro lado, são mais clean e modernos; alguns têm janelas de vidro que vão do chão ao teto, com vista pra cidade. No final da tarde dá pra curtir o rooftop.

93 Luxury Suites (diárias a partir de US$185)

O apart-hotel tem acomodações com terraço com vista panorâmica pra cidade. Os apartamentos vão de 50 m², ideais para casais, até, 140 m², com três quartos e dois banheiros. Todos eles têm cozinha completa e amenities da Hermès.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *