Cassinos podem ser grandes motivadores de viagens.

Mais do que centros de entretenimento, suas imponentes construções fazem partes de complexos de hotéis luxuosos, shoppings de grife, restaurantes e baladas da moda. E, por vezes, são o ponto turístico em si. Veja aqui três cassinos ao redor do mundo, do mais antigo ao mais tradicional e ao que é sinônimo de opulência, que você precisa conhecer na sua próxima viagem.

Veja aqui uma seleção dos três mais incríveis e melhores cassinos do mundo:

cassinomontecarlo

BELLAGIO

bellagio

Não dá para falar em cassinos e não mencionar Vegas. O local possui mais de 1 700 cassinos em operação e, dentre estes, o icônico Bellagio. Referência no segmento, já saiu em diversos filmes blockbusters como Quebrando a Banca, Onze Homens e Um Segredo e Bem-Vindo ao Jogo. A imponente fachada do hotel e seu lago artificial são cenário do show das fontes, com mais de mil jatos de água e 4 mil luzes sincronizadas. É no Bellagio que rola também a apresentação aquática O, do Cirque du Soleil, primeiro no ranking de entretenimento em Vegas.

CASSINO DE VENEZA

cassino-veneza

Melhores cassinos do mundo: localizado às margens do Grande Canal de Veneza, trata-se do cassino mais antigo do mundo e um dos prédios mais bonitos da cidade: o lugar foi construído em 1509 no estilo renascentista e foi morada de grandes nobres italianos antes de ser transformado em uma casa de entretenimento no século seguinte. Seu interior é ricamente decorado por quadros, esculturas, lustres e candelabros que carregam história pura, além das lindas pinturas no teto feitas pelas mãos do famoso artista barroco italiano Mattia Bortoloni.

CASSINO DE MONTE-CARLO

monte-carlo-casino

Um átrio pavimentado em mármore e rodeado por colunas jônicas de ônix, portas e janelas arqueadas remontando à data de abertura de 1863, salões de jogos decorados com vitrais, esculturas e pinturas. O cassino de Monte Carlo é referência em tradicionalismo e elegância: símbolo da Belle Époque, tem o dedo de Charles Carnier, o mesmo arquiteto responsável pela Ópera de Paris. Já foi cenário da franquia de 007, é parte do percurso do Grande Prêmio de Mônaco e sedia importantes torneios de pôquer, como o European Poker Tour.

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo