publipost


Despache a mala com os lacres SealBag

Cuidado, fechar a mala apenas com o cadeado pode não ser tããão seguro quanto parece.

Casos de furtos em bagagens nos aeroportos e cruzeiros, mesmo usando cadeado, são muito comuns entre viajantes. Pra evitar o chamado “golpe da cesárea”, que abre o zíper da mala com apenas uma caneta, os lacres SealBag deixam evidente qualquer tipo de violação na mala, permitindo ao passageiro constatar o dano ainda no desembarque e, então, tomar as providências.

Veja aqui como funcionam os lacres SEALBAG:

Com numeração sequencial gravada à laser, os lacres SealBag possuem um mecanismo interno de fechamento – uma vez que você passa o fio de nylon pelo lacre, não dá mais pra retirá-lo (só cortando). A ideia é prender os zíperes à alça da mala com o lacre e fotografá-lo pra ter provas caso a bagagem seja aberta – as empresas são obrigadas a te indenizar judicialmente se você puder comprovar que algum item for roubado. Com o lacre você saberá logo na hora do desembarque se a sua mala foi aberta, e pode, então, tomar as medidas necessárias – muitas vezes só nos damos conta do furto quando chegamos em casa, e aí fica bem mais difícil de provar e receber o ressarcimento.

É uma boa usar os lacres SealBag ao deixar sua bagagem desacompanhada em aeroportos, cruzeiros, rodoviárias, hostels e até mesmo hotéis {sim, hotéis, a gente nunca sabe quem pode mexer na nossa mala}. O lacre ainda funciona como tag, favorecendo a identificação da bagagem. Têm nas cores amarelo (padrão), rosa, branco, verde-água, lilás e azul-bebê. O pacote com 10 lacres custa R$ 40 e vem com um cortador de brinde. Compre aqui!

*Publiposts são posts patrocinados cujo conteúdo é avaliado como útil para os leitores do Carpe Mundi.

mala-aeroporto-viajar-sealbag
Sealbag com o Carpe Mundi na Jamaica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *