frança


Veja como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, cartão-postal da Normandia

Terceiro monumento mais visitado da França,

o Monte Saint-Michel é, na verdade, uma península que se transforma em ilha nas horas de maré alta, ficando inacessível por terra firme – a diferença do nível da água chega a ser de 13 metros, um dos maiores coeficientes do mundo. O local foi construído no século 13 em homenagem ao arcanjo São Miguel, e, deste então, se tornou um importante ponto de peregrinação católica e um dos principais destinos turístico do país (só perde pra Torre Eiffel e Versalhes).

Diz a lenda que o próprio arcanjo solicitou ao bispo de Avranches, cidade vizinha, a construção de uma pequena igreja no monte, que posteriormente foi transformada na abadia ali hoje. Mais de 1,26 milhões de viajantes vão à região da Normandia anualmente pra ver esse fenômeno de perto e explorar as ruas apertadas do Monte mais famoso da França.

LEIA TAMBÉM: 5 bate-voltas de até 1h30 pra fazer desde Paris (além de Versalhes!)

Veja neste post como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, e mais o que fazer, onde comer e onde ficar por lá:

normandia-monte-saintmichel

O vilarejo medieval no sopé do monumento é todo murado, cheio de restaurantes, creperias, lojinhas de souvenirs e escadas que te levam ao alto das muralhas, de onde você enxerga o mar. Esqueça os tours de bate-volta feito por agências de viagem de Paris. A melhor maneira de ir ao Monte Saint-Michel é por conta própria. E, pra testemunhar as paisagens mais bonitas, ver o monte iluminado à noite e acompanhar a subida e descida da maré, o ideal é dormir por lá: hospedando-se no morro ou nos seus arredores você consegue aproveitá-lo sem a enorme leva de viajantes que chegam durante o dia. O cenário fica mais pitoresco de manhã cedo e no fim do dia, quando as lojinhas recolhem seus mostruários e os últimos ônibus de turistas vão embora.  E a vibe do Monte Saint-Michel se transforma drasticamente. O vilarejo silencioso ganha um ar de mistério fascinante, ainda mais sob a neblina dos dias mais frios. Veja neste post como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, na Normandia.

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, o que fazer, onde comer e onde ficar por lá:

A entrada do monte é pela Grand Rue, a principal rua do vilarejo, onde está todo o burburinho do comércio. Subindo por ela e mais alguns lances de escada você chega na famosa Abadia do Monte Saint-Michel.

Construída sobre um rochedo, o monumento é a única atração paga da viagem (€10).

Na visita você percorre os três andares da abadia, passando pelo refeitório, pela igreja e por salas com lareiras gigantes, não mobiliadas. A parte mais impressionante da visita é o claustro, que conta com uma parede de vidro virada pro mar. Nos terraços você tem uma vista panorâmica da baía. Dali, olhando para cima, aparece a estátua de São Miguel, localizada na torre mais alta da abadia, a 170 metros de altura.

Ao sair de lá, não deixe de circular pelas muralhas que a rodeiam, de onde você tem mais vistas maravilhosas para o oceano. Quando a maré está baixa, também tem carneirinhos comendo capim na paisagem (aliás, como o solo é frequentemente banhado pela água do mar, esses bichos tem a carne bem salgada, uma iguaria cara na França). Alguns turistas se aventuram a andar pelas areias ao redor do Monte; só faça isso se estiver acompanhado por guia, em algumas partes a areia pode te sugar ou você pode acabar preso no meio da maré alta, que sobe muito rapidamente. Continue lendo para ver como ir de Paris ao Monte Saint-Michel.

