brasil


9 programas que você precisa fazer em Manaus (e desde lá na selva amazônica)

Manaus, a isolada capital amazônica, é a porta de entrada pra maior floresta tropical do mundo.

Nela, é obrigatório conferir o Teatro Amazonas, comprar especiarias locais no Mercadão e fazer passeios de bate-volta à tribos indígenas e de imersão na selva. Veja aqui 9 programas que você precisa fazer em Manaus (e desde lá na selva amazônica).

TURISMO NA AMAZÔNIA

TEATRO AMAZONAS

Fruto do ciclo da borracha no norte, o teatro era – e ainda é – a construção histórica mais imponente da região. Seu estilo eclético mescla detalhes do barroco, do rococó e de art noveau, enquanto a cor rosa segue enfeitando sua fachada desde a última reforma, em 1990. Às terças, as visitas guiadas de cerca de uma hora são gratuitas e apresentam em detalhes o opulento interior do teatro.

teatroamazonas

TURISMO NA AMAZÔNIA

MERCADO MUNICIPAL

Endereço certo pra comprar especiarias típicas e artesanatos coloridos da região. Você encontra ali artigos de palha, souvenirs indígenas e os populares cremes e sabonetes de mulateiro (com propriedades de antienvelhecimento) e pomadas de mentol (a mesma essência do Vick) – há inclusive o costume de pegar o contato das banquinhas pra encomendar mais dos produtos depois. As ervas, chás e temperos são infinitos. Em frente estão as barracas de peixe do porto de Manaus, que é meio caótico e desorganizado.

TURISMO NA AMAZÔNIA

PÔR DO SOL NA PRAIA DE PONTA NEGRA

Um balneário isolado do Centro de Manaus, o bairro de Ponta Negra é o mais refinado da capital, com avenida da orla totalmente revitalizada que vira um grande calçadão aos finais de semana. O programa clássico ali é assistir ao sol se pondo dourado no Rio Negro – pra uma vista privilegiada, procure o mirante do calçadão. Melhor acompanhado de uma casquinha da Sorveteria Glacial, com sabores típicos da Amazônia como tucumã.

LEIA TAMBÉM: 9 dicas pra conseguir viajar pelo Brasil sem gastar muito

3 jornadas zen no Brasil pra se desconectar (ou conectar-se com você mesmo)

8 destinos de cachoeira e montanha em SP, MG e RJ pra uma viagem curta

TURISMO NA AMAZÔNIA

ENCONTRO DAS ÁGUAS

Do avião você já enxerga o contraste do encontro entre os Rios Negro e Solimões, que formam o extenso Rio Amazonas, na chegada a Manaus. Mas é quando faz o passeio de barco até o local que vê melhor a água negra e a marrom fluindo lado a lado como tinta guache sem se misturar e percebe a diferença de densidade, velocidade e temperatura entre os dois rios – a variação da água é de até 8 graus.

encontro-das-aguas

TURISMO NA AMAZÔNIA

PISCINA DO HOTEL VILLA AMAZÔNIA E BISTRÔ FITZ CARRALDO

A poucos passos do Teatro Amazonas, o hotel situado num casarão histórico amarelo, remanescente dos tempos áureos da borracha, é um charme só, desde seu lobby que combina uma linguagem contemporânea e sofisticada com a cultura e a história amazonenses à piscina com raia de borda infinita cercada por muito verde. No restaurante do hotel, o bistrô Fitz Carraldo, no café da manhã você toma sucos naturais deliciosos de açaí e cupuaçu, enquanto na janta prova de pratos como o pirarucu ao pesto de castanhas e as costelas de tambaqui com risoto de camarão. (diárias desde R$ 495, RESERVE AQUI!)

villa-amazonia-hotel

TURISMO NA AMAZÔNIA

HOTEL DE SELVA JUMA AMAZON LODGE

Viver uma experiência de selva é a coisa mais legal a se fazer na Amazônia. No ecológico e sustentável Juma Amazon Lodge, pacotes de três a cinco noites em bangalôs rústicos sob palafitas à beira do Rio Juma (um afluente do Rio Negro) incluem passeios como canoagem, pesca de piranhas, focagem de jacarés, escaladas em árvores, caminhadas na floresta e até mesmo pernoites em redes no meio da mata. É uma boa desculpa pra se desconectar do wifi e conhecer a fundo a maior floresta tropical do mundo. (pacotes de 3 noites em pensão completa e todos os passeios inclusos desde R$ 4 047; RESERVE AQUI)

LEIA TAMBÉM: Juma Amazon Lodge: nossa experiência de hospedagem num hotel de selva

Hotel de selva na Amazônia: um FAQ completo sobre a experiência de viagem

TURISMO NA AMAZÔNIA

TRIBO INDÍGENA DESSANA TUKANA

Nas margens do Rio Negro, numa área acessível apenas por barco, fica a base da tribo indígena Dessana Tukana, na reserva de Tupé, que abriga cerca de 40 habitantes da tribo. Eles recebem turistas em passeios desde Manaus e apresentam um pouco da sua cultura e costumes através de cerimônias, danças e culinária (você é convidado a provar uma mistura de peixe, farinha e formiga frita). No fim, o incentivo é a conhecer os trabalhos de artesanato da tribo e garimpar alguma coisa – o que é uma boa, já que eles dependem e muito do turismo pra sobreviver.

tribo-indigena-amazonia

TURISMO NA AMAZÔNIA

NADO COM OS BOTOS EM NOVO AIRÃO

Quem vai a Novo Airão, a 180 km de Manaus, vai a procura da atração mais fofa do Amazonas: o Flutuante dos Botos, no Parque Nacional de Anavilhanas. A concentração de botos-cor-de-rosa dóceis que interagem com os turistas fez do lugar um sucesso, onde você pode alimentá-los em oito horários ao longo do dia: às 9h, 10h, 11h, 12h, 14h, 15h, 16h e 17h. Dá pra pagar um passeio saindo de Manaus na faixa dos R$ 200 ou, se estiver de carro alugado, ir ao local por conta própria e gastar R$ 10 na entrada.

LEIA TAMBÉM: 6 praias imperdíveis no Brasil pra ir neste verão

Como explorar Bonito, o melhor destino de ecoturismo do Brasil

TURISMO NA AMAZÔNIA

CACHOEIRAS DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

A 133 km de Manaus fica o paraíso das cachoeiras da Amazônia, com uma supervocação para o ecoturismo com mais de 150 quedas da água, além de lagoas azuis, grutas e cavernas. O roteiro clássico contempla as corredeiras do Rio Urubuí, a Cachoeira de Iracema e a bela Queda do Santuário. Os atrativos também possibilita, a prática de esportes radicais e de aventura como rafting, bóia cross, caiaque, tirolesa, rapel e arvorismo.

presidente-figueiredo

A autora

Anna Laura Wolff

Anna Laura Wolff

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo. Depois de uma temporada em Paris, decidiu ser viajante full time.


Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *