Terceiro monumento mais visitado da França,

o Monte Saint-Michel é, na verdade, uma península que se transforma em ilha nas horas de maré alta, ficando inacessível por terra firme – a diferença do nível da água chega a ser de 13 metros, um dos maiores coeficientes do mundo. O local foi construído no século 13 em homenagem ao arcanjo São Miguel, e, deste então, se tornou um importante ponto de peregrinação católica e um dos principais destinos turístico do país (só perde pra Torre Eiffel e Versalhes).

Diz a lenda que o próprio arcanjo solicitou ao bispo de Avranches, cidade vizinha, a construção de uma pequena igreja no monte, que posteriormente foi transformada na abadia ali hoje. Mais de 1,26 milhões de viajantes vão à região da Normandia anualmente pra ver esse fenômeno de perto e explorar as ruas apertadas do monte mais famoso da França.

LEIA TAMBÉM: 5 bate-voltas de até 1h30 pra fazer desde Paris (além de Versalhes!)

Veja neste post como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, e mais o que fazer, onde comer e onde ficar por lá:

normandia-monte-saintmichel

O vilarejo medieval no sopé do monumento é todo murado, cheio de restaurantes, creperias, lojinhas de souvenirs e escadas que te levam ao alto das muralhas, de onde você enxerga o mar.

E, pra testemunhar as paisagens mais bonitas, ver o monte iluminado à noite e acompanhar a subida e descida da maré, o ideal é dormir por lá: hospedando-se no morro ou nos seus arredores você consegue aproveitá-lo sem a enorme leva de viajantes que chegam durante o dia. O cenário fica mais pitoresco de manhã cedo e no fim do dia, quando as lojinhas recolhem seus mostruários e os últimos ônibus de turistas vão embora. E a vibe do Monte Saint-Michel se transforma drasticamente. O vilarejo silencioso ganha um ar de mistério fascinante, ainda mais sob a neblina dos dias mais frios. Veja neste post como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, na Normandia.

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, o que fazer, onde comer e onde ficar por lá:

A entrada do monte é pela Grand Rue, a principal rua do vilarejo, onde está todo o burburinho do comércio. Subindo por ela e mais alguns lances de escada você chega na famosa Abadia do Monte Saint-Michel.

Construída sobre um rochedo, o monumento é a única atração paga da viagem (€10).

Na visita você percorre os três andares da abadia, passando pelo refeitório, pela igreja e por salas com lareiras gigantes, não mobiliadas. A parte mais impressionante da visita é o claustro, que conta com uma parede de vidro virada pro mar. Nos terraços você tem uma vista panorâmica da baía. Dali, olhando para cima, aparece a estátua de São Miguel, localizada na torre mais alta da abadia, a 170 metros de altura.

Ao sair de lá, não deixe de circular pelas muralhas que a rodeiam, de onde você tem mais vistas maravilhosas para o oceano. Quando a maré está baixa, também tem carneirinhos comendo capim na paisagem (aliás, como o solo é frequentemente banhado pela água do mar, esses bichos tem a carne bem salgada, uma iguaria cara na França). Alguns turistas se aventuram a andar pelas areias ao redor do Monte; só faça isso se estiver acompanhado por guia, em algumas partes a areia pode te sugar ou você pode acabar preso no meio da maré alta, que sobe muito rapidamente. Continue lendo para ver como ir de Paris ao Monte Saint-Michel.

LEIA MAIS: Onde ficar em Paris: seleção de hotéis até € 150 // 13 apartamentos pra alugar em Paris lindos e baratos

como-ir-monte-saintmichel-pais

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel:

O Monte Saint-Michel fica a 360 km de Paris. De carro a viagem dura quatro horas, pela estrada A13. De trem-bala da SNCF desde a estação de Montparnasse, você leva duas horas até Rennes e de lá pega um ônibus de uma hora até o estacionamento do local, de onde um shuttle te leva à entrada do Monte. Ida e volta saem por cerca de € 100. No total são cerca de 3 horas e meia de viagem.

CM INDICA: DESCOBRINDO A NORMANDIA

Outra ideia com mais conforto, praticidade e facilidade são os roteiros privados e personalizados da agência receptiva Descobrindo a Normandia, especializada em passeios pela região, com guia em português. A empresa oferece tours de um dia ao Monte Saint-Michel saindo de Paris no horário e endereço desejado desde € 180 (com transporte, ingresso ao Monte Saint-Michel e guia incluído) e tem combo de dois dias com passeio também às praias da Normandia. Tudo adaptável às preferências do viajante.

Quando ir ao Monte Saint-Michel:

A ida ao Monte Saint-Michel tem que ser muito bem pensada, afinal, depende da maré. Pra ver o monte em suas duas formas, você tem que ir nas marés altas, que acontecem nos períodos de luas cheia e nova, em dois horários por dia. O site oficial da cidade informa os horários das marés, que mudam diariamente. Tente programar sua visita entre os meses de maio e outubro, quando o clima é mais agradável e as luzes, mais bonitas.

Onde comer no Monte Saint-Michel:

Quando o assunto é comer no Monte Saint-Michel, as opções são limitadas e caras. Você não pode deixar de experimentar as omeletes, as galettes e os crepes. O La Mère Poulard, na Grand Rue pouco depois da entrada do Monte, é o mais tradicional, com cópias baratas espalhadas pelo vilarejo. Sua popularidade se deve às deliciosas omeletes com creme de claras, vendidas a um preço salgado – o menu do almoço varia entre € 45 e € 65. Quem quiser uma opção mais barata pode ir tranquilo nas creperias da Grand Rue. A melhor delas é Chapeau Rouge. Ali você também pode comer a tradicional galette, uma espécie de crepe salgado feito com trigo sarraceno e, de sobremesa, pedir os famosos crepes doces que conhecemos, feitos de farinha branca e incrementados com recheios de Nutella.

lamerepoulard-mont-saint-michel

Onde ficar no Monte Saint-Michel:

Você pode ficar dentro da cidade murada, onde as melhores pedidas são o La Mère Poulard (diárias desde € 200; RESERVE AQUI!) e o Auberge Saint Pierre (diárias a partir de €214; RESERVE AQUI!). Pra quem quer economizar, o melhor é ficar na zona hoteleira próxima ao Monte, dentro do vilarejo de Saint-Michel, a 30 minutos de caminhada do burburinho turístico (também há o shuttle gratuito supracitado). Ali você encontra bons hotéis que cobram menos de € 100 a diária, como o Le Relais du Roy (diárias a partir de € 93; RESERVE AQUI!) ou o Mercure Mont Saint Michel (desde € 83; RESERVE AQUI!).

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel: ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Giovanna Saba

Você deve conhecê-la de outro endereço, do blog Gigi em Paris, seu diário sobre a vida na capital da França. E, como pode imaginar, aqui no Carpe Mundi produz o melhor conteúdo sobre Paris. Acredita que os macarons ganham um sabor mágico se degustados em um quarto de hotel com vista para a Torre Eiffel.

11 comentários

Deixe seu comentário

voltar ao topo