LEIA MAIS: Onde ficar em Paris: seleção de hotéis até € 150 // 13 apartamentos pra alugar em Paris lindos e baratos

como-ir-monte-saintmichel-pais

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel:

O Monte Saint-Michel fica a 360 km de Paris. De carro a viagem dura quatro horas, pela estrada A13. De trem-bala da SNCFdesde a estação de Montparnasse, você leva duas horas até Rennes e de lá pega um ônibus de cerca de uma hora até o estacionamento do local, a 3 km do Monte. Ida e volta saem por cerca de € 100. Dali, um shuttle te leva até a entrada do Monte gratuitamente – no total são cerca de 3 horas e meia de viagem. Outra ideia é ir caminhando 30 minutos dessa parada até o vilarejo medieval murado, com direito a muitas fotos do Monte Saint-Michel à distância surgindo no horizonte.

CM RECOMENDA: Ida e volta desde Paris levam, no mínimo, sete horas; por isso, bate-volta não é a melhor ideia. Durma ao menos uma noite na região pra aproveitar melhor o Monte Saint-Michel.

LEIA TAMBÉM: Como alugar um barco no Canal du Midi, o mais lindo da França

Quando ir ao Monte Saint-Michel:

A ida ao Monte Saint-Michel tem que ser muito bem pensada, afinal, depende da maré. Pra ver o monte em suas duas formas, você tem que ir nas marés altas, que acontecem nos períodos de luas cheia e nova, em dois horários por dia. O site oficial da cidade informa os horários das marés, que mudam diariamente. Tente programar sua visita entre os meses de maio e outubro, quando o clima é mais agradável e as luzes, mais bonitas.

Onde comer no Monte Saint-Michel:

Quando o assunto é comer no Monte Saint-Michel, as opções são limitadas e caras. Você não pode deixar de experimentar as omeletes, as galettes e os crepes. O La Mère Poulard, na Grand Rue pouco depois da entrada do Monte, é o mais tradicional, com cópias baratas espalhadas pelo vilarejo. Sua popularidade se deve às deliciosas omeletes com creme de claras, vendidas a um preço salgado – o menu do almoço varia entre € 45 e € 65. Quem quiser uma opção mais barata pode ir tranquilo nas creperias da Grand Rue. A melhor delas é Chapeau Rouge. Ali você também pode comer a tradicional galette, uma espécie de crepe salgado feito com trigo sarraceno e, de sobremesa, pedir os famosos crepes doces que conhecemos, feitos de farinha branca e incrementados com recheios de Nutella.

lamerepoulard-mont-saint-michel

Onde ficar no Monte Saint-Michel:

Você pode ficar dentro da cidade murada, onde as melhores pedidas são o La Mère Poulard (diárias desde € 200; RESERVE AQUI!) e o Auberge Saint Pierre (diárias a partir de €214; RESERVE AQUI!). Pra quem quer economizar, o melhor é ficar na zona hoteleira próxima ao Monte, dentro do vilarejo de Saint-Michel, a 30 minutos de caminhada do burburinho turístico (também há o shuttle gratuito supracitado). Ali você encontra bons hotéis que cobram menos de € 100 a diária, como o Le Relais du Roy (diárias a partir de € 93; RESERVE AQUI!) ou o Mercure Mont Saint Michel (desde € 83; RESERVE AQUI!).

MAIS DICAS DE PARIS E DA FRANÇA NO GIGI EM PARIS, CONFIRA LÁ!

Como ir de Paris ao Monte Saint-Michel: ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

A autora

Giovanna Saba

Giovanna Saba

Colaboradora do Carpe Mundi, a jornalista é graduada pela Sorbonne. Num clichê perfeito, trocou o Brasil pela França em 2014 depois que encontrou o amor em Paris. Hoje coordena o Gigi em Paris, com dicas da capital francesa.

- Website


Instagram

Há 10 comentários para “Veja como ir de Paris ao Monte Saint-Michel, cartão-postal da Normandia

  1. boa noite. você poderia me dar uma informação? eu comprei a passagem de trem Paris ate Rennes, só que eu não consigo comprar a ´passagem de ônibus ate o Mont Saint Michel. Chegando lá, é possível comprar na hora? Tem ônibus a vontade ou é limitado o numero de passageiros? Obrigado.

    1. Oi, Antônio! Sorry a demora em te responder. Coloca na opção trem “from: Rennes” no site da SNCF “to: Le Mont St Michel”. Várias opções de ônibus vão abrir. Não é garantido ter lugar no ônibus na rodoviária, então melhor garantir pelo site.

  2. Estamos planejando visitar o Monte Saint Michel partindo de Paris…Gostaria de fazer essa viagem de carro alugado…para aproveitar a viagem e a paisagem…você pode nos dar sua opinião quanto aos custos de ir de forma particular ao invés de uma empresa de Turismo. Somos 4 pessoas. Obrigada.

    1. Oi Renata, acho que vale a pena, vocês terão muito mais independência e dividindo em quatro a viagem sai relativamente barata. A primeira coisa que vocês tem que pensar é o gasto do aluguel do carro, por quantos dias você vai querer alugar? Tenha isso em mente e comece a pesquisar em sites de locadoras, a Sixt é uma boa. Você também tem que pensar nos pedágios, eles são bem caros aqui na França. O site Mappy te indica os itinerários e o preço total da viagem (pedágio e gasolina incluso). Olha só: https://fr.mappy.com/#/2/M2/TItinerary/IFRParis%2075001-75116|TOLe%20Mont-Saint-Michel%2050170|MOvoiture|PRcar/N151.12061,6.11309,0.41563,48.74317/Z8/

  3. Boa Tarde! Estarei chegando em Paris sem seguida irei encontrar amigos em Bourdeaux ! Você acha que consigo encaixar o Mont Saint Michel neste roteiro antes de Bourdeaux? Pensei em pegar um TGV até Rennes, e então alugar um carro! Já chequei a tábua das marés e neste dia que penso tem a maré alta… consegue-se entrar no Monte só quando ela está baixa? Penso em dormir lá, porém preciso organizar chegada do vôo em Orly + TGV + Carro …
    Obrigada !!!

    1. Oi Cristiane, a viagem pode ser um pouco cansativa sim, mas dá pra fazer. Você pode pegar o trem de Paris para Rennes, são 1h30 de viagem, em Rennes pegar ou um ônibus por 1h e pouco (compre os bilhetes aqui: https://www.oui.sncf/proposition?clientId=834d2736-0a8c-4ab5-a55a-8264bebfa26f&language=fr&country=FR#!/) ou alugar um carro. Ir de carro do Monte Saint-Michel até Bordeaux sozinha é cansativo, são umas 5h de viagem. Mas de trem também é, você vai precisar voltar até Rennes, pegar um trem de volta para Paris e fazer a correspondência lá para pegar um trem até Bordeaux. De Paris até Bordeaux são 2h de viagem. Olha só: https://www.oui.sncf/proposition?clientId=834d2736-0a8c-4ab5-a55a-8264bebfa26f&language=fr&country=FR#!/?queryId=Gl9nS
      Ah, e o Monte Saint-Michel é acessível via uma passarela. Mas vale ficar de olho nos coeficientes das marés.

  4. Boa Tarde!!!
    Estou com viagem para Bordeaux, via Paris, será que consigo encaixar o Mont Saint Michel antes? Pensei em pegar TGV até Rennes, e carro depois! Olhei as tábuas das marés e a maré alta será bem nas minhas datas! Como é o acesso ao Mont? Penso em dormir lá dentro, porém preciso organizar a chegada em Orly + TGV + carro … Obrigada pela atenção ! Cris

  5. Olá, estou organizando uma viagem e gostaria de entender a melhor opção: pernoitar dentro ou fora do monte? Pra visualiza-lo iluminado não temos que estar fora dele?
    Obrigada.

    1. Oi, Franciane! Ficar dentro da cidade murada garante uma melhor localização sim! É um pouco mais caro, mas vale o investimento se puder bancar. Pra ver o monte iluminado não precisa ficar lá não, só é mais perto. Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *