marrocos


Onde ficar em Marrakech: riad, resort ou hotel?

Cidade mais turística do Marrocos, Marrakech tem lugar pra todo tipo de viajante em seus autênticos riads, tradicionais hotéis e luxuosos resorts.

Seja qual for sua escolha, uma calorosa recepção com chazinho de menta no check-in, tâmaras ao lado da cama antes de dormir e garrafas de água de cortesia no quarto pra compensar o calor estão sempre incluídas na estadia.

ONDE FICAR EM MARRAKECH: riad, resort ou hotel?

LEIA TAMBÉM: Como é voar com a Royal Air Maroc, a companhia aérea do Marrocos

RIADS

Casarões históricos de tijolos de barro com um bonito e arejado pátio interno, normalmente contendo uma piscininha, são oásis de tranquilidade dentro da agitada Medina. Nas últimas décadas, com a explosão desses tipos de hospedagem na cidade (a maioria administrada por europeus, que compram as antigas construções, planejam uma boa reforma e incrementam o local com azulejos, artesanatos e muitas plantas), a palavra riad virou sinônimo de pousada de qualidade, quase sempre econômica. E ficar num riad é viver o Marrocos mais autêntico até na hora de dormir. Em tempo: a grande maioria dos riads de Marrakech ficam espalhados por becos da Medina, inacessíveis por carro. Não espere por carregadores de mala do táxi até o seu riad. Outros serviços também não são como em hotéis: o balcão de recepção costuma ser uma mesa, a janta só é servida se pedida com um dia de antecedência e amenities como shampoozinhos e afins ficam em potes que vão sendo reabastecidos regularmente.

PRA QUEM É? amigos e casais jovens em busca de uma hospedagem típica, descoladinha e com preço justo, dentro da Medina

CARPE MUNDI INDICA:

BE MARRAKECH (diárias desde US$ 134)

O pátio marcado por uma piscina central com azulejos quadriculares azuis e verdes, rodeada por plantas e luminárias, móveis nos mesmos tons com detalhes pintados à mão e bonitas cerâmicas no chão e nas paredes é cenário perfeito de foto do Pinterest. E todos os hóspedes disputam pra fazer cliques ali.

Nos quartos, o charme também continua. O melhor deles  é o que fica no térreo atrás da piscina, com espaço superbem aproveitado pelos dois mezaninos com camas de casal forrados por cortinas, sofá em L com almofadas combinando com os tapetes com miçangas costuradas, ladrilhos hidráulicos brancos e cinzas e paredes de cimento queimado que vão até o limite do banheiro, que tem box aberto.

Se não for o riad mais legal de Marrakech, com certeza está entre os primeiros. Dá vontade de ficar o dia todo curtindo o local. RIAD BE MARREKECH: RESERVE AQUI (diárias desde US$ 134)

ONDE FICAR EM MARRAKECH

Não só pelo ambiente e quartos lindinhos e a atmosfera descolada (uma seleção musical eclética e agradável fica tocando baixinho de dia), mas também por detalhes como a granola orgânica, as geleias de combinações inusitadas como a de manga com gengibre e as panquecas fofinhas e deliciosas, tudo feito ali, servidas no café da manhã.

O rooftop não tem vista, mas reserva futons, redes protegidas do sol por gazebos e mesinhas com cadeiras pra relaxar. Pra completar, tem um gatinho fofo que fica brincando com os hóspedes o dia todo.

riad-be-marrakech

ONDE FICAR EM MARRAKECH: riad, resort ou hotel?

LEIA TAMBÉM: Marrocos: os destinos mais bacanas pra montar o seu roteiro

RESORT

Os arredores de Marrakech ainda dispõem de imensos terrenos onde resorts de redes de luxo estão se instalando com seus campos de golfe, enormes piscinas rodeadas por palmeiras e quartos espaçosos e modernosos a preços não tão estratosféricos. Uma boa pra quem vai em família, busca viver um pouco de sossego e ter bastante conforto a disposição durante a viagem. Compensando a localização afastada, transfers diários gratuitos partem algumas vezes ao dia dos resorts para a Medina e vice-versa.

PRA QUEM É? famílias viajando com crianças + casais em busca de conforto que curtem a vibe de resorts + quem quer unir a estadia em Marrakech com golfe

CARPE MUNDI INDICA:

ROYAL PALM MARRAKECH (diárias desde US$ 347)

Cercado por palmeiras, oliveiras e arbustos de lavanda, o Royal Palm Marrakech é um verdadeiro oásis high-end com detalhes arquitetônicos e decorativos típicos marroquinos a menos de 30 minutos das ruas caóticas da Medina, quase aos pés das Montanhas dos Atlas, que no inverno ficam com as pontinhas cobertas de neve e aparecem distantes na paisagem.

ONDE FICAR EM MARRAKECH: riad, resort ou hotel?

Tudo ali é superlativo: a área total de 231 hectares engloba uma piscina com 2 mil m², o campo de golfe com percurso de 18 buracos, o opulento Spa by Clarins, os 134 espaçosos quartos clean e sóbrios com camas-nuvens com edredons branquinhos que te engolem e botões inteligentes através dos quais você controla todo o ambiente

Toda a infra e serviço cinco-estrelas vêm a preços relativamente interessantes: quem costuma ficar nesse tipo de resort em que você anda um passo e chega um funcionário com um carrinho de golfe pra te levar onde você quer ir costuma desembolsar mais pela diária.

Onde ficar em Marrakech: a impressão que dá é que os hóspedes, a maioria famílias grandes com crianças, passam quase o dia (senão o tempo) todo ali, absorvendo o conforto, a beleza e a calma do lugar enquanto relaxam nas espreguiçadeiras dos impecáveis jardins ao redor da piscina, jogam golf no enorme campo verdinho e fazem suas refeições em um 5 bares ou restaurantes do local (o Al Ain é o mais refinado e serve jantares ao ar livre com música típica), mesmo com os transfers diários gratuitos de ida e volta em uma van executiva fornecidos pelo resort até a Medina de Marrakech.

ROYAL PALM MARRAKECH: RESERVE AQUI! (diárias desde US$ 347)

royal-palm-marrakech-beachcomber-resort

royalpalm-marrakech

ONDE FICAR EM MARRAKECH: riad, resort ou hotel?

HOTEL

Os hotéis em Marrakech podem ser classificados em três categorias: os econômicos e simplórios, por vezes sujos e mal localizados; os executivos de rede, como em qualquer lugar do mundo; e os interessantes, que misturam o melhor dos riads com a infra, o conforto e o serviço cinco-estrelas dos resorts. É esse último tipo de hotel que vale ser considerado: dentro da Medina, mantendo a charmosa autenticidade marroquina e oferecendo um plus no quesito luxo (que os riads muitas vezes não dispõe). Sua estrutura abrange mais de um casarão com pátio, bar e restaurante, academia e spa, piscina com espreguiçadeiras e diversas categorias de quartos, além de recepção, concierge e staff que faz os serviços básicos de carregar as bagagens até o táxi, por exemplo (a maioria dos riads não fornece essa e mais facilidades).

PRA QUEM É? casais e famílias (sem crianças pequenas) em busca de uma hospedagem tradicional que mescle a autenticidade de um riad com o luxo de um resort, dentro da Medina

CARPE MUNDI INDICA:

LA SULTANA MARRAKECH (diárias desde US$ 418)

Mescla perfeita entre um riad autêntico e um resort de luxo, dispõe de 28 quartos distribuídos entre cinco casarões históricos na Medina de Marrakech, a 10 minutos a pé da Praça Jemaa El Fna. Cada um com uma decoração diferente, mas mantendo certas características típicas: janelas de vitrais, portas de madeira esculpidas, lanternas de metal com detalhes recortados no estilo marroquino-árabe, tapetes berberes coloridos, lareiras todas trabalhadas e banheiros com colunas e acabamentos de mármore contrastando com camas king-size branquinhas, caixinha de som Bose e paredes à prova de som (tem uma hora em que fica insuportável ouvir os chamados à salah, horas de reza dos muçulmanos, ecoando por toda a cidade).

Onde ficar em Marrakech: e a vibe marroquina típica voltada ao luxo continua na arejada piscina envolta por corredores arqueados, restaurante no terraço com vista para o Minarete de Koutoubia servindo deliciosos tagines desde US$ 28 (prato típico do Marrocos, composto por um cozido de legumes com carne) e spa todo em verde jade, cobre oxidado e tons de terracota onde dá pra fazer banho turco.

O valor que se paga na diária também é revertido em detalhes atenciosos como a bandeja de comidinhas típicas servida no check-in, o jornalzinho impresso na língua de cada hóspede distribuído todos os dias no café da manhã e as bebidas do frigobar que são uma cortesia. Pra quem se interessar pela cozinha mediterrânea, há ainda uma escola de culinária que forma chefs locais. Os hóspedes podem fazer aulas rápidas.

LA SULTANA MARRAKECH: RESERVE AQUI (diárias desde US$ 418)

sultana-marrakech

pool-la-sultana-marrakech

*O Carpe Mundi se hospedou de cortesia nos três estabelecimentos citados no texto, mas mantém sua opinião independente sobre os mesmos sem a obrigação de publicar nada com que não concorde. Procuramos viver experiências variadas nos destinos e buscar hotéis legais para  poder resenhá-los aqui com precisão.

A autora

Anna Laura Wolff

Anna Laura Wolff

Jornalista por formação e fotógrafa por vocação, a editora do Carpe Mundi passou pelas redações da CARAS Online e da Viagem e Turismo. Depois de uma temporada em Paris, decidiu ser viajante full time.


Instagram

Há 1 comentário para “Onde ficar em Marrakech: riad, resort ou hotel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *