europa


10 mercados de Natal que você não pode perder nestas férias pela Europa

Os mercados de Natal surgiram ainda na Idade Média – o pioneiro foi o Striezelmark, em Dresden, na Alemanha, em 1434, e que continua vivíssimo até hoje. Eis que a tradição cresceu e cresceu (chegou até no Brasil; a melhor réplica está na Serra Gaúcha) e hoje toma conta do continente no mês de dezembro. Sorte a nossa, pois não há nada mais agradável nessa época fria que transitar por barraquinhas com vinho quente, ornamentos natalinos, doces e guloseimas típicas, pantufas quentinhas, arranjos de flores coloridos e outras quinquilharias que a gente ama, enquanto um coro de músicas tradicionais alegra ainda mais os mercados de Natal na Europa.

LEIA MAIS: O que levar na mala pra Europa neste inverno: a lista completa

5 bate-voltas de até 1h30 pra fazer desde Paris (além de Versalhes!)

Conheça Berna, a linda capital da Suíça, em passeios, hotéis e restaurantes

Onde se hospedar em Praga: melhores bairros e hotéis

O que fazer em Praga: todos os melhores programas
Uma tarde em Montmartre, um dos bairros mais tradicionais de Paris

Confira aqui os 10 mercados de Natal na Europa mais graciosos pra visitar nestas férias:

mercadosdenatal

Skansen’s Christmas Market – Estocolmo, Suécia

O lugar é um museu a céu aberto que conta a história do país através de diversas casinhas de fazenda dos séculos 18, 19 e 20 expostas ao ar livre e abertas pra visita. No período de festas, ganha um mercado de Natal na Bollnäs Square, onde você encontra amêndoas, marmeladas, pães frescos e produtinhos artesanais pra presentear. Experimente o glögg, um vinho quente misturado com conhaque. Pelo mercado ainda há violinistas tocando aqui e ali e rola até uma dança tradicional feita ao redor da árvore de Natal.

Datas: 26 e 27 de novembro, 3, 4, 10, 11, 17 e 18 de dezembro

LEIA MAIS: Os encantos de Interlaken, base de turismo alpino na Suíça

Marché de Noël – Lille, França

Mercados de Natal na Europa: na Place Rihour ficam mais de 80 barraquinhas de madeira à espera dos parisienses e ingleses que pegam o trem pra comprar os mais lindos presentinhos temáticos e experimentar as especialidades culinárias (polonesas, russas, quebequenses, entre várias outras). Quando o assunto é cozinha francesa, o lanche tradicional é o queijo Maroilles. Pra ter uma boa vista da cidade a mais de 165 metros de altura vale subir a roda gigante da Place du General de Gaulle – você enxerga a árvore de Natal, as luzinhas do mercado e até a fronteira com a Bélgica.

Datas: 18 de dezembro a 30 de dezembro

lille-marche-noel

Christkindlmarkt – Salzburgo, Áustria

É um dos mercados mais antigos da Europa – especula-se que desde o século 15 mulheres já se concentravam na frente da Catedral de Salzburgo pra vender artesanatos na época do Natal. Tem uma vibe mais intimista e conta com 95 quiosques que vendem sapatinhos felpudos pra ficar em casa e delicinhas natalinas como o lebkuchen – uma variação do que conhecemos como pão de mel. Você encontra também castanhas e amêndoas, salsicha e vinho quente.

Datas: 17 de novembro a 26 de dezembro

christkindlmarkt

MERCADOS DE NATAL NA EUROPA

Christkindelsmärik – Estrasburgo, França

Mercados de Natal na Europa: a luta constante entre alemães e franceses pelo território da Alsácia resultou em uma cultura mista com influências germânicas e gálicas no destino. Hoje, Estrasburgo pertence aos franceses e é sede do Parlamento Europeu e também de um dos mercados de Natal mais antigos do mundo, com mais de 442 anos. Depois de patinar no gelo dá pra tomar vinho quente em canequinhas em formato de bota de Papai Noel que você encontra nos quiosques de madeira ao redor da Catedral de Estrasburgo e da Place Broglie. Não deixe de experimentar a flammeeuche, uma pizza de massa fina com bacon, cebola e crème fraîche, especialidade alsaciana.

Datas: 25 a 31 de dezembro

strasbourg

Tivoli Gardens Christmas Market – Copenhagen, Dinamarca

O mercado de Natal do Tivoli Gardens, parque de diversão histórico e ícone da cidade, conta com 4 milhões de luzinhas distribuídas nos pinheiros ao redor do lago – decoração milimetricamente pensada por ninguém mais que o designer da Tiffany. Na hora da fome, faça como um local dinamarquês e combine o æbleskiver (tipo de um donut gelado com groselha preta) com o gløgg (vinho quente temperado com amêndoas, uvas passas, canela e cravo).

Datas: 19 de novembro a 31 de dezembro

LEIA TAMBÉM: A lista definitiva de perfis do Instagram pra quem ama viagem e fotografia

O que fazer em Roma: as 20 dicas e passeios que não podem faltar no seu roteiro

Guia do Alentejo: as cidades e vinícolas pra conhecer a região mais autêntica de Portugal

Striezelmarkt – Dresden, Alemanha

O Natal na Alemanha é farto. Uma amostra disso você confere no início de dezembro na cidade de Dresden, quando os cidadãos desfilam um bolo frutado de quatro toneladas até os 230 quiosques do Striezelmarkt. O mercado data de 1434, o que faz dele o pioneiro na Europa. Ali vendem-se dos mais lindos artesanatos: tem queimador de incenso em formato de quebra-nozes, objetos de vidro da cidade de Lauscha e muita cerâmica.

Data: 24 de novembro a 24 de dezembro

dresden-christmas-market

Fira de Santa Llúcia – Barcelona, Espanha

O mercado, que neste ano completa seu 230º aniversário, tem presépios de Natal e bonecas infantis sendo vendidos em suas tendinhas desde 1786. Hoje, são mais de 300 quiosques que se estendem ao longo da Avenida de la Catedral, no centro antigo da cidade. Tudo ali tem um toque tradicional espanhol, como a venda do Tío de Nadal – um mascote em forma de tronquinho sorridente recheado de doces que deve ser cuidado pelas crianças até a véspera de Natal. No dia 25 elas podem abrí-lo e comer todo o doce que tem dentro.

Datas: 27 de novembro a 25 de dezembro

LEIA TAMBÉM: 10 aplicativos pra viajantes preguiçosos

Onde ficar em Paris: seleção de hotéis até € 150

Marienplatz Market – Munique, Alemanha

Mercados de Natal na Europa: as barracas se reúnem ao redor de uma imensa árvore de Natal toda iluminada. Vale experimentar as salsichas, as panquecas de batata (chamadas reiber-datschi), o vinho quente e lebkuchen. Passeando pelo mercado você vai ver as criancinhas vestidas de anjo e, se estiver por lá pelas 17h30 na sexta-feira anterior ao Natal, dá pra conferir o show de uma banda e um coral que canta canções de Natal da varanda da prefeitura.

Datas: 25 de novembro a 24 de dezembro

munique-christmas

Advento – Zagreb, Croácia

O mercado principal fica na praça Ban Jelačić, mas a oportunidade de comprar souvenires natalinos se estende por toda a cidade. Veja ornamentos artesanais, coma um pão de mel de gengibre e tome um vinho quente em um copo acanelado. Se a fome for maior, experimente o krpice sa zeljem, um prato tradicional da cozinha croata feito com massa e repolho. Pra conferir a decoração natalina, ande pelo bairro de Kaptol; já pra ver um presépio ao vivo vá ao parque Zrinjeva, onde também estão mais de 200 árvores iluminadas. Não deixe de ir ao túnel Grič pra conferir as animações temáticas em 3D, com música ao vivo, show de luzes e projeções. O grupo Ad Gloriam canta músicas natalinas na varanda do Teatro Nacional Croata aos domingos, a partir das 19h.

MERCADOS DE NATAL NA EUROPA

Vários mercados, Londres, Inglaterra

Para os londrinos, o Natal já começa em novembro com a iluminação da Regent Street. Nessa época, diversos mercados se espalham pela cidade e, passeando entre um e outro, você vai ter uma certeza: esse povo ama patinar no gelo. Tanto o mercado do Museu de História Natural (de novembro ao meio de janeiro) como o mercado de Greenwich (mês de dezembro) contam um rinque temporário, mas o maior deles está no Winter Wonderland do Hyde Park (meados de novembro até início de janeiro), que tem ainda um tobogã, uma roda gigante e um mercado no estilo alemão. A magia de Natal continua pela cidade com os corais no Royal Albert Hall no mês de dezembro, e, na Trafalgar Square, você encontra um pinheiro vindo diretamente da Noruega.

london-christmas-market

+++ MERCADOS EM PARIS: A Giovanna, autora deste post e editora do blog Gigi em Paris, conta mais sobre 5 mercados de Natal na capital francesa aqui.

A autora

Giovanna Saba

Giovanna Saba

Colaboradora do Carpe Mundi, a jornalista é graduada pela Sorbonne. Num clichê perfeito, trocou o Brasil pela França em 2014 depois que encontrou o amor em Paris. Hoje coordena o Gigi em Paris, com dicas da capital francesa.

- Website


Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *