portugal


Onde ficar em Lisboa: melhores bairros e hostels e hotéis selecionados

Onde ficar em Lisboa:

Lisboa vive um boom na hotelaria, tanto de grandes empreendimentos quanto de pequenas iniciativas, locais e internacionais. Isso significa que agora você tem uma gama enorme de novos hotéis para escolher, e que pode pagar relativamente pouco para ficar num lugar bem bacana, que valoriza design e boa gastronomia e aproveita os elementos históricos das construções. Aqui, selecionei algumas opções bacanas de hostels e hotéis nos melhores bairros.

+ PORTUGAL NO CARPE MUNDI

Onde ficar em Lisboa: melhores bairros e hotéis:

Onde ficar em Lisboa: BAIXA

Colado no Rio Tejo, o bairro plano com um quadriculado ordenado de ruas é supercentral e fica perto de várias estações de trem, metrô e bonde, fazendo com que seja fácil transitar pela cidade. Também tem comérdio farto, fica do lado dos muitos restaurantes do Chiado e da vida noturna do Cais do Sodré. Se é sua primeira vez em Lisboa, é o melhor bairro pra se hospedar.

Yes Hostel

É um hostel bem jovem com um salão ótimo para interagir que serve jantar e shots de bebida de graça antes dos promoters levarem para a balada da vez. Os beliches têm armário, cortina e prateleira com tomada. Tem elevador, coisa que falta na maioria dos hostels da cidade. Diárias a partir de € 12 nos quartos compartilhados e € 52 nos privativos. RESERVE AQUI!

yes-hostel

Home Lisbon Hostel

É superaconchegante – lembra uma casa de vó elegante, com biblioteca e sala de estar. A mãe do dono, a Mamma, organiza jantares de comida portuga tradicional, e os quartos são bem equipados com ar, secador de cabelo (nos femininos), e beliches com armário, prateleira e tomada. Diárias desde € 14 nos quartos compartilhados (não tem privativos). RESERVE AQUI!

home-lisbon-hostel

Feels Like Home Rossio Prime Suites

Bem próximo da estação do Rossio, tem vibe de uma pousada familiar, sensação dada pelas bonitas salas de estar e de café da manhã com paredes de pedra e móveis moderninhos. Quartos têm decoração aprazível, são novinhos e confortáveis. Muito bom custo/benefício. Diárias desde € 72. RESERVE AQUI!

Feels-Like-Home-Rossio-Prime-Suites

Tesouro da Baixa by Shiadu

Eu amo essa rede de pequenos hotéis boutique. Bem perto do Rossio, esse tem quartos lindos e espaçosos com decoração meio vintage e banheiros forrados de moisaicos de azulejos. O café da manhã fantástico (e incluso na diária) é servido num salão charmoso com sofás de couro. Diárias desde € 116. RESERVE AQUI!

Tesouro-da-Baixa-by-Shiadu

AlmaLusa Baixa/Chiado

Novíssimo, tem design lindo, com elementos como pisos, paredes de laje e azulejos originais da construção histórica, lareiras vintage, objetos de antiquário de madeira e lustres moderninhos. Os 28 quartos são confortáveis e o bom restaurante provê café, almoço e jantar. Fica de frente para a Praça do Município, a duas quadras da Praça do Comércio.
Diárias desde € 200. RESERVE AQUI!

AlmaLusa-BaixaChiado

Pousada de Lisboa

A rede Pousadas transforma prédios históricos em hotéis. Aqui a proposta é se hospedar em plena Praça do Comércio. Num edifício do século 17 amarelo-ouro, o hotel tem acomodações elegantes e vistas imbatíveis para o Tejo. As áreas comuns contam com spa, piscina e um restaurante de comida regional instalado sob os arcos da construção. Diárias a partir de € 200. RESERVE AQUI!

Pousada-de-Lisboa

Onde ficar em Lisboa: CHIADO/BAIRRO ALTO

Ficar nestes bairros significa subir muita ladeira, mas também estar no centro da badalação, onde estão alguns dos melhores restaurantes e bares da cidade. Quanto mais para “cima” se hospedar mais perto vai ficar do Príncipe Real, um bairro da moda onde tem sido aberta uma porção de lugares bacanas.

Living Lounge Hostel

Cheio de prêmios, tem um lounge impressionante, um dos mais bonitos que eu já num hostel. Tem bicicletas à disposição dos hóspedes e uma cozinha onde você pode preparar refeições e conversar com o pessoal, que se acomoda em dormitórios e 12 quartos duplos (mas com banheiro compartilhado). Diárias desde € 22 nos quartos compartilhados e € 60 nos privativos.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Madri em 3 dias
Bate-volta a Segóvia desde Madri
10 programas essenciais em Barcelona

Living-Lounge

Lost Inn Lisboa

Fica numa ruinha subindo do Cais do Sodré em direção ao Bairro Alto. A sala de estar, as áreas comuns e os quartos são uma graça, decoradas com azulejos portugueses; quase não dá para acreditar que é um hostel, não fossem os beliches (que também são ótimos). Há noites temáticas com jantares. Diárias desde € 14 nos quartos compartilhados e € 60 nos privativos. RESERVE AQUI!

lost-inn-hostel

Dear Lisbon – Charming House

É um ótimo representante do bom gosto dos hoteleiros portugas. Como várias outras da cidade, trata-se de uma casa histórica que recebeu um banho de loja interno que deixou quartos decorados com personalidade, um lobby lindo com paredes de cimento queimado e um pátio gracinha com piscina. E o preço é excelente. Diárias desde € 90. RESERVE AQUI!

dear-lisbon-guesthouse

Independente Hostel & Suites

Se eu tivesse que escolher um lugar pra ficar em Lisboa hoje, seria esse. São dois casarões bem diante do Miradouro São Pedro de Alcântara. Um é um hostel, com beliches de madeira rústica combinados com o resto do mobiliário vintage. No outro, são suítes, cada uma decorada de modo distinto. Há três restaurantes bombados ali: o Trincas, de comida portuga, o Insólito, num terraço ao ar livre, e o Decadente, com drinques criativos.
Diárias a partir de € 15 no quarto coletivo e € 100 nas suítes. RESERVE AQUI!

LX Boutique Hotel

Em meio a badalação da Rua do Alecrim, tem cinco andares temáticos; o dedicado a Fernando Pessoa há livros do autor, no de Fado tem papel de parede com guitarrinhas portuguesas. O restaurante serve um dos melhores sushis da cidade. Diárias a partir de € 150. RESERVE AQUI!

lx-boutique-hotel

Pousada A Casa Janelas com Vista

Muitos motivos pra ficar nessa pousada lindinha: café da manhã farto, equipe atenciosa, quartos superconfortáveis, cada um decorado de um jeito. Mais uma prova de que em Lisboa é possível pagar pouco e ficar num lugar autêntico. Diárias desde € 84. RESERVE AQUI!

Pousada-A-Casa-Janelas-com-Vista

Onde ficar em Lisboa: AVENIDA DA LIBERDADE

Essa avenida é uma espécie de Champs-Élysées/Quinta Avenida de Lisboa, com hotéis e restaurantes sofisticados e lojas tipo Dior e Channel. Eu particularmente acho um pouco sem graça ficar aqui, meio fora do agito.

Palácio Belmonte

Se tiver que escolher um cinco-estrelas em Lisboa, que seja esse, que já foi cenário de filmes como O Céu de Lisboa, de Wim Wenders, e Páginas da Revolução, com Marcello Mastroianni. Tudo evoca aos tempos de glória desse palácio do século 18: a tapeçaria, as pinturas, os azulejos azuis típicos, a biblioteca, os quartos com vista para o Tejo, o ótimo restaurante Belcanto com duas estrelas no guia Michelin e a piscina envolvida por árvores de laranja. Diárias desde € 500. RESERVE AQUI!

palacio-belmonte

Onde ficar em Lisboa: ALFAMA

Tem seu charme ficar em Alfama, o bairro mais antigo de Lisboa, onde estão bequinhos cheios de azulejos, casas de fado e atrações históricas como a Igreja de Santo António e o Castelo de São Jorge. Fica meio fora do circuito da boêmia/gastronomia, mas o acesso à Baixa e ao Chiado é rápido.

Santiago de Alfama

O mais recente cinco-estrelas da cidade tem toda bossa de ficar em num palácio do século 15 em Alfama. São 19 quartos com decoração minimalista e áreas comuns com uma bela coleção de arte. O restaurante Fabrica das Camisas tem deixado uma legião de fãs. Diárias a partir de
€ 180. RESERVE AQUI!

santiago-de-alfama

Memmo Alfama

O rooftop do hotel, com bar de vinhos e uma piscina vermelha de borda infinita com vista para o Tejo podia ser um cartão-postal de Lisboa. Os quartos têm decoração contemporânea em tons de bege e branco. Esse rede é supercool e tem outros hotéis pelo país, é bom saber. Diárias a partir de € 150. RESERVE AQUI!

memmo-alfama

A autora

Betina Neves

Betina Neves

Editora do Carpe Mundi, viaja pra trabalhar e trabalha pra viajar. É jornalista freelancer e já escreveu pra Viagem e Turismo, ELLE, Claudia, Vamos LATAM, Superinteressante, Cosmopolitan, VEJA São Paulo, Folha de S. Paulo, entre outras publicações.


Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *