frança

Paris:

ONDE ENCONTRAR OS MELHORES CHOCOLATES DA CIDADE

Avançar

Nos últimos anos, Paris viu uma explosão no número de chocolaterias. Boutiques especializadas se proliferaram por toda cidade, ganhando o status de grifes, e se juntaram a outras tradicionais e centenárias. A maioria delas está em Saint-Germain-de-Prés, onde chocolate é negócio sério. Aqui, uma seleção de lojas pra você comer no hotel, comprar de lanchinho e trazer de presente.

Avançar

À la Mère de Famille

Comecemos pelo começo: a Mère de Famille é a chocolateria mais antiga de Paris, fundada em 1761. Há filiais pela cidade, mas o melhor é visitar a da 35 Rue du Faubourg, em Montmartre, a primeira de todas. A vibe é toda vintage, do letreiro ao chão de azulejo, os lustres e as mesas e prateleiras de mármore e madeira maciça. Prove as “florentines”, amêndoas cobertas com mel caramelizado e chocolate amargo. As caixas laranjas de presente são uma graça.

35 Rue du Faubourg, Montmartre, e mais três endereços

Avançar

La Maison du Chocolat

O criador da marca, que hoje também tem lojas na Ásia e em Nova York, é Robert Linxe, morto em 2014, que revolucionou o jeito que o chocolate é feito e apresentado, com uma profunda pesquisa por produtores de cacau ao redor do globo. O negócio aqui é provar as ganaches, apenas maravilhosas. Também tem sorvete (no verão) e chocolate quente (no inverno).

99 Rue de Rivoli (no Carrousel du Louvre) e mais sete endereços

Avançar

Um Dimanche à Paris

Na estreitinha rua Commerce Saint-André, a loja do chocolatier Pierre Cluizel, de uma tradicional família de chocolateiros franceses, tem pilhas e fileiras mil de todo tipo de chocolate. Ao lado tem um Salon de Thé – apareça entre às 15h e às 18h, quando ele está aberto, pra tomar um dos melhores chocolates quentes de Paris, feito com canela, creme e baunilha. O brunch de domingo é chiquérrimo (e caro, € 35), com champanhe, foie gras e madeleines.

4-8 Cour du Commerce Saint-André, Saint-German-de-Près

Avançar

Le Chocolat Alain Ducasse

O rei da alta gastronomia francesa, com uma legião de restaurantes mundo afora, abriu sua primeira boutique de chocolates em 2014. O chocolate é feito inteiramente ali (na loja da Bastille você pode ver o pessoal trabalhando): chegam os grãos de cacau e saem os mil tipos de tabletes, em embalagens de papel pardo, uma coisa meio Willy Wonka.

40 Rue de la Roquette, Bastille, e mais dois endereços

Avançar

Chapon

Que mais dizer de um lugar que tem um BAR DE MOUSSE DE CHOCOLATE, com vários sabores, servidos em cones? Ah, sim, que seu Patrice Chapon já foi chef de pâtisserie pra corte real no Palácio de Buckingham e hoje roda o mundo em busca do melhor cacau ever.

69 Rue du Bac, Saint-German-de-Près, e mais três endereços

Avançar

Debauve & Gallais

A loja, de 1800, foi fundada por Sulpice Debauve, um sujeito que já fez chocolate pra Maria Antonieta. O salão, cheio dos rococós, podia estar no Palácio de Versalhes. Trufas e ganaches vêm em caixinhas azuis com selo dourado que de fato parecem da realeza. E, diferente das outras lojas clássicas de Paris onde não dá pra comprar nada, aqui tem barrinhas por € 7.

30 Rue des Saint-Pères, Saint-German-de-Près

Avançar

Jean-Charles Rochoux

É das lojas que que têm mais cara de boutique de joias do que de doceria. O chef é famoso por suas esculturas de chocolate: de jacarés, anjos, gatos, elefantes e esculturas gregas (que as crianças curtem ficar olhando na vitrine). Fora isso, a especialidade da casa são as misturas de chocolate com licor.

16 Rue d’Assas, Saint-German-de-Près

Avançar

Jacques Genin

O rei do chocolate gourmet, Genin antes só fornecia suas criações pra restaurantes top, até abrir essa boutique e salão de chá (onde você pode sentar pra tomar um chocolate quente inesquecível) no Haut Marais. Tem bombas, trufas e balinhas delícia.

133 Rue de Turenne, Marais, e mais um endereço

 

 

18

foto_jurere

A autora

Betina Neves

Betina Neves

Editora do Carpe Mundi, viaja pra trabalhar e trabalha pra viajar. É jornalista freelancer e já escreveu pra Viagem e Turismo, ELLE, Claudia, Vamos LATAM, Superinteressante, Cosmopolitan, VEJA São Paulo, Folha de S. Paulo, entre outras publicações.


Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *