espanha


O que fazer em Mallorca, na Espanha: 8 programas essenciais

Principal do arquipélago das Ilhas Baleares, na Espanha, Mallorca é uma ilha grande.

Tem 5 vezes o tamanho de Florianópolis. Ou seja: a não ser que você tenha 10 dias de viagem, vai ter que tomar decisões difíceis em relação a que passeios fazer. Aqui, nossos preferidos, para você ver um pouco de praia, cidade, vilarejos, mirantes, montanhas e até vinícolas. Veja abaixo o que fazer em Mallorca.

LEIA TAMBÉM: Onde ficar em Mallorca: melhores partes da ilha e hotéis
O que fazer em Menorca: as melhores coisas da ilha
As 8 melhores praias de Menorca, na Espanha
O que levar na mala pra Europa no verão

O que fazer em Mallorca:

PASSEAR POR PALMA

O centro histórico da capital de Mallorca é adorável. Faça um passeio  por lá a partir da Carrer Sant Miquel, uma das ruas mais movimentadas, com uma profusão de lojas.

palma-mallorca

Cappuccino Grand Café (foto ao lado): entre para um café ou só para uma foto. Ele exemplifica bem as antigas mansões com pátios internos elegantes características dali, com belas colunas e pinturas enquadradas.

Mercat de l’Olivar: é o mercadão da cidade, onde fãs de jamón podem ver peças inteiras dos tipos mais primorosos, além de frutas, queijos locais e frios (a sobrasada, embutido local, é maravilhosa). Nos fundos há restaurantes onde você pode pedir e comer no balcão.

Biblioteca de Babel: misto de livraria com café e bar superdescoladinha.

Plaça Major: coração de Palma, é um grande espaço retangular cheio de vida ocupado por uma feirinha de artesanatos, músicos de rua e restaurantes com mesas na calçada.

LEIA TAMBÉM: O que fazer em Madri em 3 dias
Bate-volta em Segóvia desde Madri
9 erros que você comete nos seus roteiros de viagem

cafe-capuccino-palma

mercado-palma

Can Forteza Rey: saindo da Praça Major, veja esse prédio com azulejos coloridos no estilo modernista catalão, como aqueles de Gaudí que você vê aos montes em Barcelona.

Pearlart: Mallorca é uma das maiores produtoras de pérolas sintéticas do mundo, e nesse museu você aprende sobre a história e o negócio e pode levar colares para casa.

Passeig del Born: avenida arborizada cheia de lojas de tipo Zara e cia.

Rialto Living: loja de design com roupas, artigos de papelaria, decoração e outras coisinhas.

Es Baluard: museu instalado dentro de uma antiga fortificação à beira-mar e que expõe obras modernas e contemporâneas. Vale pelas instalações e pelas vistas das muralhas e do café.

JÁ SEGUE A GENTE NO INSTAGRAM? @BETINA.NEVESE @ANNA.LAURA

Catedral: não precisa ter qualquer intimidade com religião para se enternecer com a Catedral Le Seu, que reina absoluta sobre o conjunto arquitetônico do centro. A enorme estrutura predominantemente gótica demorou 300 anos para ser finalizada, em 1601, e exibe colunas altíssimas. Os candelabros, as cadeiras do coro e a escultura de ferro sobre o altar são de Gaudí, veja você, convidado para fazer renovações na igreja no início do século 20. No fim do corredor sul, outra adição moderna, uma parede colorida muito doida que o artista Miquel Barceló produziu pensando no milagre de pães e peixes de Jesus na Bíblia. Vá e de manhã, por volta das 9h, quando a luz do sol incide de tal modo pelos círculos de vitrais da igreja que tudo se ilumina com formas coloridas. Como que por obra divina.

catedral-palma

CURTIR UM BEACH CLUB

O que fazer em Mallorca: No verão, Mallorca é uma ilha bastante badalada e curtir uma tarde ou pôr do sol num beach club faz parte da programação. A 9 km de Palma, o Purobeach é um dos mais bacanas, numa posição elevada sobre a água numa pequena península. Ali tem uma bela piscina, espreguiçadeiras e day beds – tem que pagar € 30 para usar o espaço, e na alta temporada é melhor fazer reserva. Em Puerto Andratx, vilarejo a 30 km de Palma, fica o Gran Folies Beach Club, com piscina e guarda-sóis tipo balineses numa enseada pedregosa – não tem praia ali, mas você pode saltar direto nas águas turquesas do mar. Para almoçar ou jantar, tem pizzas, peixes, carnes e paella – cheque o horário de abertura no site. Para quem quer uma balada mais intensa, digamos, veja o Nikki Beach (o mesmo de Miami), em Magaluf.

puro-beach-club
Puro Beach Club

PEGAR UM DIA DE PRAIA EM ES TRENC

O que fazer em Mallorca: Em Mallorca predominam “calas”, pequenas baías com areia pedregosa não tão convidativas para passar o dia. E muitas delas, como Illetas, ficam lotadas no verão. Por isso o lugar certo para pegar praia é Es Trenc, o que Mallorca tem de mais “caribenho”: faixa de areia branquinha, larga e extensa tocada por águas calminhas cor azul-piscina. Fica a 50 km de Palma, em direção ao sudeste da ilha.

es-trenc-praia

VER O VILAREJOS DE DEIÀ E VALLDEMOSSA

A fração mais especial de Mallorca é, para mim, a costa noroeste. Isso porque ela abriga a Serra de Tramuntana, patrimônio da humanidade pela UNESCO, um maciço montanhoso que eleva-se do mar a até 1400 metros de altitude. Primeiro visite Deià – uma pequena joia encaixada nas montanhas forradas de oliveiras, azinheiras e laranjeiras. De dia, vale dar uma chagada na Cala Dèia, uma pequena praia de areia pedregosa e mar turquesa que tem vários barzinhos – do vilarejo dá 30 minutos de caminhada, ou vá de carro e brigue por uma vaga lá embaixo. No fim da tarde ou de noite, você pode jantar tapas no El Barrigón de Xelini (terça a sábado das 17h às 00h) ou fazer uma refeição mais sofisticada no restaurante El Olivo (todos os dias das 19h30 às 22h30), do hotel Belmond, cujo bar tem vista sensacional para o vilarejo.

deia-vila-mallorca

Valldemossa é o vilarejo mais gostoso de passear, cheio de lojinhas. É difícil parar de fotografar as casinhas cor de areia com janelas verdes e parapeitos floridos. A cidade serviu de refúgio para o compositor Frédéric Chopin e a escritora francesa George Sand entre 1838 e 1839, e a casa deles virou um pequeno museu. Um dos pianos mais antigos e preservados tocado por ele está exposto. Pertinho de Valldemossa, surge um dos muitos mirantes com vistas vertiginosas da serra, chamado Sa Foradada: uma formação rochosa com um buraco no meio entre o azulão do Mediterrâneo. Pare o carro no alto para admirar a vista e desça a pé por um caminho íngreme entre oliveiras centenárias até pertinho da água, que ao tocar as pedras atinge tons esverdeados – ali embaixo tem um restaurante.

Sa-Foradada
Mirador Sa Foradada

FAZER UM PASSEIO DE BARCO ATÉ O TORRENT DE PAREIS

O que fazer em Mallorca: Vá até Port de Soller, outro vilarejo pitoresco cheio de restaurantes e bares à beira-mar. Dali saem passeios de barco que deixam ver a dramática Serra de Tramuntana do mar, com seus penhascos rochosos cobertos de pinheiros-alepo, árvore típica da ilha.

O destino final do tour é Sa Calobra, uma prainha encaixada entre os paredões de 200 metros de altura do cânion Torrent des Pareis. O nome é tão estranho quanto o lugar é surreal. O passeio também passa por outra praia bonita, a Cala Tuent.

port-de-soller
Port de Soller
Torrent-de-Pareis
Torrent de Pareis

VISITAR A VINÍCOLA BODEGA MORTIX

Pare aqui para conhecer um pouco da tradição de vinho de Mallorca (são 60 vinícolas ao todo na ilha). Uma das poucas que tem plantações na altitude, ela figura bonitos vinhedos circundados pelas montanhas – se for em setembro, dá para vê-los carregados de uvas. Na sala de degustação, onde te explicam sobre o processo de produção, servem os rótulos da casa – o branco L’u blanc, feito com uvas malvasia e chardonnay, dá vontade de levar na mala. Peça uma porção dos biscoitinhos quelitas para acompanhar.

bodega-mortix-mallorca

IR AOS MIRANTES DE FORMENTOR

O que fazer em Mallorca: Na pontinha norte da ilha estão as vistas mais famosas de Mallorca. Primeiro pare no Mirador des Colomer, onde assomam formações rochosas enormes sobre o mar. Depois continue pelas curvas insanas até dar em Cap Formentor, onde um farol coroa o conjunto.

PASSEAR E COMER EM POLLENÇA E PORT DE POLLENÇA

O que fazer em Mallorca:  Pollença é um vilarejo no norte da ilha com centro histórico fofo – na Plaça Major há restaurantes e cafés com mesinhas ao ar livre. Suba os 365 graus de pedra que levam até o Calvari para ver o panorama do alto. Depois, vá para a próxima Port de Pollença, uma cidadezinha com praia vistosa e uma orla gostosa com hotéis e restaurantes.

Ali fica o restaurante Argos, com uma estrela no Guia Michelin, e dos melhores da ilha. O premiado chef Álvaro Salazar faz releituras de pratos espanhóis e mallorquinos (menu-degustação a partir de € 65).

pollenca-mallorca

argos-restaurant

CONHECER AS PRAIAS DA COSTA LESTE: AGULLA E GAT

O que fazer em Mallorca: Deu sede de mais praia? Essas duas são bonitas pra caramba, com mar turquesa e encostas esverdeadas ao redor. Outro lugar da costa leste que vale visitar, se tiver mais tempo, é o Parc Natural de Mondragó.

Cala-Gat-Mallorca

Vai ficar mais tempo em Mallorca? O pessoal do site X Days In Y rodou a ilha inteira em 10 dias e tem dicas preciosas.

* O Carpe Mundi foi a Mallorca a convite do Escritório de Turismo da Embaixada da Espanha. O conteúdo do post reflete apenas a opinião da autora.

A autora

Betina Neves

Betina Neves

Editora do Carpe Mundi, viaja pra trabalhar e trabalha pra viajar. É jornalista freelancer e já escreveu pra Viagem e Turismo, ELLE, Claudia, Vamos LATAM, Superinteressante, Cosmopolitan, VEJA São Paulo, Folha de S. Paulo, entre outras publicações.


Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *