Não faltam opções de onde ficar em Tulum: são dezenas de hotéis-boutiques descolados, um oferecendo uma proposta mais inovadora que o outro, de sound healings às massagens com reiki e às curas energéticas com anciões de tribos mexicanas. Mas a procura costuma ser intensa entre os mais populares (especialmente em alta temporada) e suas diárias podem custar – bastante – caro. E fica a dúvida: o valor pago por noite realmente vale o custo-benefício? Pra quem busca por uma hospedagem chique e confortável, com ambiente agradável e uma ótima infraestrutura geral, preços justos, boa localização e sobretudo unir grupos de quatro ou mais pessoas, a moda que está cada vez mais bombando é optar por uma casa de aluguel de Tulum.

CASA DE ALUGUEL EM TULUM

Foi nesse contexto que o condomínio de casas de aluguel de luxo Mahayana Tulum, com casas pé na areia totalmente equipadas, passou a figurar entre as principais opções de hospedagem entre grupos de amigos e famílias que viajam a Tulum. E, na onda, inaugurou o empreendimento quase vizinho Zorba Beach Homes, ao fim de 2018.

LEIA TAMBÉM: Restaurantes em Tulum: de açaí e sucos orgânicos a jantares hype

zorba-beach-homes

CASA DE ALUGUEL EM TULUM

MAHAYANA TULUM BEACH HOMES

O burburinho hoteleiro de Tulum é o endereço do condomínio de casas privadas Mahayana Beach Homes. São quatro propriedades que seguem o padrão rústico-chique do destino, numa das áreas mais badaladas de Tulum, onde elementos como a palha, a madeira e a fibra natural são combinadas com detalhes como os mosaicos de cerâmicas coloridas que enfeitam o piso de cimento queimado.

Com noites que começam em US$ 400, há todas as facilidades de limpeza diária da casa, roupas de cama e banho, shampoozinhos e amenities, cozinha totalmente equipada e segurança 24 horas disponíveis. O ar condicionado funciona no período noturno (quando há ar previsto, é assim em todos os hotéis de Tulum) e há um Wi-Fi para cada casa. Caiaques, pranchas e boias são emprestados para os hóspedes, que contam com serviço de praia com cabanas privadas. Pra quem não gosta de cozinhar, ainda dá pra agendar o serviço de chef particular que pode preparar uma ou todas (!) as refeições. E, como toda boa acomodação, prevê serviço de massagem mediante agendamento.

CASA GAIA (diárias desde US$ 400, para até 2 pessoas – US$ 200 por pessoa)

É a casa ideal pra ir em dois, a mais romântica do condomínio – da cama, integrada com a sala, você enxerga o azul do mar do Caribe.

CASA BONITA (diárias desde US$ 450, para até 4 pessoas – US$ 112 por pessoa)

Um casal e duas crianças se hospedam perfeitamente aqui: na sala integrada com a cozinha há duas camas de solteiro e, no andar de cima, o lindo quarto do casal com varandinha de frente pro mar.

CASA MANDALA (diárias desde US$ 580, para até 7 pessoas – US$ 82 por pessoa)

A mais fotogênica das residências do Mahayana tem uma piscina privada que parece que dança no jardim, onde um chuveiro, uma rede e um sofá se misturam entre as árvores. A suíte mais especial é a do terceiro andar, que parece uma casa da árvore. (foto ao lado)

*Foi na Casa Mandala que o Carpe Mundi se hospedou no Mahayana em Tulum.

CASA DE LAS PALMAS (diárias desde US$ 630, comporta 8 pessoas – US$ 78 por pessoa)

São três quartos: dois de casal e um com uma cama de casal e duas de solteiro. No terceiro andar, do rooftop privado, você enxerga o verde da selva, o azul do mar e, de noite, vê até estrelas cadentes.

onde-ficar-em-tulum

CASA DE ALUGUEL EM TULUM

ZORBA BEACH HOMES

A atmosfera geral remete a um lugar perfeito para relaxar, sob palmeiras exuberantes rodeando as seis casas-boutique e a piscina principal do recém-aberto Zorba Beach Homes, condomínio irmão do Mahayana, seguindo sua linha arquitetônica com paredes caiadas de branco e seu estilo de decoração marcado por móveis de vime que trazem aquele ar rústico praiano que é, na verdade, puro luxo. A localização mais próxima à reserva de Sian Ka’an garante uma faixa da areia intocada e preservada.

LEIA TAMBÉM: 9 banheiras de hotéis ao redor do mundo saídas diretamente do Pinterest

No Zorba, as diárias começam em US$ 660 na Villa 1 e incluem limpeza da casa, roupas de cama e banho, amenities, cozinha equipada e vigilância 24 horas. Os maiores diferenciais do condomínio são a piscina e o rooftop compartilhado entre todas as casas e o estúdio de yoga, onde acontecem aulas privadas. Todas as habitações também contam com ar condicionado (durante a noite), Wi-Fi e acesso às atividades e esportes aquáticos disponíveis junto com o serviço de praia. O serviço de chef pode ser requisitado para uma refeição ou toda a estadia, cozinhando pratos típicos mexicanos. É possível agendar massagens terapêuticas.

VILLA 1 (diárias desde US$ 660, para até 4 pessoas – US$ 165 por pessoa)

O mosaico de ladrilhos hidráulicos no chão do piso térreo colore a casa de dois quartos, enquanto a parede da escada decorada com garrafas de vidro recicladas são como uma janela permitindo a luz quente entrar.

VILLA 2 (diárias desde US$ 720, para até 6 pessoas – US$ 120 por pessoa)

A casa é muito bem arejada por enormes portas de vidro e janelas de vidro colorido. No andar debaixo há sala e cozinha integradas e, no de cima, três suítes – duas delas têm varandas com vista pra piscina.

VILLA 3 (diárias desde US$ 880, para até 8 pessoas – US$ 110 por pessoa)

Tem um ar mais rústico que as demais casas, com bancos, mesas de madeira e até lustres de madeira. Há um rooftop privado no último andar ótimo pra assistir ao pôr-do-sol.

VILLA 4 (diárias desde US$ 880, para até 8 pessoas – US$ 110 por pessoa)

Segue a mesma identidade da Villa 3, com toque mais coloridos na decoração. O agradável rooftop no terceiro andar tem chuveiro e pufes pra pegar sol.

VILLA 5 (diárias desde US$ 1 250, para até 8 pessoas – US$ 156 por pessoa)

É a maior e a única das casas com um piscina privativa, bem em frente à residência, com vista pro mar. Dormem confortavelmente de 10 a 12 pessoas nos seus cinco quartos.

PENTHOUSE (diárias desde US$ 720, para até 6 pessoas – US$ 120 por pessoa)

No terceiro andar da Villa 5, com uma entrada separada, está o charmoso Zorba Penthouse de dois quartos e uma ampla sacada com a cara praticamente no oceano. O quarto principal tem uma cama de casal e o outro, uma de casal e um beliche de solteiro.

*Foi no Penthouse que o Carpe Mundi se hospedou no Zorba em Tulum.

*Casa de aluguel em Tulum: o Carpe Mundi se hospedou no Mahayana Tulum e no Zorba Tulum a convite das propriedades. O conteúdo do post reflete apenas a opinião da autora.

Anna Laura

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi registra o mundo com sua Nikon desde que se entende por gente - e hoje cultiva um feed milimetricamente pensado. Passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo e, depois de uma temporada em Paris, resolveu ser viajante full time: você pode encontrá-la por aí, cobrindo paraísos tropicais.

Deixe seu comentário

voltar ao topo