Ainda que a alta temporada na Islândia seja durante o verão europeu, a probabilidade de ver a aurora boreal é maior nos meses mais frios.

Cada estação na Islândia tem a sua vantagem. O calor traz o sol da meia-noite, baleias e um país mais povoado, enquanto o frio promete paisagens branquinhas, pessoas dentro de suas casas e noites iluminadas pela aurora boreal. Nest post compartilho a particularidade de cada estação, pra você decidir quando ir para a Islândia de acordo com as suas vontades.

Primeiro, é importante entender como funciona o tempo na ilha. Pode-se dizer que existem apenas duas estações na Islândia: inverno e verão. No geral, a Islândia tem um clima úmido com ventos bem fortes e chuvas frequentes, principalmente na costa oeste, entre setembro e abril. Na região de Akureyri, ao norte, é mais provável de pegar dias de sol. A Corrente do Golfo deixa as temperaturas frescas no verão, com variações entre 10° e 20°. E, por conta desse fenômeno, mesmo com o fato do país estar perto do Círculo Polar Ártico, as temperaturas permanecem moderadas também no inverno, em média, de -5° a 0°, com picos de até -15° à noite.

Islândia

Mas mesmo assim é importante saber que o clima na Islândia pode ser extremamente variável ao longo de um único dia. E digo mais: é muito difícil planejar uma viagem com antecedência tendo 100% de certeza de que vai dar certo ver a aurora boreal (apesar de sim, alguns meses serem mais propícios para o show de luzes no céu). São inúmeras variáveis: nuvens, luz e atividade solar.

Este post vai servir de um guia para começar o planejamento da sua viagem levando em conta qual a sua preferência climática e o foco das férias: ver baleias, ver o país mais verdinho e os pássaros migratórios, caçar a aurora boreal ou cachoeiras congeladas e icebergs?

Quando ir para a Islândia: conheça as particularidades de cada estação

Islândia

QUANDO IR PARA A ISLÂNDIA

De maio a setembro

JUNHO A AGOSTO: A alta temporada na Islândia é entre meio de junho e a segunda quinzena de agosto. Neste período, os termômetros marcam em média 12°. É possível caminhar plenamente ao ar livre, ir aos festivais das cidades e curtir os enormes dias ensolarados graças ao sol da meia-noite. Mas saiba que, devido às noites curtas, é difícil de ver a aurora boreal nesta época. Por ser alta temporada, os preços aumentam e a ilha recebe uma quantidade enorme de turistas europeus em férias escolares.

MAIO OU SETEMBRO: E também tem como desfrutar desses dias longos de sol do verão islandês sem uma multidão de turistas. Basta viajar em maio ou setembro, meses de extensão da temporada quente. Nesta época, você consegue ver baleias, o retorno dos pássaros migratórios e os campos mais verdes e floridos.

Quando ir para a islândia

Islândia

QUANDO IR PARA A ISLÂNDIA

De outubro a março

Quando ir para a islândia

OUTUBRO: Outubro marca o início dos dias mais frios na Islândia. A quantidade de turistas diminuí. A aurora boreal aparece com mais frequência no céu a partir da última semana, as temperaturas caem e os dias ficam mais curtos. É neste mês, especialmente, que a paisagem ganha uma tonalidade verde-amarelada, com névoa e uma vibe mais nostálgica que fascina os fotógrafos. Também é uma boa época pra fazer um tour de barco e ver as baleias em seu ambiente natural.

LEIA TAMBÉM: Para onde viajar em novembro
10 itens que não podem faltar na sua mala neste inverno
8 razões para viajar para a Europa em setembro e outubro (e para onde ir!)

Quando ir para a islândia: inverno

DE NOVEMBRO A MARÇO: Em novembro a neve começa a cair e a paisagem fica mais branquinha. Daí até março, os dias vão ficando cada vez mais curtos. É complicado dirigir nas estradas, pois elas podem abrir e fechar a qualquer momento conforme os ventos e tempestades. As vantagens de ir pra Islândia nessa época são: a grande probabilidade de ver a aurora boreal, a paisagem branca com muita neve, as cachoeiras congeladas e a pequena quantidade de turistas.

Como ver a aurora boreal na Islândia?

Vários fatores influenciam na visibilidade da aurora boreal – o índice KP é um deles. Essa medida indica a intensidade do fluxo solar e suas perturbações na alta atmosfera terrestre em uma escala de 1 a 9. A partir de 5, já é possível observar o espetáculo de luzes. Entretanto, junto com o índice KP acima de 4 ou 5, você precisa ter uma noite escura, longe da poluição luminosa das cidades, um céu sem muitas nuvens e um pouco de sorte.

Por conta de todas essas variantes, o melhor a se fazer é optar por uma estadia mais longa pra ter mais chances de ver a aurora boreal. Outra dica é baixar o aplicativo My Aurora Forecast que usa o índice KP e a cobertura de nuvens pra indicar a probabilidade de presenciar o fenômeno nos dias a seguir.  Também vale utilizar, sempre que possível, o serviço chamado Northern Lights – Wake Up Call, disponível em alguns hotéis. Você coloca o seu nome em uma lista e caso tenha aurora boreal à noite, a recepção liga para o seu quarto e você pode descer e conferir as luzes.

Mas, então, quando ir para a Islândia?

Eu fui pra Islândia  do dia 11 a 20 de outubro. Durante a viagem, a paisagem estava linda com tons verdes-amarelados. Os dias estavam nublados, porém tinha bem menos turistas. Pude ver baleias no passeio de barco em Akureyri, mas não consegui ver a aurora boreal. Poucos dias depois que havia voltado pra casa, a atividade solar estava em alta. O aplicativo My Aurora Forecast me mostrou que o tempo e o índice KP (de atividade solar) estavam na medida perfeita pra conseguir ver a aurora boreal. Então tudo é mesmo uma questão de sorte.

Você escolhe quando ir para a Islândia de acordo com o que você quer ver na viagem, mas nada é totalmente garantido. É importantíssimo relembrar repetidamente que o clima na Islândia é imprevisível e muda a todo o momento. Você pode ter dias de sol, dias de chuva e noites nubladas que irão te impedir de ver a aurora boreal mesmo que você esteja lá na melhor época pra conferir o fenômeno. Por isso, escolha as suas prioridades, planeje a sua viagem com as informações desse post e fique o máximo de dias possíveis para aumentar suas chances com os fenômenos naturais.

LEIA TAMBÉM: Dicas da Islândia: 15 coisas que você precisa saber antes de ir à terra do fogo e do gelo

Vá no verão

Se você quer curtir dias mais longos, temperaturas mais amenas, conferir o sol da meia-noite e ver as baleias. Pra evitar turistas, priorize os meses de média-temporada, ou seja, maio e setembro. Se quer muito ver as baleias, viaje em junho, julho e agosto.

Islândia

Vá no inverno

Pra maiores de chances de ver a aurora boreal, cachoeiras congeladas e uma paisagem toda branquinha, planeje sua viagem para o inverno. Se você faz questão de ver a aurora, as chances são maiores no final de setembro, outubro, fevereiro e março.  Lembre-se de que nos meses extremos de inverno, como janeiro e fevereiro, dirigir nas estradas fica mais difícil.

Islândia

Giovanna Saba

Você deve conhecê-la de outro endereço, do blog Gigi em Paris, seu diário sobre a vida na capital da França. E, como pode imaginar, aqui no Carpe Mundi produz o melhor conteúdo sobre Paris. Acredita que os macarons ganham um sabor mágico se degustados em um quarto de hotel com vista para a Torre Eiffel.

Deixe seu comentário

voltar ao topo